...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Eclipses nas Casas e Planetas natais

eclipses nas casas e planetas natais
"Encontramo-nos no sonho de sempre,
não chegues tarde."
(Miró)

Seja pela Ciência ou pela superstição, a humanidade não tem sido indiferente aos eclipses.

O que mais se observa em Astrologia são mudanças climáticas de maior ou menor intensidade.

O eclipse mais antigo que se tem registrado aconteceu na China em 22/10/2137 AC.
Por volta de 2300 AC os astrônomos da época já conseguiam prever eclipses.

Uma antiga lenda chinesa conta que os astrônomos Ho e Hi, astrônomos do rei, devido ao alto consumo de álcool, falharam em prever ou esqueceram de avisar o rei de um eclipse que estava próximo.
O rei ficou muito irritado porque não pode organizar a tempo a marcha de tambores e flechas para assustar o dragão invisível para que não comesse o Sol.
Como consequência, Ho e Hi perderam suas cabeças, mas o Sol graças aos deuses sobreviveu.

Ao longo dos tempos, muitos eclipses coincidiram com grandes alterações mundiais tais como batalhas, coroações e quedas de impérios.

Uma dessas alterações aconteceu em 28/05/585 AC durante a "Batalha do Eclipse" no Rio Hallys na Turquia. Após uma guerra de 15 anos entre lídios e persas, a guerra foi terminada durante uma batalha em que ocorreu um eclipse do Sol. Esse eclipse havia sido previsto pelo astrônomo Tales de Mileto e ficou conhecido como o Eclipse de Tales.

Um dos pensamentos mais comuns foi o de que eclipses causam mal, transtornos e má sorte.


Em algumas culturas os eclipses são vistos como presságios de boa sorte, quando o Sol e a Lua (marido e mulher) lançavam sombras fechando as cortinas para obterem mais privacidade.

Em outras culturas os eclipses são maus presságios, sempre com alguma criatura (dragão, lobo, demônio, etc) engolindo o Sol ou a Lua.

Em Astrologia, embora haja diferentes pensamentos, o mais comum é que os eclipses aumentem a sensibilidade da área que tocam, levando a pessoa a dar mais atenção àquela parte do seu mapa no período de influência do eclipse, o que tanto pode se traduzir por uma crise quanto por uma boa colheita.

Essa sensibilidade poderá causar transtornos ou trazer benefícios, conforme os planetas e configurações que toca no mapa individual, e os aspectos que faz com planetas natais.

No planeta, essa sensibilidade se traduz em alterações ou fenômenos climáticos, relacionados principalmente com as águas (rios, mares, chuvas, secas, tempestades, etc).

Em Astrologia Mundial, os eclipses do Sol afetam mais os governantes e os eclipses da Lua afetam mais os povos e as massas, embora os dois estejam interligados.

Isso acontece devido aos eclipses acontecerem sempre em áreas próximas aos Nodos Norte e Sul que não são astros com corpo físico, mas pontos importantes na trajetória do Sol e da Lua onde caso estivessem na mesma estrada, se cruzariam.


Todos os planetas tem Nodos Norte e Sul.
Em Marte acontecem eclipses quase que diariamente.

Os eclipses adquirem maior importância quando são visíveis no local onde a pessoa está.

Sua influência é forte quando toca por conjunção ou oposição, e em menor grau também pela quadratura, pontos do mapa natal que tenham o Sol, Lua, Ascendente, Meio do Céu, Mercúrio, Vênus ou Marte.
A orbe para esses pontos é de 3 a 5 graus no máximo para conjunção, oposição e quadratura.

Quando o eclipse é do Sol, se forma durante a Lua Nova.

Quando o eclipse é da Lua, se forma durante a Lua Cheia.

Eclipses do Sol marcam início de alguma fase porque acontecem no início do ciclo de lunação (Lua Nova).
A ocultação do Sol faz com que a área ocultada necessite de mais atenção.

No eclipse do Sol, a Lua que oculta o Sol, ficando em posição entre a Terra e o Sol projetando sua sombra na Terra.

Por isso dizemos que nesses eclipses a Lua absorve a luz do Sol que seria enviada para o planeta naquele momento.

Como eles acontecem durante a Lua Nova, causam algum desequilíbrio na ênfase Sol-Lua daquele ciclo de lunação, pois nas Luas Novas em que não há eclipse tanto o Sol quanto a Lua projetam suas forças no mapa.
Nos eclipses, o Sol é ocultado passando a Lua a se projetar mais.
A Lua simboliza as emoções e o passado.
Por isso o simbolismo dos eclipses do Sol aumentarem as emoções e nos levarem ao passado.


Eclipses da Lua acontecem na Lua Cheia marcando o auge de um ciclo.
A ocultação da Lua faz com que a área ocultada necessite de mais atenção.
Porém, diferente da LNova, na Lua Cheia o Sol e a Lua estão em signos e casas opostos, levando a atenção para as duas casas do eixo.

Nos eclipses da Lua, a Terra fica posicionada entre a Lua e Sol, a Terra oculta o Sol, e a Lua reflete os raios do Sol às vezes em tons de vermelho (as chamadas Luas de Sangue) ou laranja, conforme a intensidade.

A parte do mapa que a Lua fica oculta exigirá maior atenção.
Porém na Lua Cheia o Sol e a Lua ficam em signos e casas opostos, então acontece o contrário do eclipse do Sol, o Sol projeta mais do que a Lua.

Então nos eclipses da Lua o eixo da casa tem mais importância por haverem duas casas ocupadas e não uma, como acontece nos eclipses do Sol.

O Sol simboliza a razão e o futuro.
Por isso o simbolismo dos eclipses da Lua aumentarem o intelecto e nos levarem para o futuro.

Eclipses em conjunção ou oposição com planetas natais

Sol :
oscilações energéticas, importância do ego, relacionamentos com homens, relações de hierarquias e autoridade, relacionamentos com filhos ou crianças, amores, conhecimentos intelectuais, clarear situações, compartilhar, ser generoso, auto expressão, cuidar com egocentrismo.

Lua:
oscilações emocionais ou sentimentais, relacionamentos com dependência, relacionamentos familiares, relacionamentos com mulheres, filhos ou crianças. Lidar com assuntos do passado, sonhos, assuntos domésticos, mudanças ou viagens, buscar segurança emocional, auto conhecimento, cuidar com depressão, melancolia.

Mercúrio:
oscilações mentais, nervosismo, tensões, stress, sobrecarga mental, relacionamentos com jovens, colegas de trabalho, vizinhos ou irmãos. Adaptação a mudanças no ambiente e no pensamento, novas ideias, análise crítica e lógica de situações, novos conhecimentos, veículos, aparelhos de comunicação, cuidar com impaciência, stress e distração.

Vênus:
oscilações em relacionamentos afetivos, finanças ou vida social. Lidar com finanças, relacionamentos, prazeres, quilibrar finanças, negociar, namorar, discutir cláusulas de contratos, cuidar da aparência e da beleza, cuidar das carências, insegurança, falsidades, dependência, auto imagem, confiança em si próprio, ciúme.

Marte:
oscilações energéticas, importância da iniciativa pessoal. Lidar com assuntos competitivos, dinâmcos ou mais ousados, independência, agressividade, sexualidade, paixões, estratégias, assuntos de trabalho ou esportes, cuidar com dominação, impaciência, imprudência, raiva ou egoísmo.

Júpter:
oscilações em relacionamentos, importância de observar o conjunto e contexto das situações. Lidar com objetivos e metas de longo prazo, viagens, prazeres, esportes, veículos, estudos, amigos, crenças pessoais, assuntos fora da rotina, sensualidade, oportunidades, cuidar com exageros fanatismo, egoísmo ou desperdícios.

Saturno:
oscilações na segurança pessoal e estruturas da vida. Lidar com organização, assuntos do passado, assuntos que requeiram precisão, concentração e paciência, pessoas mais velhas, autoridades, conservadorismo, tradições, morte ou perdas, caminho de vida, restrições pessoais, limites, cuidar com pessimismo, melancolia, rigidez, rancor, depressão e amargura.

Urano:
oscilações energéticas. Lidar com imprevistos, inovações que estejam surgindo ou que você esteja planejando em sua vida, tecnologia, novos conhecimentos, genialidade, insights, amigos, pessoas excêntricas, adolescentes, pessoas mais velhas, avaliar a liberdade pessoal em sua vida (é muita ou pouca?), usar criatividade, ser original e autêntico, cuidar com imprudência, impaciência, autoritarismo, rebeldias, utopias, manias, stress.

Netuno:
oscilações emocionais. Lidar com emoções profundas, sentimentos pessoais, relacionamentos afetivos, insights, curas, espiritualidade, amigos, pessoas místicas, cuidar com fantasias, ilusões, depressão, fugas, obsessões, desgastes.

Plutão:
oscilações emocionais e energéticas. Lidar com questões difíceis, encarar seus medos internos e sua sombra, questões de poder, paixões, deixar ir mágoas ou raivas passadas, usar seus recursos internos, dons e aprendizado, morte ou perdas, cuidar dos sentimentos e emoções, cuidar da saúde, ser mais produtivo ou eficiente, insights, detalhes, pesquisas, cuidar com ciúme, isolamento, manipulações, dominação, obsessões.

