...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

eclipse anular do Sol, 01/set/2016

,
"Um homem se viu possuindo duas cabeças, 
e as duas olham para fora, 
através das sombras."
(símbolo do grau)

Na Lua Nova de 01/setembro teremos mais um eclipse anular do Sol, a 9° Virgem - Lua Nova às 6:03 h, no Nodo Norte.
Eclipses são associados à mudanças.
O símbolo do grau do eclipse é "Em um momento de visão, o homem se viu possuindo duas cabeças, e as duas olham para fora, através das sombras."
Simboliza o início da compreensão da dualidade, dos aspectos complementares dos opostos.
Essa compreensão inicia com a transcendência, quando adquirimos a capacidade de olhar e perceber além dos nossos conflitos internos e das nossas sombras, e antecede a transformação pessoal.

A estrela Alioth, da constelação Ursa Maior, a cauda da Ursa, o cavalo negro, magnitude 1.7, em conjunção com o eclipse simboliza magnetismo, perseverança e paixão, perturbação, problemas psicológicos, a força do destino manifestando-se em suas escolhas, sendo o desafio principal de escolher bem seus parceiros e companhias. Natureza de Marte, pode ser destrutiva, principalmente para as mulheres e assuntos femininos. Portanto, proteja-se.

Duração:
Tempo total do eclipse: das 3:13 h às 9:00 h (5 horas e 47 minutos)
início da fase anular: 4:17 h
clímax: 6:01 h
final da fase anular: 7:55 h
Tempo total da fase anular: 3 horas e 38 minutos
Tempo total de observação máxima do eclipse anular nos locais visíveis: 3 minutos e 6 segundos
Visibilidade:
Não visível no Brasil.
Inicia no Oceano Atlântico e vai a Leste da África Central (Gabão, Congo, Tanzânia, Moçambique e Madagáscar), Ilha da Reunião , terminando no Oceano Indico.
Em locais onde não é visível, o efeito acontece nos mapas que fizer conjunções fortes com Sol, Lua, Ascendente, Meio do Céu, e com menos força no Fundo do Céu e Descendente, se ali não houver planetas.
para ver a tranjetória com detalhes, acesse o link : http://eclipse.gsfc.nasa.gov/SEplot/SEplot2001/SE2016Sep01A.GIF.
Pertence à Série Saros 135, composta de 71 eclipses, que iniciou em 05/07/1331 e terminará em 17/08/2593 ( para ver o caminho vá no link 10P 45A 2H 6T 8P ), que vai do Norte ao Sul.
Na cartografia, as linhas que passam pelo Brasil são Marte/Saturno no Fundo do Céu, Sol, Lua, Nodo Norte e Netuno no Ascendente bem a Leste do país (aproximadamente de Florianópolis a Belém do Pará) a linha de Saturno passa por Brasília.
Os efeitos desse eclipse são de aproximadamente 3 meses.

linhas de Marte/Saturno no fundo do céu:

Muito tenso.

Esse eclipse quadra o grau exato que ocorreu a conjunção de Marte com Saturno, em 24/08/2016, adicionando mais agressividade ao seu simbolismo durante 3 meses (post "Conjunção Marte Saturno 24/08/2016).

Os signos de Virgem, Sagitário, Peixes e Gêmeos estão desafiados no máximo.

Se você tem Sol, Lua, Ascendente, Meio do Céu, Mercúrio, Vênus ou Marte entre 4 a 14 graus de Virgem, Sagitário, Peixes e Gêmeos é tempo de trabalhar muito, e equilibrar isso com descanso.
Há tendência de ser desafiado ao máximo em sua paciência e resistência, tanto física quanto emocional.
É tempo de testes, e, como tudo na vida, vai passar.
Por isso, aproveite a força das quadraturas para realizar. As quadraturas são tensas e obrigam a trabalhar, não é permitido ficar parado com elas, pois parando há perdas. Nesse sentido elas levam a realizações também.
Muitas vezes é justamente nos tempos de aspectos mais tensos que conquistamos as coisas mais difíceis, porque esses dias não permitem acomodação.

Esse acúmulo energético deve ser bem direcionado, tanto pelas pessoas impulsivas quanto pelos tímidos: nos impulsivos a tendência é de comprar briga à toa, magoar pessoas, romper situações, perder oportunidades por falta de paciência, e nos tímidos o risco é de voltar essa energia para dentro aumentando stress, doenças que se agravam, doenças nervosas, insônia, etc

Tanto para os impulsivos como para os tímidos é bom planejar bem suas atividades e incluir na parte das "obrigações" da agenda um tempo extra para o repouso, seja para fazer nada ou para fazer algo que você goste muito.

Em todos os casos é muito bom em momentos assim aumentar um pouco a atividade física, conforme suas possibilidades - desde malhar mais na academia até caminhar sempre que puder, mas sem ultrapassar seu limite, usando a atividade física para equilibrar o excesso de energia deixando a mente e emoções mais leves.

Dias desafiadores, é preciso estar tranquilo e alerta para não desperdiçar suas energias com detalhes irritantes que ganham proporções grandes demais.

Nos eclipses do Sol, a Lua é quem manda.
Lua leva para o emocional e para o passado.
Se for o caso, faça com que a viagem ao passado seja proveitosa, e não uma estrada de lamentação e revivência de mágoas.
O instinto muito forte pode levar a atitudes fortes, dramáticas, emocionais, com pouca ou nenhuma reflexão, inconsequentes e até perigosas.
O medo de avançar é maior do que a ousadia de mudar alguma coisa.
O medo pode causar comportamento egoísta no sentido de acumular para o futuro, muito mais do que seria necessário, e concentrar-se apenas em suas próprias necessidades (físicas, emocionais, etc)

Bem aproveitada, essa é uma energia muito boa para investigar profundamente as emoções, o subconsciente, os sonhos e as raízes. Mas não para agir e nem para tomar decisões rápidas, apenas para compreender e assimilar coisas profundas.

É possível que algumas pessoas fiquem muito agressivas e sensíveis - esse é o maior desafio.

Mas também há outros: doença, epidemia, desemprego, pobreza, desemprego, greves, protestos e rebeliões, insegurança pública, incêndio, desabamento, explosões, distúrbios climáticos fortes, relacionados com o signo do eclipse, a casa e os aspectos formados no mapa astral do evento.
Nos locais onde é visível principalmente, e nos países onde faz conjunções importantes, em segundo lugar.

É uma boa oportunidade para observar o mapa do Brasil, já que estou comparando os dois mapas (do dia 02 e do dia 07/09). No mapa do dia 02 os efeitos são mais fortes do que no mapa do dia 07.
Lembrando que os efeitos são para os próximos 3 meses.

No Brasil:
1) Não será visível

2) No mapa do dia 02/09 - o eclipse faz conjunção com o Sol, na casa 10 do mapa natal, paralelo com a Lua e Mercúrio, quadratura com Júpter natal na casa 6, e trígono com Saturno natal no final da casa 5 e conj. com a 6.
O Retorno Solar nesse mapa acontece imediatamente após o eclipse, às 9:53 h.
Aqui está uma boa oportunidade de estudo para comparar os dois mapas que venho observando (do dia 02/09 e do dia 07/09), pois nesse mapa (02/09) o impacto é bem grande, muito maior do que no mapa do dia 07/09.
Na casa 10, a possibilidade é de instabilidade e mudanças no governo, oposição forte.
Os aspectos a Jupter e Saturno mostram impactos sociais.
Crescimento econômico lento, aos poucos e estável, muito sacrifício imposto aos trabalhadores, cortes em investimentos grandes, mudança de rumo do país em meio a muito tumulto.
Se esse mapa estiver mais forte, mostra que o ano set/2016 a set/2017 será um período forte para o país, que deixará uma marca.
Mas no mapa do aniversário os transtornos maiores estão amenizados, valendo para o período de 3 meses aproximadamente.
Nesse mapa, os maiores tumultos são políticos, na esfera do Poder e do governo.
As finanças estão difíceis, mas encontram caminho durante o período (Júpter regendo as finanças faz sextil com Ascendente e Roda da Fortuna).
Há uma continuidade nas atividades do país, embora a briga política seja enorme.
O Ascendente na casa 12 e o Meio do Céu na casa 9 mostram a atenção do país voltada para seus maiores problemas (pobreza, insegurança, saúde pública, aposentados e pessoas à margem da sociedade) enquanto há intensa atividade do Poder Judiciário, que tanto pode ser a interferência de um Poder no outro ou políticos poderosos sendo processados, e ainda a grande cobrança da sociedade em relação aos rumos que forem decididos pelo governo.
Também o assunto de estrangeiros: pessoas imigrando e emigrando, e questões importantes relativas à política internacional influenciando a política nacional sendo debatidas durante esse ano.

3) No mapa do dia 07/09 - o eclipse cai na casa 7 do mapa natal, em quadratura com a Lua e Júpter natais na casa 4, trígono com Saturno natal na casa 3.
Nesse mapa do dia 07/09 o impacto não é tão forte, principalmente porque não está em conjunção próxima com o Sol.
O eclipse na casa 7 mostra mudanças tanto na política internacional como nas alianças internas do governo.
Mas a influência é de guerra de informações, intrigas, denúncias, propaganda inimiga de todos os lados, rompimento de contratos ou tratados.
Nesse mapa também há sobrecarga aos trabalhadores e ao povo em geral.
Os aspectos a Jupter e Saturno são os mesmos, pois esses planetas não mudam em poucos dias: "mostram impactos sociais. O crescimento econômico lento, aos poucos e estável, muito sacrifício imposto aos trabalhadores, cortes em investimentos grandes, mudança de rumo do país em meio a muito tumulto". A mudança de rumo do país é menor nesse mapa, e maior no mapa do dia 02/09.
Mas a inquietação política entre governo e oposição é praticamente a mesma.
Apesar de o eclipse não estar em conjunção com o Sol, dou uma olhada rápida no mapa do aniversário, só prá comparação:
O Retorno Solar, no mapa do dia 07/09, acontece no dia 06/09/2016 às 14:54 h.
Também mostra continuidade dos trabalhos do governo, embora com muito tumulto político durante todo o período (set/2016 a set/2017).
O governo, nesse mapa, faz seu trabalho nos bastidores, não se expondo muito, deixando a briga maior para os seus aliados deputados e senadores - é aí que acontecem os maiores ataques.
O Ascendente e Meio do Céu nas mesmas casas natais do mapa anterior, mesma interpretação: "O Ascendente na casa 12 e o Meio do Céu na casa 9 mostram a atenção do país voltada para seus maiores problemas (pobreza, insegurança, saúde pública, aposentados e pessoas à margem da sociedade) enquanto há intensa atividade do Poder Judiciário, que tanto pode ser a interferência de um Poder no outro ou políticos poderosos sendo processados, e ainda a grande cobrança da sociedade em relação aos rumos que forem decididos pelo governo.
Também o assunto de estrangeiros: pessoas imigrando e emigrando, e questões importantes relativas à política internacional influenciando a política nacional sendo debatidas durante esse ano."
Nesse mapa, a situação financeira do país está bem pior, vai ruim o ano todo, com pequenos estímulos, mas insuficientes.
Os protestos dos trabalhadores são menores pois aumentam os empregos. Nesse mapa, os trabalhadores não são tão sacrificados. Os problemas com os trabalhadores melhoram durante o ano, mas durante os 3 primeiros meses, na influência do eclipse, os protestos e insatisfação são grandes.

- Nos dois mapas os escândalos políticos e financeiros continuam acontecendo, mas no mapa do dia 02 o governo está mais exposto do que no do dia 07.
- O mapa do dia 02 está prevendo um ano bem mais difícil politicamente, mas para o povo e os trabalhadores o sacrifício é menor.
- O mapa do dia 07 mostra um ano mais difícil para o povo do que para o governo.
- Essa é uma olhada superficial, não sei se terei tempo para postar esses aniversários, e se tiver, os textos virão com atraso, por isso deixo essa pitada.

Namastê.

Nenhum comentário: