...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

eleições 2014 Brasil, previsões astrológicas

Eleições 2014, Brasil

Essa é uma análise astrológica, não política, das eleições de 2014, para a presidência do Brasil.
Se não tiver paciência de ler tudo, tem um resumo no final.
veja também

previsões numerológicas eleições: http://veraluciacienciasocultas.blogspot.com.br/2014/10/eleicoes-brasil-2014-previsoes.html

previsões astrológicas eleições parte dois:
http://veraluciacienciasocultas.blogspot.com.br/2014/10/eleicoes-brasil-2014-previsoes_12.html

eclipse do sol e eleições:
http://veraluciacienciasocultas.blogspot.com.br/2014/10/eclipse-parcial-do-sol-23102013-nos-e.html

Parto do mapa do início das eleições, em 05/10/2014, domingo, às 8:00h, em Brasília.
Como mapa de um evento, vejo a casa 10 como o governo, tendo o Sol como regente, e Júpter como ocupante.
Vejo o governo atual com vantagem em relação a seus opositores; além de grande poder financeiro, tem sua força em forte propaganda e muito uso da tecnologia.
O Sol na 12 em conjunção com Vênus, regente da 12 e seus aspectos todos, mostram a força do serviço social (bolsa família e afins) e ainda alianças ocultas, mentiras e enganos (casa 12), além de sacrifícios que serão impostos à população.

A oposição tem sua força também, mas, representada por Urano, está abaixo do Sol e na casa 6, submissa. O segundo regente, Saturno, está no Ascendente muito desafiado e também abaixo do Sol, entendo que a oposição deixará sua marca forte nessas eleições, mas ainda assim vejo o governo atual mais forte.

O povo é representado pela Lua, que está no início de Peixes, conjunta à Netuno, que rege a casa 5, casa que esses dois estão em conjunção.
O povo apoia a base aliada do governo, representada por Mercúrio (estão em trígono). Além disso, o povo nesse momento está focado na casa 5: quer se divertir muito, continua apaixonado por futebol (esportes), será enorme o peso do voto dos excluídos (Peixes e Netuno) e os que não conseguem (alguns nem querem) ser independentes, os que jogam na loteria, além dos místicos, religiosos e todos os que ainda acreditam que "Deus é brasileiro".

Depois, vou para o mapa da independência do Brasil:
Nesse mapa, o governo é representado por Plutão em Áries na 2 e Marte em Escorpião na 9.
Isso me sugere a riqueza dos governantes, o aspecto ditatorial, governos de força, os golpes que já aconteceram e a participação estrangeira também.
O povo é representado pela Lua em Gêmeos na casa 4 conj. com Júpter.
Gêmeos representa a diversidade de crenças, raças e culturas que temos por aqui. A conjunção com Júpter representa a força da fé, da religião e das crenças, e aumenta ainda mais a diversidade, pois Júpter também se refere aos imigrantes e influência de culturas estrangeiras.
É um povo idealista, mas que não sabe muito bem o que quer, que vive andando em círculos e se distraindo com coisas que não são seu objetivo principal, um dos defeitos de Gêmeos, mas muito inteligente, bem humorado e comunicativo (qualidades de Gêmeos).
Além disso a Lua é minguante, significa que está fraca em relação ao Sol, ou seja: o povo sempre subordinado às elites e classes dominantes.
A Lua rege a 6, casa do trabalho, da servidão e da saúde. É um povo trabalhador, que "serve" seus governos, está sempre a eles subordinado.
Tem potencial para formar muitos técnicos em várias áreas e literalmente "faz a máquina funcionar" (rege a casa 6).

Agora o mapa de aniversário do Brasil em 2014:
O governo, representado pela casa 10 (3° Touro) está estável, em signo de Terra Fixo.

Saturno natal cai nessa casa, fechando um Grande Trígono em Terra com Sol natal em Virgem, e Plutão em Capricórnio (casa 6 do aniversário, e casa 11 do mapa natal): governo muito forte, e com apoio financeiro.

Ascendente Câncer mostra que o medo e a insegurança são fatores de motivação nas escolhas do país, tanto por parte do povo como dos governantes.

O Ascendente cai na casa 5 do mapa natal, mostrando que um dos grandes interesses da nação durante esse ciclo continuará sendo a diversão, o futebol e ganhar na mega sena. Mas também: as crianças, a instrução do povo, os outros esportes, as artes, a moralidade, e a busca de uma vida luxuosa.

Em Aquário, mostra que a população está contestando e questionando algumas situações mas, ao mesmo tempo que busca mudanças e coisas novas (sêxtil com Urano) também não apoia a oposição ao governo (quadratura com Marte, que está representando a oposição nesse mapa).

A extrema esquerda cresce bastante e consegue mais algumas cadeiras.
A oposição, representada também por Plutão, consegue poder se conseguir se aliar a extrema esquerda.
A extrema direita também é rejeitada pelo povo.
O partido do governo, representado por Urano, está bem forte.
Ou seja: o governo aqui também continua com chances fortes de se manter no poder.
Há uma possibilidade de a oposição chegar ao poder, somente se fizer aliança com a extrema esquerda.
Oremos... (que caldo!)

Os trânsitos no mapa da independência do Brasil no dia das eleições:

A Lua do dia está em trígono com Marte (um dos regentes do governo) e quincuce com Vênus (regente da oposição): o povo está preferindo continuar com o governo que tem, pois tem incertezas e inseguranças a respeito da oposição.

Mercúrio, retrógrado, está em conjunção com Marte (regente do governo), mas no segundo turno estará fazendo sêxtil com Vênus (regente da oposição): no primeiro turno as notícias e pesquisas favorecem mais ao governo atual, e no segundo turno favorecem mais à oposição.

Vênus, o regente natal da oposição, faz trígono com a Lua no dia das eleições, e no segundo turno faz conjunção com Marte, regente do governo:a oposição começa a ter alguma chance no segundo turno, e tem o apoio de parte da população já no primeiro turno.

Marte, um dos regentes do governo, está em quadratura com o Sol (que representa o poder dominante), e no segundo turno estará em quadratura com Plutão (outro regente do governo): entendo isso como uma rachadura enorme dentro do próprio governo. Não sei se perceberemos ou se isso fica a nível interno, mas parece que a base partidária do governo não está se entendendo muito bem, muita briga interna.

Júpter, conhecido como "o grande benéfico", pois facilita tudo o que toca, está em conjunção com Vênus, o regente da oposição no mapa natal, e quadra o Meio do Céu, que representa o governo do momento: mais uma chance para a oposição.

Saturno, conhecido como "o disciplinador, o Velho Mestre", está em conjunção com o Meio do Céu e contraparalelo e quadratura com Vênus, o regente da oposição no mapa da independência: isso pode dar grande peso e poder para o governo, mas Saturno não dá nada de graça. Então o governo será cobrado, mas oposição será mais ainda.

Urano está em quincuce com o Sol, regente dos poderosos e trígono com Vênus, regente da oposição: as mudanças favorecem a troca de governo.

Netuno está em quadratura com a Lua, regente da população e trígono com Marte, um dos regentes do governo: representa tentativas de manipulação, enganos e ilusões; traduzindo: as mentiras que já estamos acostumando a engolir.

Plutão, regente do governo, está em trígono com o Sol, regente dos poderosos, trígono com Saturno, regente da tradição e do passado, e em quincuce distante e aplicativo com Vênus, regente da oposição: o governo tem aliados de peso, muito fortes, mas mesmo se vencer as eleições terá que negociar com a oposição também.
Agora vamos para o mapa das Progressões Secundárias para o mapa do Brasil:

A Lua Progredida está em Gêmeos, 15° na casa 4, e vai para a casa 5 em maio/2015.
Está quadrando o Sol, os poderosos, em aspecto separativo, e em sextil aplicativo com Vênus, a oposição no mapa natal; fará quadrado exato com Mercúrio em abril-maio/2015, e no final de 2015 fará quadrado com Plutão, regente do governo no mapa natal: o povo está muito contrariado com o governo e pensando em dar uma chance para a oposição. Caso o governo vença as eleições, será muito desafiado e cobrado em 2015 e 2016.
Na Progressão Pré Natal (cármica) o povo faz o contrário: apoia o governo e rejeita a oposição.

O Ascendente está em 19° Leão na casa 6, conjunção separativa de Vênus e entrará na casa 7 em out-nov/2019, quando estará também quadrando o Meio do Céu: as atenções gerais estão direcionadas para o setor de Saúde e oportunidades/condições de emprego, e o desempenho ou promessas das oposições. Em 2019 provavelmente teremos mudança de governo, sendo que as cobranças ficarão mais fortes a partir de 2017.

O Meio do Céu entrou em Gêmeos em novembro/2013, casa 4 do mapa natal, em direção a Júpter e à Lua: o governo precisa se comunicar e escutar mais o povo.

Vênus, a 17° Áries, na casa 2 conj. 3 do mapa natal está participando do Grande Trígono de Fogo formado no dia das eleições: a oposição se projeta com força.
Trânsitos para as Progressões Secundárias, no dia das eleições 2014:

Júpter, em conjunção com Vênus leonino, regente da oposição no mapa natal, participa de um Grande Trígono de Fogo junto com Marte e Urano em Áries, que se junta a Vênus Progredido, regente da oposição no mapa natal: muita chance de a oposição vencer as eleições, ou avançar consideravelmente.
Direções Primárias diretas :

Ascendente se opõe ao Ascendente natal em dezembro/2014: mudança de direção importante na vida do país. Mesmo que o governo vença as eleições, as mudanças serão grandes.

Urano e Netuno quadrando Plutão, regente natal do governo do momento (Urano separativo e Netuno aplicativo): mudança de governo, ou mudança no comportamento do governo. Não importa quem ganhe, haverá mudanças importantes.

Agora vou para os mapas dos candidatos que estão em primeiro lugar nas pesquisas do momento.
Não tenho certeza absoluta dos horários desses mapas, mas vamos lá, é o melhor que consegui:

mapa de Dilma :
Na PROGRESSÕES SECUNDÁRIAS ela está com o Sol a 29° Aquário (no Ascendente do Brasil) e Lua a 10° Gêmeos (conjunta à Lua do Brasil), e Júpter a 24° Sagitário (na casa 10 do Brasil) : muita chance de vencer as eleições.
Mas no próximo ano o Sol entrará em Peixes, signo que quadra a Lua, podendo simbolizar um início de queda.

No seu RETORNO SOLAR de 2013 (que está valendo agora), o seu Ascendente é 5° Escorpião, conjunto à Marte, regente do governo no mapa do Brasil: está com as atenções todas no governo.

Lua em Touro na 7, regendo o Meio do Céu no aniversário, mostra que o período é de oposição muito forte.

Os ângulos do mapa de Retorno quase coincidem com seus ângulos natais: marca um ano muito importante para ela, marcante e decisivo.

A Lua em Touro, na casa 3, já passou progredida (no Retorno) por Saturno natal e se aproxima de um trígono com o Sol natal: o meio ambiente se estabiliza em relação à sua pessoa.

No PRÓXIMO RETORNO SOLAR, em dezembro/2014, o Ascendente a 2° Aquário pode simbolizar continuidade da vida pública, mas como pega sua casa 4 mostra a atenção voltada mais para sua vida pessoal.
O Meio do Céu no final de Libra um ano muito difícil, e talvez a atuação política nos bastidores, pois pega a casa 12, mas pode representar doença também.

Sol com Mercúrio na 11 mostra continuidade de sua atuação na vida política.

Mas Vênus, regente do Meio do Céu em conj. com a casa 12 mostra um trabalho mais nos bastidores do que público.

Urano, regente do Ascendente, na casa 3 desafiado por Plutão na 12 indica que denúncias e escândalos continuam pipocando na mídia.

Saturno, co regente do Ascendente, na casa 10 é bem difícil de interpretar pois depende bastante da evolução pessoal interna.
No positivo, representa posição de autoridade e pode indicar sua vitória nas eleições, apesar de tantos altos e baixos, lhe conferindo uma posição de autoridade e força.
No negativo, representa perdas e limitações na vida profissional e pública.

Nos TRÂNSITOS para o dia das eleições, o Grande Trígono de Fogo toca seu mapa nas casas 2, 6 e 10, e faz as seguintes conjunções: Júpter com Plutão na 10, Marte com Júpter e Sol na 2: muito favorável para vencer as eleições.

Plutão em trânsito se aproxima de sua casa 4 natal, cruzando essa linha a partir de 2018. Sua vida deve sofrer mudanças radicais, incluindo algumas perdas significativas. Alguns anos antes, a vida em geral começa a perder a firmeza e as bases seguras de referência.

mapa de Marina :
nas PROGRESSÕES SECUNDÁRIAS ela está com a Lua a 13° Escorpião, quadrando seu próprio Sol, mas na casa 9 muito próximo da casa 10, onde vai ingressar em poucos meses:muita chance de ser eleita.

Além disso, sua Lua Progredida está ingressando também no Meio do Céu e fazendo um sextil com o Sol do mapa do Brasil, o que indica forte crescimento de sua popularidade e chance de ocupar o cargo da presidência.

Seu Sol Progredido está a 15° Áries, o grau exato do ECLIPSE TOTAL DA LUA do dia 08/10. Esse Sol e esse grau do eclipse fazem oposição à sua Lua natal, em Libra, ponto onde estará o Sol no dia do eclipse: indica mudança muito importante envolvendo a vida pública.

Meio do Céu Progredido a 19° Capricórnio, quadrando sua Lua natal, que rege a sua casa 6: mudança de trabalho ou ocupação importante, mas que vai exigir muito emocionalmente de sua pessoa. Se ela vencer as eleições, deve ser um governo muito desgastante para ela.

Ainda o Meio do Céu Progredido: cai na casa 11 do Brasil, que se refere ao partido do governo e aos aliados:grande chance de participar do governo.

Mercúrio Progredido entrou em Touro e está quadrando seu próprio Mercúrio: conflito de pensamento interno, mudança na maneira de pensar, questionamento interno e dificuldade para se expressar, mas no mapa do Brasil faz trígono com Urano e Netuno na casa 11, o partido do governo: participa do governo, mesmo com dificuldade, mas acaba conseguindo apoio de partidos e financeiro.
Esse Mercúrio Progredido ainda faz oposição com seu próprio Júpter natal (que rege sua casa 11 mas está na 9, junto com Netuno): mostra bastante dificuldade e conflitos com seu próprio partido, ou com sua religião.
Mas faz trígono com seu Plutão natal, que rege seu Meio do Céu e está na casa 7: possibilidade de participar mesmo do governo e fazer alianças.

Marte Progredido está na casa 12 natal aplicativo ao Ascendente, a uma conjunção com seu Sol e a um trígono com sua Lua natais: suas maiores chances são para as próximas eleições, provavelmente em 2018, mas se ela vencer essas de agora estará semeando para crescer mais adiante.
Marte é co regente do seu Meio do Céu natal, e regente do Ascendente do seu mapa Progredido.

Júpter Progredido está a 28° Libra na casa 9 do mapa natal. Ela está próxima de um Retorno de Júpter, próximo de quando completar 60 anos de idade.
Júpter é o seu regente político natal. Progredido, faz sextil com Saturno natal, que rege sua casa 12 e é co regente do Ascendente: progresso, avanço, autoridade, conquista, chance de ocupar alto posto na vida pública.

Saturno Progredido a 25° Sagitário está em sextil com seu Sol natal, e rege o Meio do Céu Progredido. Está na casa 9 do mapa Progredido e na 11 do mapa natal. Está retrógrado. Faz sextil com seu Júpter Progredido: representa poder e autoridade na vida pública, no legislativo ou no judiciário e, de acordo com o mapa progredido, conquista de um alto cargo à custa de muito esforço, algo pelo qual está se esforçando por conseguir há bastante tempo.

No mapa de RETORNO SOLAR para o aniversário de 2013 (em vigor no momento), o Ascendente em Virgem leva sua atenção para o trabalho em primeiro lugar e o Meio do Céu em Gêmeos leva mais comunicação e vida pública à sua profissão.
Mas o Ascendente quadra seu Saturno natal e o Meio do Céu cai na sua casa 4 do mapa natal: mostra o final de uma profissão, mudança grande na vida profissional, mas pode ser o final da esperança de vencer as eleições, a vida pública pode acabar caindo no esquecimento.
O quadrado do Ascendente a seu Saturno natal pode ser interpretado como desentendimento com sua base partidária,e isso pode se manifestar como uma grande mudança de direção ou uma ruptura.

A Lua do aniversário está em Gêmeos, a 3°, em conjunção aplicativa (mais forte que a de Dilma) com a Lua do mapa da independência do Brasil: indica popularidade e forte identificação com o povo. Mas essa Lua também faz quincuce com Marte, Urano e Netuno do Brasil: dificuldade de entendimento, necessidade de fazer muitos ajustes e negociações com o governo e os partidos da base aliada; são negociações que exigem muita paciência e sutileza, qualquer mínimo detalhe pode causar ruptura.

Mercúrio em Peixes conjunto a Netuno na casa 6 do Retorno indica dificuldade para se expressar e muitas contradições, complicações e confusões em debates, intrigas, fofocas e coisas da vida política daqui.
Mas no mapa do Brasil faz excelentes aspectos: sextil com Saturno, Urano e Netuno, e trígono com Marte, regente do governo no mapa do Brasil: ponto prá ela, simboliza capacidade de unir partidos e pessoas de pensamentos contrários entre si e conseguir dar as ordens.

Vênus em conjunção com Plutão na casa 4 participa de um Quadrado em T com Urano na 7 e Júpter na 10: suas metas estão totalmente dedicadas ao trabalho.
No mapa do aniversário, pode simbolizar sérios problemas de saúde.
No seu mapa natal, simboliza que suas alianças serão muito contestadas e pode haver alguma ruptura ou perda importante.
No mapa do Brasil, simboliza a união de governo e oposição, e que as alianças podem ficar mais fortes do que ela, levando a muita disputa, inclusive com seu próprio partido.

Seu próximo RETORNO SOLAR logo após as eleições, em fevereiro/2015 mostra que esse será um dos anos fortes de sua vida.
Sua vida deve ser totalmente voltada para o público e o trabalho, com pouquíssimo espaço para a vida pessoal.
A Lua Nova também simboliza algo forte e importante, uma mudança radical em sua vida, seja na vida externa, ou no seu íntimo.

Nos TRÂNSITOS para o dia das eleições, Sol e Vênus estão em conjunção com sua Lua natal (no grau do eclipse total da Lua de 08/10): popularidade e mudanças importantes.

Mercúrio em conjunção com Júpter e Netuno na sua casa 9: simboliza um crescimento nas pesquisas e na exposição da mídia, tanto lhe auxiliando como lhe prejudicando, já que os aspectos são de tudo um pouco. Vai "aparecer" muito.

Saturno cruzando seu Meio do Céu lhe traz força e autoridade, mas Saturno também traz muita cobrança e às vezes perdas.

O Grande Trígono de Fogo pega suas casas 2, 6 e 10 conj.11, com Júpter conjunto a Urano na 6 e Marte próximo de Saturno: Marte, Saturno e Urano regem seu Ascendente e Meio do Céu, podendo significar conquistas importantes e altos cargos, posição de chefia e comando forte.

A luta de poder simbolizada pela quadratura de Urano e Plutão pega suas casas 2 e 11 e sua Lua natal na 8 também. Isso se refere, entre outras coisas, a grandes mudanças no seu trabalho, disputas fortes que lhe deixam ferida emocionalmente, escândalos financeiros dos quais ela pode ser protagonista ou, ao contrário, se beneficiar.

mapa de Aécio :
No MAPA PROGREDIDO, sua Lua natal está em Leão, próxima de um novo ciclo lunar, que inicia lá por dezembro/2014.
A Lua rege sua casa 9 e está na casa 10, próxima de Urano, indicando forte crescimento e muita mudança em sua vida profissional, com grande possibilidade de assumir cargo público e ser partido do governo.
Ativa um Quadrato em T natal, indicando materialização e conquista, mas com muita luta, obstáculo e oposição.

No próximo ano, a Lua Progredida fará conjunção com seu Plutão natal, indicando tanto alguma perda importante como uma posição muito forte de poder, provavelmente na vida pública.
No mapa do Brasil, a Lua Progredida faz conjunção com Vênus, representante da oposição e, a partir de jan-fev/2015 passa para a casa 7, da vida pública.

O Ascendente em Capricórnio junto com Saturno e sêxtil com seu Sol natal, e trígono com seu Sol Progredido mostra ascensão profissional e possibilidade de cargo de comando.

Sol Progredido em Touro faz trígono com o Sol natal do Brasil: mostra sintonia e afinidades com o país, além de apoios, sorte e proteção.

Vênus a 0° Touro faz trígono com seu Júpter e Plutão natais (casas 6, 2 e 10 respectivamente): acena para a materialização de conquistas importantes que lhe conferem poder e apoio.
Forma, junto com Júpter e Plutão natais, um Grande Trígono em Terra no mapa do Brasil, conjunto a Urano e Netuno nas casas 3, 7 e 11: representa a conquista de um espaço muito importante na vida política, com bastante projeção pessoal na mídia.

Marte Progredido a 24° Peixes conjunto a seu Sol e Mercúrio natais na casa 5 (e Marte rege seu Ascendente), também em conjunção com o Ascendente Natal: fica em evidência, vai para o centro do palco.
No mapa do Brasil, pega a casa 1 e faz trígono com o Ascendente: ascensão pessoal e profissional na vida pública do mapa do Brasil.

No seu RETORNO SOLAR do aniversário de 2014 (em vigor no momento) o Ascendente a 0° Capricórnio conjunto a Júpter e em trígono com Plutão natais repetem o trígono em Terra que acontece nas Progressões: conquistas políticas importantes, materialização de seus esforços, poder e apoio.

Meio do Céu a 20° Virgem, em sua casa 11 natal, mostra a vida profissional ligada a vida política e pública, com aliados e apoiadores importantes.

Lua, conjunta a Júpter, participando do Quadrado em T envolvendo Urano e Plutão (casas
1, 4 e 7) mostra muitas dificuldades e obstáculos que, como Marina, lhe machucam emocionalmente.

Mercúrio, regente do seu Meio do Céu está a 23° Aquário na casa 3 em trígono com Marte na 11 do Retorno, regendo a 5 e a 12: sua vida profissional e política em bastante evidência, numa posição de destaque.
Marte regendo a 12 do Retorno pode simbolizar escândalos que lhe beneficiam (por causa do trígono) ou que ele consegue se desvencilhar e vencer.

Mas a Lua do Retorno na 7, regendo a 7 e a 8, conjunta a Júpter, que rege a parte interceptada da 12 mostra que seus inimigos não lhe darão trégua, tendo ele que lidar com muitas situações de traição, espionagem, sabotagem, etc, podendo envolver finanças, já que Urano, envolvido no Quadrado em T, rege a 2 e Plutão rege a 12.
Esse Quadrado em T pega suas casas 2/3 Plutão conj. Saturno natal, 6, 7 (Júpter) e 8 (Lua) confirmando problemas ou escândalos financeiros.
No mapa do Brasil pega as casas 11, 2 e 5 novamente voltando aos escândalos ou grandes problemas financeiros.

Sol na casa 4 é meio complicado para um político, pois tira a pessoa da vida pública e leva para a vida pessoal. Como está em ótimos aspectos com a Lua e com Saturno, pode significar muita identificação com o povo, mais proximidade da população, ou ele continuar sendo oposição.

No seu PRÓXIMO RETORNO SOLAR, em março/2015, o Ascendente a 20° Peixes (casa 5 natal)e o Meio do Céu a 20° Sagitário (casa 1 natal), com Sol no Ascendente, lhe colocam para cima novamente.

Lua em Escorpião na 9 regendo a 5 mostra crescimento pessoal e popularidade.
No seu mapa natal está na 12, o que mostra um ambiente bastante difícil para ele, principalmente a nível pessoal, durante o ano todo, só melhorando em dezembro/2015.
No mapa do Brasil mostra popularidade e vida pública.
Essa combinação pode simbolizar sacrifícios pessoais em sua vida pessoal em função de uma vida pública que lhe exija muito.

Júpter em Leão na casa 5 em trígono com Marte e Urano na 1 conj. 2 formam, meio de longe, um Grande Trígono de Fogo com seu Meio do Céu, que está regido por Júpter: vida profissional em ascensão e muita chance de cargo público de chefia, nesse caso, a presidência.
No seu mapa natal, Júpter do Retorno toca sua Lua e Urano na 10: isso é muito significativo e forte em termos de popularidade, vida política e alto cargo público.
No mapa do Brasil toca Vênus, planeta regente da oposição, pegando as casas 2, 6 e 10, lhe identificando com trabalhadores e tecnologia.

Seus TRÂNSITOS para o dia da eleição são bastante promissores:

Lua conj. Netuno na sua casa 4; faz oposição ao Plutão natal, que rege o Ascendente, mostrando uma luta difícil, mas com boa chance, já que Plutão está acima da Lua.
Lua estará na sua casa 5 e fará trígono com o Ascendente no outro dia, podendo simbolizar uma festa de comemoração.

O Grande Trígono de Fogo pega suas casas 1 (Marte Sagitário), 5 conj.6 (Urano Áries) e 10 (Júpter Leão), sendo que Júpter ainda faz conjunção com sua Lua e Urano natais.
Isso é uma tremenda energia, que leva a popularidade, podendo simbolizar uma vitória política.

Saturno a 5° do Ascendente, saindo de sua casa 12 mostra que os dois últimos anos não devem ter sido muito fáceis para ele, tendo que lidar com muitos imprevistos não compatíveis com a vida pública, pois a casa 12 está ligada aos escândalos ou, no melhor dos casos, à espiritualidade.
Mas, chegando ao Ascendente, mostra uma posição de força e autoridade, devendo ele cuidar para não ser muito autoritário ou rude com as pessoas.
Saturno faz trígono com seu Sol e Mercúrio, impulsionando sua vida profissional e pública, lhe oferecendo a chance de muito sucesso, mas também envia uma quadratura a sua Lua, que representa sua queda de popularidade, muita disputa e obstáculos para chegar ao seu objetivo, que é a presidência.

O que vejo de mais complicado nos seus trânsitos é a presença de Mercúrio na sua casa 12. Mercúrio representa, no seu mapa, suas crises pessoais e também rege sua vida política.
Esse é um trânsito bastante difícil, que continua para ele até o segundo turno, e pode simbolizar crise existencial, traições, doença, e ainda seu partido político apagado ou ligado a escândalos.
Mas Mercúrio mesmo na 12 faz sêxtil com seu Júpter e Plutão natais, formando com eles um bissextil, podendo ser também uma estratégia oculta muito bem sucedida.

Vênus em sua casa 11 faz muitos aspectos harmônicos inclusive até no segundo turno já na sua 12 natal, simbolizando uma direção de sucesso e popularidade.

Marte na sua casa 1 também faz aspectos harmônicos estimulando a popularidade e vitória, mas quadra seu Sol e Mercúrio, podendo simbolizar um obstáculo causado por ele mesmo, ou doença, já que rege a 6 também.

Urano, planeta do imprevisto e relacionado com a política está na sua casa 5 (em muita evidência) fazendo sextil com Marte e trígono com Meio do Céu: ponto prá ele, isso simboliza uma acensão meteórica e imprevista em sua vida profissional e pode simbolizar muitos votos para ele, já que Urano em seu mapa rege a população.

RESUMO dessa sopa:


Como não tenho certeza absoluta dos mapas dos candidatos, prefiro embasar mais nos mapas da independência, com as Progressões, Retorno Solar e Trânsitos:

Apesar de a briga ser forte, penso que a maior chance é de se manter o mesmo partido no poder, mas as oposições devem crescer bastante.

A chance de o governo atual não permanecer no poder é no caso de as oposições se unirem, o que acho bastante difícil de acontecer.

No segundo turno, a oposição ao governo cresce, mas a oposição só vence se conseguir se unir em bloco. Penso que isso é bem complicado, pois nossos políticos não conseguem se entender direito nem dentro do mesmo partido.. mas vamos ver.

Qualquer um desses que vencer as eleições terá um mandato bastante difícil, pois a oposição está crescendo.

Vejo Dilma com fôlego até 2018, quando é bem possível que mudanças maiores aconteçam por aqui.

Seus dois opositores, tanto Marina como Aécio estão com chances fortes.
Aécio tem o Grande Trígono de Fogo lhe favorecendo mais do que as outras candidatas.
Já Marina tem um mapa de força e briga, me parece ter mais dificuldades do que Aécio, mas como me parece também que ela gosta de desafios, está no páreo. O eclipse total da Lua cai nos graus exatos de sua Lua natal (oposição) e também do seu Sol progredido (conjunção), e isso pode simbolizar uma grande reviravolta, acabando por ser ela a nova presidente.

Fiz essa análise mais para ver o que vai dar certo depois, pois assim é que a gente aprende mais: praticando.
Estou um pouco enferrujada, não tenho tido tempo para me dedicar à Astrologia como gostaria, mas vamos ver o que dá, vou acompanhar tudo muito astrologicamente e analisar onde estou acertando e onde estou errando.

Todos os 3 candidatos estão com boas chances, se esses mapas estiverem certos, mas no mapa do país me parece que as mudanças são muitas por aqui ainda, e a mudança de governo deve ser na próxima eleição.

Seria interessante jogar o tarô para ver isso com mais certeza, mas não tenho conseguido tempo disponível, em minhas poucas horas diárias disponíveis para mim, tenho que eleger prioridades e cumprir, pois faço parte da parte mais baixa da cadeia alimentar, os pobres mortais que precisam trabalhar e rezar prá conseguir se aposentar.

Mesmo assim, prometo que, se conseguir um tempo a mais e jogar minhas cartinhas eu compartilho o resultado por aqui.
Namastê.

Um comentário:

João Inácio disse...

Muito bom, como sempre, Suzana!
Já leste as análises bem interessantes - e contraditórias - do Clube do Tarô?

Tb acredito que teremos mudanças radicais no Brasil a partir de agora, mesmo que Dilma permaneça no governo. Ainda que haja grande submissão popular aos poderosos, é visível que as pessoas não mais tolerarão as faltas e desatinos dos governantes. E faltas e desatinos são coisas que existem em abundância nos quatro últimos governos (um do PSDB e 3 do PT). Vamos ver o que vai dar. Abração!