Nodo Norte:
Lidar com compulsões ou obsessões, paixões, talentos não desenvolvidos, magia ou ocultismo, estratégias, estudos, novos conhecimentos, pessoas rebeldes, excêntricas ou ousadas, situações que exijam comprometimento e dedicação, cuidar com ilusões, falsidades, compulsões, agitação, stress.

Nodo Sul:
Lidar com acomodação, perdas, desperdício, espiritualidade, tecnologia, situações que exijam deapego, despreendimento e disciplina.

Roda da Fortuna:
Lidar com bem estar, saúde, corpo físico, relacionamentos, prosperidade, imprevistos, projeção social, oportunidades, cuidar com acomodação, negligência, preguiça.

Kíron:
Lidar com complexos psicológicos, feridas emocionais, dores emocionais ou físicas, recursos próprios de cura, corpo físico, medicina, tratamentos e terapias, estudos, iniciações, ocultismo, xamanismo, limites, restrições, questões de liberdade ou opressão, insights, capacidade de superação, cuidar com imprudência, arrogância, negligência, obsessões, depressão.

Lilith:
Lidar com sexualidade, paixões, independência, rejeição, frustrações, criatividade, prazeres, força interior, cuidar com extravagância, rebeldia, agressividade, compulsões.

Tanto nos eclipses do Sol quanto nos eclipses da Lua o eixo das casas fica energizado - uma casa pela falta e a outra pelo excesso.

Eclipses do Sol nas casas natais

Nos eclipses do Sol a tendência é de que algo do passado retorne em nossa vida referente aos assuntos da casa que cai o eclipse ou da casa oposta, seja na forma de notícias, encontros, acontecimentos ou recordações.

Casa 1 - Novo ciclo relacionado com a própria pessoa, sua aparência, comportamentos, decisões importantes a tomar. Também se reflete nos relacionamentos pessoais. Período de mudança de caminho e ousadias. (casa oposta: 7)

Cada 2 - Novo ciclo relacionado com a vida financeira. Pode trazer oscilação financeirra. Por ser uma casa de valores, há questionamento sobre o que é importante em sua vida nesse momento.
Período de guardar ou gastar dinheiro. (casa oposta: 8)

Casa 3 - Novo ciclo trazendo mudanças de pensamento, encontros ou partidas. Aumenta ou diminui atividade mental. Período de movimento e comunicação, procura de significado, questionamento de crenças e filosofias, necessidade de se adaptar a novas situações. (casa oposta: 9)

Casa 4 - Novo ciclo relacionado com a casa e a família. Vida interior sensibilizada. Ótimo momento para planejar coisas a longo prazo. Assimilação, sensibilidade emocional, intuição, sonhos, insights. (casa oposta: 10)

Casa 5 - Novo ciclo relacionado com amores, filhos, diversões e criatividade. Oscilações ou mudanças na expressão dos sentimentos. Período de expressão emocional. (casa oposta: 11)

Casa 6 - Novo ciclo relacionado com saúde e trabalho. Mudanças na rotina ou na maneira de cuidar da saúde. Período de consertos e organizações, obrigações, maior eficiência, melhora na qualidade de vida. (casa oposta: 12)

Casa 7 - Novo ciclo nos relacionamentos. Oscilações em parcerias, casamento ou vida social. Período de guerra ou de paz, casamento ou separação, união ou afastamento. (casa oposta: 1)

Casa 8 - Novo ciclo na vida financeira, sexualidade e vida interior. Oscilações financeiras ou sexuais. Grandes questionamentos, experiências internas, saída ou entrada em crises. Período de perdas ou de descoberta de tesouros ocultos, sonhos importantes, intuição e insights. (casa oposta: 2)

Casa 9 - Novo ciclo relacionado com ambições e objetivos de vida. Oscilações em viagens, estudos, religião. Período de planos e sonhos, movimento e comunicação, estudos, filosofia, religião, novos conhecimentos, aventuras. (casa oposta: 3)

Casa 10 - Novo ciclo relacionado com a vida pública e a profissão. Oscilação nos relacionamentos de poder (patrão/empregado, etc), questionamento sobre seu caminho, descoberta de nova vocação. Período de projeção pessoal na sociedade. (casa oposta: 4)

Casa 11 - Novo ciclo relacionado com amigos e vida social, projetos humanitários e sociais, grandes empresas ou empreendimentos. Oscilação nas atividades de grupo e nos relacionamentos. (casa oposta: 5)

Casa 12 - Novo ciclo relacionado com a vida interior, aprendizados, saúde/doença, espiritualidade. Oscilações emocionais, psicológicas ou espirituais. Período de grande sensibilidade que requer distanciamento, descanso e tranquilidade. Sonhos importantes, intuições, insights. (casa oposta: 6)

Eclipses da Lua nas casas natais

Nos eclipses da Lua a tendência é de largar algo do passado e concentrar as atenções no futuro e nas possibilidades dos assuntos da casa que cai o eclipse, ou na casa oposta, seja na forma de notícias, seja na forma de notícias, encontros ou acontecimentos.

Casa 1 - Tendência a cobrar e exigir muito do parceiro, sócio ou marido. Ótimo momento para cuidar de você mesmo, mudar aparência, comportamento, etc (casa oposta: 7)

Casa 2 - Tendência a gastar mais, fazer grandes aquisições. Ótimo para quitar dívidas e equlibrar seu orçamento, planejar o futuro, organizar seus recursos, fortalecer a si mesmo, ser mais produtivo, lucrar. (casa oposta: 8)

Casa 3 - Tendência de buscar novos caminhos ou alternativas para situações atuais, vontade de viajar ou de estudar. Ótimo para atualizar informações, apender alguma coisa, fofocar com os amigos, ficar horas no celular jogando conversa fora. (casa oposta: 9)

Casa 4 - Tendência de novos caminhos ou oportunidades profissionais, mudanças em casa, na família ou vida doméstica. Ótimo para dormir mais, receber gente em casa, namorar, meditar, levar trabalho prá casa, fazer planos para o futuro, consultar oráculos, fazer comidinhas gostosas ou pedir pizza. (casa oposta: 10)

Casa 5 - Tendência de cobrar atenção e demonstrações afetivas nos seus relacionamentos. Ótimo para assuntos de beleza e artes, criatividade, encontros com amigos e amores, se integrar socialmente. (casa oposta: 11)

Casa 6 - Tendência de negligenciar ou modificar assuntos da sua rotina e relacionados com estudos técnicos ou ferramentas de trabalho. Ótimo para organizar a bagunça e fazer consertos, exames ou tratamentos médicos, rever seus hábitos de sono, alimentação e atividades físicas. Relaxe e combata o stress. (casa oposta: 12)

Casa 7 - Tendência de procurar mais a companhia de pessoas, tentar agradar, valorizar aparência e impressão causada nos outros. Ótimo para valorizar a si mesmo, negociar, assumir opiniões, relacionamentos ou situações publicamente, dialogar, ser gentil, namorar e se embelezar. (casa oposta: 1)

Casa 8 - Tendência de enclausurar-se em si mesmo culpando os outros pelos seus problemas, questionar o compartilhamento de recursos e poder nos seus relacionamentos. Ótimo para planejar qualquer coisa, buscar forças em si mesmo, trocar confidências, namorar, meditar, fazer curso de ocultismo, fazer terapia, prestar atenção nos sonhos e insights, perdoar a si mesmo e outros, deixar ir embora velhas mágoas, consultar oráculos. (casa oposta: 2)

Casa 9 - Tendência de conversar mais, fazer planos ambiciosos, ficar mais ousado ou atrevido. Ótimo para ler, estudar, se comunicar, encontrar pessoas, fazer intercâmbios, ficar horas pendurados no telefone, namorar, passear, ir na igreja, consultar oráculos, mudar a sua rotina. (casa oposta: 3)

Casa 10 - Tendência de trabalhar mais, buscar projeção social, ter comportamento autoritário ou arrogante, lidar com obstáculos difíceis. Ótimo para lidar com assuntos difíceis, sentar para ouvir as queixas de alguém, dar ou pedir proteção, trabalhar mais, cuidar da sua vida pública, solucionar problemas domésticos. (casa oposta: 4)

Casa 11 - Tendência de se espalhar emocionalmente, dramatizar, buscar companhia. Ótimo para dar uma passeadinha na cidade, encontrar amigos, namorar, fazer atividades em conjunto ou em grupos, dar e receber apoio, se comunicar mais, cuidar da beleza, apreciar artes, melhor momento para aparecer ou chamar a atenção sobre si mesmo. (casa oposta: 5)

Casa 12 - Tendência de se isolar ou se afastar, se sentir frágil. Ótimo para cuidar da saúde, dar ou receber apoio, buscar espiritualidade, usar seus dons e talentos com criatividade, descansar, dormir mais, prestar atenção nos sonhos, perdoar, fazer trabalhos solitários tipo pesquisa ou consertos, organizar seu interior, consultar oráculos. (casa oposta: 6)


Namastê.

Nenhum comentário: