...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Marte e Saturno em conjunção, agosto 2012



A conjunção de Marte com Saturno é um ciclo de aproximadamente 2 anos e marca o nível de atividade e energia geral. 
Antigamente era observado para prever as guerras, e os grandes problemas.

Marte se encontrou com Saturno no dia 15/08/2012, quarta-feira, às 4:23h. (ontem)
O Ascendente é Câncer (conj. Vênus) e o Meio do Céu é Áries.
A conjunção acontece a 24 graus de Libra, na casa 4.

Marte e Saturno formam um ciclo de energia: no início manda Marte, no fim manda Saturno, ou seja: primeiro plantamos, depois colhemos.

Observando o mapa da conjunção, com Marte e Saturno no Fundo do Céu, penso ser esse um indicativo de conflitos por terras e propriedades, e muita discussão sobre patriotismo.
A importância da família se faz presente também, e ainda a busca das origens, das raízes e dos ancestrais.
Outra coisa importante é a busca das causas dos acontecimentos.

E, por estar em Libra, marca também a busca pela justiça, harmonia e equilíbrio (cá entre nós, isso está faltando por aí..).

Saturno exaltado em Libra está mais forte do que Marte, exilado.
Mas a Lua, em Câncer, está domiciliada.
Traduzindo: Um forte sentimento de dever e justiça, mas acima de tudo a necessidade de segurança.

O Ascendente em Câncer mostra a busca primeiro por segurança, aconhego, proteção.

O patriotismo está em alta, o sentido de nação, família, de pertencer a um grupo que lhe apóie e dê segurança.

Vênus no Ascendente se opondo a Plutão no descendente mostra os conflitos pelo "meu" e o "teu", o sentido de posse, a ambição, o ciúme, e, mais importante que isso: A NECESSIDADE DE TRABALHAR A NOSSA MANEIRA DE SE RELACIONAR E DE CONVIVER.

Urano, lá do Meio do Céu, quadra os dois e impõe uma nova forma de convívio social e pessoal e, pode até ser, novas formas de governo.

O conflito entre os valores tradicionais e os novos está acirrado; e a conjunção, da maneira que está posicionada, sugere que será muito importante buscar esse equilíbrio entre o "meu" e o "teu", buscar diálogo e novas formas de conviver e compartilhar.

Penso que esses próximos 2 anos serão de muitas disputas, inclusive mais guerras, com mais quedas de governos e a eterna luta para diminuir a enorme diferença entre ricos e pobres.

As guerras continuam vindo do Ocidente, em direção a Nordeste e Sudoeste.

Alguns valores tradicionais deixaram as pessoas feridas, muito machucadas e oprimidas. E Urano em Áries mostra uma reação a isso, com muita força.
A Lua em Câncer, mesmo que minguante, não abre mão da segurança, e Vênus em Câncer busca aconchego, família, intimidade e respeito aos sentimentos.

Temos a assistência de bons aspectos do Sol, Mercúrio, Júpter e Netuno, o que me sugere, por parte do Sol e Mercúrio, uma liderança carismática intervindo em conflitos mais sérios e, de Júpter e Netuno, a busca por espiritualidade novamente.

Parece ainda que as mudanças climáticas continuam em alta, com possibilidade de furacões, vulcões, desabamentos e enchentes, pelo menos na primeira parte do ciclo (no primeiro ano).

Aos que sobreviverem a tanto tumulto, se preparem para a próxima, em agosto de 2014, que acontecerá em Escorpião, me parece que um pouco menos tensa. Estaremos reconstruindo valores e coisas, mais voltados para a saúde e ao desenvolvimento pessoal.

Até então estávamos no ciclo da conjunção de 31/07/2010 (1:51h em Porto Alegre), que aconteceu a 0' de Libra na casa 5, Ascendente Touro e Meio do Céu em Aquário.

Nesse ciclo também estava presente a busca por justiça e equilíbrio, mas predominou a vontade pessoal, briga de egos, as disputas pelo poder.
Sol domiciliado em Leão na casa 3 e Mercúrio domiciliado em Virgem na casa 5 sugerem que além da busca de poder pessoal foi fundamental a capacidade de negociar e impor sua vontade pela inteligência e capacidade de argumentar, além de uma boa estratégia.

A tendência de guerras veio do Ocidente para o Nordeste e para o Sudeste.

Lua, Júpter e Urano em Áries mostraram as inovações no cenário político e a maior presença de mulheres em funções de comando.
A presença da conjunção na casa 5 mostrou a briga de egos e também muitos problemas com crianças e jovens.
Putão quadrando da casa 8, em Capricórnio, mostrou a queda de governos antigos e a mudança profunda nas estruturas da civilização.
Mesmo assim, Netuno lá do Meio do Céu, bem acima de nossas cabeças, trouxe tanto tumulto mental e emocional (em Aquário) que chegou a atrapalhar as estratégias e a fixação de metas, pois deu a tendência a perder o objetivo, dispersar energias e confundir tudo. Mesmo assim, contribuiu com progressos na ciência, principalmente nas áreas "invisíveis" (a mente, os sonhos, as emoções, o mundo sutil, a Física Quântica) mas também em tudo o que se refere ao céu, ao espaço, aos nervos, neurônios, impulsos nervosos e mobilidade do corpo, e ainda à importância e à qualidade do ar (poluição, alergias, doenças respiratórias, a gripe H1N1, as curas pela respiração e pelo pensamento, e utilizando métodos inovadores).

Fica então o principal disso tudo para os próximos 2 anos: melhorar a convivência, os relacionamentos, dialogar, compartilhar e continuar buscando o equilíbrio.

Namastê.

Nenhum comentário: