...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

equinócio de Primavera no hemisfério Sul, 22/09/2016

"O homem se esqueceu que todos os deuses ainda moram no seu coração."
(William Blake)

22 de setembro/2016, quinta-feira, 11:21 h horário de Brasília o Sol entra em Libra, dando início à Primavera no hemisfério Sul, e Outono no hemisfério Norte.
Após o período de Inverno regido por Saturno, em um ano astrológico também regido por Saturno (já postado no blog), a Primavera terá regência de Júpter.

Primavera é o nosso amanhecer, o despertar, tempo de sair das cobertas ou da caverna, voltar das raízes e curtir as primeiras luzes.
Tempo de espantar o pó e abrir as janelas.
De assimilar o que se absorveu, e sair por aí.
Tempo de mostrar a cara, e olhar para fora.

Na Primavera, somos convidados a plantar sementes.
A Natureza faz festa, as plantas e animais estão receptivos às luzes recém chegadas.
Embora sejamos uma parte da Natureza, muita gente não percebe essas mudanças no ciclo nem essa receptividade do planeta, talvez por excesso de "civilização", luz artificial, plástico, etc
Está aí uma oportunidade para se conectar consigo mesmo: o ciclo da Deusa jovem chamando para se divertir com seu amor.

O paganismo festeja a entrada da Primavera cultuando Cernunus, o Casamento Sagrado, etc.
O equilíbrio entre dia e noite facilita o equilíbrio entre nossa sombra e nosso reflexo.
Com o corpo e a alma sendo aquecidos e acordados pelos primeiros raios do Sol, levamos essas energias para boas realizações: tempo de abrir caminhos.
Tempo de dar e receber energias, tempo de movimento, tempo de avançar.

No xamanismo é o Falcão da Cauda Vermelha, do Clã do Pássaro Trovão, e a Lua do Florescer para o hemisfério Sul, ou o Corvo, do Clã das Borboletas e a Lua do Vôo dos Patos para o hemisfério Norte.
Primavera é busca da Visão, estrada amarela guiada pela Águia, porta do Leste, nova direção, ousadia, cuidado com o tamanho do ego e o excesso de barulho.
Tempo de voar mais alto.
A Águia leva para o Porta Dourada em direção ao centro de iluminação, outros níveis de percepção e de compreensão, onde o avô Sol nos saúda.
É o lar dos videntes e do conhecimento verdadeiro.
Para chegar a esse centro, podemos escolher entre 3 caminhos:
1) usar a criatividade, o talento de artista, pois a Arte é um caminho
2) transmutar seus venenos e livrar-se de hábitos velhos ou nocivos, o caminho da Cura.
3) aprender a usar e trocar as diversas formas de energia (dinheiro, amor, etc), o delicado caminho da Troca e do Compartilhar.
O Leste é energia masculina, que tem a capacidade de avançar sobre o que está problemático, e seu tom principal é a independência.
A Águia é a guardiã das ideias elevadas e supera todas as formas de ignorância ou intolerância.
O coração que já assimilou as lições da Águia e do Leste é um coração livre, que voa grandes alturas, acima da Montanha Sagrada.

Na tradição nórdica, a runa de entrada é Berkana, deusas femininas principalmente Frigga (a Amada, deusa celeste que sabe tudo mas não conta nada, esposa de Odin e relacionada com todos os assuntos das mulheres, dona das chaves), Berchta (deusa das mães, filhos e crianças abandonadas), Eir (cura), Rana Neidda (deusa de todos os inícios e renovações), Nerthus (deusa ancestral da terra selvagem) e Sif (deusa do casamento), associadas aos nascimentos, crescimento, ciclo vital, fertilidade, cura, e à terra ancestral, força feminina e proteção física, e os deuses masculinos Odin (o Pai de Todos, tem várias manifestações diferentes), Heimdall (deus da Luz, dos caminhos no mundo e das passagens entre os mundos) e Thor (deus Gigante do Trovão, defensor de Asgard e da humanidade).
A Terra em festa, honra e brinca com suas sementes.
Berkana é a runa que rege os 4 ciclos ritos de passagem: nascimento, adolescência, casamento e morte.
Todos os fenômenos e ciclos da Natureza estão nessa runa, a Mãe de toda a criação e manifestação.
Berkana anuncia o começo de alguma coisa, nascimento de alguém ou de algum projeto, e leva sua manifestação até a conclusão, pode ser usada como proteção.

