...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

sábado, 31 de janeiro de 2015

luas de fevereiro, 2015

luas de fevereiro, 2015
FASES
(ajustado com horário de verão)
03.02.2015 21:08:55h GMT-2 Lua CHEIA
Sol 14°47'46" Aquário e Lua 14°47'46"Leão

12.02.2015 1:49:49h GMT-2 Lua Minguante
Sol 23°05'43" Aquário e Lua 23°05'43"Escorpião

18.02.2015 20:47:15h GMT-3 LUA NOVA em AQUÁRIO
Sol e Lua 29°59'54"Aquário

25.02.2015 14:13:59h GMT-3 Lua Crescente
Sol 6°46'32" Peixes e Lua 6°46'32"Gêmeos

SIGNOS
(acrescentar 1 hora p/horário de verão)
2.02.2015 14:40:49h Leão
5.02.2015 2:45:51h Virgem
7.02.2015 9:54:49h 0 Sul
7.02.2015 15:43:37h Libra
10.02.2015 4:05:16h Escorpião
12.02.2015 13:46:28h Sagitário
14.02.2015 6:45:47h max Sul
14.02.2015 19:24:15h Capricórnio
16.02.2015 21:13:07h Aquário
18.02.2015 20:47:26h Peixes
20.02.2015 15:49:35h 0 Norte
20.02.2015 20:12:58h Áries
22.02.2015 21:28:08h Touro
25.02.2015 1:53:48h Gêmeos
27.02.2015 1:46:52h max Norte
27.02.2015 9:49:35h Câncer

FORA DE CURSO
(acrescentar 1 hora p/horário de verão)
1.02.2015 10:37h - 2.02.2015 14:41h
4.02.2015 2:31h - 5.02.2015 2:46h
6.02.2015 19:09h - 7.02.2015 15:44h
9.02.2015 8:58h - 10.02.2015 4:05h
12.02.2015 2:32h - 12.02.2015 13:46h
14.02.2015 12:15h - 14.02.2015 19:24h
16.02.2015 17:17h - 16.02.2015 21:13h
18.02.2015 20:47h - 18.02.2015 20:47h
19.02.2015 20:02h - 20.02.2015 20:13h
21.02.2015 21:36h - 22.02.2015 21:28h
23.02.2015 23:57h - 25.02.2015 1:54h
26.02.2015 5:43h - 27.02.2015 9:50h

Namastê.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

janeiro 2015, astrológico


"Uma Rainha que não confia em ninguém é tão tola quanto uma Rainha que confia em tudo mundo."
(Crônicas de Gelo e Fogo, Livro Três, A Tormenta das Espadas, Daenerys)

Atrasada, dessa vez porque a bursite mandou notícias (acho que ela me ama.. não me larga). Vou postar o texto completo, porque ele estava parado, pela metade.

Janeiro iniciou com a influência da Lua Crescente de 28/12/2014 (no texto do mês de dezembro/14), período agitado, tenso, com necessidade de descarregar energia extra para se manter equilibrado.
Desejo que todos tenham tido ótimas festas, com seus deuses, parentes e amores.
05/01, domingo, 2:53h : LUA CHEIA
Sol a 14° Capricórnio na casa 3 e Lua a 14° Câncer na casa 9.
Ascendente 19° Escorpião e Meio do Céu a 4° Leão.
"O Rei admira, extasiado, sua linda Rainha dançando em um ritual da Água."
As sementes plantadas na Lua Nova de 21/12/2014 e no solstício de Verão (do mesmo dia) dão frutos aqui.
Na Lua Nova, sementes profissionais e de realização material, e tendência a gastar muito.
O solstício, anunciou muitas mudanças, visando a purificação.
Sementes do elemento Terra tanto na Lua Nova como no solstício aparecem por aqui: resultados na profissão, na vida financeira, na saúde e na vida sexual.

Sol na casa 3 e Lua na 9 mostram acontecimentos fortes na mídia, principalmente porque Plutão, regente do Ascendente está em conjunção com o Sol e oposição com a Lua, mostrando que atitudes autoritárias e controladoras (Plutão conj. Sol) podem gerar protestos e indignação (Lua canceriana sensível oposta a Plutão e acima dele, tem mais força).

Lua rege a 9 e está em sua própria casa (Câncer), forte, indicando a força do povo, das mulheres e das emoções desafiando e, ao mesmo tempo tentando um entendimento (oposição) com o Sol que rege a casa 10, o governo, o Poder, conjunto a Plutão (que pode indicar muito dinheiro, perdas, atitudes autoritárias e possessividade).

Urano, na casa 6, desafia esse eixo (tanto Sol/Plutão como a Lua) e, regendo a casa 4 (a terra natal) mostra a população furiosa, mas dividida (Urano quadra a Lua).

Urano desafiando na casa 6 indica problemas de ordem técnica (parece que as coisas não funcionam!), insatisfação/protestos ou greves de trabalhadores, burocracia empacando a vida.

Emoções fortes no momento, mas que podem ser bem canalizadas, enquanto o pensamento está cheio de idéias originais e ao mesmo tempo prático e realista.

Marte se encaminha para entrar em quadratura com Saturno, mostrando bastante tensão nas próximas semanas.
Com as tensões de Marte, temos poucas escolhas positivas: trabalhar mais e gastar mais energia física, do contrário, a tendência é "explodir".

Vênus entrou em Aquário em 03/01 (12:48h) e Mercúrio também, em 04/01 (23:07h), prometendo novas ideias e fortalecimento das amizades.

astrometeorologia: calor e tempestades fortes.
13/01, terça-feira, 7:46h : LUA MINGUANTE
Sol a 22° Capricórnio na casa 12 e Lua a 22° Libra na casa 9
Ascendente 6° Aquário e Meio do Céu a 0° Escorpião.
"A Senhora do Ar, com muita paciência, lapida um diamante."
Concluindo o ciclo iniciado na Lua Nova de 21/12/2014, as novas ideias começam a aparecer com mais força (Mercúrio sextil com Urano) e os relacionamentos ficam mais animados (Vênus também em sextil com Urano).

A energia, principalmente a energia física, começa a sofrer oscilações (Marte entrou em Peixes em 12/01, 8:20h e fica por aí até 19/02, 22:11h).

A Lua minguando na casa 9 está com ar de "ainda dá tempo prá mais essa ideia nova aqui", e contribui para fortalecer amizades, melhorar os relacionamentos em geral e se abrir aos novos.
A vida social se anima um pouquinho.

Sol na 12 leva a atenção para os menos favorecidos, os hospitais (Saúde Pública) e os presídios (Segurança Pública).

A espiritualidade está muito estimulada com a presença do Sol na 12 e da Lua na 9.
Deve haver bastante discussão e polêmica sobre crenças e fé (Lua na 9) e também mais solidariedade e caridade (Sol na 12).

Plutão na 12, junto com o Sol, mostra muita atividade inconsciente, e a quadratura de Urano solta lembranças e fragmentos dessa atividade em nossos pensamentos, se espalhando no dia a dia, seja por súbitas emoções, ideias criativas, lembranças, necessidade de mais aproximação entre as pessoas.

Favorece concluir, curar, organizar a vida.

Os planetas à leste mostram independência, auto suficiência, iniciativas pessoais.

A elegância, boa apresentação e boa comunicação estão presentes nesses dias (Vênus e Mercúrio no Ascendente).

A mídia continua fervendo (Urano na 3) com notícias chocantes ou mais escândalos.

A Lua libriana no alto do mapa mostra mais diálogo, busca por justiça e equilíbrio e cobranças por equilíbrio no Poder, contra atitudes autoritárias ou intransigentes.

Financeiramente pode haver alguma melhora, mas há necessidade de ajustes (quincuce de Júpter ao Sol) por parte do governo. Há um estímulo aos apoios, negociações ou financiamentos estrangeiros, internacionais.

Áries (com Urano) e Libra (com a Lua) interceptados atrasam os inícios e as coisas novas, dificultando a realização na prática de ideias novas, que tendem a sofrer atrasos ou ficarem sufocadas, confirmando que esse é um momento melhor para concluir do que para inovar.

Cuidado com a tendência de financiar tudo. Marte e Netuno na casa das finanças tende a gastar muito, e de maneira emocional, e Kíron aí tende a compensar com compras as feridas emocionais.

E, falando em feridas emocionais, a presença de Kíron em Peixes na casa 2 em sextil com Plutão favorece a limpeza emocional e a descoberta ou melhor uso de nossos recursos emocionais próprios, curando o passado e fazendo a faxina nas nossas próprias negatividades.

No mapa do Brasil de 07/setembro o Sol na casa 11 quase na 12 e a Lua na casa 8 indo para a 9 mostram que a faxina vai fundo, passando principalmente pelos congressistas, pelos financiamentos públicos e muita discussão sobre leis.

astrometeorologia: clima quente, abafado, instável, irregular. Ventos quentes. Pouca chuva, tempestades.
20/01, terça-feira, 11:13h : LUA NOVA
Sol e Lua a 0°09' Aquário na casa 11
Ascendente 27° Peixes e Meio do Céu a 27° Sagitário
"O Rei e a Rainha não percebem que o Velho Sacerdote está iniciando um sério desentendimento com o Senhor das Águas e seu Guerreiro, porque naquele momento o Mensageiro entra às pressas, como se estivesse fugindo."
Lua Nova, tempo de começar alguma coisa.
Após o ciclo de Capricórnio, subimos a montanha e agora, em Aquário, estamos no topo e damos o salto: vamos em direção ao céu ou voltamos para a terra compartilhar o que aprendemos?

O símbolo de Aquário é um homem, no céu, derramando sua taça generosamente sobre a humanidade.

A Lua Nova acontece no início do signo, quando as revoluções aquarianas ainda não começaram, pois ainda estamos tirando o pé do conservadorismo e da segurança de Capricórnio.
É tempo de inovar e ousar, tentar soluções ainda não tentadas, ousar levar suas ideias diferentes para a vida prática, ver o que pode funcionar daí.
Porque Urano, o regente de Aquário, participante da "briga dos deuses", continua desafiando Plutão com força e, agora, conjunto ao Nodo Sul, comporta-se como uma bomba que ainda não explodiu.

Marte em Peixes, confuso na casa 12, faz nossa energia física oscilar como uma montanha russa.
Nesse período, podemos nos sentir mais frágeis, porque a energia física cai e o psiquismo fica hiper ativo.
Para que a bomba de Urano não exploda, precisamos equilibrar primeiro nossas energias físicas, precisamos de atividade física, mas não podemos exagerar aí porque Marte, o Guerreiro, não vai colaborar.

Os planetas em sua maioria acima do horizonte, diurnos, mostram que a vida pública toma todos os espaços, deixando pouco para a vida íntima e a família.

E enquanto o regente do Ascendente, Netuno, se refugia na casa 12 buscando solidão, sossego, repouso, o co regente, Júpter, vai para a casa 5 buscando aplauso, festa, compras, diversões, e tende a ficar bem estressado com discussões e polêmicas.

Então, antes de começar qualquer coisa, é melhor seguir primeiro o regente do mapa, Netuno, e refletir um pouco.

4 Astros em Aquário, principalmente Mercúrio, favorecem o planejamento, intuição, ideias diferentes e soluções novas, mas por enquanto no plano abstrato.

Precisamos organizar isso antes de sair correndo para realizar tudo ao mesmo tempo.
Principalmente equilibrar as energias físicas e as psíquicas.

Mercúrio em oposição a Júpter tende a falar demais, discutir por detalhes, romper relacionamentos por opiniões rígidas, se meter em debates e polêmicas e desafiar autoridades e regras.

Vênus também participando dessa oposição tende a gastar mais do que pode, se perder em excessos, paixões e superficialidades, exagerando principalmente nos prazeres sem pensar nas consequências.

As novidades aqui acontecem mais no campo das ideias e do pensamento do que nas realizações práticas, já que o elemento Terra se faz presente em pequena quantidade.

Organizar a burocracia, arrumar os livros, fazer planejamento a longo prazo (Aquário olha para o futuro) são coisas muito favoráveis aqui.
Botar as fofocas em dia, rever os amigos, dar umas voltinhas por aí também é bom com tanto elemento Ar e Fogo nesse mapa.
Todas as atividades mentais, de maneira equilibrada, estão favorecidas. Enfatizo o "maneira equilibrada" porque aí também estão estimulados os exageros (virar a noite na internet, grudar do whatsapp, forçar a mente.. cuidado com o stress)

Politicamente, governo e oposição estão em uma luta feroz.
A mídia com assuntos incômodos e perturbadores..
É possível também cortes de energia (água e luz).
O trânsito está cruel: vá com calma, evite a pressa, cuidado com acidentes.
Os conflitos mundiais também tendem a acirrar mais, enquanto aqui na terrinha uma parte do povo está ao sabor do vento, e a outra vai protestar, muito insatisfeita com os políticos.
Por incrível que pareça (já estou cansada de escrever isso), percebo que mais escândalos ainda podem pintar..

Saindo do Olimpo para o Povo de Baixo, nós, pobres mortais, teremos pouco descanso nesse período, que não favorece o repouso.
A Lua Nova tem o sabor de começo, mas os signos Mutáveis nas pontas mostram a necessidade de concluir coisas ainda, de maneira que a sensação de urgência também pode pintar (lembre: Marte em Peixes nos deixa molengas fisicamente.. vá com calma).

Júpter em Leão, co regente do mapa, é o único planeta retrógrado, que, contrariando a visão futurista do momento, aponta para solucionar pendências antes de começar coisas novas, ou começar tudo outra vez.

O inconsciente está super ativo, com Marte e Netuno aí são sonhos, visões, pressentimentos, mas nem todos são reais, tem muita coisa delirando em suas quadraturas com Saturno e oposições com Lilith. Nesse caso, durma, apague, relaxe, medite. O que é real e verdadeiro acaba se mostrando por si.
Outro problema que pode pintar nesse ciclo é o preconceito e a guerra religiosa. Porque a quadratura de Saturno em Sagitário na casa 9 vai desaguar na casa 12 em Netuno e Marte em Peixes. Ora, isso são as crenças que fomos condicionados x as verdades que descobrimos..
Procure não entrar em polêmicas religiosas nunca, mas principalmente nesse momento.
Cada um no seu quadrado, e você evita aborrecimentos.
Ninguém é dono da verdade aqui na terrinha. Podemos morrer a qualquer momento e descobrir que Deus é uma pulga poderosa.
Tenha a humildade de seguir seu caminho e deixar que o outro siga o dele.
Quanto a preconceitos, nem vou comentar isso, porque penso que as pessoas que aparecem por aqui não curtem preconceitos de qualquer natureza, esse blogue é muito aquariano prá alguém preconceituoso gostar.

Nodo Norte em Libra na casa 7 aponta para o caminho do diálogo, embora a saída mais fácil seja a da guerra (para onde o Nodo Sul nos "puxa").
Os conflitos com autoridades já estão acirrados pela briga dos deuses, e agora Saturno entrou em Sagitário e quadra Netuno, deixando o que era sólido e seguro.. instável.
Para alguns, é como se sentir sem chão.
Mas se você pensar que na realidade nunca teve chão (e não é piada), fica melhor: porque nessa vida TUDO é passageiro (menos o motorista e o cobrador.. brincadeirinha) e segurança total não existe e nunca existiu nesse planeta - o que podemos almejar é uma segurança relativa, e, principalmente, nós é que precisamos treinar nos sentir seguros dentro da insegurança que é a vida nesse planeta louco.

Então é tempo de inovar, ousar e surpreender sim.
Mas isso não significa brigar e entrar em guerra: Aquário é também o signo da fraternidade e da comunhão entre as pessoas, da amizade e das boas relações entre as pessoas, e suas revoluções não visam destruir as pessoas, mas quebrar padrões que as limitam, principalmente em suas expressões de amor, ideias, maneiras de viver de cada um, etc, etc

Podemos inovar, ousar e surpreender mantendo a paz.
Porque atualmente é uma verdadeira OUSADIA conseguir se manter em paz, com tantos conflitos, mentiras, roubos e outras baixarias perto de nós.

O símbolo para o grau da Lua Nova é "Um homem segurando em cada mão uma ave" , e para o grau do Ascendente é "Um homem a cavalo segurando em uma mão uma ave e na outra uma serpente".

O pensamento semente para Aquário é “ÁGUA DA VIDA EU SOU, DERRAMADA PARA PESSOAS SEDENTAS” e a oitava inferior (em desenvolvimento) é "que mande o desejo material pela forma."
O Trabalho de Hércules que corresponde a Aquário é "Limpando os estábulos".
(mais nos textos "Mês de Aquário" e "O 11° Trabalho de Hércules: Limpando os estábulos")
Despejando boas energias e limpando nossas negatividades antes de limpar as dos outros, provavelmente os dias aquarianos sejam bem mais leves.

astrometeorologia: Muito calor, ventos fortes. Tempestades com raios. Os choques de calor com frio podem trazer muita chuva, alagamentos e até granizo.
27/01, terça-feira, 2:48h : LUA CRESCENTE
Sol a 6°55' Aquário na casa 3 e Lua a 6°55 Touro na casa 6
Ascendente 12° Sagitário e Meio do Céu a 24° Leão
"A Dama Gelada chega ao reino para visitar sua prima, a Rainha exuberante."

A maioria dos planetas abaixo do horizonte, noturnos, leva a vida para dentro e, embora aqui não esteja demonstrando isolamento, as atenções voltam para os interesses individuais, mais do que os coletivos.

O dia a dia fica mais corrido, com Sol na casa 3 e Lua na 6, estamos com a agenda cheia, pilhas de tarefas e muitos compromissos que precisamos dar conta antes de Vênus ingressar em Peixes, hoje mesmo, dia 27/01, às 12:59h, porque a partir daí o sonho, o romantismo tomam conta do cotidiano, deixando as pessoas mais amorosas, mas também mais sensíveis e com humor oscilante.

As palavras continuam saltando da boca, mais rápidas do que alguns conseguem refletir. Essa tendência de discutir demais só não está nos levando a declarar guerra com quem amamos porque o raciocínio também está rápido e o bom humor está voltando, aos poucos, contribuindo para aquela capacidade de perceber o ridículo e o insano de algumas polêmicas, e, de uma maneira saudável, conseguindo rir de alguns micos.

Mas a nível de relações internacionais e de governo, é um momento delicado, onde a negociação é fundamental para não haver rupturas e prejuízos desnecessários.

Já estou cansada de dizer a mesma coisa, mas lá vai: escândalos novos e mídia fervendo continuam presentes.
As finanças tendem a chegar a uma situação limite, onde é preciso cuidado e carinho para não descambar para o caos.
É preciso equilibrar as contas e manter as despesas na ponta do lápis.
Regidas por Saturno, que está na 12ª casa, precisamos ter o máximo de cuidado com despesas imprevistas, mais impostos, e gastos que puderem ser evitados.
Saturno regendo as finanças não é ruim, embora exija disciplina, e em Sagitário reforça isso, com a possibilidade de ganhar muito se mantiver um bom controle, mas na casa 12 esse controle é perdido, sujeito à intempéries de qualquer tipo.. então.. deixe prá se divertir com seu dinheiro depois (se sobrar algum), mas no momento, faça poupança, quite tudo o que puder e só se solte em liquidações caso encontre algo que lhe seja necessário.

Vênus entrando em Peixes logo em seguida faz quadratura com Saturno, levando alguns a largar responsabilidades, e deixar tarefas chatas pela metade.
Se você estiver sobrecarregado, tudo bem, faça um check in nas suas prioridades, mas para lidar bem com esse aspecto você deve equilibrar prazer e responsabilidades, dando espaço para os dois.

A Estrela Rastaban em conjunção com o Ascendente (natureza Sat/Mar/Jup) reforça a impulsividade, brigas, insegurança, violência, impaciência. Kíron conjunto a Marte reforça isso, mas o sextil de Plutão mostra que a saída é não se conformar com negatividades e insistir em curar e transformar o que quer que esteja dando sinais de decadência, cristalização, ou não ter sido questionado ou analisado há muito tempo.

Áries (com Urano e Nodo Sul) e Libra (com Nodo Norte) interceptados, com Câncer (casas 8 e 9) e Capricórnio (casas 2 e 3, e Plutão) repetidos indicam que, apesar de novidades não serem bem aceitas, não devemos descartar inovações e soluções novas, podemos deixar para daqui a pouco (afinal, Mercúrio aquariano tem ideias maravilhosas).
De uma certa maneira essa interceptação acalma os ânimos por aqui, represando um pouco a agressividade.
A repetição de Câncer a Capricórnio, com Plutão aí, não torna o período mais calmo, por serem esses signos Cardinais e Plutão estar a todo o vapor na briga dos deuses, mas leva as pessoas a pensar mais em segurança e e buscar realizações práticas, soluções realizáveis e eficientes.
Por outro lado, a ênfase em Câncer/Capricórnio pode estimular tabus, condicionamentos, a separação das pessoas tipo "quem pertence ao clã", dificultando o diálogo e as negociações (Libra está interceptado).

astrometeorologia: continuam os ventos fortes, mas com o aumento da umidade o calor diminui um pouco.
Namastê.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

janeiro 2015, numerológico 9

janeiro 2015, numerológico

Mês Universal 9 de Ano Universal 8, janeiro tem gosto de fim.
É um mês de colheita, auge, clímax de situações, quando recebemos a recompensa ou aprendemos lições.
Extremamente emocional, é tempo de botar os sentimentos para fora.
Altos e baixos fazem parte do ciclo 9 por causa de seu conteúdo emocional exagerado: hoje beija todo mundo, amanhã não quer saber de ninguém.

O ciclo 9 não é tempo de muita força física, mas de expressar emoções e sentimentos, e de usar a mente, estudar, conversar.

No nível coletivo, o ano de 2015 será cheio de transformações, mas ainda não sabemos sua direção, que será dada em fevereiro (ciclo Universal 1, quando o ano começa de verdade).

9 estimula o convívio social, as palestras, encontros, vida pública, intelectualidade e espiritualidade.

Notícias impactantes na mídia fazem parte do 9, onde tudo acontece em grande escala.

A energia do 9 ultrapassa suas próprias fronteiras, por isso a mente ferve, aprende e se comunica mais.
Movimentos de massa, aglomerações, aplausos e vaias fazem parte do 9.

Os acontecimentos são marcantes, há muita energia no plano físico (correria e pressa, sensação que o tempo está terminando), mente acelerada e grandes emoções.

A missão do 9 é buscar sabedoria.
Além disso ficamos mais sensíveis também.

A soma do Ano 8 e Mês 9 = 17/ 8, as transformações acontecem.
Pode ser pesado, pois 8 e 9 são energias sociais e coletivas: as necessidades individuais ficam para depois.
A vida lá fora chama enquanto a família espera, ou vai junto nos compromissos.
Pode acontecer euforia no ciclo 9, se as conquistas lhe sobem à cabeça, daí teremos vaidades, ostentação e busca dos refletores todos para si.

Como tem alternância de humor, pode haver depressão também.
Quando a colheita não é o que esperava, 9 se isola e não quer saber de ninguém.
Nesse caso, fica solitário e amargurado, não suporta nem barulho.

A energia do 9 se despeja toda em janeiro, com tendência à pouca realização prática.

O Brasil vive um Ciclo Pessoal 5, agitadinho, e o mês Pessoal é 6: momento de tomar decisões, separar o joio do trigo, fazer suas escolhas, tomar partido.
Se for vivida de maneira superficial, essa energia fica só nas aparências, tentando se mostrar elegante, ser aceito pela sociedade e embelezando tudo (o que não é ruim, mas precisamos um pouco mais do que beleza no momento, precisamos eficiência), entretendo as visitas, enquanto a vida continua desorganizada e louca (ciclo 5).

Mas se for vivida em sua essência, essa energia significa traçar novos planos, aproveitar algumas oportunidades (energia 5) e buscar as reais necessidades sociais (energia 6).

A soma 2/11 mostra a dificuldade de compreensão entre o povo do Poder, pois assim como são possíveis alguns acordos, a oposição também deixa a sua marca (energia 2, casa ou separa).

No contexto do mundo, o Brasil no Mês Pessoal 6 fica subordinado e limitado às circunstâncias de grandes transformações (Ano Universal 8), com necessidade de aprimorar sua parte técnica (Mês 6) a fim de colher junto com os outros países algum benefício do Mês Universal 9.

Saúde, Educação, Técnica e Leis são assuntos importantes.
E enquanto nós do povo de Baixo ainda encerramos o ciclo anterior (Mês Universal 9), podemos aproveitar para já ir escolhendo as próximas sementes que plantaremos.
Namastê.

domingo, 11 de janeiro de 2015

2015 no Tarô: Arcano 8, A Justiça

2015 no Tarô: Arcano do Ano 8, A Justiça
Milênio da Sacerdotisa (2)
Século do Louco (0)
Década da Roda da Fortuna (10)
Sequência do Sacerdote (5)
Soma (2 + 0 + 1 + 5) = 8, A Justiça
"Apesar de ser exata, a Natureza não é justa sob o ponto de vista humano."
(A.Crowley)

Arcanos do Ano são 8, 2, 0, 10, 5, 8, 35, 15 e 50
2 = o milênio (Arcano Maior 2, A Sacerdotisa)


0 = o século (Arcano Maior 0, O Louco)
10= a década (Arcano Maior 10, A Roda da Fortuna)


5 = a etapa, dentro da década (Arcano Maior 5, O Sacerdote)
8 = a soma do ano (Arcano Maior 8, A Justiça)
35= número do atual Grande Ciclo, que iniciou em 1981, regido pelo Sol (Arcano Menor 9 de Paus)
15= número da década com a etapa (Arcano 15, O Diabo)
50= soma de 35 + 15 (Arcano Menor 10 de Copas)

A SACERDOTISA (2): (o milênio)
Arcano do milênio, não é facilmente percebido na vida prática. Funciona como uma energia sutil, pano de fundo, misturando-se do dia a dia sem aparecer muito.

É um dos Arcanos de Proteção.
Esse é o milênio feminino, da energia yin, da energia da Mulher, onde a tolerância é melhor do que a liderança, a compreensão e a sabedoria são mais importantes do que a aparência, o conhecimento e a sabedoria valem mais do que a intelectualidade, a doçura vence a força, e o Espírito e a Ciência se aproximam.
A força desse Arcano está na sua capacidade de resistência, e na sua capacidade de perceber o invisível.
A vida interior, a vida em família, a sensibilidade, a tolerância são o caminho que precisamos percorrer.
A Sacerdotisa exige tolerância, perdão, disciplina, reflexão, calma, estudo, dedicação, sinceridade, silêncio, conhecimento verdadeiro, espiritualidade, poder sobre si mesmo, uso inteligente de sua energia pessoal.
Vamos aprendendo as lições da Sacerdotisa de maneira bem lenta (temos 1000 anos para isso..) porque seu ritmo é lento.

É no silêncio e no íntimo a Sacerdotisa se manifesta. Nos sonhos, nos momentos de calma, nos insights, porque ela simboliza a manifestação do Espírito na Matéria.
Como reflexo do Espírito, ela não age, mas reage.
Representada por uma mulher em atitude passiva, cheia de símbolos, com pouca coisa à mostra, apenas o seu rosto, que não demonstra sentimentos, nem de amor, nem de ódio, apenas uma serenidade imperturbável.
Por fora parece passiva, mas seu interior é muito ativo, é onde está acontecendo o sexo ou a gravidez.
A Sacerdotisa representa A Porta do Santuário, e só entramos quando estivermos prontos. É a Sacerdotisa quem nos diz sim ou não quando queremos passar.

A primeira dificuldade para passar por sua Porta é a Dualidade: não pode haver extremismo nem radicalidade, só passamos por essa Porta pelo Caminho do Meio.
Como reação ela também representa tudo o que for oposição, porque no nosso plano só conseguimos produzir algo, manifestar o espírito ou a ideia se existir oposição - isso é que gera o movimento de manifestação.
Exemplo: qual a utilidade de pregar a caridade em um ambiente extremamente virtuoso? e qual seria a sua sensação de segurança, ou qual seria a utilidade de se apoiar em algo que não apresenta resistência e cede ao menor contato?
Como ação e reação, a Sacerdotisa introduz o conceito de justiça, embora não esteja representando a Justiça: porque ela reagirá de maneira a sempre manter o equilíbrio entre a dualidade, manifestando o Espírito na Matéria (assim como é em cima, é embaixo).
O astral lhe pertence, e ela gera no astral o que se manifestará no físico.
Os elementais e a magia lhe acompanham, e só acontecem e se manifestam quando são provocados , ou chamados por alguém.
A Sacerdotisa olha para a frente, para o momento presente.
Ela funciona no presente, não adianta procura-la no passado ou no futuro, pois ela não será encontrada ali. O passado todo está em sua memória e ela sabe o futuro, mas seu momento de ação é no presente, sempre.
Problemas: insegurança, dificuldade de fazer acordos, isolamento,frieza, falsidade, medo de se expressar.
Doenças do milênio: ginecológicas e relacionadas com as mulheres, infertilidade, obesidade, dores de coluna, depressão e problemas psíquicos.

O LOUCO (0) : (o século)
Exige ousadia de seguir sua intuição, seu coração, a coragem de seguir seu Mestre interno mesmo desafiando aparências, convenções sociais e circunstâncias contrárias, mas sem fazer oposição a nada, simplesmente fluir.
Está presente durante todo o século.

No tempo em que estiverem presentes O Louco e a Sacerdotisa, formam o 20, de O Julgamento, simbolizando que o período é cheio de revelações importantes, novos conhecimentos, e que precisamos jogar o orgulho fora, pois muitas das revelações feitas nos deixam nus, surpreendidos, chocados, e alguns ficam felizes, outros não.

O Louco é um personagem que se apresenta com um comportamento estranho, incompreensível à primeira vista, mas foi assim colocado porque representa o maior dos mistérios e a maior força dos Arcanos: ele substitui qualquer um deles, portanto tem os atributos de todos, e os defeitos de todos também. Funciona como o curinga nos baralhos de jogos comuns.

Provavelmente por seu simbolismo ser tão forte, foi representado no seu sentido negativo, indicando tudo o que não devemos fazer.
Nesse Arcano, temos liberdade total, e podemos ter sucesso total, e fracasso total também.
É preciso um pouco de cuidado, mas sem perder a pureza da criança, um dos seus simbolismos.

Sua força é enorme, seu uso errado pode atrasar a evolução do planeta inteiro.
Seu uso correto nos leva anos-luz para a frente.
Durante todo o tempo em que O Louco estiver atuando, a tendência da Sacerdotisa é ficar no astral, a nível coletivo, mas não para as pessoas que estejam trilhando um caminho nesse sentido.
Problemas: dificuldade de organizar, excesso de confiança, descuido, falta de objetividade.
Doenças: febres, inflamações, contaminações, desleixo e descaso com a saúde, problemas mentais.

A RODA DA FORTUNA (10) : (a década)



Está presente durante a década.
Mostra um ritmo acelerado e instável, onde se ganham ou perdem grandes fortunas.
O mundo material está no auge, e no máximo do seu apelo, enquanto se manifesta, AO MESMO TEMPO a possibilidade de transcendência espiritual.
Exige concentração, discernimento, senso crítico, calma, conhecimento.

É a Roda da Vida girando a todo o vapor, criando e recriando sem parar.
Oportunidades maravilhosas surgem do nada, como uma miragem e também se vão da mesma maneira.

A chave não é subir nem descer, mas se manter no centro, em atitude alerta.
Uma renovação constante, a sensação é de pouco descanso.

A Roda da Fortuna contém os ensinamentos do astral no seu centro.
Mas na periferia da roda ela é material, e se refere aos altos e baixos e ilusões de nossas vidas, à fortuna (dinheiro, sorte, etc) que rapidamente muda de dono.

Esse Arcano, caso você fique na periferia, leva a correr cada vez mais atrás de dinheiro e prestígio, deixando tudo o que for abstrato, espiritual, astral ou sutil para trás: nos tornamos escravos do poder e das coisas lindas do mundo, e ao invés de usar, somos usados.

A mensagem desse Arcano é aproveitar as coisas boas e materiais da vida, mas sem depender delas, mantendo-se no centro da Roda e lembrando sempre de quem você, de sua essência.

O ritmo aqui é muito rápido, quase não temos tempo para fazer aquela reflexão básica, por isso é importante estar alerta, mas tranquilo.
Problemas: pressa, descuido, automação (viver como um robô), estagnação, grandes perdas, acidentes, ritmo acelerado demais.
Doenças: doenças perigosas e rápidas, contaminações, vírus, bactérias, infecções, dores, febres, falta de constância nos tratamentos, ansiedade, stress.

ARCANOS específicos para 2015

5 (a etapa, dentro da década) corresponde no Tarô ao Arcano Maior
5-O SACERDOTE
Esse Arcano representa o Poder Espiritual.
Mais um Arcano de Proteção, mas não significa calmaria.

O Poder Espiritual chega devido a necessidade de apaziguar os contrários.

Na carta vemos um Sacerdote (autoridade que na época atuava na religião, nas formalidades oficiais, na medicina e nas leis, tendo em alguns casos a mesma autoridade do Rei, já que funcionava como uma espécie de conselheiro).
Na carta, duas pessoas se submetem à sentença do Sacerdote, já que não conseguiram resolver suas desavenças por si mesmos.

No nível mundano, são todas as situações oficiais, a vida política em ebulição, o Poder Legislativo, o Poder Judiciário, as religiões e as crenças, a Saúde Pública.

Prevê muitas lutas de poder com necessidade de intervenção da Justiça ou de algum mediador, muita discussão a respeito de leis e justiça, disputas religiosas ou por crenças, doenças novas, epidemias difíceis de controlar, ou a sua cura.

A década é agitada, e o Sacerdote, nessa etapa mostra a necessidade de solucionar desavenças vindas do ano anterior e não perder o contato com sua essência.

A nível pessoal, o Sacerdote indica a conciliação de aspectos divergentes dentro de nós mesmos, a chamada para retomar o caminho espiritual que, na etapa do ano anterior (4-O Imperador) foi deixada de lado em função da vida material e necessidade de estabilidade, além das lutas de poder.

O Sacerdote indica também que há bastante dificuldade em se adaptar às circunstâncias atuais, efervescentes, dinâmicas e rápidas.

Mas, como carta de proteção, mostra também a intervenção benéfica de forças espirituais ou de autoridades, principalmente ligadas a Justiça.

A sentença do Sacerdote são os ensinamentos que precisamos levar no nosso caminho, e às vezes precisamos de serenidade para conseguir compreender isso.
No negativo, o Sacerdote é intolerante e toma decisões autoritárias, errando por muita rigidez ou, ao contrário, permissividade, e representa também revoltas populares.

35 (o atual ano do Grande Ciclo) corresponde, no Tarô, ao Arcano Menor
9 de Paus.
Realização material lenta, com atrasos e alguns obstáculos. 
Os atrasos desse Arcano são causados pelas dúvidas, mais do que pelo ambiente.
Tendência à desconfiança, teimosia, sentir-se ameaçado.

Representa a última batalha antes do objetivo, e por isso usamos a reserva de forças.

São situações-limite que precisamos superar com inteligência, estratégia e flexibilidade, e que nos colocam de frente com nossos próprios pontos fracos e fortes.

Essa carta também lida com tudo o que é diferente, estrangeiro, e nisso representa viagens, contatos com estrangeiros, negócios com estrangeiros, mistura de culturas, estudos, novos conhecimentos, novas fronteiras, necessidade de falar outros idiomas e compreender pessoas diferentes de você.

A espiritualidade se faz presente aqui, com revelações importantes, mas seu lado negativo é o fanatismo e o preconceito.

Favorecidas as Ciências e o estudo dos Mistérios.
Esse Arcano mostra um momento que, no máximo do cansaço, encontramos ainda mais um desafio e, de forma misteriosa, conseguimos encontrar uma força extra dentro de nós mesmos, mas essa força só aparece quando foram esgotadas todas as possibilidades e se manifesta tanto por causa da necessidade como pelo nosso desejo.

O objetivo desse Arcano é levar o objetivo até o fim, e com ele precisamos de firmes referenciais internos.
Os relacionamentos aqui são mais materiais e com fins práticos ou profissionais, se referindo principalmente a negociações difíceis e assinatura de contratos.
Os relacionamentos afetivos são mais fechados, porém intensos.
A série de Paus se refere à nossa energia e, como tal, o 9 de Paus representa também crises de energia durante o ano. 
Essa energia é água, luz, dinheiro, alimentos.
O impasse deve ser mais ou menos difícil, conforme a direção que será tomada, uma vez que o Arcano representa o momento limite, a necessidade de decisões urgentes.

15 (década e etapa) corresponde, no Tarô, ao Arcano Maior
15, O Diabo.
A etapa dentro da década gera o Arcano 15, O Diabo, que simboliza o máximo da força física e conhecimento intelectual em uma situação limite onde se manifesta também a nossa sombra.

Um dos títulos desse Arcano é A Tentação, porque nos coloca em situações onde precisamos decidir entre seguir nossos princípios morais e nossa ética interna, ou nos beneficiar com vantagens que sabemos não merecer.

O nome do Arcano, O Diabo, assusta pessoas muito rígidas, pois para essas pessoas representa tudo o que é ruim.
Esse Arcano é associado aos deuses Pã, Baphomet, Cernunnos e Seth.
No Tarô representa a nossa sombra.

No nível pessoal, a força oculta, o subconsciente, as nossas partes não integradas que, quando recalcamos e jogamos para baixo do tapete, se transformam em monstros que nos perseguem, porque nada é extinto, apenas transformado energeticamente.
No momento que você reprime seus instintos mais básicos e não trabalha suas amarguras, ódios e medos, eles não morrem, mas crescem no escuro (na sua ignorância, no seu desprezo) e tomam proporções maiores.
Mas se você segue em contato com sua essência (a sua parte que sabe quando algo está certo ou errado, independente regras ou opiniões externas), não desprezando nenhuma parte de seu Ser, é como se dialogasse com todas as suas partes e conseguisse deixa-las todas tranquilas e, dentro de suas possibilidades, satisfeitas e sem necessidade de lhe chamar a atenção e exigir Poder.

No nível coletivo e mundano, O Diabo representa a vida material, a saúde física, os vícios, a sensualidade, o conhecimento científico e mágico, e se encontra em uma luta de poder.

As duas pessoas da carta estão subjugadas por ilusões e pensam que são dependentes, quando quem é dependente é o Diabo, que está sobre um Trono de Copas (sentimentos e emoções) lhes roubando a energia.

Indica muita competitividade por status, dinheiro e Poder, a dependência de drogas ou outros vícios, a sensualidade descontrolada, a ilusão de que você é o que possui e o que apresenta aos outros em termos de status ou sensualidade.

A força da Magia está contida nessa carta, tanto para destruir como para proteger.

O conhecimento científico e mágico pode ser usado para construir ou para destruir, conforme a nossa Vontade e as consequências chegam rápido, no próximo Arcano (16, A Torre), quando perdemos tudo o que não é essencial, inclusive e principalmente o orgulho.

Esse Arcano anuncia prosperidade material e novos conhecimentos científicos, que provavelmente não são compartilhados com justiça, sendo usados para manipular pessoas.

No negativo, representa o domínio e a subjugação pelo poder material e pela capacidade de seduzir e mentir, medo, insegurança, vergonha de si mesmo, amarguras do passado, vingança, dependência e ilusão.

No positivo representa a proteção contra tudo isso, mas somente para quem tem a coragem de enfrentar a sua sombra, já que essa pessoa conhece os caminhos internos, suas forças e fraquezas, suas maiores tentações, e não cai nas armadilhas sedutoras do maya - mundo das ilusões.

É muito grande a tentação de obter vantagens que não se merece, ou beneficiar-se das crises e fraquezas dos outros, mas seu preço é caro e é cobrado logo em seguida, começando pelo amargo aprendizado de que as aparências e as opiniões dos outros não são suficientes para lhe fazer feliz, e continuando pelos sentimentos negativos despertados naqueles que foram prejudicados, gerando um ciclo de vingança e destruição.

No positivo, favorece o mundo da lógica, as ciências exatas, a matemática, a criatividade empresarial e gerencial, os prazeres, a riqueza, a sensibilidade, a liberdade, a capacidade de superar a si mesmo, a cura de doenças, fertilidade, força, profecia, capacidade de prever situações, vitória sobre obstáculos que parecem intransponíveis e realizações materiais importantes.

É preciso moderação, seu pecado é o excesso, falta de limites e a dependência.

Esse Arcano avançou até onde o ser humano consegue ir, e a partir daí é preciso mergulhar na sombra, se quiser prosseguir, e avançar com o coração (diferente de suas emoções e paixões, com sua essência, em contato com sua centelha de Luz).

50 (soma do Grande Ciclo + década e etapa) corresponde, no Tarô, ao Arcano Menor
10 de Copas.
Esse Arcano se refere aos laços de amor, família e amizades.
A série de Copas se refere à nossa expressão emocional, a demonstração de nossos sentimentos.

Aqui a Taça está cheia e se espalhando.

Momento em que compromissos e obrigações saturam a vida e, de tanto tentar satisfazer as expectativas dos outros, buscando aprovação, reconhecimento ou interesse material, não se aguenta mais; mas a guerra acontece por dentro - por fora está tudo muito tranquilo.
Precisamos que coisas, situações e pessoas que sejam nutritivas, agradáveis e estimulantes.

Os apegos e as ilusões são descartados nesse Arcano, em busca da felicidade verdadeira.

Através de alguma situação-limite, tomamos consciência dos labirintos emocionais e buscamos pessoas com quem possamos ter uma relação de crescimento, em todos os sentidos.

O 10 de Copas se expressa em relacionamentos felizes com base sólida, como se o amor, depois de muitas provas de honestidade e de humildade, seja capaz de nos ligar às nossas próprias almas, de uma maneira permanente.

É um tempo muito ativo, de socialização e alegrias.
Corresponde às mudanças felizes da vida, boa saúde, prosperidade e principalmente amor.
É a consequência de ter trilhado o caminho de Copas e ter passado por suas provas, sua recompensa é a felicidade.

Como carta de final de ciclo, mostra uma colheita.
Aqui, colhemos a felicidade e desfrutamos a vida ou largamos fora as ilusões e buscamos relacionamentos sinceros.

No negativo, a natureza emocional é fraca, puco lúcida, e se deixa conduzir por naturezas mais agressivas ou mais fortes, e é necessário aprender a usar o raciocínio lógico unido à intuição, ser disciplinado sem ser obsessivo, e interpretar os sinais que a vida envia.

No positivo, felicidade, conquistas materiais, favorece os imóveis e a casa própria, as curas, a espiritualidade e a família (seja de sangue, ou não).

A soma do ano corresponde, no Tarô, ao Arcano Maior
8 - A JUSTIÇA
O Arcano da Justiça representa colheita, merecimento e equilíbrio.
A moderação e o bom senso são as chaves para o ano.

Está totalmente voltada para o presente: a figura olha para a frente tranquilamente.

De um lado, tem na mão uma espada, e de outro, uma balança com os dois pratos equilibrados.
É uma mulher, e está sentada.
O fato de estar sentada mostra que sua maneira de atuar é parecida com a da Sacerdotisa (Arcano que rege o milênio): ela não age, mas reage.
Ao menor sinal de desequilíbrio dos pratos da balança, a espada corta.

Mas, ao contrário do que parece, não é uma carta fria: os pratos da balança são feitos de duas conchas (copas=elemento água), que sempre levam os sentimentos em conta nas suas decisões racionais (a espada).

A mulher sentada no trono mostra que tem autoridade e está no meio de duas colunas, neutralizando o binário da Sacerdotisa, escolhendo o caminho do meio, portanto, passa por sua Porta.

Essa carta segue o Arcano 7, O Carro (A Vitória), é a esposa do conquistador, que organiza a sua conquista, após a vitória.

É um momento cheio de provas, e de recompensas também.
Tempo de sair de cima do muro e assumir posições, oficializar e assumir publicamente relacionamentos, sociedades, opiniões, etc.

Aí acontecem muitos casamentos, separações, declarações de guerra, acordos de paz, criação de novas sociedades, decretação de falências.

A burocracia, os cartórios, leis, instituições oficiais, juízes e todo o trabalho relacionado à Justiça trabalharão em dobro nesse ano.
Muitas cobranças e críticas acontecem nesse momento.

É preciso construir algo após a Vitória (arcano 7, de 2014), ou reorganizar as forças (caso o Carro tenha virado).

Todos os excessos são cortados nesse Arcano, é necessário disciplina, moderação, simplicidade.

Nos relacionamentos, a peneira fica mais fina.
Financeiramente, é preciso equilíbrio nas contas, só assim será possível o progresso.

Alguns falam mal dessa carta, e a relacionam com o Carma.
Mas para quem tem a consciência tranquila e faz o que pode, essa é uma carta de recompensa.

Como nossa percepção do mundo está dividida, contaminada pela dualidade, em bem/mal, agradável/desagradável, fácil/difícil, passado/futuro, certo/errado, etc, pensamos ser seres separados do meio ambiente e pensamos que podemos agir independentemente dele; é dessa maneira que ficamos presos ao carma.
Libertar-se é perceber a harmonia do Universo e agir de acordo com isso.

Por outro lado, não é uma carta cruel, pois ela não mata, ela tira o que é prejudicial.

Também pode indicar cirurgias, conforme as cartas que estiverem próximas.

A nível coletivo, mostra que o momento é sério, as decisões devem ser rápidas, práticas e eficientes.

Há tendência de trabalhar muito, e deve se ter o cuidado de equilibrar o trabalho com descanso.

No negativo, atitudes violentas, sacrifícios, julgamentos, guerras, execuções, tirania, ditadura, rigidez, frieza, sem amor, ser forçado a fazer o que não gosta.

O Arcano da Justiça faz acordar das fantasias e voltar ao mundo real e no tempo presente.

No positivo, coragem, prudência, conquistas intelectuais, conquistas profissionais, honestidade, fidelidade, verdade.

A Justiça pertence ao grupo, não é solitária.

No negativo, sua cobrança é no sentido de agradar, ser aceita pelo grupo, "fazer tudo certo" sem levar em conta suas necessidades individuais, sustentando um ego rígido e pesado, que se exige constantemente e não faz concessões subjetivas, fazendo o papel de juiz de si mesmo e dos outros.

No positivo, responsabilizar-se por si mesmo e tratar os outros com compaixão, ter prudência, refletir, saber esperar sem protelar é um dos caminhos para se ajustar às pressões externas sem trair a si mesmo.

A Roda do Ano se forma aqui mostrando as 8 Direções, mas só gira no Arcano 10, A Roda da Fortuna, e também os 8 Trigramas do I Ching em sua forma potencial.

É tempo que encarar o carma ou, para quem não acredita nisso, tempo de assumir suas próprias responsabilidades, assumir sua própria vida, assumir seus defeitos e tentar melhorar, assumir seus talentos e usá-los ao máximo, ser diplomático, disciplinado, aceitar e aprender a lidar com a sombra, unificar seu Ser com as leis do Universo, equilibrar sua vida, sem tentar deixar de ser humano.
Namastê.