...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

terça-feira, 16 de agosto de 2016

conjunção de Marte com Saturno em 24 de agosto, 2016


"A Lua Cheia brilha num céu limpo, iluminando na Terra um rastro de moedas de ouro, de prata e de chumbo.
(grau simbólico)

A conjunção de Marte com Saturno acontece no dia 24/08/2016 às 8:26 h a 9°52' Sagitário:

É um ciclo de 2 anos.
A conjunção anterior aconteceu em 25/08/2014 a 17° Escorpião, e a próxima em 02/08/2018 às 12:44 h a 8°57' Capricórnio.

Esses dois planetas fortes marcam momentos importantes cada vez que se unem ou formam aspectos entre si.

Os antigos usavam o ciclo de Marte/Saturno para prever as guerras.

No passado eram chamados de Grande Maléfico (Saturno, frio demais) e Pequeno Maléfico (Marte, quente demais) e, apesar de seu potencial para causar danos, juntos são mais do que isso: Saturno como limitador, regula e concentra a energia de Marte.

A conjunção se manifesta como energia focada e disciplinada, frustrada, ou desafiadora e cruel, conforme o nível evolutivo de quem a experimenta.
É como se o general e o soldado estivessem unidos.
Nem sempre estão unidos para fazer guerras, podem estar fazendo exercícios, podem estar em uma parada militar com demonstrações, podem estar terminando uma guerra e elaborando as regras da paz, podem estar voltando ao lar após uma vitória, podem estar indo para a prisão após uma derrota, etc
A imagem do general e o soldado juntos é o símbolo da organização e concentração ao máximo.

É um momento de grande força, que bem utilizada move montanhas, e mal usada causa guerras.

Penso que a conjunção anterior (2014) foi muito desafiadora, com Marte/Saturno conjuntos ao Meio do Céu na Lua Nova, no signo de Escorpião.

Na conjunção de hoje há desafios, mas Marte e Saturno estão em uma casa cadente, e na Lua Minguante.

Em Sagitário a tônica do ciclo será a busca da verdade, da clareza e da ordem, ao contrário do que foi em Escorpião. Mas também não é suave.


A conjunção de Escorpião (2014) estava desafiada por Júpter, adicionando exageros, abusos e arrogância ao seu simbolismo já desafiador por si mesmo.

Na conjunção atual, em Sagitário, o desafio é com Netuno, que traz confusão, mentira x verdade,
e com os Nodos: dificuldade para seguir em uma direção, esforço excessivo para manter o caminho, muitas mudanças de objetivo.

Marte e Saturno levam aproximadamente 30 anos para fazer a conjunção no mesmo signo:
a conjunção anterior de Sagitário aconteceu em 17/02/1986 e a próxima será em 03/10/2046.

A conjunção de 2012 (15/08/2012) em Libra teve Saturno exaltado e Marte exilado, portanto domínio de Saturno:

A de 2014 (25/08/2014) em Escorpião teve Marte em domicílio noturno, dominando Saturno, os dois regidos por Plutão que estava também em Recepção Mútua com Saturno:

Penso que foi a mais tensa.
Em Escorpião a tendência mais bélica, a energia focou em armas, conflitos e guerras, além de recursos para sobrevivência e lutas de poder.

O que podemos esperar desse ciclo?

Em Sagitário, podemos esperar como questões mais importantes o relacionamento com culturas estrangeiras, fortes debates sobre Leis, religiões, costumes e educação formal.
Sagitário é o signo que estabelece as regras. Capricórnio as executa.

Vem após Escorpião - os grandes conflitos e o mergulho interior, as experiências dramáticas que levam aos limites do suportável, questões de sobrevivência.

Após traumáticas experiências, Sagitário teoricamente está maduro para estabelecer regras, leis e comportamentos.
Usei a palavra teoricamente porque nem todas as pessoas que passam pelas intensas experiências de Escorpião aproveitam a experiência e conseguem sair mais maduras para elaborar regras baseadas no bom senso - isso depende muito do nível de evolução ao entrar, e da capacidade de assimilação e compreensão ao sair.
Muitas vezes acontece de os potenciais não serem totalmente explorados ou compreendidos, gerando mais medo;
em outras acontece de cruzar limites suportáveis causando traumas que enquanto não forem trabalhados e superados não lhes permitirão avançar;
também acontece de ficar na superficialidade lidando apenas com a parte desagradável e encarando a experiência como castigo dos deuses ou jogando a culpa de tudo nas pessoas que participaram do acontecimento.

A conjunção de Marte/Saturno em Escorpião sempre deixa mais uma marca.

No signo de Libra tomamos uma decisão importante: vamos para a frente encarar Escorpião ou voltamos ao passado, para Virgem - e aí ficaremos nos aperfeiçoando nos mínimos detalhes por um longo tempo, até perceber que a vida andou e poderíamos estar mais adiantados.
Essa é a mais importante decisão do signo de Libra - um signo Cardinal que dá uma nova direção.
Tivemos a oportunidade de nos posicionar nas conjunções anteriores (15/08/2012 em Libra e 31/07/2010 também em Libra).

Seja qual for a decisão, ela pôde ser revista durante o ciclo de Escorpião (conj de 25/08/2014), mas em Sagitário avançaremos pela direção escolhida.
No mapa da conjunção, Saturno está na casa 3, regendo as casas 4 (sozinho) e 5 (junto com Urano), e Marte também na casa 3 rege as casas 7 (sozinho) e 2 (junto com Plutão) - ambos regidos por Júpter, na casa 12 no final de Virgem.
Vênus rege o mapa.
Mercúrio em domicílio é dispositor de todos, menos de Netuno.
O mais forte é Mercúrio, mas não atua com sua força total na casa 12, seu exílio.
O mais bem colocado, e portanto influente, é Plutão.

Plutão está com aspectos benéficos, em trígono com o Nodo Norte e sextil com o Nodo Sul, deve atuar como mediador e canalizador para uma nova direção, que deve ser apontada pelo povo, vindo de dentro para fora, e de baixo para cima.

Assuntos mais importantes desse ciclo: busca da verdade, educação, religião, costumes da sociedade, símbolos, bandeiras, culturas, estrangeiros, leis, esportes, dança, viagens, comércio exterior (importação e exportação), fronteiras, meios de transporte, aviões, caminhões, barcos grandes, colégios e faculdades, políticos, comunicações, competições, grandes descobertas, filosofia, os intelectuais, especialistas, autodidatas, jornalistas, advogados, generais, atletas, professores e alunos, conferencistas, padres, pastores, sacerdotes, tradutores, poliglotas, esoterismo, astrologia, ciências ocultas, oráculos, assessores do rei, primeiro-ministro, presidente dos deputados ou senadores, os legisladores, juízes, fiscais, as comunidades, profetas, portadores de mensagens mundiais, os jogos de azar, jogos de esporte, humoristas, os idealistas, os viajantes, turistas, alpinistas, os locais amplos (igrejas, estádios, campos militares, aeroportos, etc).

qualidades sagitarianas: honestidade, espontaneidade, bom humor, generosidade, tolerância, lealdade, idealismo, nobreza, otimismo, espiritualidade, dom de profetizar e prever o futuro, entusiasmo, iniciativa pessoal, capacidade de liderança, independência, bondade, gosto pelo estudo, capacidade de síntese, sorte, capacidade de fazer crescer e aumentar, bom relacionamento com as pessoas, camaradagem, companheirismo.

defeitos sagitarianos: rigidez, impaciência, arrogância, intolerância, preconceitos, autoritarismo, dono da verdade, brutalidade, desperdício de energias, gula, inconsequência, irresponsabilidade, deboche, ousadia, falta de respeito, atrevimento, impulsividade agressiva, agitação, vícios principalmente comida e bebida, excessos de todos os tipos, descontrole.

A conjunção na casa 3 indica que esse é o ciclo das comunicações, do comércio exterior e intercâmbio com países próximos.

A tendência para os próximos 2 anos é a tentativa de reformas na educação, na política e nas leis.
Incentivo ao comércio, vida agitada, intercâmbio, muitas viagens.


Comunicações em alta, tanto positiva como negativamente: tendência da internet alcançar cada vez locais mais distantes e aproximar mais as pessoas, as informações ficam mais fáceis e rápidas, mas também há a tendência negativa de manipulações e mentiras nas mídias e nas informações devido à quadratura com Netuno.

Possibilidade de guerra em país próximo que faz fronteira contra um país de outro continente, ou extrema dificuldade de entendimento entre esses.
Locais sensíveis: a Leste, Sul e Oeste (em ordem decrescente).


A questão dos estrangeiros também é um assunto que será muito discutido, com dificuldade para se chegar a um senso comum.

Paralelo a isso, também estarão fortes as questões de religião e costumes, com necessidade de se trabalhar muito a boa convivência entre costumes, religiões e raças diferentes.

Esse debate tende a acirrar e ir a extremos, não apenas por um, mas por vários segmentos - daí a necessidade de se buscar uma verdadeira justiça, um ponto comum que estabeleça o máximo de harmonia e convivência equilibrada entre opostos e divergentes, não excluindo nenhum - reforçado pelo Ascendente em Libra.
A busca da verdade unida com a busca do equilíbrio.

Sagitário tem como um de seus defeitos o exagero e a desproporção em grande tamanho, e Júpter, seu regente, no seu exílio em Virgem, portanto fraco, atua de maneira contrária à sua natureza generosa: discrimina, segrega, exclui, critica demais e tolera pouco.

O trígono de Júpter exilado com a Lua exaltada em Touro ameniza um pouco a intolerância, já que a Lua nesse signo simboliza uma Mãe Nutridora e aconchegante, que ama suas crias incluindo aí suas diferenças, dá a esperança de uma boa solução nesse sentido.
A influência da Lua exaltada sobre Júpter em Virgem pode direcionar as energias críticas e discriminadoras para as características positivas de Virgem (cuidar, prover boas condições de vida e de saúde, fazer funcionar).
Mesmo em casas problemáticas e "mudas" (12 e 8) essa influência deve ser fortemente sentida, embora de uma maneira não objetiva, mas subjetiva nas entrelinhas dos acontecimentos, e também dá uma direção diferente, uma vez que a Lua é regente do Meio do Céu.
Mesmo que nesse caminho haja percursos tensos.

No período até a oposição (maio/2017) os assuntos de Marte prevalecem, e após isso prevalecem os de Saturno, até o novo ciclo da próxima conjunção em abril/2018, no signo de Capricórnio.
Os assuntos se desenvolvem até maio/2017 e depois Saturno cobra a conta dos excessos, se for o caso, ou recompensa o esforço e estabiliza as conquistas.
Portanto a primeira parte do ciclo é de desafios e propostas novas, e a segunda é de conquistas ou de cobrar a conta dos excessos.

Possibilidade de o país melhorar economicamente, caso o crescimento até maio/2017 seja modesto.
Se houver um pequeno crescimento até esse período é mais provável que no segundo período do ciclo o crescimento continue, e se estabilize.
Mas se houver grande crescimento, tipo um salto, e muito fácil, Saturno cobra a conta e a tendência é de cortes dramáticos.

O governo atua de maneira discreta, oculta e longe dos holofotes.

A mídia em agitação constante, possivelmente mais escândalos.

Há uma pequena melhora para a população, mas a instabilidade ainda está presente.

Muitas pessoas buscando vida melhor fora do país.

Um dos grandes problemas do período é a eficiência técnica dos serviços públicos em geral, principalmente na Saúde. Alguns avanços e melhoras acontecem aí, mas insuficientes.

O transporte de passageiros e de cargas com muitos problemas a solucionar, ou acidentes.

Hospitais, presídios, marginalidade, pobres, aposentados e desempregados exigirão atenção especial, serão assuntos constantes nas manchetes dos jornais, levando os governantes a dar um olhar especial por aí.
O povo, de maneira geral, estará cobrando respostas imediatas a esses problemas, e o governo precisará fazer ajustes para isso, dar alguma resposta satisfatória, ou amenizadora.

Possivelmente, além dos escândalos, os protestos também continuem acontecendo, no mínimo até o meio do ciclo, por volta de maio/2017.

Estrela Antares: Marte/Saturno estão em conjunção com a estrela Antares, "o coração do Escorpião".
Essa estrela contribui com espírito de aventura, perdas ou ganhos repentinos geralmente acompanhados de muita luta, ambição exagerada que pode causar a própria destruição se não for controlada.
Traz poder e honras, mas nem sempre suas riquezas e honras dão satisfação.
Afeta a visão.
Vários casamentos e separações, violência, desconfiança.
Natureza de Marte e Júpter, é considerada afortunada e desafortunada ao mesmo tempo.
É uma estrela gigante vermelha, muito maior do que o nosso Sol.
Seu nome, Antares, significa "a rival de Ares".
Pela linha dos persas, é uma das 4 guardiãs do céu, Portão Oeste.
Traz muito sucesso, principalmente social, perseverança, glórias, grandes ambições, grandeza de alma e busca por justiça, mente aberta.
Se negativa, traz imprevistos que mudam a vida para pior, excesso de liberalidade, voracidade, obstinação, destrutiva e autodestrutiva.
A natureza bélica e marcial dessa estrela é uma possibilidade de guerras.
É possível controlar sua natureza. Não fácil, mas possível.

O Grau Simbólico dessa conjunção é "A Lua Cheia brilha num céu limpo, iluminando na Terra um rastro de moedas de ouro, de prata e de chumbo."



Namastê.

Nenhum comentário: