...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

eclipse penumbral da lua em 18 outubro, 2013

" Não chore. Voe."
(Crônicas de Gelo e Fogo/A Guerra dos Tronos/Bran, George R.R.Martin)

O eclipse acontece na Lua Cheia do dia 18/10, sexta-feira, 20:37'41"h (em Porto Alegre).
Sol a 25°45' Libra na casa 5/6 e Lua a 25°45' Áries na casa 11/12.
Ascendendo 22°13' Touro e Meio do Céu a 28°41' Aquário.

O fenômeno do eclipse inicia às 18:53h e termina às 22:53h, com seu auge previsto para 20:50h.

Será visível na Europa, Oeste da Ásia, África, Leste da América do Norte e Leste da América do Sul, na maior parte do Brasil.
Eclipse penumbral é feito de poucos "efeitos especiais" (como o eclipse total), escurecendo a Lua apenas em parte, e será sucedido por um eclipse total do Sol no dia 03/11/2013, que não será totalmente visível no Brasil.
O próximo eclipse da Lua acontecerá em 2014, em abril, dia 15.
A parte em branco da figura mostra onde o eclipse será visível.

O efeito desse eclipse é de, no máximo, 4 meses.


Sol no Nodo Norte e Lua no Nodo Sul: o Sol está mais forte.

Eclipses da Lua ocultam o passado, a sensibilidade, a memória e a intuição, e levam as atenções para o futuro e para a razão.

O eixo de Áries/Libra é o Eu/Você, o Individual/Social.

Nesse caso o Você/Social prevalecendo sobre o Eu/Individual.
A razão sobre a emoção.
O futuro sobre o passado.
A lógica sobre a intuição.

Primeiro, o momento pode ser muito bem aproveitado para melhorar todos os relacionamentos, seja para unir, seja para romper.

Essa Lua Cheia eclipsada nos puxará a atenção para o futuro, para a vida prática, a aparência externa, as realizações práticas e o comportamento social elegante, reprimindo as emoções, a sensibilidade e as necessidades individuais.

Sol e Lua participam de um quadrado em T separativo, cuja ponta é Júpter em Câncer.
As sensibilidades à flor da pele contrastam com os exageros pessoais e a frieza em relação às consequências emocionais no outro.
A tendência é de ter muita gente magoada, enraivecida e com dificuldade em digerir os "sapos" que serão engolidos.

A sensação é de "posso tudo se estiver bem apoiado".

Certamente os apoios e o diálogo serão fundamentais nesses dias, mas em novembro teremos o eclipse do Sol, quando as emoções represadas ou machucadas aqui, serão soltas.

Portanto, aproveite a tendência de focar no futuro para pensar nas consequências (futuras) de seu comportamento e palavras sobre os outros.

Os tantos aspectos de facilidade e oportunidade dão a impressão de que as portas se abrem suavemente aos nossos desejos, melhoram o humor., estimulam as festas e as diversões e fazem imaginar que o dinheiro não tem fim.

Se, por um lado, esse bom astral ajuda e solucionar problemas com mais criatividade e torna a vida mais leve, também contribui para alienar o Ser da situação total, concentrando-o na parte mais fácil da sua vida.

O Sol forte, e ocultando a Lua, nos enche de energias e alegrias, leva a atenção para o futuro e sacode a poeira sem se deter em melindres.
Fica com a sensação de que está tudo muito claro e lógico.

Mas Netuno, o Sonhador, se opõe a Marte no Fundo do Céu.
Sonha de cima prá baixo, confunde nossas ações enquanto curtimos a delícia do momento (trígono com o Sol).

O elemento Água predomina.
É um eclipse "encharcado" de emoções.
Ironicamente, a Lua eclipsada, nossa parte mais sensível obscurecida, em Áries, se traduz como a dificuldade em perceber nossas reais necessidades (que, em Áries, gritam por satisfação!).
Com as emoções à flor da pele e a inconsciência das necessidades emocionais, o resultado é um flutuar instável e inseguro entre amores, ódios, impulsos que não compreendemos, confundindo sensações com sentimentos.

Embora o momento continue tenso e desafiador - com Plutão (deus dos Infernos) e Urano (deus do Antigo Céu) a se engalfinharem numa luta que ainda vai até 2015, e Marte (o deus da Guerra) tentando fazer frente à oposição de Netuno (o Sonhador) -  o Guerreiro luta contra o que não vê claramente, em forte desvantagem.
Mas ainda assim é um momento muito aproveitável - se não cairmos na armadilha da ilusão.

Um mapa cheio de facilidades traz sorte, prosperidade e bem estar.
Contato que não fiquemos parados, esperando.

O estímulo para a ação é justamente a presença dos contratempos e obstáculos.
"Tudo o que está em repouso tende a permanecer em repouso".
E, "a menos que uma força de igual intensidade se oponha", a tendência é de se acomodar nos períodos tranquilos, e nada conquistar.

Embora eu não seja da opinião que devamos permanecer o tempo todo lutando, trabalhando e nos estressando,
embora eu pense que o repouso, o equilíbrio e a diversão são imprescindíveis,
penso que nesse momento as facilidades podem encobrir problemas importantes, caso usemos esses dias apenas para aproveitar e curtir o momento.

Prefiro um mapa com facilidades do que um mapa muito tenso.

Mas a armadilha daqui é a ilusão de que não há problema nenhum, e que as sensibilidades magoadas não trarão consequência nenhuma.

Marte presta assistência ao eclipse, com trígono à Lua e sêxtil ao Sol, aplicativos.
Em Virgem, no Fundo do Céu, a mensagem do Guerreiro é a de continuar seu trabalho e nunca descuidar dos detalhes.

Dessa forma, a aparente insignificância da sensibilidade alheia passa a ser um detalhe importante, e não necessitamos cair na armadilha de nos iludir, pensando que tudo é inconsequência.

Claro, isso se conseguirmos acessar o Guerreiro, se lhe salvarmos do afogamento no mar dos Sonhos netunianos, ou seja: trabalhar e realizar apesar dos temores, sensações estranhas ou incompreensíveis, não se perder num emaranhado de detalhes, não desprezar os detalhes, nao se auto sabotar, não se sobrecarregar tanto que no fim não consigamos levar nada nem até a metade.

O Ascendente Touro, que busca conforto, prazer, segurança e prefere o que é tradicional, está regido por Vênus em Sagitário, que busca novidade, aventura, conhecimento e diversão. O foco está dividido, e fica difícil de traçar objetivos.

O Meio do Céu em Aquário, que busca progresso, fraternidade e justiça social, é focado no futuro, e não tem medo de romper padrões, está regido por Urano e Saturno.
Urano, em Áries, concordando com o Meio do Céu, se atreve, vai à luta.
Saturno, em Escorpião, mostra os medos, e exige que, antes de avançar, estejamos em ótimo relacionamento interno conosco mesmos e livres de bloqueios emocionais.
Os dois em signos de Marte indicam que, apesar de um pouco lentas, devem acontecer mudanças importantes.

As casas de Água estão cheias de presenças importantes (Lua, conjunção de Júpter, Marte e Plutão) indicando que a vida interior estará agitadíssima.

O inconsciente e o subconsciente derramam suas mensagens generosamente sobre nossas cabeças – mas será que lhes daremos atenção? (afinal, o eclipse nos leva para o futuro)

O período favorece todas as atividades abstratas, a espiritualidade, esoterismo, magia, oráculos, parapsicologia, sonhos, telepatia, paranormalidade, enfim, toda essa área.

Mas como toda moeda tem o seu reverso, também estimula o consumo de drogas, o descontrole, o alcoolismo, as paranóias, neuras, compulsões, reações inconscientes.

Isso vai depender tanto do livre arbítrio (parar para refletir) quanto do nível de desenvolvimento pessoal de cada um.

Mercúrio em Escorpião aprofunda os pensamentos e percepções, mas também tem desconfiança, rancor, calculismo.
O trígono com Júpter em Câncer abre a intuição e a mente, principalmente para quem optar por tirar sua atenção do passado, de eventuais mágoas e ódios.
Também favorece os estudos e a pesquisa profunda, as descobertas de causas, defeitos, talentos e tesouros.

Para quem conhece seu mapa astral de nascimento, vale lembrar que a área tocada pelo eclipse é aquela que reflete seu significado em sua vida.

A Lua eclipsada a 25° Áries, caindo na sua

CASA 1: Necessidade de autoconsciência, vontade de mudar aparência ou comportameno para agradar alguém, ilusão de que a aparência lhe trará mais progresso do que o conteúdo.
Problemas de comportamento, dificuldade em se assumir, se posicionar. Submissão.

CASA 2: Teste de valores. Deixe decisões financeiras para daqui a alguns meses. Exageros sensuais. Tendência ao isolamento, fugas de alguma realidade incômoda através de drogas ou da imaginação.
Problemas financeiros, insegurança. Descobrir o que é realmente importante para você e contar consigo próprio. Organizar sua vida financeira.

CASA 3: Comunicação confusa, necessidade de refletir antes de falar e de tirar conclusões. O raciocínio lógico misturado com memórias e a impressão de ser o portador da verdade pode custar algumas correções e pedidos de desculpas mais tarde. Mesmo assim, os estudos estão estimulados.
Problemas com carro, celular, computador, transporte.

CASA 4: Dificuldade de conectar consigo mesmo e perceber suas reais necessidades. Priorizando trabalho e vida social e desprezando a intimidade, família e amigos antigos.
Problemas domésticos, com o local que mora, a família ou pessoas íntimas.

CASA 5: Exageros em atividades sociais, tendência a se despersonalizar em função daquilo que a sociedade ou algum grupo específico espera de você.
Dificuldade em se divertir e relaxar, problemas com filhos ou crianças.
Romance instável. Aposte mais em você, use sua criatividade na sua própria vida.

CASA 6: Rotina desorganizada, descuido com a saúde, desprezo pelas tarefas maçantes e obrigações cotidianas, cansaço, indisciplina. Tendência a se refugiar em sonhos e realizar pouco.
Problemas com consertos, organização prática da vida, burocracia ou com colegas de trabalho. Precisa cuidar mais da saúde.

CASA 7: Tendência a gastar muito com aparência, quer mudar visual, mudar a vida toda em poucos dias, pouca paciência com as outras pessoas.
Problemas de relacionamento, dificuldade em dialogar e perceber a necessidade da outra pessoa, pensando mais em si mesmo.

CASA 8: Impressão de que o dinheiro não termina nunca, que o crédito é ilimitado, que você pode comprar tudo. Tendência ao ciúme, gula, exageros, busca exagerada por sensações.
Problemas sexuais, dificuldade em resolver problemas. Necessidade de repensar a vida e descobrir o que realmente é importante para você, enfrentar os fantasmas do passado e seus medos. Morte e renascimentos. Desapegar.

CASA 9: Superficialidade, dificuldade de estabelecer ou seguir seus próprios objetivos. Tendência a não terminar nada. Desperdício, tagarelice.
Problemas com viagens, questionamento de suas crenças, ideiais e ambições pessoais.
Precisa mudar a rotina, seguir novas direções, explorar algo novo.

CASA 10: Tendência a fugir do mundo, buscar um porto seguro, medo de conseguir aquilo que desejou. Dificuldade em exercer seu papel no mundo, seja profissional, social ou familiar (caso não trabalhe).
Problemas no trabalho, na sua principal atividade do momento. Necessita lembrar seus objetivos e persistir, ter paciência com autoridades, hierarquias e pessoas mais velhas. Não fuja da vida. Assuma suas responsabilidades.

CASA 11: Tendência a exagerar nas festas, diversões e prazeres. Comportamento infantil e egocêntrico. Indisciplinado, faz suas próprias regras. Convivência difícil.
Problemas de relacionamento com grupos, sejam eles de trabalho ou grupos sociais. Precisa se integrar e se sentir pertencendo a algum grupo e assumir responsabilidades coletivas, não pensando somente em si mesmo.

CASA 12: Fuga para o trabalho. Sobrecarregado de tarefas e responsabilidades. Perfeccionismo, nada está bom. Preocupações com trabalho, saúde, stress. Cansado de tantas obrigações, se sente escravo mas não consegue parar.
Problemas se resolvem mais facilmente quando se abre para a espiritualidade ou a vida interior (caso não creia em nada).
Permita-se alguns momentos de férias e relaxamento durante alguns momentos do dia.
Permita-se rir mais ou chorar, se estiver precisando.
Não procure explicações para tudo, a humanidade ainda conhece muito pouco de si mesma, do universo e da vida.

Para complementar, copio parte do texto do mês de outubro/2013, correspondente à Lua Cheia:

18/10, sexta-feira, 20:37'h : LUA CHEIA.
ECLIPSE PENUMBRAL DA LUA.
Sol a 25°45' Libra na casa 5 conj. 6 e Lua a 25°45' Áries na casa 11 conj.12.
Ascendendo 22°13' Touro e Meio do Céu a 28°42' Aquário.
"A Rainha, sorridente, contempla escondida a felicidade do povo enquanto o Rei assina acordos de paz. Ela recebeu um recado do mundo superior, mas o Rei não lhe deu importância."

20/10, domingo, 00:00h: início do horário de verão por aqui (odeio!)

21/10, segunda-feira, 7:28':37" : MERCÚRIO RETRÓGRADO a 18°23'39" Escorpião (até 10/11)

Lua Cheia, o auge do ciclo, quando tudo fica muito claro, acontece no eixo do Encontro (Aries/Libra = eu/você).
Nesse caso, o Você encontrando o Eu.
O Eu Social (Libra) negociando com o Eu Individual (Áries).

Impulsiva e idealista, a energia dessa lua cheia estimula o romance e a sensualidade.
Mas os exageros emocionais também.

Difícil discriminar e raciocinar logicamente quando a imaginação corre solta e toma as rédeas.

Voltados para o futuro, a tendência é ir atropelando sensibilidades.

As sensações falam mais alto que os sentimentos, e as impressões que colhemos ficam parciais.
Junte a isso a certeza de estar fazendo o melhor, e o resultado é a possibilidade de revisões, correções e consertos no futuro.

Mas a sensação de alegria e otimismo é muito boa.
Há tensões, mas elas devem acabar com uma bela pizza, ao som de risadas e música.

O Ascendente é Touro, que quer segurança, conforto, praticidade, e tem os pés no chão. Mas não estamos muito práticos, embora tenhamos certeza que sim, estamos intuitivos e visionários.

Está muito bom para atividades abstratas, mas não lógicas.
Espiritualidade, ocultismo, magia, parapsicologia e afins estão em alta.

O inconsciente, o subconsciente, o interior estarão super ativos, mas o eclipse da Lua traz uma tendência de desprezar isso e correr aceleradamente para o futuro (o ano já está quase no fim!).

É um momento bom para suavizar rivalidades e fazer as pazes.

Mas, principalmente a partir de Mercúrio retrógrado (entre 21/10 e 10/11) redobre a atenção com burocracia, detalhes, papéis, trânsito, comunicações, e tudo o que você assina.
Não é bom para iniciar ou decidir coisas, pois a tendência é que elas sofram modificações e tenham que ser consertadas depois.
Nem para fazer compras grandes.
Mercúrio retrógrado nos deixa distraídos, esquecidos, desatentos.
A rotina, as atividades mentais e o trânsito parece que "andam para trás" junto com o movimento retrógrado de Mercúrio.

Por outro lado, durante a retroagradação de Mercúrio, entre 21/10 e 10/11, o momento favorece a solução de pendências, os consertos, as revisões, o toque final naquilo que estivemos empurrando com a barriga.
É nesse momento que os defeitos aparecem.

Os dias ficam mais tensos a medida que Mercúrio retroage, pois os aspectos desafiadores que a Lua fará deixarão as emoções muito instáveis, e as pessoas em geral com pouca paciência.
Os dois últimos dias antes da Lua Minguante são os mais tensos, pois a oposição com Plutão traz a possibilidade de perdas e o quadrado com Urano deixa os mais geniosos quase irracionais.

Essa tensão pode ser descarregada no primeiro que cruza seu caminho, ou ser usada para remover grandes obstáculos. A escolha, como sempre é sua.

astrometeorologia: Umidade, tempestades. Ventos fortes. Raios e trovões. Tempo muito instável, com calorões e choques de ar gelado que geram temporais.

Namastê.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

outubro 2013, astrológico e numerológico 7 (temos eclipse da Lua)

"A melhor vingança é ser feliz."

Outubro começa com a influência da Lua Minguante de 27/09 (Sol a 4° Libra na casa 4 e Lua a 4° Câncer na casa 1) e seu astral de limpeza e conclusões dá a impressão que a primavera ainda não começou por aqui, ainda estamos nos desevencilhando dos entulhos do inverno.
Ainda temos alguns dias para organizar bem as finanças.

04/10, sexta-feira, 21:34'30"h : LUA NOVA.
Sol e Lua a 11°56' Libra na casa 5.
Ascendendo 22°35' Touro e Meio do Céu a 29°10' Aquário.
"O Rei e a Rainha dançam felizes sob a tempestade."

07/10, segunda-feira, 14:53'54"h : VÊNUS em SAGITÁRIO.

O ciclo Sol/Lua tem início na Lua Nova, essa em Libra.
Após o período de purificação e organização (ciclo de Virgem), entramos no período de busca do equilíbrio.
Equilíbrio pressupõe que tudo esteja organizado, limpo, saudável.
Equilíbrio busca beleza e justiça, e resulta em harmonia.

É o momento de lutar pelos nossos mais nobres ideais, buscar a paz, fazer acordos, assumir posições contrárias oficialmente, casar, separar.

No 7° Trabalho de Hércules, A Captura do Javali, o objetivo é aprender a lidar bem com forças opostas e não usar a força bruta.
Os Trabalhos de Hércules regidos por Vênus (Touro e Libra, o 2° e o 7°) estão relacionados com o controle (não a morte) dos desejos e instintos.
Os desejos e instintos não podem ser controlados pela força física, nem pelo pensamento.
Só conseguimos isso com soluções criativas, bom humor, brincadeiras, leveza, doçura, paciência, tranquilidade e equilíbrio (físico, emocional e mental).

É hora de tomar decisões (a armadilha de Libra é ficar ponderando e refletindo eternamente, e nunca conseguir tomar uma decisão por si mesmo).

A instabilidade da vida (onde a única certeza é a mudança) exige um equilíbrio dinâmico e flexível, e não estático ou rígido (outra armadilha de Libra).

Libra é o primeiro signo social.
Até Virgem, todos são pessoais.

É o primeiro signo acima do horizonte, o primeiro a ver a luz conscientemente.

Inaugura o início da compreensão do mundo, começando pela compreensão do Outro.
Em Áries, começamos por nós mesmos, e até Virgem, estamos aprendendo a respeito de nós e do nosso ambiente próximo, sempre com a finalidade de sobreviver.
Em Virgem, terminamos de nos organizar, purificar, curar, e consertamos eventuais falhas.

Em Libra, estamos prontos como indivíduos, e "nascemos" socialmente.
É a primeira percepção de que existe o Outro.
É o início de alguns testes.

Me parece que a balança de Libra oscilará bastante.
A Lua libriana é supersensível a qualquer movimento e, pior que o Sol em Libra, ela mudará a cada mínimo acontecimento para compensar alguma diferença no equilíbrio dos pratos de sua balança.
Está, junto com o Sol, desafiada pelos "poderosos" Urano e Plutão.
Mesmo separativos, esses aspectos mostram grandes tensões, supersensibilidade, instabilidade.

Os acordos estão difíceis, as cobranças são exageradas, o nível de exigência está altíssimo e quase impossível de ser alcançado.

É preciso acalmar as emoções, confiar um pouco na capacidade de auto equilíbrio do planeta, não se fixar apenas em cobranças e exigências.

A busca exagerada por equilíbrio leva à arrogância de pensar que se pode controlar tudo.
O verdadeiro equilíbrio é interno, a única coisa no mundo que podemos realmente controlar e equilibrar é a nossa pessoa.

A lunação na casa 5 enfatiza a busca da beleza e a vontade de agradar.

A quadratura de Júpter é aplicativa, e Júpter está forte, portanto, cuidado com os exageros.

Os aspectos desafiantes de Urano e Plutão contribuem para a sensação de insegurança, de não estar agradando tanto quanto gostaria, o medo da rejeição.

A busca da beleza, quando não se fixa apenas na aparência externa, pode levar a um caminho interior e espiritual.
A vida é bela, o planeta é belo, a saúde é bela, o amor é belo, o prazer é belo.
A justiça e a harmonia são belas.

Os exageros e a pressa mostram tendência a acidentes no trânsito e com aviões.

Descuidos podem trazer acidentes com fogo, explosões, com produtos químicos (Netuno e Marte em oposição aplicativa), tremores de terra e desabamentos (Marte muito próximo da 4ª casa).

Delírios, ilusões e situações nebulosas levam a péssimos julgamentos e decisões equivocadas (Netuno e Vênus em quadratura).

A justa medida é dada pelo velho Saturno, em Escorpião, conjunto a Mercúrio e Nodo Norte na casa 6: prestar atenção em si mesmo, encarar seus medos, desfazer bloqueios e nós emocionais, encarar as crises como um guerreiro, persistir, valorizar o que temos e o que somos, e partilhar lucros e prejuízos com justiça (veja mais no texto "Saturno em Escorpião").

Até 24/12/2014 Saturno viaja por Escorpião cobrando dívidas coletivas, débitos cármicos e/ou antigos, desafiando a usar os recursos com mais bom senso, poluir menos, organizar a vida financeira para evitar as quebras e inadimplências, descobrir novas fontes de energia para a sobrevivência, viver relacionamentos verdadeiros.

Embora não seja um momento espiritual, Netuno em trígono com Mercúrio traz percepções subliminares, astrais, acesso a outras dimensões.
E com Saturno, o trígono aponta para a materialização dos sonhos, os ideais e as visões encontram um caminho para a realização prática.

A lunação de Libra desse ano está cheia de conflitos e tensões.
São muitos os desafios para alcançar o objetivo libriano de equilíbrio, justiça e harmonia.

Em Libra, a primeira decisão importante é a escolha entre seguir adiante e voltar ao passado. (veja mais no texto "o Mês de Libra")

O passado representa permanecer em Virgem, eternamente insatisfeito com tudo, sempre pensando que não está bom o bastante e voltando para consertar e organizar tudo outra vez.

O futuro representa partir em direção a Escorpião, ter a coragem de assumir as consequências de suas decisões, fazer escolhas, sair da gangorra dos extremos, não ir pela decisão do mais forte, não se deixar influenciar ou corromper visando vantagens pessoais, enfim, amadurecer.

Quando se conquista a eficiência em Virgem, teremos certeza do que realmente queremos em Libra, e estaremos aptos a usar a asa direita e a asa esquerda juntas, para voar.
A balança equilibrada, as asas direita e esquerda voarão fortes na direção de Escorpião, onde enfrentaremos uma das mais duras batalhas da vida: encarar nossa própria sombra.

As tantas quadraturas obrigam a agir.
São dias de intenso trabalho, árduo e contínuo, que necessitam de nossa concentração e vigilância, de nossa paciência e da nossa resistência, para não se perder o objetivo por exigências tolas, cobranças absurdas e distração.

As oposições simbolizam os confrontos diretos, onde seremos chamados a tomar posição.

Politicamente, muitos confrontos e protestos, briga entre poderes, entre partidos, e protestos do povo pedindo justiça, rachas dentro do poder.
Atuação policial forte, violência.
Assuntos como denúncias, longos embates judiciais, protestos populares, problemas no campo e/ou no interior, complicações na Bolsa de Valores, intrigas, fofocas, propaganda enganosa, escândalos financeiros, contaminações,falta de energia, forte oposição, e muita confusão em grupos tipo sindicatos, partidos e parlamentares estarão presentes na mídia.

Mercúrio e Saturno, mesmo que não sejam os mais fortes do mapa, estão fora das disputas e com aspectos de facilidade e oportunidades, lúcidos e penetrantes em Escorpião, embora subrdinados e limitados na 6ª casa.

Essa lucidez será necessária.
Aqueles segundos de reflexão farão a diferença.

E, na casa 6, mesmo subordinados às circunstâncias, sua mensagem é de não negligenciar as tarefas de rotina, manter o objetivo, ser persistente, prestar atenção em si mesmo (principalmente nos defeitos, onde você está errando, onde pode ser melhor), aproveitando todas as oportunidades e as crises para aperfeiçoar a si mesmo, suas técnicas, seu conhecimento, sua maneira de agir e de trabalhar.

Daí a escolha da imagem do Rei e da Rainha dançando felizes sob a tempestade: dançar implica em longo e árduo preparo técnico e físico (Virgem), grande sensibilidade interior (Lua em Libra) e equilíbrio dinâmico (Sol em Libra) tão grande que, mesmo sob uma tempestade (vários aspectos desafiantes) conseguimos escutar a música, seguir o ritmo (Mercúrio, Saturno e Nodo Norte em Escorpião) e nos sentir felizes (em trígono com Netuno em Peixes na 10ª casa).

astrometeorologia: tendência ao frio. Dias nublados, neblina, umidade. Tempestades com raios, ventos quentes se chocam com ar frio.

11/10, sexta-feira, 20:02h : LUA CRESCENTE.
Sol a 18°47' Libra na casa 6 e Lua a 18°47' Capricórnio na casa 9.
Ascendendo 8°53' Escorpião e Meio do Céu a 12°37' Aquário.
"Uma mulher velha e sábia transmite a mensagem dos deuses. O Rei dá ordens absurdas enquanto a Rainha discorda e escuta a mulher."

15/10, terça-feira, 8:04'52"h: MARTE em VIRGEM.

Na Lua Crescente, "acordamos" e somos testados, confrontados e criticados.
Só vão adiante os assuntos que passarem nessa peneira.

A comunicação está complicada, confusa, e, mesmo que a verdade acabe vindo à tona, escutaremos muitas mentiras, intrigas e calúnicas misturadas com denúncias escandalosas e brigas políticas pelo poder.

Vênus, o regente da Lua Crescente, está em Sagitário, buscando novos caminhos.
Mas o quadrado com Netuno, ainda ativo, perturba o julgamento, busca atalhos e facilidades, o risco é se perder do objetivo.
Em trígono com Urano, há uma busca de mais liberdade e tendência às paixões de primeira vista.

Os estudos e atividades intelectuais, mesmo com muitos obstáculos, imprevistos e alguns atrasos, estão bem estimulados e favorecidos.
A tendência é de abraçar sua vocação e se jogar nos estudos.

O Sol libriano, aquele que ainda busca equilíbrio, justiça e harmonia, está amarrotado na 6ª casa, participando de um quadrado em T com a Lua e Júpter.
É a tentação de agradar e servir a todos, correndo o risco de cair em exageros e absurdos.

Lua em Capricórnio é vontade de trabalhar, cobrança por eficiência, necessidade de sobrevivência, busca de poder e status para se sentir seguro.
O incansável trabalhador que todos os dias sobe a montanha.

Lua ambiciosa, mas que cobra coerência e competência, e melhor distribuição da riqueza, do produto do trabalho.

Lua que cobra não se deixar influenciar ou corromper, e lutar por seus ideais.

Cotidiano apressado, com pouco tempo até para dar "bom dia"; concentrados nas metas, nas pilhas e pilhas de objetivos ainda por realizar, e no tempo que voa como areia pelos dedos.
Parece que os dias são curtos, embora estejam ficando mais longos aqui no hemisfério Sul.
São curtos para descansar, não dá prá diminuir o ritmo.. por quê não dá?

O inconsciente num turbilhão vomita idéias criativas e soluções inéditas e simples, e a maioria delas, por medo de grandes mudanças, volta goela abaixo sem ser aproveitada.

As brigas são por política, religião, dinheiro, o mesmo de sempre.

O governo consegue fazer oposição a si mesmo;
e o povo, dividido, conquista pouco.

Nesse tumulto, alguns conseguirão driblar o barulho, prosperar e realizar, porque estão conectados com seu próprio Ser e ainda lembram de seus próprios objetivos.

astrometeorologia: continua a tendência ao frio, mas os dias ficam mais claros. De vez em quando, um calor de torrar os miolos. Mais vento.

18/10, sexta-feira, 20:37'h : LUA CHEIA.
ECLIPSE PENUMBRAL DA LUA.
Sol a 25°45' Libra na casa 5 conj. 6 e Lua a 25°45' Áries na casa 11 conj.12.
Ascendendo 22°13' Touro e Meio do Céu a 28°42' Aquário.
"A Rainha, sorridente, contempla escondida a felicidade do povo enquanto o Rei assina acordos de paz. Ela recebeu um recado do mundo superior, mas o Rei não lhe deu importância."

20/10, domingo, 00:00h: início do horário de verão por aqui (odeio!)

21/10, segunda-feira, 7:28':37" : MERCÚRIO RETRÓGRADO a 18°23'39" Escorpião (até 10/11)

Lua Cheia, o auge do ciclo, quando tudo fica muito claro, acontece no eixo do Encontro (Aries/Libra = eu/você).
Nesse caso, o Você encontrando o Eu.
O Eu Social (Libra) negociando com o Eu Individual (Áries).

Impulsiva e idealista, a energia dessa lua cheia estimula o romance e a sensualidade.
Mas os exageros emocionais também.

Difícil discriminar e raciocinar logicamente quando a imaginação corre solta e toma as rédeas.

Voltados para o futuro, a tendência é ir atropelando sensibilidades.

As sensações falam mais alto que os sentimentos, e as impressões que colhemos fica parcial.
Junte a isso a certeza de estar fazendo o melhor, e o resultado é a possibilidade de revisões, correções e consertos no futuro.

Mas a sensação de alegria e otimismo é muito boa.
Há tensões, mas elas devem acabar com uma bela pizza, ao som de risadas e música.

O Ascendente é Touro, que quer segurança, conforto, praticidade, e tem os pés no chão. Mas não estamos muito práticos, embora tenhamos certeza que sim, estamos intuitivos e visionários.

Está muito bom para atividades abstratas, mas não lógicas.
Espiritualidade, ocultismo, magia, parapsicologia e afins estão em alta.

O inconsciente, o subconsciente, o interior estarão super ativos, mas o eclipse da Lua traz uma tendência de desprezar isso e correr aceleradamente para o futuro (o ano já está quase no fim!).

É um momento bom para suavizar rivalidades e fazer as pazes.

Mas, principalmente a partir de Mercúrio retrógrado (entre 21/10 e 10/11) redobre a atenção com burocracia, detalhes, papéis, trânsito, comunicações, e tudo o que você assina.
Não é bom para iniciar ou decidir coisas, pois a tendência é que elas sofram modificações e tenham que ser consertadas depois.
Nem para fazer compras grandes.
Mercúrio retrógrado nos deixa distraídos, esquecidos, desatentos.
A rotina, as atividades mentais e o trânsito parece que "andam para trás" junto com o movimento retrógrado de Mercúrio.

Por outro lado, durante a retroagradação de Mercúrio, entre 21/10 e 10/11, o momento favorece a solução de pendências, os consertos, as revisões, o toque final naquilo que estivemos empurrando com a barriga.
É nesse momento que os defeitos aparecem.

Os dias ficam mais tensos a medida que Mercúrio retroage, pois os aspectos desafiadores que a Lua fará deixarão as emoções muito instáveis, e as pessoas em geral com pouca paciência.
Os dois últimos dias antes da Lua Minguante são os mais tensos, pois a oposição com Plutão traz a possibilidade de perdas e o quadrado com Urano deixa os mais geniosos quase irracionais.

Essa tensão pode ser descarregada no primeiro que cruza seu caminho, ou ser usada para remover grandes obstáculos. A escolha, como sempre é sua.

astrometeorologia: Umidade, tempestades. Ventos fortes. Raios e trovões. Tempo muito instável, com calorões e choques de ar gelado que geram temporais.

23/10, quarta-feira, 3:09'50" : SOL em ESCORPIÃO.
"GUERREIRO EU SOU, E SAIO DA BATALHA TRIUNFANTE."
(" e a palavra disse: que maya governe e a decepção floresça')
8° Trabalho de Hércules : ERGUENDO A HIDRA DE LERNA
(mais no texto "o Mês de Escorpião")

26/10, sábado, 21:40h: LUA MINGUANTE.
Sol a 3°43' Escorpião na casa 5 conj. 6 e Lua a 3°43' Leão na casa 3.
Ascendendo 29°27' Touro e Meio do Céu a 7°46 Peixes.
"O Rei dá uma passada no seu Exército enquanto a Rainha organiza uma liga feminina no Ministério da Magia."

Concluindo mais um ciclo de lunação, a lua minguando em Leão, em alto estilo, traz um toque de rebeldia criativa a essa interminável luta de poder, que está longe de terminar.

Somos chamados em vários locais ao mesmo tempo enquanto as tarefas se acumulam.
E quanto mais pressa, mais distraídos.. mais consertos.

Tome cuidado com a impressão que o tempo voa, e aquela vontade de resolver tudo de uma vez só, a tendência de se sobrecarregar de trabalho e atividades.

Está difícil de relaxar, pois parece que a cada lugar, mesmo no aconhego do lar, aparecem mais tarefas e mais compromissos.

Nesses períodos, uma boa organização e aquela seleção de prioridades é muito bem vinda.

Júpter e Plutão interceptados em Câncer/Capricórnio nas casas 2 e 8, nublam a capacidade de perceber nossos reais recursos, e aí se incluem o dinheiro, as nossas capacidades e as nossas fraquezas.
Nada que não possa ser resolvido com aquela paradinha para questionar, avaliar e planejar, antes de agir.

Marte em Virgem, oposto a Netuno em Peixes, deixa as pessoas inquietas e desconcentradas, hiper ativas, exaustas e estressadas, trabalhando demais, correndo demais, aceitando mais e mais tarefas e compromissos, perdidas em pilhas de objetivos.

Quanto a isso, o sêxtil do Sol em Escorpião na casa 6 e o trígono de Plutão em Capricórnio na casa 8, mostram a saída: organizar primeiro seu físico, depois seu emocional, e só depois aceitar (ou não) mais tarefas.
Um físico em ordem pressupõe alimentação, sono e exercícios na melhor medida possível.
Um emocional saudável inclui auto estima e tempo para si mesmo, além de relacionamentos bons.

A lua minguante é maravilhosa para concluir, limpar, purificar, curar e se livrar dos entulhos, sejam eles físicos, emocionais, psicológicos, mentais ou espirituais.

Afinal, o Sol já entrou em Escorpião, e se aproxima de Saturno, o velho Mestre, que nos abrirá ou fechará as portas do inferno.

É hora de descobrir (para quem ainda não fez isso) a nossa força e competência para sair das crises, a nossa força de cura e recuperação.

E, para isso, rompemos o equilíbrio de Libra, abrimos a porta do inferno e encaramos, antes da nossa Fonte, a nossa Sombra.

Para quem constuma fazer essa viagem de vez em quando, é o momento da faxina, de acordo com o que decidimos em Libra.

Lembranças importantes para aproveitar bem a energia do Sol em Escorpião (para quem tem preguiça de reler "o Mês de Escorpião" e "o 8° Trabalho de Hércules, Erguendo a Hidra de Lerna"):

"Encontrar segurança dentro da insegurança."
"A energia do apego tem dentro de si a força necessária para se libertar e soltar."
"Perdoar não quer dizer concordar, mas compreender."
"Nem meu, nem seu: nosso."
"Não podemos não compartilhar nada." (todos respiramos)
"Quando sentimos alegria, amor, paz, e achamos a vida bela, percebemos que isso estava presente o tempo todo.”
"É ajoelhando que nos elevamos, nos rendendo que conquistamos e nos rendendo que vencemos."
"A melhor vingança é ser feliz."

astrometeorologia: dias frios e úmidos em contraste com calor forte. Chuvas espalhadas, algumas com trovoadas.

OUTUBRO NUMEROLÓGICO

Mês Universal 7, décimo mês do ano, de um Ano Universal 6.

O Mês Unniversal 7 é o tempo de parar, refletir.
Seguir a si mesmo, ouvir seu coração.

O objetivo do 7 não é o dinheiro, mas a realização da vocação.
A energia do 7 não é materialista, é intelectual e/ou espiriual.
Quando o 7 busca o lucro pelo lucro, perde dinheiro. Não como uma praga, lição de moral ou superstição, mas porque o 7 não lida bem com o lado material da vida.
7 não sabe buscar simplesmente mais dinheiro.
Mas 7 é maravilhoso quando cria, e quando consegue tirar para fora de si mesmo seus dons e talentos, sua vocação. E o produto disso é tão bom, belo ou eficiente, que o dinheiro corre atrás dele (e, claro, ele nem entende o por quê).

Por isso, o Mês Universal 7 favorece mais o abstrato, os estudos, as atividades mentais, a reflexao, a busca pela cura, as investigações, as atividades solitárias, a criação.

É nos momentos de relaxamento, tranquilidade e, geralmente de solidão, que o 7 tem suas idéias vindas nem ele sabe de onde.

Os consertos domésticos, as correções profissionais e o planejamento da vida são estimulados esse mês.

A vida social do Mês 7 não é intensa, mas também não é desagradável, pois é uma energia que detesa superficialidades, mas adora estar em companhia de pessoas por quem tenha afinidades mentais, culturais e/ou espirituais, com quem possa ter conversas profundas, com quem se sinta a vontade, esqueça sua timidez e consiga expor seus sentimentos.

É um mês para mais ouvir do que falar.

Em um Ano Universal 6, o Mês Universal 7 aprofunda as amizades e os amores, e se afasta de relacionamentos superficiais.

A sombra do 7 é aquela pessoa hipocondríaca, que gosta de viver isolada, os vícios, as drogas, álcool, gula, mania de remédios, saúde fraca, melancolia, problemas mentais, neuroses, depressão, pessimismo, mágoas.

É um mês para buscar alegrias e curtir a simplicidade.

A soma 4, vem de um 13, que mostra tanto a necessidade de ter persistência e perseverança quanto a possibilidade e uma verdadeira faxina, em todos os sentidos.
Deve permanecer apenas aquilo que é essencial e verdadeiro.

Imagine um pássaro equilibrando-se nas alturas,
sentindo uma espécie de liberdade.

Para experimentar plenamente a vida,
ele precisa descer à terra
e enfrentar a árdua tarefa de construir um ninho.

Através da disciplina lhe vem outra espécie de liberdade,
para experimentar as profundezas de sua vida.

Como foi que você se sentiu livre,
e como foi que se sentiu preso?

Você pode aplicar a disciplina à sua vida
para explorar as profundezas e, nessas profundezas,
encontrar outra espécie de liberdade.

Afinal, a aventura não está fora;
está dentro.
(David Grayson)
Namastê.