...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Os Números e seus significados gerais



1 (UM) : É o número de Deus, que os ocultistas classificam como a “Energia Única”, na qual se concentra e sintetiza todo o Universo. Representa a potência geradora, a criação, a origem, o pênis, o masculino. É o número dos chefes, dos pioneiros, de todos os inícios. O Um vem primeiro, é o “chefe”, o líder. Sem ele nada começa. As pessoas Um dominam os que estão em volta delas. O Um tem a capacidade de transformar, mudar as coisas, começar denovo. Quando se junta +1 a um número par, ele se transforma em ímpar. Quando se junta +1 a um número ímpar, ele se transforma em par.
Se multiplicar ou dividir 1 por 1, é sempre igual a 1. Isso não acontece com os outros números.
As pessoas 1 são diretas, enérgicas, autoritárias, independentes. Líderes. Às vezes solitárias. Fortes. Mentais. Agressivas. Ativas, não suportam ficar paradas. Odeiam rotina. Detestam chefes, elas é que são seus próprios chefes. É o dia, a claridade. A sexualidade, o desejo urgente.
Os Anos pessoais de número 1 sempre são favoráveis para começar algo novo.
Seu símbolo é um ponto.
O 1 é o Pai.
Esse ponto está concentrado, mas daí temos o

2 (DOIS) : É o primeiro número par. Assim como o 1 é masculino, o 2 é feminino. Assim como 1 é ativo, 2 é passivo e receptivo. Ao mesmo tempo, é a oposição direta ao 1. O 1 é concentrado. O 2 é dual. Contraditório. Representa a duplicidade: bem/mal, dia/noite, docilidade/crueldade.
As pessoas 2 alcançam o sucesso com a diplomacia, o tato, a persuasão, que são meios indiretos.
2 é o eco do 1, representa o reflexo, e também o primeiro conflito. Está ligado a sombra, à noite, a Lua. A exteriorização do movimento (1) faz aparecer a polaridade (2), fonte de toda a diversidade (3, vem a seguir).
É como o período de gestação. Tudo que se manifesta precisa primeiro passar por uma gestação. Assim como o 1 é mental, pensa e raciocina, o 2 dá forma à idéia do 1. O 2 “engravida”. Representa as forças opostas, porém complementares.
Os 2 não gostam de ser chefes. Gostam de cuidar, proteger, dar forma. Preferem escutar, mais do que falar. São mais sentimentais do que racionais. Gostam de ensinar, dar conselhos. Querem se casar, detestam solidão.
Seu símbolo é uma linha.
Uma linha é composta por uma sequência de vários pontos. É o 1 se exteriorizando. Ele precisa urgente de um ambiente aconchegante para não morrer (o útero, o 2), onde a ideia descansa, e toma uma forma. O 2 é a Mãe.

3 (TRÊS) : É o número da Criação. O número 1, embora seja em potencial super criativo, é, quando solitário, estéril. Mesmo multiplicado, sempre permanece 1. O 2 lhe acalma, nutre, protege, mas não resolve o problema. 1 não pode permanecer eternamente protegido, se formando. Quem soluciona isso e cria além do mental, cria no físico, é o 3.
É o número da multiplicação, do desenvolvimento organizado e harmonioso. É um número de comunicação e de muita sorte. Criatividade. Inteligência e sensualidade (diferente de sexualidade, no 1).
As pessoas 3 progridem rápida e facilmente. São expansivas, criativas, fascinantes, carismáticas, cheias de amigos e conhecidos, alegres e brilhantes. Mas devem ter cuidado com a tendência a dispersar as energias, não se concentram tanto como o 1 e o 2. O 3 está sempre descobrindo os prazeres de estar vivo, e se volta para várias direções ao mesmo tempo. É muito rápido.
É o laço misterioso que une o ativo 1 ao passivo 2, sem ser nenhum deles, e sendo os dois ao mesmo tempo. Não tem oposição.
Como primeiro número ímpar instável (a soma do primeiro ímpar, 1, com o primeiro par, 2), portanto, tem escolha, liberdade. Está sempre envolvido com muitas experiências, onde tudo é potencialmente possível. Tem uma imaginação enorme.
Seu símbolo é a união dos pontos e linhas em um triângulo:
É o Filho, e o Espírito.

4 (QUATRO) : É o primeiro número sólido, material e concreto. Representa a estabilidade, mas também imobilidade. O 3 ficou cansado de tanta correria.
Representa os 4 pontos Cardeais (Norte, Sul, Leste, Oeste), os 4 elementos (Fogo, Terra, Ar e Água), os 4 estados da matéria (Seco, Úmido, Quente, Frio). Os 4 pontos Cardeais nos orientam no espaço material, os 4 elementos são matéria, e os 4 estados são estados da matéria.
As pessoas 4 são estáveis, “fincadas no chão”, sólidas, firmes. Sustentam a si mesmas e aos outros. Podem ficar monótonos ou pouco criativos. São lentos. Mas trabalhadores incansáveis. Geralmente são calmos, mas sua cólera é terrível (é semelhante a um terremoto, a Terra é calma, mas quando se desacomoda...).
É o símbolo do espaço delimitado, do limite. A organização precisa de disciplina e limites. É o primeiro número par estável. O 4 representa a origem do Universo material manifestado. Embora tenha vindo do espírito (3), a matéria (4) tem uma tendência a esquecer sua fonte, e achar que se basta a si mesma. É uma parada evolutiva, a entrada no “mundo das causas”. Aqui tudo é lógico e a intuição tem pouco espaço.
Seu símbolo é um quadrado.

5 (CINCO) : Nasce da união do primeiro número feminino (2) com o primeiro masculino (3), pois o 1 é estéril.
Por isso, 5 é o número do prazer, da sensualidade. No 3 a sensualidade é para procriar. No 5 é para se divertir.
As pessoas 5 tem características misturadas do 3 e do 2: impulsividade, inquietude, flexibilidade, mas se retraem facilmente e não suportam que lhes contradigam, se colocam logo em posição de oposição. É o número dos 5 sentidos (tato, olfato, paladar, visão e audição). As pessoas 5 dão uma super importância ao lado físico e ao prazer, aos seus próprios sentidos e instintos.
São pessoas multifacetadas. Seu símbolo é o pentágono. O 5 está exatamente no meio dos algarismos de 1 a 9, e no meio do Tetraktis. O centro é muito ativo, instável, criativo.
São pessoas muito versáteis, inteligentes e adaptáveis. Adoram aventuras. Mas são também instáveis, mudam de idéia e de humor muito rápido. Com tantas escolhas e o sentimento de liberdade, ficam hesitantes, não sabem o que fazer, querem tudo ao mesmo tempo. Devem tentar ir até o fim pelo menos em algumas coisas. Desistem fácil. Mudam de objetivo. Gostam de estudar e viajar. Número da liberdade e da evolução. Seu símbolo é o pentágono (a estrela de 5 pontas).

6 (SEIS) : Aritmeticamente é o número “perfeito” (números que dão iguais à soma de seus divisores - os divisores do 6 são 1,2 e 3, e o 6 = 1+2+3). São números muito raros, os primeiros cinco são: 6, 28, 496, 8128 e 33550336.
Além disso, o 6 nasce também do produto dos seus divisores : 1 x 2 x 3 = 6.
Consequentemente, pessoas equilibradas e harmoniosas. Bem integradas, tranquilas, satisfeitas. Sua característica é de amor e paz domésticas.
Número do casamento, da família reunida. São fiéis, afetivos, dedicados, organizados e trabalhadores.
Representa os dias da Criação (foram 6 dias de Criação).
Seu símbolo, o símbolo do equilíbrio, são 2 triângulos sobrepostos, formando a estrela de 6 pontas.

7 (SETE) : É um número primo (não é produto da multiplicação de outros números e, além disso, também não produz, por multiplicação, nenhum dos primeiros 10 números). Nisto, é muito diferente dos outros algarismos de 1 a 9.
Daí seu significado de estar afastado, e ter dificuldades para se comunicar.
As pessoas 7 são solitárias, gostam de viver um pouco à margem da sociedade comum, gostam de coisas exclusivas e diferentes.
A idéia de magia e mistério envolve o 7.
7 regula muitos ciclos da Terra. O ciclo da Lua (são 4 fases de 7 dias). No rosto humano há 7 orifícios, 7 cores do arco-íris, 7 notas musicais, 7 planetas visíveis a olho nu. O dia que Deus descansou (o sétimo dia).
Esse repouso do 7 adquire um caráter sagrado, indica a reflexão após a fadiga do trabalho, a necessidade de se afastar um pouco do mundo, a introspecção, a meditação. O poder do espírito sobre a matéria. Evolução mental e espiritual. Misterioso, profundo, estranho, difícil de definir. O conhecimento, a sabedoria, a perfeição. A magia. A cura. A filosofia, a compreensão da transcendência. O conhecimento dos mistérios.
Assim é o 7. Calado, misterioso, pensativo, gosta de ler, estudar, pensar. Tem o poder da cura, está ligado a medicina e à saúde. É um pensador, um filósofo. Precisa de silêncio, é muito sensível. Tem grande necessidade de privacidade. Guarda segredos. Gosta de ir ao fundo de tudo.
Seu símbolo é um triângulo sobre um quadrado (formando uma casinha), ou um triângulo dentro de um quadrado.

8 (OITO) : Formado por 4 + 4 (duas vezes o número da matéria). O dobro do número da matéria representa um grande interesse por questões práticas, materiais, financeiras, coisas do mundo (diferente do 7, o espírito). Enquanto o 4 trabalha duramente até obter suas recompensas e estabilidade, o 8 alcança rapidamente uma grande fortuna em termos de dinheiro e poder, mas, com a mesma rapidez, por um descuido bobo, pode perde-la. Sujeito à erros de cálculo ou circunstâncias imprevistas. Seu traçado não tem começo nem fim. Ele vai e volta.
Associado com a vagina, a “porta” da vida para o mundo. Mesmo tão material, representa também a “outra” vida, a continuidade (seu traçado é contínuo). Por isso, o símbolo do infinito, chamado leminiscata, é um 8 deitado. Está também associado ao equilíbrio das forças opostas.
O sucesso material que está em potencial no 8 só poderá ser alcançado e mantido se ele for capaz de equilibrar as forças opostas da natureza (da sua própria principalmente). Do contrário, é um desastre.
Simboliza a justiça, as leis (humanas e da natureza)
É o número das ligações, articulações, negociações, passagens de uma dimensão para a outra. Capacidade e perseverança para caminhar e vencer no mundo material a passos tranquilos e firmes.
Capacidade de pensar em termos muito amplos.
Pessoas 8 são práticas e espirituais ao mesmo tempo. Precisam ter muito dinheiro e poder para se sentir seguras. São muito sensuais e sexuais, as vezes pouco afetivas. Também é um número ligado à cura, pelo seu poder de transformar e mudar de dimensão.
É um número denso (material), pesado e espiritual ao mesmo tempo.
Seu símbolo são 2 quadrados entrelaçados, formando uma estrela de 8 pontas.

9 (NOVE) : As grandes realizações mentais e espirituais. É o último e mais alto de todos os algarismos elementares, representando qualidades “superiores” de sabedoria e conhecimento.
Gerado pelo 3 x 3, por isso, pessoas 9 são “exaltadas” (as características positivas e negativas do 3 em mais alto grau).
Número de muito amor (possui multiplicada a sensualidade do 3). No 9 essa sensualidade transcende, e ele sente amor e compaixão pela humanidade, gosta de ajudar a quem precisa, gosta de se doar aos outros, sente responsabilidade social. É muito mental e muito emocional. Seus sentimentos e emoções passam por verdadeiras tempestades.
Contém em si todos os algarismos simples, engloba a todos eles e também os dissolve.
É a geração e a transmissão da vida. Encerra uma fase e começa a outra. Depois dele todos tem mais de 1 algarismo. É como o horizonte, delimita e separa, mas você não consegue tocar.
Número da fama, do reconhecimento, da vida pública, das multidões, estudos, ciências, intuição e razão ao mesmo tempo. Grande sensibilidade. Quando em crise, tem uma tendência a se isolar, culpar os outros e falar mal do mundo, como um eremita azedo e solitário, fica egoísta.
Seu símbolo é um quadrado com um pentagrama dentro.
Além dos 9 algarismos elementares, consideramos também alguns outros, chamados de “números mestres”, que ultrapassam o 9 em sabedoria e conhecimento:

11 (ONZE) : Um plano de conhecimento muito elevado. Sai do que é comum ou habitual. Sua intuição é poderosa. Instintivamente sabe o futuro e o interior das pessoas e das situações, mas tem dificuldades em comunicar isso.
São mestres, pregradores, e em alguns casos, mártires. Porque não são compreendidos. São muito espirituais. Percebem uma realidade diferente e muitos não lhes dão crédito.
Número da luta, do martírio, da defesa das idéias, da defesa dos direitos, do muito conhecimento. Força oculta, incontestável. Chave e segredo de muitos poderes. Número da fé e das crenças firmes. Seu entusiasmo é contagiante.
Sua independência absoluta de pensamento muitas vezes lhe deixa isolado.
Exerce poder sobre os poderosos. É o gênio, o mágico e o louco. Viaja pelo inconsciente coletivo e volta prá contar a história.
Pessoas 11 tem idéias diferentes, muita intuição, vão bem na vida quando estudam, percebem coisas que os outros não notam, são sutis, excêntricas, sensíveis, rápidas e inteligentes. São pouco práticas, não sabem lidar bem com o dinheiro. Muito idealistas.
Quando aparece o 11, a pessoa vibra na energia do 11 e do 2 ao mesmo tempo.

22 (VINTE E DOIS) : É dominador, e se distingue dos outros de maneira muito forte. Quando aparece no cálculo numerológico significa vitória incontestável sobre todos os obstáculos. Mas seu triunfo passa obrigatoriamente pelas oposições, pelos inimigos, pelos grandes problemas. É o número das grandes empresas transnacionais, que começaram com uma garagem alugada. O poder de criar e vencer. É material e emocional, menos espiritual que o 11.
Conquistador, visionário, prático, administrador, autoritário, realizador de sonhos. Há um pouco de excesso na vitalidade e no entusiasmo, e ele vai aos limites de tudo. Quer se expandir sempre, precisa de espaço, precisa ir além.
Mas consegue controlar suas emoções. Tem muitas inspirações.
11 é o mensageiro, 22 é o que age.
Tem sabedoria, muita habilidade e talentos pessoais e trabalha muito. Sua vontade de ferro costuma alterar a História.
Quando aparece o 22, a pessoa vibra no 22 e no 4.

33 (TRINTA E TRÊS) : Depois do mensageiro (11) e daquele que age (22) vem o portador da sabedoria, o mestre (33).
Número da ciência, da pesquisa e da fé. Tem a razão que sabe e o sentimento que crê. Atual forte no mundo espiritual, mental, emocional e físico.
Transcende as condições difíceis, sua energia é canalizada para as transformações profundas.
Tem sabedoria, e sua presença acalma, sensibiliza e ilumina as pessoas em volta. Sua vida é impessoal, desprendida, vive mais para os outros do que para si mesmo. È modesto, humilde, caridoso, simples. Não busca glórias e fama, e muitas vezes elas é que vem até ele.
Quando aparece o 33, a pessoa vibra no 33 e no 6.

0 (ZERO) : Representa o infinito, o vácuo, o Tao. O Vazio Original de onde tudo saiu e para onde tudo retorna. Mas é um Vazio rico de possibilidades, como um “caldo” de potenciais, sem identidade própria. O infinito ainda não manifestado. Tudo nele é potencial. Nada nele é diferenciado. Mas ele contém todas as potencialidades que serão possíveis de se manifestar em cada número.
Em uma análise numerológica, o Zero pode aparecer de 3 maneiras:
- como reforço vibratório: reforça o número que vem antes dele (ex. no 20, o Zero reforça o 2). Se acham que é pouco, imaginem um número com 10 Zeros atrás e o mesmo número com 10 Zeros na frente, e vejam se o Zero faz ou não faz diferença.
- como ausência: quando falta algum dos algarismos de 1 a 9. Por exemplo, se no seu mapa numerológico não tem o número 2, terá no lugar dele um Zero.
- como desafio: nas previsões poderá aparecer o Zero, veremos mais adiante.
O potencial (0)
1 - Atuou, tomou impulso (número do início de tudo no mundo material)
2 - encontrou ambiente seguro (número do ambiente, do “ninho”)
3 - se multiplicou (número do nascimento, une raciocínio e sensibilidade)
4 - adquiriu estabilidade para sobreviver (número da estabilidade e do trabalho)
5 - se aventurou sozinho em busca de algo a mais (número das mudanças e novidades, em cima do que já está criado)
6 - encontrou outro potencial, por quem se sentiu atraído e assumiu mais
responsabilidades (número do equilíbrio, responsabiliza-se pelas mudanças que fez, número das decisões e afetividade)
7 - realizou a união e aprofundou seu pensamento e refletiu sobre o passado (número raciocínio em conjunto com a intuição, da realização, da reflexão e da filosofia)
8 - modificou-se com a convivência e por isso evoluiu (número da transformação, da cobrança cármica, da descoberta dos tesouros ocultos ou disfarçados)
9 - gerou novo potencial, fundindo-se novamente (número da sabedoria, da emoção exaltada, das finalizações ou das despedidas)
10- para se manifestar novamente, mais enriquecido. (aqui se inicia um novo ciclo enquanto ainda se colhe os frutos da realização de todas as etapas).

Namastê!

Nenhum comentário: