...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

terça-feira, 15 de abril de 2014

abril 2014, astrológico

"Os dragões morrem. 
Mas a mesma coisa acontece com os matadores de dragões."
(As Crônicas de Gelo e Fogo, livro 2, a Fúria dos Reis, Daenerys - George R.R.Martin)

O mês iniciou com a influência da LUA NOVA de 30/03/2014, domingo, 15:44h.
Sol e Lua a 9°58'57" Áries na casa 8, com Ascendente a 16°Leão e Meio do Céu a 0°13' Gêmeos.
Sol e Lua interceptados. Urano e Marte também.

(perdoem o atraso, foi menor esse mês, o tempo voa e o texto foi feito "à facão", como se diz no Sul)

A influência de uma Lua Nova vai sempre até a próxima, passando pelas etapas Crescente, Cheia e Minguante.
No caso, essa lunação vai até a próxima, dia 29/04/2014.

Agora o ano está REALMENTE começando, após a entrada do Sol em Áries (20/03, quinta-feira, 13:57h).
No ingresso do Sol em Áries, com a Lua Cheia se encaminhando para Minguante, a sensação é de urgência, como se estivéssemos sempre atrasados.

Mercúrio já direto, mas em Peixes e em grau crítico, não compreende bem se algo está começando ou terminando.
A mente está sensível, e bastante confusa, porque, como já falei no mês anterior, a comunicação está acontecendo pelo cheiro, pela sensação, pela impressão, intuição, emoção.

Não que isso não seja bom. Pessoalmente acho ótimo.
O problema é perder o pé, porque Mercúrio, o planeta da razão, serve para organizar mental e logicamente a nossa vida prática, emocional e psicológica.

Vênus, o planeta dos sentimentos, está em Aquário, abrindo-se a toda a forma de amor, desde o possessivo até o universal.
É o momento de chutar preconceitos e quebrar paradigmas, Vênus precisa respirar, precisa de liberdade, sinceridade, fraternidade.
E, se radicalizar, precisará também se rebelar.

A Lua Nova participa de um quadrado em T envolvendo Sol/Lua e Urano em Áries na 8, em quadratura com Júpter em Câncer na 11 e Plutão em Capricórnio na 5, estando Júpter e Plutão em oposição.

É um início bastante tenso: todos têm razão, todos os motivos da irritação são verdadeiros, mas cada um quer resolver a situação de um modo diferente: Sol, Lua e Urano querem ousar, quebrar padrões e chutar o balde, sem medir muitas consequências; Plutão quer explodir as coisas de dentro prá fora, mas prefere preservar o que acha confortável, e Júpter busca conselhos no passado, na experiência, e deseja avançar com bastante segurança e de forma pacífica.

Isso se reflete no comportamento da maioria das pessoas.

A Lua ariana é de pouca paciência e, mesmo não sendo maldosa, explode impulsivamente à menor contrariedade (estamos à flor da pele).
Envolvida nessa quadratura em T de planetas e signos fortes, o humor fica muito instável, oscilando entre a raiva, o medo, a insegurança: Mercúrio pisciano não consegue pensar racionalmente se é melhor avançar, recuar ou dialogar, e seguimos ao sabor das emoções, como um barco que necessita de vento.

Daremos muitas voltas nesse período, e teremos a impressão de não sair do lugar; já em outros momentos parece que vamos parar em terras desconhecidas.

Assim é muito fácil desorganizar a rotina e a vida em geral.
Principalmente os relacionamentos.

É muito importante manter o máximo de tranquilidade nesse período (estaremos "encharcados" emocionalmente) e não tomar decisões radicais.

Marte, o antigo deus da Guerra, hoje o planeta da ação, o detonador de acontecimentos, aquele que toma a iniciativa, está exilado em Libra.
Ou seja: antes de agir, a tendência é pensar, refletir, ponderar, evitar ao máximo o confronto e tentar resolver tudo pelo diálogo e negociação. Estamos buscando justiça e paz.

Mas a Lua Nova também participa de alguns aspectos harmônicos (trígono com Lilith em Leão na 12, trígono com o Ascendente em Leão e trígono com a Roda da Fortuna, também em Leão).

O trígono com Lilith traz para fora as nossas frustrações, limitações, mágoas e traumas. Lilith é tudo o que está reprimido em nós, e tem um forte componente de libido também.

Traduzindo: estamos de saco cheio.

Já o trígono com o Ascendente e com a Roda da Fortuna aponta para uma possível saída desse confronto, e um componente de sorte também.
"Não se faz omelete sem quebrar ovos".
Se a nossa pouca paciência não quebrar a maioria dos ovos, pressinto avanços, mesmo em meio a alguns cacos.

O progresso se impõe nesse momento.

Mas a lunação na casa 8 mostra que essa atividade toda acontece mais no interior, no íntimo, indo se manifestar mais claramente após a Lua Crescente, e mais ainda por ocasião da Lua Cheia.

Escândalos financeiros irão "estourar" com muita força, já que a lunação na casa 8 também se refere à dinheiro (não o dinheiro do salário, mas aquele dos financiamentos, empréstimos, sociedades, rendimentos de transações, dívidas, taxas, impostos, etc).

Junto com isso, possivelmente uma crise energética (casa 8 e Urano envolvidos), o mais provável que seja de eletricidade (Urano) e/ou combustível (quadratura de Plutão).

Além disso continua a tendência a acidentes com terrestres e aéreos (Júpter em Câncer envolvido na quadratura). Portanto, vá com calma.

Júpter nessa quadratura ainda contribui para sérios incidentes internacionais, diplomáticos, problemas com internet, comunicações, etc.

A maioria dos corpos celestes na parte ocidental mostra a importância de continuar agindo em conjunto.
Apesar do forte conteúdo emocional, alguns irão impulsivamente tomar atitudes independentes, fortes e enérgicas, talvez até autoritárias, as coisas que tendem a progredir serão feitas em grupo, em conjunto.

São dias que "flutuamos" pela vida, nadando conforme as correntes emocionais, e alguns estarão misturando emoções suas, dos outros, passadas e presentes. Um caldo mesmo.

Mas "flutuar" pressupõe uma certa leveza.
Nesse caso, mais a suavidade da Água do que a do Ar.

É tempo de lavar a sujeira.
Primeiro a nossa, depois a de fora.

Cuidado com os julgamentos duros e secos, e com os preconceitos.
Nem sempre temos tanta razão como pensamos, e é bom lembrar que o mundo é rico em pontos de vista e opiniões diferentes das nossas.

Lavamos primeiro a nossa própria sujeira, e depois a do mundo.

Livres, limpos e leves, podemos flutuar a vontade nessa maré revolta, aproveitando o vento parado para refletir e planejar, e usando as fortes correntezas que se formarão para nos aproximar mais de nossas metas.

É sempre bom lembrar que a principal meta da vida é ser feliz.
As outras metas secundárias (dinheiro, emprego, relacionamentos, status, etc,etc) são maravilhosas para facilitar a nossa vida.
Mas quem busca ascensão social e progresso financeiro com um interior amargurado e infeliz não vai aproveitar nada disso quando (e se) chegar lá.

Vênus está em Peixes desde 05/04, buscando refinar os sentimentos, aumentando a sensibilidade para as artes e manifestações espontâneas de sentimentos, procurando um amor sensual que toque tanto o corpo quanto a alma, e querendo se elevar espiritualmente.

A LUA CRESCENTE vem no dia 07/04/2014, domingo, às 5:30h.
Sol a 17°27' Áries na casa 1 e Lua a 17°27' Câncer na casa 4, com Ascendente a 1°45' Áries e Meio do Céu a 1°50' Capricórnio.
Saturno interceptado.

As tensões continuam, ficam um pouco mais fortes.
A quadratura em T está se fechando, indo para formar um Grande Quadrado (o máximo de tensão) na Lua Cheia.

Participam da quadratura Sol e Urano em Áries na 1, Lua e Júpter em Câncer na 4 e Plutão em Capricórnio na 10; Marte em Libra está participando também, em Libra, na casa 7, mas ainda não fechou o quadrado.

É uma semana de muito conflito, problemas e imprevistos.
O tempo passa pesado.
Há uma tendência de ficar sobrecarregado, principalmente emocionalmente, já que a Água ainda predomina.

Os hemisférios oriental e ocidental equilibrados mostram que tanto as iniciativas independentes quantos as atividades em grupo darão bons resultados.

Mas agora o peso vem de cima, com a maioria dos planetas na parte superior da carta astral.
Isso significa imposições, obrigações, vida social e pública, pouco tempo para si mesmo.

Lua e Júpter em conjunção na 4, participando da briga no céu, gritam por silêncio, sossego, repouso, férias ou algo parecido.

Mas as tensões que recebem sugerem que nem muita solidão e sossego nos será possível nesse momento. Ou porque muitos levarão os problemas e conflitos para a casa, ou porque chegarão em casa e encontrarão outros desafios.

Seja como for, a Lua simboliza a necessidade emocional.
Em Câncer, na casa 4, estamos necessitando urgentemente de repouso, carinho, aconchego, companhia de pessoas íntimas e confiáveis, e de preferência de alto astral (conjunção com Júpter).

O momento é de buscar nossas raízes, como uma forma de nos prender ao chão e de parar de vaguear por aí.
Mas também de buscar as causas dos problemas.

Embora o progresso e a mudança estejam se impondo, o passado serve como um bom professor (para repetir o que foi bom e não repetir o que não foi).
Cavocando até as raízes, encontraremos causas e, quem sabe, soluções que haviam sido esquecidas.
Mas é só.
Pare por aí.
Cuidado com a tendência de se refugiar no útero, no tempo que "eu era feliz e não sabia", porque você também pode estar sendo feliz hoje e não saber.

Mágoas, traumas, amarguras, rancores e machucados podem sair pelos poros também, pela presença de Kíron e Netuno na 12, mais Vênus na 11 mas conj. com a 12 e Mercúrio na 12, mesmo em conj. com a 1.

Cuidado com a depressão.
Pessoalmente, penso que um pouco de depressão é bom, porque nos faz parar e pensar, nos obriga a entrar dentro de nós mesmos e, quem sabe, iniciar uma boa jornada.
Mas só até aí.
Estacionar nas lamúrias atrasa a vida, pode levar a comportamento autodestrutivo, empacar a vida e lhe afastar de ser feliz e conquistar seus objetivos.

Se mágoas emergirem, aproveite para clarear isso, colocar tudo à luz do Sol, passar na peneira, ou na centrífuga e ficar com o que é bom, essencial e necessário da experiência. O resto, use para adubo, afinal, nessa vida "nada de cria, tudo se transforma".
Seja uma boa química, ou uma boa bruxa, e faça disso um bolo bem gostoso.
Sua saúde, sua mente e seu astral vai lhe agradecer muito.

O inconsciente das pessoas está super ativo, com as casas 4, 8 e 12 bem povoadas.

Isso se reflete no comportamento conforme o nível de evolução e também conforme o livre arbítrio de cada um, já que os planetas não mandam em ninguém, eles apenas criam um meio ambiente, não vivem a vida por nós.

Então, com as casas psíquicas recheadas, o povo pode cair na droga, se encharcar de álcool, optar pelo descontrole, vagar sem rumo e soltar no outro tudo o que tiver vontade.

Mas também pode optar por se abrir a influências superiores e transcendentes, receber insights, perceber soluções fáceis que estavam a seu alcance mas o tsunami emocional estava encobrindo.

Não podemos tirar férias dos problemas, eles irão junto conosco até o Himalaia, o Allaska, a Patagônia, Plutão, até outras galáxias..

Mas podemos tirar férias do stress sim.
Podemos passar por turbulências com uma atitude mais calma, sem ser submissos ou alienados.
Mesmo porque a tranquilidade contribui para clarear idéias e percepções, e evita muito arrependimento.

Esqueci de dizer que desde a Lua Nova o momento também está muito sensual, com um leve toque de romantismo. Mais sensual do que romântico.
Portanto, bom prá namorar.

No dia 07 mesmo, no dia da Lua Crescente, Mercúrio estará ingressando em Áries.
Começaremos a nos mexer mais, ser mais diretos com as palavras e focados com os pensamentos.
Mas continuamos com pouca paciência e impulsivos (mesmo com Marte em Libra).

Portanto, aproveite o bom humor de Mercúrio ariano mas procure não correr, não seja apressado, pois Mercúrio em Áries quadrando Júpter em Câncer atrai acidentes, descuidos por pressa, discussões, agressividade e falta de tato.

Não está bom para viajar (em geral, mas seu mapa pessoal pode dizer que sim).

Entendo essas configurações como muitos conflitos internacionais, acidentes, crises energéticas, greves e protestos contra o governo e disputas políticas acirradíssimas de muito baixo nível.

A saída da Lua desafiada é o trígono de Saturno em Escorpião, na casa 8.

Todas aquelas lições do Velho Mestre estão nos textos de Saturno em Escorpião, mas vou resumir aqui: tranquilidade interior, coragem para encarar a si mesmo sem culpa e sem medo, pois o objetivo da jornada interior de Saturno escorpiano é fortalecer nosso interior, trabalhar nossas fraquezas e utilizar nossas forças adormecidas. Quem sabe até descobrir novos talentos.

Quando nos tornamos fortes e tranquilos por dentro os problemas diminuem de tamanho e são bem mais facilmente resolvidos.
E não me refiro aqui apenas à ficar repetindo afirmações positivas de automotivação na frente do espelho, isso até pode ser muito bom.
Falo de realmente reconhecer a admitir claramente para nós mesmos aquilo que temos deixado a desejar, e aquilo que temos de melhor, sem nos sentir uns vermes e sem inchar nosso ego de orgulho.
Forças e fraquezas internas são recursos que temos, e que sempre podemos desenvolver e melhorar mais.
Então conseguiremos viver a vida mais leves, "flutuar" e ao mesmo tempo não perder o pé.

Apesar dos problemas materiais e confusões desse período, a espiritualidade também está em alta.
Seja qual for a sua linha de ação nesse sentido, use e ponha em prática.
E se você for ateu, pelo menos encare suas emoções, e mergulhe até voltar purificado.


A LUA CHEIA acontece no dia 15/04/2014, terça-feira, às 4:42h, com eclipse TOTAL da LUA, e vem acompanhada de muitas profecias da "Lua Sangrenta" por causa de sua coloração avermelhada no céu.
O Sol estará em 25°16' Áries na casa 2 e a Lua em 25°16' Libra na casa 8, com Ascendente a 28°04' Peixes e Meio do Céu a 27°57' Sagitário.
Leão e Aquário interceptados.

Nessa Lua Cheia eclipsada estamos fechando as quadraturas, formando o Grande Quadrado, envolvendo Mercúrio e Urano em Áries na 1, Júpter em Câncer na 4, Marte em Libra na 7 e Plutão em Capricórnio na 10.
A oposição do Sol e Lua da Lua Cheia passa bem perto da oposição de Mercúrio/Urano com Marte.

Essa Lua Cheia enfatiza o "Eu" x "Você".

Os planetas estão bem distribuídos nos hemisférios, o que sugere intensa atividade em todas as áreas.

O elemento Terra não está ausente, mas está muito pouco representado.
Interpreto isso como intensa atividade, agitação, até mesmo muita produção, mas a maioria das coisas não se concretiza, ou não vai até o final.

A qualidade Cardinal também está forte, sugerindo mudanças, rapidez, correria, impaciência, mas também independência, dinamismo, saída da zona de conforto.

Só que Cardinal precisa de Fixo para concluir.
Corremos o risco de deixar coisas inacabadas pelo caminho.

Por isso, é bom fazer uma boa seleção de prioridades e evitar de tentar concluir tudo, aceitar todas as tarefas, se encher de trabalho e depois largar a metade do que começou.

Essa forte energia, quando bem direcionada para objetivos específicos, derruba muralhas, quebra os obstáculos e permite o avanço, talvez mais tarde.

Mesmo que esteja difícil de concluir coisas, pelo menos estaremos abrindo caminhos e saídas, os quais trilharemos em um futuro próximo.

Lua Cheia é momento de colher os frutos maduros, é quando tudo aparece.
As sementes plantadas na Lua Nova de 30/03 germinaram, botaram a cara prá fora na Lua Crescente e mostram seus frutos exuberantes agora.

Aqui no hemisfério Sul iniciamos o Ano Astrológico em 20 de março, no equinócio de Outono.
Portanto, diferente do hemisfério Norte, quando o momento está em crescimento e em direção à abundância, aqui no hemisfério Sul é tempo de se preparar para o Inverno.

Então, faça bom uso dessa colheita, não desperdice, guarde para o Inverno que está quase aí, vamos precisar de muita energia e organização.

Aproveite os insights que receber, colha suas recompensas materiais (se não tiver colheita, se organize melhor, ainda há tempo) e comece a planejar a nossa estação fria.

No hemisfério Norte é Primavera, e eles entram o Ano Astrológico em celebração e colhendo prosperidade, se tiverem feito jus a isso.

Nós, do Sul, entramos o Ano celebrando sim, sempre temos muito a agradecer, mas entramos o Ano olhando para o futuro (temos o Inverno para passar).

Voltando, vou comentar em separado a Lua Cheia do eclipse.

Mas lembre-se que isso acontece no eixo Eu/Tu, o principal aqui é buscar harmonia nos relacionamentos.

A tendência dessa Lua Cheia é o ênfase no Eu.
Eu quero. Eu posso. Eu vou. Eu não quero nem saber. Eu tenho razão, e tenho certeza disso. Você que se resolva. E por aí vai..

Atitudes autoritárias, ditadoras, imposições, brigas substituindo o diálogo.

Urano e Mercúrio, participantes do Grande Quadrado, estão em conjunção bem próxima com a Lua Nova de 30/03, quando essas sementes foram plantadas.
E o seu papel nesse mapa é cobrar abertura, liberdade, mudanças.

Vejo acontecimentos impactantes vindos de cima para baixo, que germinaram e cresceram no silêncio (mais escândalos?).

Cobranças de soluções arrastadas do passado, coisas que não se resolvem (Marte, Saturno e Plutão retrógrados) e algumas delas vão continuar se arrastando.

Marte em Libra é a força coletiva, ou a polícia, já que Marte em Áries é o guerreiro.
Participante da configuração tensa, interpreto como a força policial em ação e, retrógrado, tanto pode ser em assuntos não resolvidos vindos do passado como uma mudança de atitude, uma revisão interna, ou ainda uma divisão dentro da corporação.

Dias tensos, possibilidade de confrontos sérios, acidentes, injustiças, a lei do mais forte.
Insegurança nas ruas e no cotidiano, já que Algol, de péssima reputação está conjunta à casa 3.

A lei do mais forte é algo intrínseco na Natureza.
Mas a ilusão humana é que o "mais forte" é o mais rico, o mais furioso, o que grita mais alto.
O "mais forte" não é o macho.
Nem a fêmea.
É o equilíbrio e harmonia entre eles.

O "mais forte" nem sempre é visível aos olhos de todos, pois não gasta energia com estardalhaço.

O mais forte é imaterial, ou espiritual, ou abstrato, como queiram chamar, pois é o invisível que governa o visível.

A dominação humana é apenas uma ilusão ridícula, na minha opinião.

No fim, a Natureza dá sempre a última palavra para todos nós.
E mesmo a Natureza que conhecemos está subordinada a leis muito fortes, invisíveis para nós, porque por nós ainda desconhecidas.

Por isso, humildade sempre é bom.

Saturno em Escorpião está retrógrado, na casa 8 e sem aspectos.
É uma imensa reserva de energia silenciosa.

Volto a me referir ao texto de Saturno em Escorpião, que continua cobrando bom senso durante sua passagem por esse signo.
Além da coragem de encarar a si mesmo, questões importantes como a partilha justa de recursos, e são os recursos de todos os tipos: dinheiro, carinho, amizade, petróleo, energia elétrica, nossos impostos, apoio emocional, enfim, os lucros do trabalho de todos e, principalmente, a questão do desperdício e do desvio desses recursos.

Saturno está exigindo força interna e a otimização na utilização dos recursos de todos os tipos, pessoais e coletivos.

Mostra a pedra no nosso sapato: a partilha justa é o oposto da ganância e da corrupção.

Plutão lá de cima do mapa enviando quadrados e oposições quer primeiro a faxina e depois as mudanças.
Como a Fênix, renasceremos depois das cinzas?


A LUA MINGUANTE entra em 22/04/2014, segunda-feira, às 4:51h.
Sol a 2°06' Touro na casa 2 e Lua a 2°06' Aquário na casa 10 conj.11, com Ascendente em 6° Áries e Meio do Céu a 6° Capricórnio.

Continua firme na paçoca o Grande Quadrado com sua Cruz central, envolvendo Urano em Áries na 1, Júpter em Câncer na 4, Marte retrógrado em Libra na 7 e Plutão retrógrado em Capricórnio na 10.

A Lua minguando é conclusão de ciclo.
E, para fazer justiça aos desafios desses dias, a conclusão também será tensa.

Mudanças serão exigidas e cobradas, talvez até mesmo forçadas.

O tempo voa, os dias correm, e temos a impressão de não dar conta do recado.
Tarefas e obrigações se acumulando, mais compromissos chegando de última hora e ainda queremos um tempo para nós, para a família, para sossegar.. será pedir muito?

Não é tempo de descanso.
É tempo de podar as árvores, correr atrás do que não demos conta, guardar em segurança o que colhemos.

Parece que nesse ciclo a visão unilateral, rígida, dogmática, preconceituosa e autoritária das pessoas que detém o poder se acentua muito, e os que lhes fazem oposição ficam ainda mais enfurecidos, não se dando conta que muitas vezes poderão estar tendo atitudes bem parecidas com estes, mesmo que por motivos contrários.

Não é tempo de se acomodar.

Mas também ninguém precisa surtar.

Mercúrio ariano está ainda com pressa, pouca paciência, impulsivo, entrando em discussões desnecessárias e muitas vezes baixando o nível, mas esse mesmo Mercúrio, o planeta de várias faces (que rege Gêmeos, o duas-caras), tem a sua face brincalhona e bem humorada em Áries, onde, cheio de energia, fica com a mente brilhando de idéias maravilhosas.
Se não cair na armadilha da pressa torna a mente ágil e rápida.
Mas precisa de concentração, foco, direcionamento.

A espiritualidade continua em alta, com todas as casas de Água povoadas e muito ativas.

É um ótimo momento para um contato mais próximo com seu Mestre que, deve ser sempre você mesmo.

Tenha o cuidado para não entrar em polêmicas religiosas, pois a religião é uma invenção humana (na minha opinião), mas a espiritualidade não.
Preconceitos e dogmas ainda existem por aí mais do que a gente pensa.
Mas estamos vivendo um momento em que a liberdade de expressão religiosa ainda é livre, e torço para que continue assim.

Não precisamos concordar com caminhos espirituais ou religiosos diferentes dos nossos, mas o respeito é muito importante.
O caminho espiritual é pessoal e único.
Mesmo várias pessoas pertencentes à mesma religião terão experiências espirituais diferentes, de acordo com seus potenciais, seu desenvolvimento e sua vontade.

Netuno, o planeta mais forte dessa carta, faz valer os princípios da caridade e da constatação que somos todos meras gotinhas de um imenso oceano cósmico.

Vênus exaltada e na casa 12 dá um pouco de assistência benéfica ao tenso Grande Quadrado, exaltando qualidades de generosidade, bondade, compreensão e caridade.
Mostra que é possível resolver crises sem gerar outras crises, e traz oculta em sua mensagem a importância do amor, de todas as formas de amor.

A Lua aquariana, na fase minguante se subordina ao Sol taurino, mas não faz isso passivamente.
Protesta por uma sociedade mais humana e fraterna, e isso pode se traduzir em manifestações populares bem fortes, movimentos estudantis criativos ou ainda mais greves.

Acontecimentos chocantes e impactantes repercutem com força, tanto ligados à política como ao clima.

O Nodo Norte aponta o caminho do desenvolvimento,
está em conjunção com o ponto onde aconteceu o eclipse total da Lua, em Libra, mostrando que é fundamental, para concluir bem esse ciclo:

muita sensatez, busca incansável por diálogo, negociação, exigência de justiça, convivência harmoniosa entre os contrários e os diferentes, e disciplina, muita disciplina aliada à sensibilidade, a disciplina da bailarina, do acrobata, do ser incansável que produz algo belo, tão belo que eleva nosso espírito e abre portais.

No dia 29/04 acontece a LUA NOVA, com eclipse do Sol.
Isso será analisado no próximo texto.

Boas Energias a todos.
Namastê.


2 comentários:

João Inácio disse...

Ufa! não lembro de um mês tão tenso assim desde que acompanho teus excelentes textos!

E essa onda de decapitações/esquartejamentos que temos visto especialmente aqui no RS, hein? Acho que desde fim de março até agora devem ter sido uns dez casos, sem contar os inúmeros e chocantes assassinatos de crianças...

Os escândalos parecem que são alimentados a fermento (quanto mais se mexe nessa história da Petrobras mais fedida e chocante vai ficando) Denúncias de divulgação de dados falsos pelo Ipea e IBGE...

Ucrânia, Síria e como sempre todo o Oriente Médio, o aumento do racismo na Europa. O avião que sumiu e não deixou nenhuma pista...

Senti falta da astrometeorologia! Tivemos inúmeros terremotos no Chile (três grandes e com ameaça de tsunamis), um incêndio até hj de manhã não-extinto completamente em Valparaíso. Três tornados no RS num mês que é considerado o mais calmo no Estado pela climatologia... São Paulo à beira do colapso no abastecimento de água e o Brasil com risco (não-admitido) de apagão energético.

A Copa do Mundo batendo à porta e as cidades - Porto Alegre, especialmente - se parecendo como restos de um bombardeio...

Será que estou meio paranoico ou estou vendo "sinais" pipocando em toda a parte?

Abs!

Susana disse...

não te acho paranoico, acho q o mundo está em convulsão.
Os astros estão muito tensos mesmo e isso cria um ambiente de desafio e atrito.
Mas as pessoas reagem a esse astral conforme seu nível de evolução e seu livre arbítrio.
Por mais ou menos um ano ainda estará bem tenso, com meses mais fáceis e outros mais difíceis.

Precisamos manter a calma para não entrar nessa faixa vibratória.

Realmente não comentei a astrometeorologia porque, como disse, fiz o texto "a facão", muito atrasada. Estou em fisio, já bem melhor, e pretendo entrar no prazo com o eclipse do sol.

Mas só dei uma pincelada dizendo que os problemas também se dariam a nível energético e climático.

Não deu tempo para analisar com mais detalhes, mas é isso mesmo.
Precisamos de tranquilidade para passar esse momento.

O mundo está em convulsão porque a situação está no limite, e se a humanidade não faz nada, a Natureza faz, ela sempre se limpa, sempre buscará o equilíbrio.

Por isso é importante estarmos equilibrados também, fluindo junto da maneira mais suave possível.

O baixo nível de algumas pessoas pode ser eliminado quando mais pessoas sobem seu nível.
Acredita em "massa crítica"?
Assim como a doença contagia, a saúde também.

A agressividade pode ser usada para quebrar pedras e construir casas, ou para jogar as pedras nos outros, aí entra o livre arbítrio, o nível elevado ou não, e aí entra a influência astral de cada um, sintonizando com vibrações mais elevadas e contagiando o mundo com paz, como o trabalho de uma formiguinha, silenciosa, aos poucos, persistente.
Namastê.