...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

terça-feira, 30 de setembro de 2014

outubro 2014, numerológico 8


Mês Universal 8, de Ano Universal 7, é um mês de mudanças.
As oscilações do 8 podem trazer grandes perdas ou recuperação de perdas.
8 responde conforme o esforço feito.

Tem fama de ser o "número do dinheiro", mas o dinheiro dele vem do esforço, e não da sorte. Se trabalhar tem, se não trabalhar perde, mais ou menos assim.

Sendo o número das mudanças, da possibilidade de transformar situações (para melhor ou para pior), em um Ano Universal 7, passa por mudanças de pensamento, mudanças nos planos, na direção da vida.

Não favorece muito as finanças, que devem vir aos poucos e com bastante esforço.

Tempo de recuperar alguma situação tida como perdida.

Favorece os tratamentos de saúde, física e mental, e a busca de novos tratamentos, remédios e curas.

As energias fortes são 8, 9 e 6, e os desafios são 1, 6 e 9.

Temos como desafio a perda de energia, fraqueza, submissão, depressão, falta de iniciativa e de praticidade. Principalmente o 1 como desafio mais forte, é necessário ter mais iniciativa própria e não depender tanto da aprovação e da ajuda de outras pessoas para levar a vida.

8, 9 e 6 mostram que o momento é de muito esforço e trabalho, e quem sabe uma boa colheita.
8 está bem forte, mostrando que é tempo de fazer uma bela faxina, separar o que vale a pena investir ou recuperar, daquilo que temos que deixar ir.
6 pede bastante disciplina, mais ainda porque também aparece como desafio, então é necessário estar bem organizado e simplificar a vida, buscar eficiência e ter bastante paciência.

A maioria dos algarismos maiores mostra a força do coletivo, as imposições e as obrigações.
Mas lembrando que a energia do 1 como desafio pede para ser uma pessoa auto motivada, não depender de outros para fazer nada e combater o desânimo.

9 aparecendo como energia forte e como desafio mostra altos e baixos, extremos emocionais.

A soma 15 = 6 reforça a importância da disciplina, do controle do stress, a necessidade de tomar decisões importantes e ter bastante paciência também.

15 é a carta do Diabo, no Tarô, uma carta de muita intensidade, que fala de paixões, sensualidade e busca de conhecimento também.
Deve se ter cuidado com as tentações de levar pequenas vantagens pessoais, o delírio de poder, a exacerbação do ego, a tentativa de controle e de manipulação de outras pessoas (de nossa parte ou da parte delas).

Essa é uma carta muito forte que, para ser bem vivenciada depende muito da evolução espiritual ou mesmo moral da pessoa, pois simboliza muito conhecimento adquirido e acumulado que, conforme for usado, pode contribuir para nossa vitória ou para a ruína.

O desejo de liberdade e muito poder acontece devido à sensação de estar preso ou submisso à alguém ou a uma situação. Mas como essa carta tem muito de ilusão, muitas vezes a pessoa não consegue perceber que é ela própria que se liberta, não há nada externo a ela que lhe possa dar ou devolver a liberdade pessoal.

Os números/energias fortes desse mês mostram que devemos passar por algumas situações-limite, que provavelmente seremos testados, principalmente na nossa capacidade de manter a calma e os princípios éticos também.

Essas energias também favorecem os cuidados com o corpo.

Estaremos trabalhando e nos esforçando mais para não perder, ou para recuperar situações ou pessoas, do que para conquistar e avançar.

Lembrando que o Ano é 7, de vida mais interior do que social, estimulando a reflexão, os estudos, o auto conhecimento, a vida espiritual, insights, mais planejamento do que ação, e que os relacionamentos são mais baseados em afinidades mentais, culturais ou espirituais do que físicas ou materiais.

Namastê.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

equinócio de Primavera, 2014, hemisfério Sul

equinócio de Primavera 2014
"Ninguém ouviu falar de Alexandre, o Médio" 
(anônimo)

Hoje, dia 22/09, segunda-feira, 23:29h, o Sol entra em Libra, marcando o equinócio de Primavera para nós do hemisfério Sul, e o de Outono para o hemisfério Norte.

Primavera, sua linda, seja Bem Vinda !!!

Sol e Lua na casa 4, Lua em Virgem e nos últimos graus da fase Minguante, a terra desperta aos poucos; na casa 4, os luminares mostram que ainda vamos querer mais um pouco de aconchego e permanência na concha.

Sol em conjunção com Vênus e sextil com Marte, mostra alegria, bom humor, boa vontade.
Marte em Sagitário lhe puxa a atenção para o futuro, enchendo o astral de otimismo.

E ela chega na hora de Marte, dia da Lua, mostrando que a calmaria é só na superfície.

Lua em conjunção com Vênus, sextil com Saturno, trígono com Plutão e oposição com Kíron reforça a boa vontade, a disposição para trabalhar e curar.

Reforça a vontade de permanecer na concha, pois Kíron no Meio do Céu em oposição à Lua é como se nossa ferida estivesse exposta.
Frágeis, mas não fracos.
Ferida aberta é consciência de onde dói, e por quê.

Essa Primavera traz a oportunidade de curar nossas feridas.

Lua em sextil com Saturno em Escorpião na casa 6 é a oportunidade de conseguir fazer por nós próprios o que de melhor poderíamos.

O acesso ao nosso Sábio Curador, à Velha Bruxa, aos conhecimentos ancestrais que, enraizados por dentro, brotam para serem agora usados.

Ascendente Gêmeos, regente Mercúrio em Libra na casa 5, indica interesse em pessoas e conhecimentos.
Mas Mercúrio, solitário, sem aspectos com os planetas (aspectos apenas com pontos) pode estar tão refinado e exigente que se torne um solitário na multidão.

Sentimos que temos uma mensagem para transmitir, mas é como se estivéssemos em um palco falando para surdos sem saber a linguagem de sinais.

Mercúrio está em Recepção Mútua com Vênus, o que lhe leva de volta para a casa 4, reforçando a ideia de intimidade, concha, proteção e aconchego.

Busca-se aprofundar vínculos já existentes, preferindo a companhia de pessoas conhecidas e confiáveis, ao invés de novidades e aventuras.

Família, tradição, raízes, origens, vínculos já estabelecidos, é o que se busca primeiro.

A Terra em Áries, trígono com Marte e sextil com o Ascendente está renascendo, e busca se unir em grupos afins (casa 11), cheia de planos e novidades para o futuro (trígono com Marte), visualizando mil oportunidades à frente (sextil com o Ascendente).

Nos próximos meses, estaremos mais preocupados em construir alicerces sólidos, bases seguras, manter unido o grupo familiar (seja família de sangue ou não), do que com a visão cósmica do mundo.
Primeiro o clã, depois a comunidade toda.

Nossa viagem é mais interior, os caminhos nos levam para dentro.

A ideia é melhorar o ambiente em que vivemos o cotidiano, nosso ambiente mais próximo e mais íntimo.

Queremos ser úteis, prestar e receber favores, viver em harmonia com a vizinhança e ter uma vida saudável.

As melhores oportunidades estão no nosso ambiente mais próximo, com pessoas conhecidas.

A grande ênfase da casa 4 mostra que, embora a vida não fique limitada ao nosso mundo íntimo, ao clã, é a partir daí que as coisas acontecerão.

Nossas motivações principais devem ser a busca por estabilidade, laços sólidos com pessoas confiáveis, segurança financeira e afetiva, forte sentimento de patriotismo, busca das próprias origens, busca dos ancestrais, das raízes, e também a investigação profunda das causas que originaram os problemas que passamos atualmente.

É uma casa relacionada também à infância e à criação de nossos hábitos, além de estar profundamente relacionada com a figura dos pais (pai e/ou mãe).

Então, está muito bom para trabalhar em nós mesmos o perdão do passado, o resgate daquilo que for possível, o deixar ir daquilo que não conseguimos lidar.

Só uma pessoa madura consegue fazer as pazes com seu passado e perceber as coisas de uma nova perspectiva, a criança ou o adulto infantil não é capaz disso.

A oposição de Kíron a esse ponto abre nossas feridas, para que possamos cura-las.

Bom também para se livrar de hábitos não tão saudáveis, mas que já caíram no modo automático e não vem sido questionados.

Tradições também: algumas nos levam para nossas raízes e nos renovam as forças, mas outras não nos levam a nada e nem sabemos porque ainda as praticamos.

Essa casa também fala da parte final da vida, não necessariamente a morte, mas a velhice, e está ligada além dos ancestrais, às pessoas idosas.

Assuntos que serão importantes nos próximos meses: a família, maternidade, crianças, idosos, tradições, saúde, alimentação, moradia, imóveis, agricultura, pátria, genética, restaurantes e indústria alimentícia, hotéis, construções, imigração/emigração.

Financeiramente existe progresso, mas com um passo de cada vez.

O trabalho e o esforço próprio são valorizados e importantes, mas principalmente as coisas feitas em conjunto, em grupo, mais do que de forma independente.

Os estudos, descobertas científicas e atividades mentais estão muito favorecidos.

A Saúde Pública deve receber mais incentivos financeiros, mas não está livre de escândalos mesmo assim.

Continuam os escândalos financeiros.

É possível que os escândalos continuem avançando e levando junto parte do governo e do Poder Judiciário também.

Com Kíron no Meio do Céu, o governo está ferido.

Os trabalhadores em geral conseguem algum pequeno progresso, mas empacam aí, não é muito.

Os aposentados e as pessoas que dependem da caridade pública não avançam nem progridem muito, mas continuam sendo auxiliados.

A entrada da Primavera com a Lua minguando em Virgem mostra que, mais do que grandes coisas, é necessário trabalhar as pequenas, e há muita coisa pendente pedindo solução, principalmente no setor de saúde e do emprego.

O trígono de Urano na 11 com Júpter na 3 mostra possibilidade de novas fontes de energia, mas (quadrado de Plutão vindo da 8) que o acesso está dificultado ou atrasado. Não impossibilitado, mas (seja por conflito de interesse, pouco preparo técnico, ou falta de suporte financeiro para investir) deve ser atrasado na prática.

Possíveis problemas com abastecimento de água.

Marte sagitariano, co-regendo a casa 6, posicionado na 7 em quadrado com Netuno em Peixes na 9, mostra problemas com epidemias e contaminações, talvez vindas de estrangeiros ou de longe; e Saturno em Escorpião, na 6 e regendo a 8, em trígono com Kíron e sextil com a Lua, mostra que é possível a cura.

No trânsito, acidentes com veículos grandes e aviões.
Estradas, ruas, aveninas e aeroportos continuam exigindo mais investimento financeiro também.

Urano no grau que se dará o eclipse de 08/10 anuncia que teremos muita mudança, romperemos com o passado e abriremos novas portas, e isso talvez não seja de maneira suave. Será um eclipse da Lua, deixando o passado para trás.

Mas o que penso seja o fator mais difícil de se lidar é a quadratura de Netuno, regente do Meio do Céu, direcionada a Marte principalmente, mas também ao Ascendente. Isso traz confusão, ilusões, desorientação.

Se por um lado a temida quadratura causa obstáculos, sem ela é quase impossível materializar alguma coisa.
Mas se tratando de Netuno, vai desde nossas mais profundas emoções até grandes movimentos nos oceanos.

O Deus dos Mares lança suas brumas e suas tempestades, enchendo nossas mentes racionais de presságios, alucinações, delírios e insights, todos num mesmo caldo, enquanto nos lança um sorriso cheio de piedade. É cruel.

Penso que esse aspecto tanto pode se manifestar sob a forma de naufrágios, enchentes, acidentes climáticos com vítimas desabrigadas, como aumento da criminalidade, fraudes, mentiras lançadas na forma de notícias, confusão com polícia ou forças armadas (principalmente nas fronteiras, por Marte estar na casa 7).

A nível pessoal, deixa as ações desorientadas (Marte) levando a pessoa a correr em círculos, se auto sabotar, desperdiçar energia com coisas inúteis, gastar seu dinheiro e ficar endividado com bobagens, entrar em pânico delirante, ou ainda entrar numa maratona sexual desenfreada.

Mas como os deuses ainda não nos abandonaram, essa quadratura também pode servir para materializar ações espirituais, suavizando a agressividade de Marte e direcionando essa energia para uma distribuição de mais tolerância, compreensão, enfim, um salto quântico no nosso nível de compreensão humana.
Afinal, estamos mesmo todos no mesmo barco, a nave Terra.

Além disso Plutão, o mal falado Deus dos Infernos, oh, quem diria, está dando assistência a Netuno, Kíron e à Lua no sentido de curar, renascer das cinzas, acessar nossas forças desconhecidas no sentido de minimizar os danos ou, no mínimo, aprender coisas muito importantes.

Com a Lua vindo atrás do Sol na entrada do equinócio, corremos o risco de querer prolongar demais a estadia dentro da concha, buscando um refúgio no útero ou no passado para assim evitarmos de enfrentar o futuro, seguindo o medo do desconhecido.

Afinal, é quase Lua Nova, o renascer do ciclo de lunação, e todo o nascimento dá um frio na barriga.

A armadilha a evitar é cair na tentação de pensar que nunca estamos suficientemente prontos para enfrentar o que vier.

Então, vamos aproveitar esses dias de entrada do equinócio de Primavera (aqui no h. Sul) até a Lua Nova em 24/09, para nos "aprontar" como pudermos.. e damos o salto.

Pois Primavera é recomeço, nascimento, a volta da luz, cheiro de promessas no ar.
No xamanismo norte americano, é o início do vôo da Águia.

astrometeorologia: chuva, umidade, vento, tendência ao frio. Dias nublados. Possibilidade de tempestades com ventos fortes e enchentes.

Namastê.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

setembro 2014, astrológico

"Quando um pirata enriquece o suficiente, fazem dele um Príncipe."
 (Crônicas de Gelo e Fogo, Livro 2, A Fúria dos Reis, Davos)

Setembro inicia com a influência da Lua Nova ocorrida em 25/08, transcrita abaixo.

Lua Nova em Virgem pede organização e purificação.
Durante todo o ciclo, a ideia principal é tornar a vida mais eficiente e saudável.
Ótimo para consertar tudo o que puder! Não há melhor período para encontrar os defeitos.

Falando em defeitos, cuidado com o excesso de crítica. A função da crítica virginiana é CONSERTAR, e não JULGAR.
Isso vale para o outro e para si mesmo.

Mercúrio em Virgem é maravilhosamente inteligente e consegue realizar muita coisa prática, mas como ninguém é perfeito, também volta a crítica contra si mesmo e fica pessimista, pode amargurar.
Se for para o pólo oposto vai sair dizendo verdades a todos, ninguém presta, etc, etc.

Mercúrio está em oposição com Kíron, trazendo a tendência a mágoas profundas por causa das críticas.
E no seu lado luminoso, ótimo para tomar consciência de nossas feridas, traçar um bom plano de vida saudável, mudar hábitos para melhor, consertar as coisas e a vida também.

Não vale a pena deixar passar esse trânsito de competência e eficiência com críticas em excesso.

Vênus leonina está de bom humor, conjunta a Júpter, mesmo desafiada por Saturno continua sorrindo, em teimosa alegria.
Lilith também em Leão, a nossa Rebelde, teima em se divertir e ser feliz, apesar da vida difícil que anda por aí.

É um ciclo de força, muita energia disponível.
Bem aproveitada, essa energia toda nos leva a transpor mais alguns obstáculos, quem sabe concluir coisas importantes. Avançar, progredir e melhorar.
25/08, segunda-feira, 11:12h : LUA NOVA
Sol e Lua em 2°18' Virgem na casa 10 conj.11
Ascendente 0° Sagitário e Meio do Céu a 13° Leão.
"O Alquimista coloca a poção do riso na água do poço que abastece o Reino."
Lua Nova em Virgem, tempo de purificar e organizar.
Tempo de consertar, fazer as coisas funcionarem.

Esses primeiros dias são ótimos para fazer planejamento e bolar estratégias, testar idéias novas.

Plutão em trígono com a lunação entra com a Fênix, a nossa capacidade de renascer das cinzas. É um contato com nossos mais poderosos recursos interiores, com a capacidade de transformar e transcender que se manifesta nas piores crises, e que consegue nos tirar delas.

É um momento poderoso, de melhoria e progresso, se não nos deixarmos desanimar pelo pessimismo, pelo desânimo, e pela pilha de assuntos pendentes, coisas do passado, coisas não terminadas e mais coisas aparecendo para fazer.

Alguns assuntos do passado vêm à tona incomodar, e é o momento de resolver isso.
Devolver para baixo do tapete não combina com a energia virginiana.

Aqui o importante é ser útil.
Principalmente para você mesmo. Mas para os outros também.

É tempo de criticar e discriminar, mas no bom sentido: descobrir o defeito, não para expor o defeito, mas para consertar, fazer funcionar.

O Ascendente Sagitário pede uma direção bem definida.
Portanto, organize suas prioridades e seja fiel à elas.

A comunicação e a organização da vida estão bem mais fáceis com Mercúrio domiciliado em Virgem e exaltado na casa 11.
É bom aproveitar isso, já que nos últimos tempos a tendência vinha sendo caótica.

Os políticos provavelmente continuarão brigando bastante, em plena campanha, e nós, pobres mortais, trabalhando muito.

A vida social está bem estimulada, estimulando os encontros com amigos, passeios, saídas e romances.
Bom humor, boa disposição e vontade de se divertir um pouco ajudam a tornar a vida mais bela.

Mas como nem tudo são rosas, Netuno se opondo à lunação pede pé no chão e moderação, já que traz uma tendência ao devaneio, sonhar acordado, auto ilusão.

Continuamos sem planetas no elemento Ar, mas dessa vez isso é compensado pela força de Mercúrio domiciliado por signo e exaltado por casa, que ajuda a ficar mais centrado.

As casa 4 e 12 ativadas por Netuno, Marte e Saturno, agitam o íntimo. Através do incômodo e do desassossego buscamos espiritualidade, buscamos respostas, buscamos nossas raízes e lembramos que a vida não é só física, que temos corpo e espírito e precisamos cuidar dos dois e curtir os dois.

Os problemas aqui são os exageros de todos os tipos, o desafio à autoridade e às leis ou regras, a dificuldade de limites, delírios e devaneios.

Problemas e confusões em presídios e hospitais.

O trânsito está melhor, mas ainda parece que tem tendência aos acidentes, com veículos grandes, carro, ônibus ou aviões.

astrometeorologia: na maior parte do tempo quente e úmido, mas com dias temperados também. Tempestades com vento e chuvas fortes.
02/09, terça-feira, 8:11h : LUA CRESCENTE
Sol a 9°55' Virgem na casa 12 e Lua a 9°55' Sagitário na casa 2
Ascendente 11° Libra e Meio do Céu a 7° Câncer
"A velha Feiticeira espera pela volta de seu aprendiz, que partiu em viagem longa com o Rei. A Rainha assume o Reino com grandes festas e convidados internacionais."
Sol na casa 12 e Lua na 2 mostra o momento de fortalecer nosso interior (casa 12).
Os dias corridos e cheios de tarefas e pequenos obstáculos tendem a estressar, deixar as pessoas impacientes e apressadas.

Tarefas acumuladas e agenda cheia.. não adianta querer fazer tudo, precisamos ter prioridades bem claras, e de alguns momentos para simplesmente descansar, relaxar.

Lembrando sempre que o início do ciclo de lunação é na Lua Nova, no caso a Lua Nova de 25/08 a 2°Virgem, nosso momento anual de purificação e limpeza, tempo de consertar tudo o que puder na vida, descobrir o defeito para "desempacar". Com Sol e Lua na 10ª casa o ciclo todo vai se referir à vida pública, muitas atividades e notícias do governo (estamos em plena campanha eleitoral), e coisas referentes à vida profissional e familiar.
Ao mesmo tempo, a 10ª Casa pode ser também alguma espécie de "colheita" dos nossos últimos esforços.

Então, Lua Crescente é tempo de enfrentar os primeiros obstáculos e fazer nossas idéias e planos prosperarem.
O principal desafio nessa fase é selecionar prioridades.
A tendência é que surjam muitas oportunidades e/ou caminhos diferentes e, ao querer abraçar todos, perder o foco, desviar das metas, acabar perdendo tempo, se atrasando.
Mas, se isso realmente acontecer, sempre podemos retomar, rever as prioridades e retomar nossos objetivos.
Afinal, o planeta não dá nenhuma "paradinha" se algum de nós bater o ponto atrasado.

A ansiedade desse momento se reflete também em gastar dinheiro ou recursos além do que se possui, seja pela pressa de não perder alguma oportunidade, ou pela crença (pensamento mágico) que se vai "dar um jeito depois", ou pela ilusão de que fazendo 500 prestações para pagar no futuro você não tenha nenhum imprevisto financeiro e que todo o ambiente externo a você se comporte como você imaginou (sem imprevisto nenhum, se possível com um aumento considerável na sua renda, enfim, você no controle, e não Saturno, Chronus, os deuses, enfim, a Vida e a Natureza).
Crise financeira, empréstimo para cobrir empréstimo, podem ser esperados aqui.

Mas você e eu, inocentes mas inteligentes mortais, certamente não cairemos nessa armadilha e manteremos o controle sobre nós e nossas posses, não esperando dos deuses aquilo que podemos fazer por nós mesmos.
Traduzindo: para quem está organizado e não mistura dinheiro com emoções, isso pode se manifestar apenas como um pequeno atraso nas ambições maiores, exigindo um pouco de paciência, mas não negando alguma grande aquisição que tem sido bem planejada.

Quanto à vida política (não consigo confiar neles..) sinto cheiro de escândalo financeiro, alta de impostos, taxas, estouro nos seus balanços financeiros, com abalo considerável na popularidade mas, mesmo com várias classes de trabalhadores insatisfeitos com seus salários e o custo de vida, nossos políticos passarão uma mensagem de otimismo, conquistas e avanços, deixando no esquecimento e "por baixo do tapete" os buracos financeiros (Lua regente do Meio do Céu conj. casa 3 participando do Grande Trígono com Júpter/casa 11 e Urano/casa7 que regem as casas 3 e 5).

Voltando ao ponto baixo da cadeia alimentar, no sopé do Olimpo, Plutão retrógrado em Capricórnio na cúspide da casa 4, representa o povo passando por grande aflições, necessidades ou perdas, dependendo de assistência social (sêxtil com Netuno da 6ª Casa e trígono com o Sol da 12ª Casa).

Há possibilidade de acidentes causados por fenômenos naturais tipo terremotos, vendavais ou enchentes, inadimplência crescendo, falta de recursos, fome, miséria, sensação de abandono e esquecimento por parte do governo (quincuce com Júpter, sesquiquadrado com Vênus, quadrado com Urano, oposição com o Meio do Céu e quadrado com o Ascendente, Plutão governando a 2ª Casa).

Saturno governa a casa que representa o povo, onde está Plutão e, em Recepção Mútua com este, está em conjunção com Marte, quadratura separativa de Vênus, sesquiquadratura separativa com o Meio do Céu e quadratura com Lilith, o que, na minha interpretação, só confirma a carência de recursos financeiros, atrasos de pagamentos, baixos rendimentos ou acúmulo de financiamentos, podendo chegar até ao bloqueio de bens ou entraves burocráticos demorados para receber indenizações, heranças ou recursos financeiros para ajudar comunidades carentes.

A maioria dos planetas à leste mostra a necessidade de ser independente e contar mais consigo do que com a sorte ou o apoio externo. Esse apoio até pode vir, mas como consequência de esforços pessoais tanto no trabalho como na boa apresentação e maneira elegante de se apresentar, negociar e motivar os outros.

Essa Lua Crescente não está estimulando muito a vida social. Embora não nos leve para uma caverna, volta as energias para dentro (casas 4 e 12 muito fortes) tanto no sentido de auto análise, questionamentos íntimos e insights, como no sentido de formar uma base firme contra as intempéries e imprevistos.

A organização e a eficiência pessoal serão fundamentais para não ficar perdido no emaranhado de estímulos diferentes e conflitantes.

E embora a vida social não seja o máximo aqui, os relacionamentos de todos os tipos estão bastante estimulados pois há uma grande necessidade de manifestar seus pensamentos, bem como a necessidade de companhia e estímulo mental.

Afetivo e emocional intenso, os amores e romances estão mais para possessividade e necessidade de "provas" de amor. Cuidado com atitudes impulsivas, pois a empolgação da grande quantidade de Fogo e Água não permite uma percepção muito clara das situações (Mercúrio em Libra analítico, mas na casa 12, perdido em sonhos).

Evite "julgar" situações. Procure observar muito bem antes de chegar a conclusões rápidas que lhe façam ter atitudes as quais poderá se arrepender e precisar corrigir mais tarde.

astrometeorologia: contrastes de calor e frio, com tendência ao calor. Chuva, ar úmido, muita umidade. Pouco vento, mas pode acontecer tempestade destrutiva com rajadas e muita água.
08/09, segunda-feira, 22:38h : LUA CHEIA
Sol a 16° Virgem na casa 4/5 e Lua a 16° Peixes na casa 10/11
Ascendente 14° Touro e Meio do Céu a 11° Aquário
"A Velha Feiticeira protege as fronteiras do Reino, após ser avisada pelo corvo do seu Aprendiz sobre planos maldosos de Magos inimigos."
13/09, sábado, 18:57h : MARTE em SAGITÁRIO

O auge do ciclo iniciado em 25/08, quando confrontamos o que planejamos com aquilo que conseguimos realizar.
A perfeição bem clara de onde falhamos, ou falharam conosco (Mercúrio em Libra na casa 5) pode levar a um transbordar de pensamentos inconscientes ou paranóicos, rebeldes e inconformados (Mercúrio participa do Quadrado em T com Urano e Plutão).

Mercúrio, em Recepção Mútua com Vênus, faz com que esses dois planetas participem da Quadratura em T e da oposição com Netuno em Peixes, o que contribui para reações e decisões emocionais, rápidas e impulsivas.
Nos apaixonamos, casamos e nos divorciamos em segundos, e, nesses poucos segundos, palavras e críticas duras que saíram de nossas bocas não podem mais ser retiradas do ar que se propagaram.

Por isso, é bom ir com muita calma.
Se não puder curtir a Natureza, enfie as unhas no vaso de violetas, banhe os pés com sal grosso, tome banho com pétalas.. use a imaginação.
Sol em Terra e Lua em Água mostram os elementos principais que nos devolvem as energias nesse momento.
Plantas, sejam flores, grama, árvores, ervas ou raízes nos devolvem o chão e podem ser ótimos auxiliares para aquela paradinha básica antes da consumação das maiores bobagens.

Traduzindo: a grande quantidade de aspectos harmônicos e desafiantes envolvendo 3 quadrantes e planetas pessoais, com pouco elemento Ar, nos deixa pouco lógicos e menos sensatos.

Isso até é bom para se soltar, sonhar, curtir atividades prazerosas, mas para uma rotina agitada, cheia de compromissos, cobranças e pouco tempo para realizar tudo com perfeição, se torna altamente estressante
e, tal qual a velha panela de pressão, leva a explodir onde encontrar menor resistência (no ser mais fraco ou indefeso que estiver por perto - o ponto que fecharia o Quadrado em T num Quadrado em Cruz está próximo a 10° Câncer, cujo grau simbólico é "Sob uma chuva forte e mar tempestuoso, se vê no litoral um navio naufragado, enquanto que no mar um outro barco parece desamparado", e o grau sabeu para 11° de Câncer é "Uma chinesa cuidando de um bebê, cuja aura revela ser ele a reencarnação de um Grande Mestre").

Portanto, as palavras faladas e escritas deveriam ser mais vigiadas nesses tempos.

Enquanto buscamos um estado ideal de perfeição (Vênus em Virgem com oposição de Netuno em Peixes) corremos o risco de perder o momento presente da maneira que é (Vênus em Virgem) fugindo para a Terra do Nunca (Netuno em Peixes) através de drogas, remédios, bebidas, filmes, sonhos, delírios, uma imaginação solta comandando a vida).

Mercúrio e Vênus assim desafiados e em Recepção Mútua contribuem com um pensamento preocupado, detalhista, pessimista, amedrontado e paranoico).
É hora de jogar luz sobre seus medos, e não de ser comandado por eles!

Saturno em Escorpião dá assistência ao Sol e à Lua indicando o caminho do bom senso em águas turbulentas: não ter medo de encarar a si mesmo, manter a tranquilidade, desapegar, fluir, praticar o perdão (veja mais no texto Saturno em Escorpião).

Estamos sensíveis, seremos muito cobrados, o inconsciente despeja seus medos e fantasmas nos nossos neurônios enquanto a Agenda lotada de horários e tarefas não nos permite mais tempo para nós mesmos.

E ainda respinga em nós, pobres mortais, a lama da guerra de boatos, denúncias verdadeiras e falsas, e milhões de promessas, gerada pela disputa eleitoral de "altíssimo nível" em nosso país.

Os quadrantes em signos fixos mostram poucas coisas novas, a tendência é mais para concluir coisas inacabadas, ir até o fim nos objetivos e esforços.

Estão favorecidas as atividades relacionadas às curas físicas, emocionais, espirituais.
Junto com nossos fantasmas, estão a descoberto nossos melhores e maiores talentos, o psiquismo despeja tesouros que esperam ser despertados e utilizados na vida prática.

Enquanto o duelo dos deuses segue atrás de mais cabeças, o Sol (participando de Grande Trígono e Retângulo Místico) e a Lua (participando de pequeno Trígono e Retângulo Místico) sugerem a possibilidade de transcendência de condições difíceis através de insights combinados com esforço físico, visando, principalmente ser útil, ecológico e curador.

A vida social está um pouco mais estimulada, favorecendo os encontros afetivos e debates intelectuais, estudos e trabalhos em grupo, reuniões informais e festas, de preferência em locais próximos, pois não favorece viagens longas.

Politicamente confuso, o governo parece dividido e rachado internamente, com muitos opositores externos e internos.
Por outro lado, a oposição parece sem rumo, oscilando entre os exageros e as ilusões.
As notícias chegam recheadas de escândalos novos, ligados a finanças e leis, não poupando ninguém.
Mas as notícias chegam a nós, pobres mortais, despedaçadas, desvirtuadas e raivosas, quando Mercúrio em Libra pede imparcialidade, coisa difícil no momento.

Se isso servir de consolo para alguém, a grande briga entre Urano e Plutão está servindo para desestabilizar tudo aquilo que estava há muito tempo parado e apodrecido, não poupará ninguém e será implacável na faxina.
Tanto as verdades como as mentiras aparecerão durante e após essa difícil quadratura, que ainda vai exata até 2015.

Para lidar com esses tempos difíceis e exigentes, precisamos de muita maturidade.
Precisamos discernir bem o "tempo de plantar.. tempo de colher.. tempo de lutar.. tempo de fazer as pazes.."
Maturidade pressupõe sabedoria, coisa que é a experiência quem nos dá, e não os deuses. Eles podem torcer por nós, como seus filhos no colégio aprendendo as lições de boa convivência, tolerância, honestidade, enfim, valores éticos que ajudam as pessoas e o planeta a degustar o prazer de viver aqui.

Urano em Áries exige mais liberdade, enquanto Plutão em Capricórnio lhe cobra mais responsabilidade.
A conjunção recente dos dispositores dessa briga (Saturno e Marte) se deu em Escorpião, sinalizando para a persistência e a profundidade, além da justa partilha de recursos, a importância de uma vida emocional equilibrada e saudável, o confronto com os medos e fantasmas, o uso prático dos talentos e dons, e, principalmente, a maior eficiência em sair das crises.
Conforme descrito no texto "Saturno em Escorpião" estamos sendo desafiados a confiar em nós mesmos de tal maneira que não tenhamos medo de mostrar amor e sensibilidade; a confiar tanto em nós mesmos que a falta de dinheiro não nos assuste, pois teremos a certeza que nós mesmos iremos buscar o que está faltando; desafiados a compartilhar amor, dinheiro e outras coisas de maneira equilibrada e justa, a fim de que possamos contar conosco e com as outras pessoas para a sobrevivência de todos. E me refiro à sobrevivência física, emocional, mental..

astrometeorologia: instável e quente. Chuvas frias. Possibilidade de ventos muito fortes. Dias quentes e noites frias. Grandes contrastes.
15/09, segunda-feira, 23:04h : LUA MINGUANTE
Sol a 23° Virgem na casa 4 e Lua a 23° Gêmeos na casa 1 conj.2
Júpter, Leão e Aquário interceptados
"Após uma acirrada guerra de feitiços, os Magos todos em silêncio, pedem desculpas à Rainha, que lhes mostra e cobra os prejuízos causados. Até aquele momento, nenhum deles sabia que a Rainha também era Iniciada e poderosa."
Fechando o ciclo iniciado em 25/08, a Lua Minguante já olha para o futuro.
É tempo de dar os últimos retoques e começar a pensar em novas conquistas.

O mapa espalhado, com os planetas bem distribuídos, nos chama novamente em várias direções.

Mercúrio se despedindo de seus desafios, segue em Libra buscando clareza, justiça, harmonia e paz.
Ainda em Recepção Mútua com Vênus, está, mais do que antes, favorecendo uma real percepção das situações e de si mesmo, estimulando de maneira muito benéfica os acordos, esclarecimentos, comunicações, negociações, os estudos e a diplomacia.

É um bom momento para juntar os cacos, se for o caso, e ainda salvar a situação.

No caso de não haver cacos, está ótimo para lançar um olhar carinhoso e tranquilo para o futuro, e com toda a calma e paciência, planejar novas metas.

Revisões financeiras, reorganização de prioridades, vontade de ter tudo no seu devido lugar e funcionando bem são possibilidades aqui.

Afetivamente, mesmo estando mais abertos, procuramos por vínculos mais íntimos, amizades já consolidadas e apoio mútuo em detrimento de aventuras e novidades.

Acordos muito importantes devem ser conquistados aqui.
Na vida pessoal, isso significa fazer as pazes, tolerar pequenas diferenças e buscar afinidades e apoio mútuo.
A nível mundial e impessoal, significam tréguas e acordos de paz que correm o risco de serem quebrados e causar com isso a interferência de uma terceira força, ou mediador, que, ao invés de pedir, fará exigências.

Politicamente, por aqui, o marketing e as propagandas estão mais bonitos do que os debates e as notícias.
A tendência é que os candidatos continuem falando nada com coisa nenhuma, enquanto os mais denunciados se coloquem em alguma posição distante e paradisíaca da ilha da Fantasia, e as pessoas que costumam acompanhar o noticiário político somente durante as eleições fiquem bastante confusas e indecisas, não conseguindo compreender racionalmente a fala da maioria, esperando algum fato extraordinário para formar opinião.
Provavelmente enquanto votar for algo obrigatório na democracia Brasil, muitos escolherão seus candidatos pela foto do panfleto, jogando os dados da sorte, ou tentando alguma espécie de vantagem, o que equivale à mesma corrupção em grande escala que tanto reclamam.

A nós, pobres mortais, ainda resta aproveitar os últimos graus do Sol em Virgem para curar e consertar nossas vidas, da melhor maneira que nos for possível.

astrometeorologia: grandes contrastes de calor e frio. Chuva. Ventanias e tempestades. Noites frias. Dias nublados, quentes, abafados.

22/09 : SOL em LIBRA, segunda-feira, 23:29h
equinócio de PRIMAVERA no hemisfério Sul

24/09, terça-feira, 3:13h : LUA NOVA
Sol e Lua a 1°07' Libra na casa 2
Ascendente 0°55' Leão e Meio do Céu a 17°43' Touro
"Os Sacerdotes do Fogo se preparam para uma conferência no Reino do Ar, cujo endereço ainda é secreto."
Início do ciclo de lunação, a Lua Nova em Libra marca o reinício da vida social, o equinócio de Primavera no hemisfério Sul, e exige tomar decisões.
Em Libra, fazemos a transição do inconsciente para o consciente, do pessoal para o social.
Pressupõe que estejamos, para isso, organizados, limpos, curados e eficientes.

Em Libra, tomaremos a decisão, como fazemos a cada ano que o Sol por aqui passa, de seguir para o futuro, em direção a Escorpião e enfrentar as crises, ou de voltar para o passado, continuar em Virgem nos aperfeiçoando indefinidamente (dessa forma nunca estaremos prontos para nada).

Além disso, em contato maior com a dualidade da vida, é a oportunidade para aprender (ou para reforçar) a ideia de PASSAR ENTRE AS DUAS LINHAS DE FORÇA (pensamento semente de Libra) ou ficar eternamente oscilando entre dois extremos (sua oitava inferior, em desenvolvimento).

A busca pelo equilíbrio perfeito e harmonia, energia de Libra, não permite descanso. O equilíbrio não é estático, precisa se readaptar constantemente.
O equilíbrio não é um fim, um objetivo, mas um meio de prosseguir o movimento em direção ao futuro. Como se estivéssemos ensaiando para nos manter harmonizados durante os inevitáveis confrontos de Escorpião.

Unindo a Vontade e a Sensibilidade, seguimos aprendendo mais um pouco durante o Mês de Libra (mais, no texto Mês de Libra).

A lunação é regida por Vênus e Mercúrio, acontece na casa 2, com Ascendente Leão, regido pelo Sol.

O movimento é de buscar estabilidade, segurança e progresso.

As atenções se voltam para a sobrevivência, as possibilidades de crescimento, a saúde, a organização e a partilha justa dos recursos disponíveis.

Os planetas no hemisfério noturno mostram subjetividade, sensibilidade, desenvolvimento oculto e lento dos potenciais do ciclo, vida interior mais do que vida social.

Apesar do mapa do equinócio mostrar muitas mudanças e novidades, parece que elas virão aos poucos, e não exatamente nesse momento.
A Natureza desperta enquanto a maioria das pessoas ainda prefere o aconchego e a proteção de um colo.
Estamos mais preocupados com nossas histórias individuais do que com a vida lá fora.
Talvez porque as finanças caminham devagar, porque já cansamos de instabilidade, ou ainda porque precisamos reunir mais forças para prosseguir.

Saturno cravado no Fundo do Céu mostra que os maiores testes dessa lunação estão relacionados com a estabilidade, a capacidade de criar raízes, se sentir seguro interiormente e ser disciplinado.
Valoriza nesse momento os relacionamentos mais íntimos e conhecidos do que as aventuras românticas, sendo exigência para o prazer e a entrega, antes a certeza de lealdade e honestidade.

Mas Saturno aí também balança as estruturas emocionais, acentua o medo, a desconfiança, a avareza (necessidade de acumular para se sentir seguro, seja dinheiro, amor, ou qualquer outra coisa).

Não estamos prá brincadeira.
Júpter desafiando Saturno por quadratura minguante na etapa final do ciclo desses dois, desafia a rir das nossas desconfianças, ousar por cima do medo e desafiar autoridade, leis, hierarquias, pedir explicações detalhadas das regras.
Saturno, por sua vez, luta para não se corromper com as tentações leoninas de Júpter e colocar um limite em tudo o que for exagero.

Marte em Sagitário caminha para o Grande Trígono em Fogo com Júpter e Urano, que formará no dia das eleições, em outubro, a ser analisado mais adiante (se der tempo).

Nesse momento, o governo parece reconquistar posições perdidas enquanto a oposição se divide em duas: uma parte ainda anda em círculos mas está encontrando um rumo e outra parte contesta com mais agressividade e freia o avanço governista.
Mas o sêxtil de Vênus com Saturno (que está em Recepção Mútua com Plutão) me sugere que uma parte do governo está unida com uma parte da oposição.
Haja neurônios!

Os escândalos do momento poderão envolver o Poder Judiciário e instituições religiosas, e ainda não estão descartadas greves no serviço público e protestos.

O trânsito parece difícil e empacado (como sempre), e os acidentes envolvem veículos maiores ou viagens mais longas.

As comunicações melhoram um pouco.

Possibilidade também de notícias científicas internacionais importantes e impactantes, talvez envolvendo tecnologias novas, comunicação, transportes ou energia.

O cotidiano parece pesado, arrastado e difícil (Plutão na casa 6, desafiando e desafiado).
Problemas possíveis: muitos problemas com a saúde pública, que podem ser tanto a péssima qualidade dos serviços, escândalos ou ainda epidemias, contaminações ou produtos alimentícios ou remédios adulterados), funcionários ou assessores burocráticos do alto escalão envolvidos em mais escândalos, greves e protestos de funcionários públicos, crimes, problemas com fiscais, policiais, bombeiros ou militares.

E com tudo isso, a esperança por dias melhores ainda se faz presente (Júpter em trígono com Urano) enquanto avançamos assim mesmo de olho no futuro (Marte em Sagitário enviando sêxtil à lunação) e buscamos criar oportunidades e progredir porque ao invés de dizer que "enquanto há vida, há esperança", dizendo que "enquanto há esperança, há vida".

astrometeorologia: chuva, vento e frio. Mais chuvas à noite e entardecer, possibilidade de alagamentos e enchentes.
Namastê.