Aproveite esse momento para se conectar consigo mesmo e com a Natureza, com sua divindade, conforme suas crenças e seu caminho pessoal.
É um ótimo momento para definir um rumo, após as metas traçadas no período anterior, para realizar ações mais práticas e objetivas no mundo material, fazer pedidos, agradecer (sempre), e honrar seus deuses.

Júpter, recém iniciando sua passagem pelo Reino de Libra, é o planeta que abençoa, e regendo Sagitário também aponta para novas direções.

O Ano Astrológico está sendo regido por Saturno (postado no blog), o Inverno também.
Com Júpter regendo a Primavera, talvez tenhamos tempos menos duros, já que com as quadraturas do mapa e a regência anual de Saturno, não dá prá esperar muita suavidade.

O Ascendente Sagitário leva as atenções para mudanças, novos rumos, discussão sobre leis, hierarquias, regras, filosofia, crenças e religião, além de nos lembrar da importância do estudo na vida das pessoas.
Mercúrio na casa 9 regendo o Meio do Céu reforça as ideias do Ascendente, acrescentando burocracia e muitas polêmicas, pois não concorda com todas elas.

A vida anda um pouco mais devagar do que se gostaria, empacando nos detalhes, um passo de cada vez, mas olha para a frente.

Júpter em Libra com o Sol na casa 10 indica que não apenas a nova estação está começando, mas também é tempo de novas direções, que serão testadas pelo prazo aproximado de 1 ano.

Sol e Júpter em Libra estimulam bastante a vida social, a boa apresentação, boa aparência, a elegância, a necessidade de causar boa impressão.
Vênus em Libra regendo os dois estimula a vaidade e a busca da beleza - exterior e interior.
Esses três em Libra levam as atenções para a busca de equilíbrio, diálogo ao invés de guerra, diplomacia, boa convivência social sem alterar a individualidade, fazer acordos e parcerias, passar pelos extremos da dualidade mantendo-se no centro, fazer escolhas, definir posições.
Libra em alto nível é o signo que não perde sua direção, nem quando o mundo lhe engrandece, nem quando lhe critica, pois se apoia na segurança do seu próprio Ser.

Lua em Gêmeos demonstra múltiplos interesses e atividades, busca de leveza do dia a dia, estimula as amizades, contatos, colegas de trabalho ou de estudo, movimentações, atividades mentais.

É tempo de encontrar sua turma, fazer as coisas em conjunto, conseguir apoio, trabalhar em grupos.

Romance e sensualidade estão em alta, mas com impulsividade, aventuras e relacionamentos passageiros.

Netuno e Saturno em quadratura bem próxima muito ativa, quase fechando um Quadrado em T com a Lua e Mercúrio mostram que a instabilidade continua, principalmente pela dificuldade de perceber com clareza, definir uma direção, manter a atenção.

Tendência de mente acelerada, impaciência, palavras rudes e impulsividade.

Há abertura e interesses novos, mas muita distração e barulho, muita coisa começa mas não vai adiante, não cria raízes, pois há ausência dos signos Fixos.

É preciso disciplina, concentração e descanso para não se perder dos objetivos.


A busca por equilíbrio e harmonia faz com que os assuntos sejam amplamente discutidos, as conversas fiquem mais longas, as pessoas estejam mais exigentes, buscando perfeição em tudo o que fazem, e que as Leis, regras, condutas e hierarquias também sejam intensamente debatidas.

Financeiramente também instável, pouco dinheiro disponível, embora com alguns poucos passos em direção a melhoras.
Cortes nos orçamentos, redução de despesas, muito esforço para equilibrar orçamentos.

Mesmo assim há estímulo ao trabalho e ao esforço pessoal, tendência de as pessoas usarem muito a criatividade trabalhando com a prestação de serviços e investindo em aperfeiçoamento profissional, principalmente cursos técnicos e mais curtos.

É um período dinâmico e movimentado, cheio de mudanças, com oportunidades que não esperam para depois, necessidade de se adaptar constantemente, estar disponível e saudável para os desafios.

A Indústria e o Comércio locais com pequenos sinais positivos, muito pequenos, porque o poder aquisitivo da maioria da população continua ruim.

Possibilidade de acidentes com aviões, navios ou veículos grandes de carga.

O governo luta por popularidade e, embora com forte oposição, também tem apoios fortes, porém discretos.
Na política, o dia a dia cheio de altos e baixos e disputas fortes.
Lideranças políticas importantes na mídia, conseguindo produzir mais escândalos financeiros (como eles conseguem?).
Há novos rumos por aí, mas como os políticos em sua maioria estão de olho no Poder, há vários "novos rumos" um se achando melhor do que o outro.
Seja como for, o mapa aponta para caminhos novos, início de alguma coisa, o ensaio de um novo ciclo que, como falei anteriormente, está difícil de criar raízes, e anda saltitante.
Possivelmente, mesmo com o barco balançando, alguma direção deverá ser tomada, mesmo que timidamente.

Instabilidade e insegurança na população, insatisfação, sensação de descaso, muita gente com vontade de ir embora do país.
Problemas com bancos, falências, presídios e hospitais.
Principalmente grandes problemas com moradias, construção civil, mercado imobiliário, terras, propriedades ou prédios públicos.
Problemas com capital estrangeiro, investimentos insuficientes ou mais escândalos financeiros com dinheiro no exterior, ou ainda lideranças políticas ou pessoas famosas fugindo para o exterior.

Durante a Primavera teremos eleições municipais por aqui, e de acordo com esse mapa, a tendência é de que a população renove o quadro, buscando nomes novos (coisa difícil..). Essa interpretação deve ser complementada com o mapa das eleições, para ser correta.
Há uma espécie de "mediação secreta" entre governo e oposição (simbolizada por Plutão), que mesmo com disputas pesadas, fazem acordos.

Não é um período muito espiritual, mas a intuição está em alta.


Tendência de estar em movimento, com uma pilha de tarefas e horários, ideias geniais entre um almoço e outro, pouco tempo para descanso e vida interior, descaso com saúde, sono, etc (cuidado aí).

É preciso equilibrar saúde física e psíquica, descanso com trabalho.

O pensamento para o Mês de Libra é "Eu escolho a maneira de passar entre as duas grandes linhas de Força", o inferior é "que a escolha seja feita" (post Mês de Libra), e no caminho de Hércules é "A Captura do Javali" (equilibrar forças opostas sem o uso da força bruta) (post Sétimo Trabalho de Hércules, Libra).

Mais do que em outras Primaveras, o momento pede equilíbrio, precisamos "capturar o Javali" (instintos) e atravessar as "duas grandes linhas de Força" (contradições, obstáculos e oposição) evitando o uso da força bruta, usando criatividade, diplomacia, bom humor, capacidade de argumentar com elegância sem cair nos extremos de submissão ou agressão.

Em Libra, saímos do nosso mundo pessoal e entramos no social, começamos a ter consciência de que além do Eu, existe também o Outro.

Aqui começa a busca por sabedoria - um reflexo da consciência e não do conhecimento.

Saturno, o regente do ano astrológico, tem sua exaltação de Libra, é onde funciona de maneira mais positiva.
Saturno representa a disciplina.

Precisamos muito dessa disciplina para atravessar as contradições e dualidades representadas pelas "duas grandes linhas de Força", fazer a passagem para Escorpião e Sagitário, os signos da nossa Primavera aqui no hemisfério Sul, pois só colheremos os frutos de nossas sementes em Capricórnio.

Namastê.



Nenhum comentário: