...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Júpter entrando em Peixes, conjunção com Urano


Hoje, Júpter inicia sua passagem pela tribo de Peixes.
Por onde passa, Júpter expande, cresce, aumenta, traz significado, acentua o raciocínio filosófico e traz proteção. Conhecido como o Grande Benéfico, o Anjo da Guarda, o Mestre Espiritual do mapa astral, também pode trazer arrogância, exageros, falta de limites, orgulho, preconceitos.

Após passar por Aquário, quando foi muito estimulada a intelectualidade, a fraternidade, democracia, o espírito científico, as reformas, a rebeldia e os princípios humanitários de direitos e deveres iguais a todos, em Peixes Júpter traz um grande estímulo a ter compaixão.

Estará estimulando a imaginação, a inspiração, a vida emocional, os trabalhos e talentos artísticos, a filantropia. A tendência é de crescer o misticismo e todas as manifestações de espiritualidade.

Júpter em Peixes (ou na casa 12 do mapa) é o bom samaritano, que ajuda calado e segue seu caminho. Mas também tem muitos “protetores ocultos”, daí sua fama de Anjo da Guarda. Quando tudo está muito ruim.. inexplicavelmente algo de bom reverte o problema. E assim como veio, se vai.

No positivo, a tendência é de que cresçam todas as manifestações espirituais, místicas e emocionais.
É grande a probabilidade de as pessoas buscarem apoio na fé, na religião, procurarem gurus, formarem grupos espirituais, se aprofundarem mais nas suas crenças pessoais a respeito da espiritualidade, buscarem mais conhecimento e desenvolvimento nesse sentido.
Outra forte tendência é de as ONGs de assistência social atuarem com mais força e receberem mais apoio, pois a maioria das pessoas estará comovida e compadecida com o sofrimento do próximo. As pessoas buscarão mais a compreensão, a tolerância e o perdão. A vida emocional ganha mais destaque, deixando um pouco de lado a vida intelectual de Júpter em Aquário.

Outro aspecto positivo são as curas das doenças. É bem provável que a ciência encontre algum conhecimento (Júpter) importante na cura de doenças (Peixes) de causa emocional, epidemias, ou doenças ainda inexplicáveis.

Em Peixes, a meta é colocar em prática os ideais aquarianos, tira-los do plano abstrato e trazer tudo isso ao plano emocional, o que torna mais possível a realização do que foi sonhado ou planejado.

No negativo, a tendência ao exagero nos assuntos citados: descontroles emocionais, passionalidade, romantismo e sexualidade sem controle, fantasias, devaneios, fuga da realidade. Preconceitos religiosos, fanatismo, tendência a enclausurar-se na vida mística deixando o cotidiano e as obrigações diárias ao sabor do vento. Endeusamento místico de pessoas, falsos curadores ou os falados falsos profetas da Bíblia, pessoas que se aproveitam da boa fé alheia, os charlatães religiosos. Aumento dos vícios, das doenças mentais, compulsões, delírios, abuso de remédios, álcool ou drogas.

Ainda no negativo, é possível o crescimento de epidemias, doenças inexplicáveis ou transmitidas pela água, e as de causa emocional.

Júpter, o eterno buscador de conhecimento, passeando por Peixes pode encontrar qualquer coisa! Um bom exemplo é chegar a um conhecimento muito importante na ciência tipo por acaso (como Peixes.. cá entre nós, o acaso não existe), por algum detalhe que estava ali o tempo todo mas não tinha sido notado, ou por insights, sonhos, intuição.

Seja como for, a tendência geral é se comover mais, se emocionar mais, sonhar mais, intuir mais.

Júpter também está relacionado com as leis, os estudos universitários e as grandes viagens. A tendência é de que as leis sofram flutuações, sem um rumo definido, e que as pessoas se sintam frustradas e com grande necessidade de mudanças, no sentido de humanizar mais a leis e cuidar mais juridicamente dos mais fracos. Um “boom” na procura de cursos universitários e o aumento das viagens pelo ar e pelo mar. Os contatos intercontinentais se intensificam ainda mais em nosso momento globalizado.

Durante o ano de 2010, entre 07/06 e 10/09 Júpter entrará em Áries, pré-anunciando a agitação que será o próximo ano (2011).

Durante o ano, Júpter fará conjunção com Urano em 08/06/2010 as 18:01h, a 0,19 graus de Áries.
A última conjunção de Júpter e Urano foi em 16/02/1997, a 5,55 graus de Aquário.
A próxima acontecerá em 21/04/2024, as 17:00h em 21,55 graus de Touro.
O ciclo dessas conjunções é de 13 a 14 anos, e marca um novo ciclo social de transformações culturais, religiosas, filosóficas e políticas. Júpter conjunto a Urano busca a verdade e abre as portas a novos conhecimentos e comportamentos.

A última conjunção, de 1997, em Aquário, marcou a necessidade de transformações sociais, reformas políticas, conhecimentos partilhados, globalização, avanços tecnológicos e científicos, análise racional das religiões e da espiritualidade, busca de uma filosofia mais humanitária e democrática, uso da tecnologia na cura de doenças, reformas e rebeliões sociais, mais abertura cultural e a sensação de que “estamos todos no mesmo barco”. A política, assunto aquariano e relacionado também com Urano, ganhou destaque, infelizmente pelo seu lado negro (Urano traz a luz do conhecimento). Mas quanto à política muita coisa ainda vem por aí com o passeio de Plutão por Capricórnio (remexerá os governos, sistemas políticos e hierarquias.. é assunto para outro tópico inteiro). A Astrologia, outro assunto aquariano e relacionado também com Urano e Júpter, ganhou mais destaque, cresceu, popularizou-se, abriu as portas ao aprendizado mais facilitado e acessível a qualquer pessoa e ganhou espaço na mídia também.

Em 2010, essa conjunção acontece a 0,19 graus de Áries, e marca um avanço rápido em todos os assuntos relacionados: cultura, política, filosofia, comportamento humano, ciência.

O Ascendente dessa conjunção, Escorpião, com seu regente Plutão firmemente posicionado em Capricórnio e quadrando implacavelmente os dois planetas, mostra com clareza que novos escândalos políticos e econômicos estão por chegar, mas provavelmente dessa vez trarão mudanças fortes e dramáticas na estrutura dos governos dos países.
O co-regente Marte posicionado em Virgem não deve tomar atitudes drásticas, pois a oposição de Netuno lhe “cega” com aquela tendência ruim de mentir, enganar, esconder, iludir, trair.. Mas empresta sua força guerreira ao regente Plutão que fará com que as mudanças estruturais venham das entranhas, por baixo, de dentro, do fundo do poço.
A tendência ariana é pela individualidade, e a tendência capricorniana é pelo coletivo e pela hierarquia. Daí concluo que haverá muitos problemas relacionados com uma hierarquia corrupta e uma individualidade egoísta (por causa da quadratura) e ambas terão que ceder.

A Lua, em Touro, mostra que a população buscará segurança e estabilidade a qualquer preço, temendo alterações bruscas e buscando conforto naquilo que já é conhecido. Também acentua a ganância.

Saturno em movimento retrógrado em Virgem, lança uma oposição lá da casa 12 aos dois planetas, exigindo limites e reavaliação para as atitudes egocêntricas, e acentuando a necessidade de se cuidar da saúde, ser prático e prestar mais atenção à nossa mãe, Terra.

As mulheres terão destaque especial, com Vênus em Câncer no meio do Céu. Possivelmente serão elas a mediar os conflitos, ou alguma mulher em especial se destacará em papel importante de intermediária de paz, negociação, sensibilidade, atenção à família e aos valores femininos como sentimento, proteção, preservação da espécie, cuidados com alimentação, saúde, educação das crianças e proteção dos velhos, doentes e indefesos.
O quadrado que Vênus lança para a Lua mostra que as mulheres não se conformarão com uma posição aparentemente segura e confortável, mas que não corresponda ao real atendimento das necessidades humanas.
Vênus é o planeta do amor e da sensualidade, mas também dos valores pessoais. Concluo que uma revisão nos valores das pessoas (o que é realmente importante?) se fará bastante necessária.
Em Câncer, a tendência superficial e mais conhecida é para o si-mesmo, fechado em sua concha. Mas aprofundando o signo, chegamos às nossas origens, às nossas raízes.
Lá do alto do meio do céu, Vênus em Câncer pede para que o passado seja revisado, e que a viagem empreendida vá até a sua origem, às raízes dos problemas.

