...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Primavera, novo ciclo energético no hemisfério Sul 23/09/2010



Daqui a pouco, 23/09/2010, quinta-feira, a 0:09h (para Porto Alegre e arredores), Sol ingressando em Libra: equinócio de Primavera.

Feliz Novo Ciclo Energético do hemisfério Sul !!!

A Primavera é o início do ciclo de energia, em cada hemisfério.
Para nós, aqui do Sul, é o momento de começo.
Os povos antigos iniciavam a contagem do ano com a Primavera.
Embora o Ano Novo Astrológico aconteça quando o Sol entra em Áries para o planeta todo, energeticamente estamos iniciando um novo ciclo, aqui no hemisfério Sul.

O Sol está entrando em Libra, é também o “mês de Libra”.

Estamos iniciando esse ciclo em plena Lua Cheia, com Sol conjunto a Saturno na quarta casa, e a Lua conjunta a Júpter e Urano na décima.
O Ascendente é Gêmeos e seu regente, Mercúrio, está em Virgem (domiciliado e exaltado) na terceira casa (domicílio extra), mas solitário (sem aspectos).
Vênus e Marte conjuntos em Escorpião na quinta casa.
Netuno em Aquário, solitário na nona casa.
Plutão em Capricórnio na sétima, quadrando a lunação, o ingresso de Libra e a oposição Saturno x Júpter/Urano.
Retrógrados: Júpter, Urano e Netuno.

Nodo Norte em Capricórnio, junto a Plutão.
Kíron em Aquário, pertinho de Netuno.

Temos posições fortes e aspectos tensos.

Mercúrio, muito forte.
Marte em domicílio noturno.
Saturno e Lua em exaltação.
Sol no exílio.
Vênus em queda.

Com as emoções exaltadas, nosso ciclo prevê muitos confrontos, desafios e obstáculos para superar.
É preciso trabalhar muito e não se deixar abater, persistir, ter paciência e algum cuidado.

Enquanto a luta pela sobrevivência está no seu auge, se possível que não percamos a sensibilidade da Lua em Peixes (“Endurecer-se pero sin perder la ternura”).

Temos alguns desafios pela frente:
Primeiro, equilibrar o “velho e o novo” (nossa como demora.. parece que essa configuração nunca termina!): a vontade de crescer, se aventurar, inovar e ousar deve ser equilibrada pelo respeito a tudo o que nos permitiu chegar até aqui. Sem desprezar o passado (que sempre é um ótimo professor) e suas tradições, é muito bom que não fiquemos parados no tempo e façamos o possível para progredir. Mas esse progresso não deve acontecer às custas de sentimentos feridos pelo caminho, desrespeito ou desconsideração pelas pessoas.

Nesse momento, não é bom se envolver em disputas pelo poder, seja de que tipo for. Não importa provar a ninguém que se pode, se sabe, se tem, ou sei lá o que mais, do que o outro. Porque a verdadeira autoridade é algo que acontece naturalmente, de maneira espontânea. O verdadeiro poder emana da pessoa e não precisa ser imposto. Quando uma autoridade falsa sobe ao poder, ela não se sustenta, vai apodrecendo com o tempo (Saturno não perdoa).

Politicamente, essa configuração sugere um enorme confronto. Seja lá quem for que ganhar as eleições por aqui, terá uma oposição muito forte e terá que lutar muito para se manter, e para produzir alguma coisa.

Sol na quarta casa sugere a necessidade de um centro interior fortalecido e equilibrado, a nossa “casa iluminada” (texto do mês de Câncer). A partir desse centro fortalecido iremos interagir de maneira mais tranquila com os desafios.

Mercúrio domiciliado e muito positivo mostra que o trabalho bem feito produz bons frutos, e a sexta casa em Plutão sugere a transformação pelo trabalho. As quadraturas, símbolo de materialidade e materialização, mostram que é preciso trabalhar muito.

Vênus e Marte na quinta casa nos mostram que nem tudo está perdido: teremos muitos momentos de prazer e alegrias, e esses trarão consigo um toque de transformação pessoal (estão em Escorpião).

O Ascendente em Gêmeos mostra o interesse em estudos, formação profissional, novos conhecimentos, mais atenção à educação e às pessoas jovens.

A Lua em Peixes, lá em cima do mapa, nos mostra a importância das mulheres, que estarão muito poderosas. Com Júpter e Urano, pode acontecer de esquecer de sua identidade feminina, passando a se concentrar apenas em avançar com aquela pressa louca de quem passou séculos atrás do fogão (como se isso também não tivesse uma grande importância).
As mulheres exercerão poder e estarão em evidência, talvez sejam notícia aos montes. É preciso manter a sensibilidade feminina e aproveitar esse momento para solucionar muitos problemas de desrespeito e desconsideração pelas mulheres. Muitas ainda não descobriram que a mulher é a base da família e da sociedade. A mulher ainda desconhece o seu próprio poder, e tenta se masculinizar (algumas), usando sempre de uma referência masculina. Quando não se iguala ao homem e se dessensibiliza, se enche de silicone para satisfazer à cultura machista. Será que não dá para apenas ser mulher? Ter filhos, trabalhar, estudar, viajar, se divertir e continuar sendo o que é?
Quanto a isso, me parece que o Sol e Saturno (muito masculinos) na casa da família estarão buscando fortalecer a família. Vejo isso quase como uma inversão dos papéis tradicionais, a mulher indo a caça e o homem se preocupando com o bem estar da vida familiar.
Mais uma vez, é necessário equilíbrio.
Tudo o que é muito, é ruim.
Tudo o que é pouco, é ruim também.

Por isso, outro desafio importante desse ciclo será a moderação e a harmonia entre os contrários. Lembrar que os contrários não precisam deletar um ao outro, porque eles se complementam.
E isso não se refere apenas ao homem e mulher. Me refiro a todo o tipo de “contrários” de nossa civilização. Se até o momento ainda não foi possível algum ser humano sobreviver com razoável conforto e felicidade vivendo sozinho, é porque precisamos uns dos outros. Mesmo os mais solitários necessitam interagir com alguém. Além disso, nos beneficiamos mutuamente do trabalho e do conhecimento um do outro.
E quando alguém no mundo sofre, esse sofrimento chega até nós de alguma maneira, estamos energeticamente interligados.

Mantendo essas noções na cabeça, ficará bem mais fácil não se arrancar os cabelos pela maior banana.

Peixes no Meio do Céu e seu regente Netuno na nona casa sugerem que o crescimento também se dá com o desenvolvimento da espiritualidade em cada um, que a solidariedade será importante, que haverá muitas mentiras, traições e manipulações ainda, mas o alto nível da situação só será possível seguindo a inspiração, a consciência e o sentimento de união (estamos todos no mesmo barco!). Peixes ainda se refere à capacidade de crer, à fé. A fé não se explica, é aquela certeza que “ainda” não tem provas científicas, porque está à frente das provas, é a ciência que lhe segue, e não o contrário. A fé eleva, inspira e abre caminhos.
Parece que muitas lições a respeito de fé nos serão transmitidas nesse ciclo.

Os mais pobres, as mulheres, as crianças, a ciência e as leis serão assuntos muito remexidos.

Não podemos acender a fogueira e dançar nas cidades, como faziam os antigos, mas podemos entrar no equinócio de Primavera iluminados interiormente, saudar os deuses à nossa maneira e dar o melhor de nós mesmos para fazer a nossa parte, e tentar melhorar esse mundo nem que seja só um pouquinho. Esse pouquinho pode fazer uma grande diferença mais adiante.

Namastê.

O signo de Libra



Libra é o signo que corresponde ao início da Primavera no nosso Hemisfério (Sul) e ao Outono no Hemisfério Norte.

Pertence ao elemento Ar, qualidade Cardinal e polaridade masculina (ou positiva). É regido pelo planeta Vênus.

Se você tem o Sol, o Ascendente, a Lua, ou planetas pessoais em ângulos importantes no signo de Libra, poderá se identificar com muitas dessas características.

Para Libra, o que mais interessa é o papel na sociedade, a vida em grupo, os valores aprovados pela maioria, por isso está sempre querendo agradar e harmonizar a convivência entre as pessoas. Não é bonito brigar, andar sujo ou desarrumado. Isso tudo já foi aprendido em Virgem. Mas, diferente de Virgem, cujo objetivo era a purificação, Libra quer conviver em sociedade, quer agradar, ser admirado, ser amado, se sentir querido. Diferente de Leão, que quer ser admirado e aplaudido, Libra quer ser amado. E para provar que merece tudo isso, é capaz de exagerar, sacrificando seu tempo com obrigações sociais, festinhas maçantes ou até mesmo um casamento falido. Isso porque Libra pertence ao grupo. Diferente de Aquário, que contesta o grupo, de Gêmeos que observa e aprende com o grupo, Libra pertence ao seu meio social. Precisa de companhia, não suporta a solidão.

Por essa necessidade de estar sempre convivendo com alguém, Libra, quando vai ao extremo, suporta relacionamentos desgastantes e já acabados, tentando ainda salvar alguma coisa, qualquer coisa que seja, prá não ficar sozinho.

Libra se comporta da maneira que aprendeu que será bem aceito. E se esmera ao máximo, desde a aparência, a vestimenta, as palavras, os sorrisos, tudo tem que estar perfeito, não pode ficar nenhuma dúvida que será aceito e amado.

E enquanto procura se relacionar de maneira impessoal (conforme as regras sociais), Libra tem dentro de si altos padrões. Na maioria das vezes enquanto faz tudo para ser aceito e passa por oportunista, hipócrita ou instável, seus ideais interiores se chocam com aquilo que a sociedade espera e cobra das pessoas.

É por isso que esse signo também tem a fama de ser TÃO indeciso. Como um pêndulo, fica oscilando entre seus altos ideais internos, e a pressão social. E realmente, não sabe o que fazer, fica nervoso, ansioso, porque não quer abrir mão de nenhum dos dois: quer muito ser aceito e amado, mas também quer muito que os outros correspondam a seu alto nível de exigência. Principalmente, não quer baixar o seu padrão interno. Essa é uma das decisões importantes que tomamos no signo de Libra.

Libra também é um signo que representa a justiça, o equilíbrio. Enquanto em Áries é tudo “Eu”, Libra percebe que não está sozinho, que é “Eu” e “Você”. Por isso, relacionamentos são algo muito sério. O outro é a referência. Mas o que percebemos no outro também existe em nós mesmos, porque não é possível perceber algo que não conhecemos primeiro. Quando nos apaixonamos, redescobrimos que somos maravilhosos, divinos, especiais, completos; as pessoas que amamos nos mostram isso, pois tudo o que descobrimos e amamos nelas, e através delas, já existe dentro de nós mesmos. Aqui está uma das belezas de Libra: descobrimos que apesar de sermos seres divinos, completos e maravilhosos, sempre precisaremos de alguém para nos mostrar isso. As pessoas com as quais nos relacionamos são as referências que usamos na nossa busca de equilíbrio, cada um deles mostrando uma parte de nós mesmos.

O símbolo da justiça é uma balança (outro nome de Libra). E essa balança é muito sensível. Qualquer desarmonia, por menor que seja, faz com que os pratos da balança comecem a se mexer para um lado.. para outro.. e vem junto a inquietação. Precisa urgente equilibrar os pratos novamente.

Libra é refinado, tem bom gosto, busca a paz e a boa convivência, gosta da beleza e da organização, tem altos padrões estéticos, gosta de arte, música, moda. Discussões, palavras ásperas ou grosseiras e comportamento frio desestabilizam Libra, que novamente vai ficar equilibrando os pratos..

Nos relacionamentos, busca a igualdade de direitos e deveres. Mas sempre a democracia e os tratados de paz, nunca a guerra. Faz pequenas concessões para evitar desentendimentos e procura sempre agradar seu parceiro de alguma maneira. Está sempre envolvido em relacionamentos, não suporta a solidão, precisa dialogar com alguém. Mas sob suas maneiras suaves, carinhosas e sedutoras, geralmente é Libra quem manda no relacionamento.

Você tem alguma dúvida? Afinal quem sabe mais do que Libra o que é correto socialmente e o que não é? E quem busca sempre a igualdade e o equilíbrio? (Você não ousaria pensar que não é o bem informado Libra..) Então, mesmo com toda a sua indecisão e ansiedade, acaba sempre dando a última palavra. Claro, de uma maneira muito simpática, elegante e charmosa, é capaz de fazer você se sentir um monstro se não concordar com tudo isso.

Libra é um excelente argumentador. Essa capacidade de perceber o outro que inicia nesse signo lhe dá uma conversa poderosa. Adora argumentar, discutir, debater, apontar os prós e os contras, avaliar bem toda a situação e todas as pessoas envolvidas e vai indo.. fica a noite toda conversando e argumentando, mas não lhe peça para concluir, decidir, escolher um lado ou tomar um partido. Aí, novamente os pratos da balança começam a se mexer. Porque o azul é bom e o amarelo também. E o objetivo de Libra nunca é ficar com um e excluir o outro, mas equilibrar e ficar com os dois. Isso se reflete até mesmo na hora de sair: vou com a roupa verde ou com a roupa laranja? (?) complicou..

Libra tenta equilibrar tudo: seu lado feminino e masculino, seu lado místico e prático, a cabeça e o coração, o trabalho e o descanso, o dia e a noite, o certo e o errado, o bem e o mal..

Daí sua ligação também com a justiça, ou a busca dela. Em Leão, o fruto (o Ser) fica maduro, pronto, e é colhido (se mostra), em Virgem o fruto é armazenado e cuidado e em Libra é feita a justa distribuição da colheita.

Libra, como o início da vida social, fica deslumbrado e dependente dela. Necessita ardorosamente de companhia, não suporta a solidão. Mas também tem crises de melancolia, quando busca sossego e calma para se recuperar de suas infindáveis oscilações. A multidão lhe incomoda, prefere um relacionamento a dois, mais íntimo. Porque quando Libra tem uma vida social super ultra intensa, precisa de muitos momentos de sossego, lembre-se, tudo tem que estar em equilíbrio.

Por essa sua grande necessidade de companhia, fica muito influenciável. Se afirma através dos outros, e não de si mesmo. Julga seu próprio valor pela quantidade de admiração, elogios ou reconhecimento que recebe. Essa carência pode ser um grande problema, por lhe tornar muito fraco a pressão externa, fazendo com que mude opiniões, aparência, e outras coisas em sua vida para se sentir aceito e, dessa forma, fica muito sujeito a manipulações.

Por outro lado, essa mesma carência faz com que se importe tanto com a opinião e atitude do outro, é o que lhe leva a conhecer o outro, compreender o outro.

Para satisfazer e agradar, é necessário conhecer o outro, saber o que ele precisa. Por isso, Libra conhece profundamente o sexo oposto e, através de estratégias inteligentes, consegue, conversando, chegar a pessoas, situações ou acordos que os outros signos achariam quase impossível. Com charme, sedução, sorrisos, voz macia e muita paciência para argumentar, Libra seduz e depois foge.

Libra não seduz com o coração, com a emoção, mas com o intelecto. É um signo do elemento Ar, usa muito sua mente. Vê com o intelecto. Seduz, para ser aceito. E foge, para não tomar decisão nenhuma.

O maior conflito de Libra é não ser aceito pelos outros por aquilo que é, mas por aquilo que deve ser. A sua preocupação em ser ou não ser abandonado é que cria tanta dependência. E quando fica assim, passa a vida na expectativa de atitudes e sorrisos que lhe garantam que é amado, em busca sempre de mais status social, tornando-se extremamente vaidoso conforme a hierarquia de quem se dignou a lhe dar um sorriso, ou um elogio, e se sentindo humilhado quando isso não acontece, ou quando é questionado por alguém. Nesse caso acontece o seguinte: se a própria pessoa não se aceita e não se valoriza como Ser, acaba desvalorizando quem lhe aceita: se seu não presto, ele (a) deve ser bem pior do que eu, porque me aceita..

E como compensação, aliena-se de si mesmo, se submete docilmente à autoridade sem questioná-la, despersonaliza-se perto de uma hierarquia maior, imita o que é socialmente aceito, se empolga com líderes, super stars, tudo o que é fashion, fazendo o que pode para não ser confundido com o que considera feio ou fora de moda, buscando status através do bairro que mora ou da etiqueta que veste, por exemplo, tornando essas coisas mais importantes do que o seu Ser. Em vez de serem coisas que lhe servem, torna-se escravo delas.

E tem uma enorme vergonha de ser pego nesse joguinho. Essa vergonha não é nada mais do que não aceitar que não se aceita. E quando vive assim, Libra paga um preço muito caro apenas para não assumir totalmente o seu Ser. Essa situação de faz de conta lhe traz junto a depressão e a apatia, porque fingir não é algo que se possa fazer por muito tempo impunemente.

Mas felizmente essa sua necessidade de companhia também tem pontos muito positivos.

Quando sua balança está interiormente equilibrada, Libra tem o dom de harmonizar os ambientes, levando beleza e graça às pessoas com as quais se relaciona ou faz contato. Com muita educação, cuidado e diplomacia, consegue aliviar as tensões, tornar as coisas mais fáceis e agradáveis para todos e para si mesmo.

Muitas vezes é chamado para dar conselhos, conseguir que pessoas façam as pazes ou entrem em acordo, apaziguar os ânimos. Pelo seu grande interesse na área de comportamento humano, tem o dom de descobrir talentos nos outros, adora unir as pessoas e depois ser chamado para ser o padrinho ou madrinha do casamento e terminar tudo numa linda festa. E sua necessidade de justiça faz com que distribua seus sorrisos e gentilezas de maneira igualmente generosa a todas as pessoas do seu grupo.

Geralmente é Libra quem promove a paz. Um dos melhores exemplos pessoais desse signo é Gandhi: interiormente equilibrado, lutou incansavelmente de duas maneiras aparentemente opostas (com força e disciplina, submissão e gentileza) para promover a paz e a independência, porque tinha uma convicção interna de que estava certo (não se deixava dobrar internamente) mas conseguiu agradar, não pelo simples fato de agradar, mas fazer um bem, a um grande número de pessoas.

Librianos são atenciosos com todos, e muito carinhosos com quem amam. Adoram demonstrar seus sentimentos e igualmente adoram receber demonstrações. Sentem prazer em encher sua vida de elegância e compartilhar isso. Desejam relacionamentos serenos baseados no respeito e no afeto. Estão constantemente buscando se unir e fugindo de se comprometer.

O elemento Ar faz com que não gostem de ser monopolizados, necessitem de liberdade para se mover entre suas crises de indecisão, ou a necessidade de tempo para se reequilibrar de vez em quando. Se abrem às novidades e adoram se comunicar.

Essa necessidade de liberdade faz com que Libra precise de bastante tempo para pensar antes de se comprometer definitivamente com alguém. Não admite relacionamentos de força, de lutas pelo poder, tem medo de ser sufocado pelo compromisso, mas também tem medo de ser abandonado por não assumir o compromisso.

Libra jamais “lava sua roupa suja” em público. Quando algo vai mal no relacionamento, vai passar muito tempo tentando reencontrar o elo perdido. Fará todo o possível para reencontrar seu sentimento e resgatar a relação, e buscará tudo o que puder para justificar a continuidade dessa história. Para que não termine, alguns librianos fazem sacrifícios inclusive da sua própria individualidade. Levarão o relacionamento até os limites do insuportável. E então continuam cumprindo aquele ritual social, se auto negando, até que enfim, um belo dia, Libra amadurece. E desde esse belo dia, Libra continua tão ou mais elegante do que antes, continua “não lavando a roupa suja” em público, mas sabe perfeitamente até onde pode ceder em nome da boa convivência.

A sexualidade é intensa em Libra, que é muito carinhoso, gosta de criar um clima romântico, sensual, aconchegante e belo. O lado físico é importante, e o diálogo também, na mesma proporção. Se houver conflitos pendentes, falta de afinidade mental ou intelectual, o relacionamento não flui e Libra empaca.

Por isso, caso você esteja apaixonada (o) por alguém desse signo, saiba que é fundamental estar sempre com os assuntos em dia, tudo bem esclarecido e tranquilo; saiba que aqui investir em conversa inteligente é lucro certo. Você receberá carinho, atenção e afeto redobrados.

O elemento Ar é bem forte em Libra, que sabe muito bem o que quer, principalmente no plano afetivo, seus desejos e intenções são algo bem claro e explicado dentro de si mesmo. Libra precisa primeiro compreender bem o que está sentindo, senão se bloqueia, não se entrega. E para isso é necessário conversar bastante, sempre. Isso, para Libra, mantém o relacionamento ativo. Não precisa ficar eternamente discutindo a relação. Até nem gosta de ficar fazendo isso a todo o momento. Mas precisa ter “assunto” com o parceiro, afinidade mental e intelectual, quer dizer gostar dos mesmos livros, filmes, CDs, sites, ter planos de vida pelo menos parecidos, e ficar trocando idéias a respeito de tudo.

Seu regente, Vênus, é o responsável por todo esse charme, carisma, gosto pela beleza, apreciação e sensibilidade com todo o tipo de arte, refinamento, boas maneiras, vontade de agradar, dom para conquistar e seduzir, e a necessidade de se relacionar e se sentir amado. Também por seu lado tão social e comunicativo, seu espírito conciliador, que procura sempre não ferir ninguém. Procuram ser sempre simpáticos, agradáveis, alegres e bem humorados, e fazer tudo bem certinho. Por isso fazem muitas amizades e são muito atraídas para os namoros. Tem um forte senso artístico, principalmente o musical. Devido a sua eterna busca do equilíbrio perfeito, detestam os extremos, e por causa desse horror aos extremos, têm grande dificuldade em tomar decisões, assumir compromissos, tomar partido.

A qualidade Cardinal lhe dá características de iniciativa e ação. Juntando isso com a polaridade positiva, é um signo de bastante movimento, que não espera pelo outro. Age, em vez de reagir. Sua submissão é aparente, porque não age por impulso mas primeiro observa, analisa, e depois age.

Signo da diplomacia, dos advogados, dos conselheiros, daqueles que argumentam, conversam bastante e sempre procuram levar em conta os dois (ou mais) lados de um mesmo assunto, Libra, talvez por sua eterna busca do equilíbrio, é um signo de fortes pontos de vista e ações diretas e enérgicas. Não dá essa impressão, talvez porque não faça tanto barulho como seu oposto complementar, Áries.

As profissões que mais se afinam com esse signo, claro, estão todas ligadas ao contato com o público ou ao relacionamento humano, ou ainda o relacionamento social. Principalmente se estiverem ligadas a justiça ou a beleza. Advogados, juízes, conselheiros, mediadores.. toda a esfera jurídica, pois o objetivo é manter a paz. As profissões que trazem a beleza para o mundo, como as artes, música, dança, teatro, moda, fotografia, pintura, propaganda, decoração, trabalhos com flores, com cores, artigos de luxo, cosméticos, tudo o que for bonito ou embelezar a pessoa ou o ambiente. Também as profissões onde possa expressar sua sociabilidade e capacidade de argumentação, com seu estilo refinado: diplomatas, mediadores, apresentadores, procuradores, representantes, vendedores, conselheiros, consultores, terapeutas de família, embaixadores, intermediários, negociadores, publicitários. Vênus além da beleza também dá um toque aos prazeres: trabalhos com comidas, restaurantes, vinhos, diversões, entretenimentos e shows.

No corpo, Libra se relaciona com os rins, vesícula, bexiga, nádegas, cintura, ovários, umbigo, barriga, aparelho circulatório, região lombar, urina, supra renal, ureter, sistema vaso motor. As doenças associadas são nefrite, pedras nos rins ou na vesícula, artrite nas vértebras, cistite, diabetes, gota, cansaço muscular, inflamação no ciático, retenção de urina, alteração de alguns dos hormônios sexuais e crises de abatimento ou melancolia.

O processo da respiração é muito importante (elemento Ar), pois uma deficiência aqui afetará os rins, a parte mais sensível desse signo. Por isso é recomendável respirar ar puro e despoluído de vez em quando, ou praticar exercícios respiratórios ou de ioga, o que vai revitalizar bastante seu corpo.

Conselhos para Libra :

1) Mantenha contato com o seu elemento, o Ar: aprenda a respirar corretamente, pratique exercícios respiratórios, passeie em locais arborizados com bastante ar puro. Tome um “banho de ar”: fique nu, ao vento, em algum local onde isso seja possível, ou faça isso em sua casa, de frente para o ventilador.

2) Tente traduzir a solidão em alguma forma de arte. Pense no assunto “solidão”, refllita sobre a diferença de estar sozinho com ser solitário. Ficar sozinho de vez em quando é bom, para mantermos contato conosco mesmo, sem influências externas, sem pressões. Você não é um ser solitário, mas não precisa ficar dependente de companhia. Tente ficar sozinho as vezes, e seja uma ótima companhia para si mesmo. Você retornará a vida social mais harmonizado e mais seguro.

3) Conquiste a si mesmo, conquiste sua identidade própria. Ame-se, fortaleça sua autoestima. Amor próprio é uma receita infalível para não se escravizaar em relacionamentos falidos.

4) Relaxe sua mente periodicamente. Páre de argumentar, pesar, medir e equilibrar internamente. Um dia por semana, ou por mês, conforme sua disponibilidade, seja coração, e não cabeça. Deixe seu coração falar, e escute-o. O coração tem uma sabedoria própria e é muito capaz de fazer escolhas bastante inteligentes, que a mente racional não tem capacidade de compreender. Já que você busca tanto o equilíbrio, procure equilibrar seu forte lado racional com o seu lado emocional. Em decisões de menor importância, deixe seu coração e sua intuição decidirem, e observe os resultados.

5) Liberte-se de sofrimentos ligados a antigos relacionamentos, e abandone a necessidade de encontrar uma pessoa ideal ou perfeita. Jogue fora lembranças materiais de relacionamentos passados, como bilhetinhos, papéis de bombons, etc, e fique apenas com a experiência, com aquilo que ficou dentro de você. Abra espaço para novas experiências, e agradeça por ter tido a oportunidade de viver esses relacionamentos. Faça isso num dia de bastante tristeza e nostalgia, com toda a cerimônia, faça um ritual, despedindo-se das lembranças que estão atrasando sua vida. Ofereça essas lembranças ao vento, que é seu elemento, ou à terra, se se sentir inseguro. Abra espaço para novos relacionamentos em sua vida, se for o caso, ou sinta-se livre para prosseguir sua vida sozinho por enquanto.

6) Aprenda a contar consigo mesmo. Reflita sobre os assuntos que você não é muito bom (pode ser cozinhar, trocar lâmpadas, mexer no computador, costurar, consertar o carro, pintar os cabelos, qualquer coisa que esteja lhe deixando inseguro), e procure aprender até o ponto que possa se garantir por si mesmo. Se achar que isso não é possível, procure se informar mais sobre o assunto, e organize sua vida de maneira que isso não lhe cause problemas. Deixe para pedir para alguém como última opção.

7) Antes de se casar com alguém, case-se consigo mesmo. Se esse casamento for bom, o outro também será.

8) Conviva e se acostume com a beleza. Se você não puder deixar um ambiente belo, fuja dele. E se não puder fugir, se tiver que passar alguns momentos em algum ambiente que considere desagradável esteticamente, desarmonioso de alguma forma, então faça o possível para que quando sair dele passe em algum lugar bem bonito, nem que seja uma linda vitrine, ou conversando com uma linda pessoa, ou observando uma linda paisagem, ou o que preferir, antes de chegar em sua casa. A beleza reanima e energiza você.

Namastê.


domingo, 19 de setembro de 2010

Estações do Ano e Astrologia



As chamadas “estações” do nosso ano solar são posições da Terra em relação ao Sol.

Lembrando que a Terra faz um movimento em torno do Sol que não é um círculo redondo, temos dois acontecimentos principais:

1) PRIMAVERA e OUTONO: são os EQUINÓCIOS, quando os dias e as noites têm a mesma duração.
Nos primeiros dias da entrada da Primavera e do Outono, o dia e a noite tem a mesma duração.

Na Primavera, conforme o tempo vai passado, os dias vão ficando maiores do que as noites, até o ponto máximo, que é a entrada do Verão.

No Outono, as noites vão ficando maiores do que os dias, até seu ponto máximo, que é a entrada do Inverno.

Os Equinócios de Primavera e de Outono correspondem a um traço horizontal, os pontos de luminosidade à direita e à esquerda de nós, o Leste e o Oeste.

2) VERÃO e INVERNO: são os SOLSTÍCIOS, quando o Sol está em sua distância maior (Inverno) ou menor (Verão) no hemisfério Sul ou Norte.

Onde é Verão, o Sol está mais próximo, e onde é Inverno o Sol está mais distante.
No Verão, o primeiro e o segundo dia são os dias mais longos, quando temos por maior tempo a luminosidade do Sol. Conforme vai passando o tempo, o Sol vai se distanciando (ou melhor, a Terra é que vai se distanciando do Sol), até chegar o Outono, quando os dias e as noites terão a mesma duração.

No Inverno, o primeiro e o segundo dia são os mais curtos, são as noites mais longas do ano, quando temos a menor luminosidade. 

Conforme vai passando o tempo, a Terra vai se aproximando do Sol até chegar a Primavera, quando os dias e as noites terão novamente a mesma duração.


Os Solstícios de Verão e de Inverno correspondem a uma linha vertical, os pontos de luminosidade acima e abaixo de nós, o Norte e o Sul.

Isso acontece todos os anos, da Terra em relação ao Sol.

A mesma coisa acontece todos os meses, relacionada com a Terra e a Lua.

Lua Nova = Inverno
Lua Cheia = Verão
Lua Crescente = Primavera
Lua Minguante = Outono.

A natureza tem seu ciclo, sua rotina.

O equilíbrio e harmonia da natureza existem enquanto ela mantiver essa rotina. 
Falo de um equilíbrio que favoreça a vida da maneira que a conhecemos, a vida humana.
Porque se esse equilíbrio é rompido de tal forma que a vida humana não seja mais possível, outras formas de vida continuam existindo.

Voltando ao assunto, esses traços verticais (Solstícios) e horizontais (Equinócios) são as linhas divisórias principais dos signos astrológicos.

Dividem o círculo (o globo terrestre) em 4 partes.
Cada uma dessas partes corresponde a uma estação.

Dentro de cada parte, temos mais 3 partes: 3 x 4 = 12 signos.

Muito antigamente, cada 3 signos correspondiam exatamente a uma estação. 
O primeiro signo o início, o segundo signo o meio e o terceiro signo o fim (já se misturando com a próxima estação).

Mas devido a algo chamado de "precessão dos equinócios", as estações estão começando antes do signo. Aproximadamente 1 mês antes.

Isso acontece devido ao movimento da Terra em relação ao Sol: cada vez que ela chega ao ponto do Equinócio de Primavera, a Terra entra alguns milionésimos de segundo antes naquele determinado ângulo, em relação ao Sol. 

Além disso, esse movimento, percebido aqui do planeta, é contrário à sequência das estações (como se elas acontecessem ao contrário). Isso é chamado de precessão dos equinócios, e é isso que dá origem a uma determinada Era.


Nesse momento, vivemos a transição da Era de Peixes para a Era de Aquário.

Se você observar o post a respeito do cinturão de fótons, verá que já estamos quase que totalmente imersos.

A nível cósmico, o fenômeno das Eras também corresponde ao fenômeno das Estações, só que num tempo bem maior.

Podemos concluir que nada é casual na natureza.

As estações acontecem todo o ano, todo o mês, e a cada 7.500 anos aproximadamente (pois uma Era corresponde a um mês no nosso ano, e 
uma Era dura em média 2.500 anos; 
multiplicando isso por 3 meses, 
temos 7.500 em média por cada estação a nível cósmico).

O signo de Aquário corresponde ao meio do Inverno no hemisfério Norte, e ao meio do Verão no hemisfério Sul.
Como as estações estão começando aproximadamente um mês antes, devido a esse movimento de precessão dos equinócios, Aquário estaria correspondendo ao final do Inverno no hemisfério Norte, e ao final do Verão no hemisfério Sul. 
Isso não está acontecendo no movimento, mas no clima.

Só que esse movimento de precessão acontece no sentido inverso, ou seja: aqui no planetinha temos Primavera, Verão, Outono e Inverno, nessa ordem.
As Eras correspondem a Primavera, Inverno, Outono e Verão, nessa ordem.

Então:

Lua Crescente = Primavera (cosmicamente Áries, Touro e Gêmeos)

Lua Cheia = Verão (cosmicamente Câncer, Leão e Virgem)

Lua Minguante = Outono (cosmicamente Libra, Escorpião e Sagitário)

Lua Nova = Inverno (cosmicamente Capricórnio, Aquário e Peixes)


Da perspectiva do clima na Terra, podemos perceber que a nível cósmico, estamos, no hemisfério Sul, saindo do início do Outono (Peixes) para o final do Verão (Aquário).

E no hemisfério Norte, saindo do início da Primavera (Peixes) para o final do Inverno (era de Aquário).

Mas cosmicamente, estamos saindo do final do Inverno (Peixes) para o meio do Inverno (Aquário), no hemisfério Norte.
E no hemisfério Sul, saindo do final do Verão (Peixes) para o meio do Verão (era de Aquário)

Viajei?

Ou será que não gostamos de perceber a nossa insignificância cósmica?

Vivemos mesmo no maia (ilusão).
Aqui, tudo nos “parece” ser.

Dependendo de nossa perspectiva, parece maior, ou parece menor.

A Primavera, o Verão, o Outono e o Inverno acontecem a cada mês, a cada ano e a cada era, independente de alegrias ou tristezas de nossa parte e mesmo de nosso conhecimento a respeito desses ciclos.

Psicologica e fisicamente, também temos as nossas estações pessoais:


Nascimento e Infância: Primavera.
Juventude: Verão.
Maturidade: Outono.
Velhice: Inverno.


Para nós, resta fluir na maior harmonia possível, enquanto estivermos por aqui, 
se possível lembrando que estamos morando no maia, mas somos parte da luz.

Namastê.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Cartas Ciganas e Tarô, símbolos básicos


CARTAS CIGANAS e TARÔ, alguns símbolos

Tanto em Tarô como em Cartas Ciganas, uma das maneiras de analisar as cartas é dividir a cartas em três partes, de cima para baixo.

- A parte de baixo – corresponde à vida material, dinheiro, corpo físico, saúde, emprego, tudo o que é matéria.

- A parte do meio – corresponde à vida emocional, aos sentimentos, emoções, relacionamentos afetivos, problemas ou saúde psicológica, causas emocionais de doenças, relacionamento familiar, satisfação ou insatisfação com a vida, desejos.

- A parte de cima – corresponde à vida mental, aos estudos, o que a pessoa pensa, o que quer no assunto perguntado, o tipo de pensamento e raciocínio, o que a pessoa planeja. Abre também para a vida espiritual, como estão as coisas nesse setor, no momento atual da pessoa.

Outros:

Presença de vegetação: significa fertilidade, abundância, saúde, força, prosperidade, boa sorte, felicidade, coisas novas, riqueza.

Pouca vegetação, solo árido: pobreza, tristeza, solidão, fraqueza, vida difícil.

Água: emoções, sentimentos, sensibilidade, intuição, feminilidade. Águas limpas e claras são ótimas. Águas agitadas são turbulências emocionais, medo ou raiva. Águas sujas ou escuras são medos e emoções negativas.

Céu: o pensamento e a espiritualidade. Céu claro, está tudo muito bom. Céu com nuvens ou noturno, não está muito bom, tem confusão, dúvidas, enganos.

Animais: podem simbolizar muita coisa.

1- podem ser pessoas que não foram perguntadas, mas que fazem parte da vida da pessoa.
2- podem ser os instintos animais na própria pessoa, os instintos agressivos, instinto sexual, fome, ambição, conquista de mais posição (território).
3- cada animal tem seu significado próprio, positivo e negativo.

- Cores: cada cor tem seu simbolismo.
Branco: pureza, clareza, espiritualidade, ingenuidade.

Preto: potencial oculto, dons místicos, perdas, solidão ou negatividade.

Amarelo: inteligência, alegria, amigos, sorte, poder mental, bom para estudos, clareza mental e espiritual, ótima percepção da situação.

Vermelho: força física, paixão, sexualidade, agressividade, brigas, sobrevivência, muito trabalho ou esforço físico, boa saúde, muita atividade.

Verde: saúde, equilíbrio emocional, calma, paciência, prosperidade, firmeza, pessoa tradicional que não gosta de novidades, vida tranquila.

Azul: espiritualidade, intuição, estudos, calma, paciência, tendência à depressão, afastada de coisas materiais.

Números: numerologia nas cartas

1- Início de algo, novidade, muita atividade, força física e mental, solidão, liderança, homem, sexo, boa saúde física, mudanças.

2- Continuação das coisas, casa, família, mulher, esposa ou mãe, intuição, paciência, conselhos, crianças, timidez, proteção, aconchego, intimidade, coisas lentas, gravidez, silêncio, misticismo.

3- Crianças, jovens, grupos de pessoas, música, atividades mentais, estudos, novos conhecimentos, novas pessoas, pequenos passeios, pequenas mudanças, alegria, momento de sorte, abertura mental, notícias.

4- Estabilidade, família, emprego, muito trabalho, cansaço, rotina, coisas lentas e sem novidades, tradição, segurança.

5- Aventuras, momento agitado, abertura mental, novos conhecimentos, novas pessoas, viagens, mudanças no emprego, na casa ou nos relacionamentos, instabilidade, pouca paciência, sensualidade, atração física, ousadia, tentativa de mudar, muita pressa, indisciplinado, quer liberdade e não se sujeita a quase nada.

6- Equilíbrio, estar ajudando alguém, receber ajuda, afeto, casamento ou namoro, família, intimidade, carinho, comprometer-se com alguém ou alguma coisa, oficializar uma situação (casamento ou separação), beleza, decoração da casa, sensibilidade equilibrada com racionalidade, decisão importante, liberdade de ser você mesmo.

7- Reflexão, momento de solidão, busca espiritual, magia, estudos, intelectual, descobrir a vocação, saúde frágil, descuido com a saúde, vive no plano mental e não acerta muito no plano material, intuição, alma gêmea, momento de parar prá pensar na vida.

8- Transformações, lucros ou perdas, importância do dinheiro, compra de algo grande ou caro, pagamento de dívidas, muita sensualidade mas com pouco afeto, ciúme, possessividade, necessidade de não se apegar demais à matéria, grandes mudanças, crises onde é forçado a usar suas qualidades e força interior, deve contar mais consigo do que com os outros e não ser egoísta.

9- Colheita, amor, grandes emoções, perdas, separações, consagração de uma situação importante (diploma, mérito reconhecido, promoção, fama, etc), vida social agitada e quase não tem tempo prá vida íntima ou familiar. Vive mais para os outros do que para si mesmo, precisa um local para descansar. Colhe o que plantou.

NÚMEROS NAS CARTAS CIGANAS

As Cartas Ciganas tem uma base numerológica de 9.
Os números, nas Cartas Ciganas são analisados até o 9, como se faz na numerologia pitagórica.
1 a 9 = 1 ciclo
10 a 19 = 1 ciclo
20 a 29 = 1 ciclo
30 termina com a carta 36 (3 + 6 = 9), 
que simboliza a 6ª etapa do 3° ciclo -  é onde você faz escolhas (no 6 você faz escolhas, decide um caminho), e o símbolo dessa carta é a Cruz, que entre muitos simbolismos, também é o das encruzilhadas (você decide para que lado vai, só fica "trancado" se quiser, ou deixar. Outro simbolismo dessa carta é vitória após muito sofrimento (nesse caso, pressupõe que você tenha feito uma boa escolha).

A partir do 10, fazemos a soma e a análise individual ao mesmo tempo.
Exemplo:
número 23, Desgastes (o rato)
2 + 3 = 5
Nesse caso, o 5 significa muita pressa, distração (não percebe o inimigo por causa disso), essa carta significa, como diz o nome, desagastes, que podem ser físicos (doenças), emocionais (fim de relacionamento ou traição), financeiros (prejuízos, despesas muito altas) ou espirituais (a pessoa está afastada porque quer).

Esse 5 vem da soma de 2 mais 3:

2  (mulheres ou pessoas da família, ou uma super sensibilidade da própria pessoa) + 3 (pessoas jovens, pouca paciência e excesso de confiança)

2  (associação ou separação) + 3 (com uma pessoa jovem, pessoa ligada a estudos, pessoa que encontra ao acaso)

23 é a 3ª etapa de um novo ciclo  (no caso ciclo 2, pois todos os 10, 20, 30, etc estão iniciando um novo ciclo referente ao número que vem na frente: 10 ciclo 1 / 20 ciclo 2 / 30 ciclo 3, etc). 
E aqui o ciclo de 20 se refere a todos os assuntos do 2: família, casa, esposa, mãe, sensibilidade, energia feminina, gravidez, associações, uniões, separações, etc

A 3ª etapa pode ser um momento de sorte (3) dentro do ciclo 20, ou novas pessoas (3) dentro de casa (2). Algum assunto importante sobre mulher importante de sua vida (20) que pode ser esposa, mãe, irmã, amiga íntima, professora, etc. - esse assunto pode ser um telefonema ou comunicação importante (3), uma viagem (3), estudos (3), vizinhos, irmãos, parentes ou pessoas próximas dessa pessoa (3).

Essa carta pode ser vivida positivamente, ao contrário do que dizem alguns:

5 : novas oportunidades que se abrem, mas que precisamos de calma para discernir quais são as boas e quais não são.
Pede para observar mais os detalhes (não desperdiçar energias e dinheiro), pois é através das pequenas coisas e das minúcias que resolveremos a situação.

Da perspectiva dos números, a figura do rato alerta para os detalhes, pois o 5 (soma de 2+ 3) é impulsivo, apressado e desatento.

Há outras subdivisões no baralho Cigano, mas deixo para outro texto, fica muito longo.

NÚMEROS NO TARÔ

Os significados isolados dos números são iguais aos das Cartas Ciganas.
Mas no Tarô ainda acrescentamos o significado de cada Arcano 
1= significado do número 1 + simbolismo do Mago 
2= significado do número 2 + simbolismo da Sacerdotisa, etc

No Tarô também somamos os números.

Usando o mesmo número (23), no Tarô, temos outro significado.

1°) Os Arcanos Maiores são numerados até 22.
Nesse caso, pegamos a essência de 23 (2 + 3 = 5) e usamos o significado do número 5 + o simbolismo do Sacerdote.

2°) Outra forma é seguir a ordem do Tarô.
Após o 22-O Louco, iniciam os Arcanos Menores, com a série de Paus, iniciadas sempre pelos Reis.
Então 22 = Louco (que também é 0)
23 = Rei de Paus
24 = Rainha de Paus, etc

No caso de 23, teremos o Rei de Copas como simbolismo adicional.

No Tarô temos 78 Arcanos.
A Ordem do baralho inicia sempre pelo 1-O Mago e os Arcanos Maiores terminam com 0 - O Louco (que vale 22 nas somas).

Os Arcanos Menores continuam a série, inciando pela côrte (Rei, Rainha, Cavaleiro, Valete,, 10,9,8,7,6,5,4,3,2,1 ou Ás) e os naipes de Paus, Copas, Espadas e Ouros, terminando a série com o Ás de Ouros.

Posição da carta, no jogo:

Conforme a posição da carta no jogo, e das cartas que lhe acompanham, seu significado fortalece ou enfraquece, e também pode ser positiva ou negativa.

Por exemplo:

1) Uma carta ruim no início do jogo e uma carta boa no fim significa que a pessoa vencerá o problema.

2) Uma carta boa no início e uma carta ruim no final significa que a solução virá com perdas ou negatividades, ou que o assunto não se desenvolverá.

Uma carta muito ruim no meio pode ser neutralizada se tiver perto dela (principalmente no sentido do futuro) uma carta de proteção. Nesse caso não indica que não se sofre, mas que se ultrapassa o sofrimento. 

Algumas cartas especiais, tanto no Tarô como nas Cartas Ciganas funcionam como uma espécie de anjo da guarda podendo significar que se escapa de uma situação negativa.

Uma carta ruim em resposta a uma pergunta de conselho se refere à atitude que melhor se encaixa naquela situação, e não ao futuro da situação.

No Tarô, os Arcanos Maiores sempre comandam o jogo

Os Arcanos Menores indicam estados passageiros e momentâneos, e a área da vida que o Arcano Maior está atuando. 

Também podem indicar se conseguimos aproveitar bem ou não um momento favorável.

O Arcano Maior pode modificar o Menor, mas o contrário não: o Menor nunca modifica o Maior.

Nas Cartas Ciganas, as cartas têm seus significados tradicionais e mais alguns, complementares.
Seu significado muda bastante conforme a força da carta que está próxima e conforme sua posição no jogo.
Todas as cartas do baralho Cigano tem significados positivos e negativos.
As cartas ciganas ainda podem ser dividas em 3 partes:
- a figura
- a carta com naipe, do meio (corresponde a um elemento)
- o número

Namastê.