Muitos vão profetizar. E será bastante difícil separar o joio do trigo, porque ao mesmo tempo em que muitos estarão falando a verdade, outros muitos estarão delirando.

O Sol em Gêmeos, sem aspectos, e oculto na oitava casa, quer conhecer tudo, controlar e agradar a todos, tarefa meio difícil.

Enquanto a Terra, posicionada em Sagitário na segunda casa, estará ansiando por segurança e mais riqueza, buscando avidamente o crescimento econômico, mas também (ufa) buscando mais conhecimento e esclarecimento.

O grau Sabeu de 0 Áries é “Uma mulher recém saída do mar; uma foca a abraça” e simboliza a emergência de novas maneiras de manifestar os potenciais da consciência. Se refere ao desenvolvimento da consciência individual. A mulher que emerge representa o início da autoconsciência. E todo o início é instável, inseguro, um pouco amedrontador. A foca, um mamífero da água, representa o passado conhecido e seguro, que abraça a novidade insegura. O símbolo representa o impulso, não a decisão que a mulher vai tomar.

O grau Hindu é “Um homem robusto com membros um pouco pesados, está em pé, caminhando; sua mão direita balança uma clava e a mão esquerda
esta apoiada no quadril; uma pele de animal ou um pano grosseiro
lançado sobre o corpo atenua a nudez. Ele dá a impressão de forca
tranquila mas decidida, como Hércules.
ou: Um homem segurando com a mão direita uma foice e com a
esquerda uma atiradeira.
O homem está sozinho, ainda no início de sua jornada, mas já tem conhecimento suficiente para ter roupas e armas e, se está vivo, se alimentou. Traz algum conhecimento anterior, embora ainda seja rude.

Sem dúvida, parece que os próximos anos serão turbulentos e que será necessário usar de muita criatividade, diálogo, negociação e clareza para acertar o passo.

Júpter fará novamente conjunção com Urano em 18/09/2010, mas em movimento retrógrado, em Peixes. Mas o início do ciclo desses dois planetas, o ciclo de 13-14 anos, é em Áries, a 08 de junho, pois é contado a partir do primeiro contato.
Essa segunda conjunção, com os dois planetas em movimento retrógrado, acontecendo em Peixes e recebendo uma oposição do Sol em Virgem, reforça a necessidade de revisar os conteúdos emocionais e espirituais do ciclo, passando pelo crivo do bom senso, avaliando o que realmente é prático, eficiente e útil ao mundo durante esse ciclo. Sol e Saturno em trígono com a Lua em Aquário, que forma um sêxtil com a conjunção acentuam a necessidade de pensar coletivamente, no grupo, e não apenas em si mesmo, que, abertos ao progresso e aos avanços científicos e tecnológicos, há necessidade de compartilhar e distribuir os conhecimentos e as riquezas.

Para uma análise individual, consulte um astrólogo e verifique onde essa conjunção (0,19 graus de Áries) faz contato com seu mapa astral e planetas pessoais. A análise descrita aqui não é pessoal, é geral.

Seja como for, você sempre pode escolher como vai experimentar os trânsitos dos planetas.

Não precisamos esperar a próxima conjunção de Júpter e Urano, em 2024 (será mais tranquila) para viver bem, mesmo precisando resolver tantos problemas. Enquanto resolvemos, vamos vivendo da melhor forma que nos for possível.

E com Júpter transitando em Peixes, minha sugestão vai para meditação, bastante meditação.
Tente não se transformar em uma esponja que a tudo absorve sem discriminação.
É um ótimo momento para deixar fluir os sentimentos, as percepções e os insights e, para não correr o risco de errar, aconselhar-se sempre com aquele nosso melhor amigo, e sábio conselheiro: nosso próprio coração.
Pois o coração tem a sua sabedoria própria, que nem sempre a mente alcança, mas que visa o bem, de si mesmo e de quem lhe cerca.
O coração é um caminho certo, não machuca, não força, tem seus próprios sinais, que são simples como as crianças.
Medite, escute seu coração, e flua com essas energias fortes que vêm por aí.

Namastê.

Nenhum comentário: