...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

domingo, 7 de agosto de 2016

eclipse penumbral da Lua quase imperceptível, 18/08/2016

eclipse penumbral Lua, 18/08/2016

Em 18/08/2016, na Lua Cheia, às 6:26 h teremos um eclipse penumbral da Lua, com Sol a 25°52' Leão e Lua a 25°52' Aquário.
É praticamente imperceptível na Terra, e de duração muito curta (17 min e 56 segundos).

Alguns sites dizem que pode ser visível em alguns locais da Austrália e das Américas, mas de maneira muito fraca e rápida.

Astronomicamente, é considerado irrelevante, e em algumas tabelas nem sequer consta.

Pertence à série Saros 109 e encerra essa série.
O anterior dessa série foi em 08 08 1998, em algumas tabelas esse consta como sendo o último.

Pela figura abaixo dá prá perceber que é mesmo irrelevante.

(https://en.wikipedia.org/wiki/August_2016_lunar_eclipse)

Em Astronomia, os eclipses são mais importantes quanto maior sua visibilidade, e são observados para estudar.

Em Astrologia, os eclipses são importantes:
1) Quanto maior a visibilidade, mais importantes. Seus efeitos se dão nas partes do planeta em que são mais visíveis.
2) Quando pegam por conjunção alguma parte importante do mapa astral. Por oposição também. Os outros aspectos não influenciam muito.
(há textos sobre isso aqui nesse blog)

visibilidade:
(a parte clara é a parte visível)

nessa figura, a parte sombreada é a parte visível:

mapa astral do eclipse

O mapa do eclipse sugere disputas fortes, com possível e necessária intermediação.
A Lua em Aquário simboliza agitação do povo, no sentido de protestos e revoltas causados por insatisfação.
Confirmando isso, Marte e Saturno se aproximando da conjunção na casa 4 desse mapa também sugerem instabilidade na população.

Porém, enquanto a Lua encontra um canal de saída, a conj Marte/Saturno desafiada por Netuno é bem mais perturbadora (será analisada em post separado) nesse mapa da lunação.
Principalmente devido a desorientação, falta de direção, informações contraditórias, manipulações e mal entendidos.

Urano e Plutão, que até bem pouco tempo estavam causando o caos no Olimpo, estão nesse mapa em harmonia, na medida do possível.
Urano funcionando como canal de saída para a lunação/eclipse, e Plutão agindo como saída para a quadratura Saturno/Netuno.
Os outros planetas que estavam formando a Cruz em T Mutável já estão se afastando da órbita, mas a quadratura entre Saturno e Netuno ainda permanece por algum tempo.

Individualmente, se o eclipse e os trânsitos difíceis formarem aspectos harmônicos no seu mapa, a tendência é que você progrida durante a crise e tenha poucas perdas.

De maneira geral, esse momento tenso pede bastante paciência, para quem tem por objetivo construir, e não destruir.
Isso não significa aceitar injustiças, etc, mas sim que é importante estar centrado durante o período, manter a elegância e não descer do salto, mesmo quando estiver reclamando ou propondo mudanças.
O potencial destrutivo ainda é grande, e não precisamos estimular isso ainda mais.
Ao mesmo tempo, é possível usar esse acúmulo de energia tensa como combustível para levar adiante nossos objetivos, dependendo se conseguimos canalizar essa energia, ou não.

- Vale a mesma interpretação do texto do mês de agosto, lunação de 18/08.
Transcrevo aqui, do post do mês de agosto/2016, a recomendação para os Signos Mutáveis, que estão desafiados pela quadratura de Saturno/Netuno, porque esses signos estão desafiados por alguns meses:

Por mais ou menos 1 ano os signos Mutáveis estão desafiados: Gêmeos, Virgem, Sagitário e Peixes.
" Esse desafio está explicado no post "desafio de Saturno e Netuno" e no próximo texto que farei, sobre a conjunção de Marte/Saturno.
Para quem tem Sol, Lua, Ascendente, Mercúrio, Meio do Céu e em alguns casos Vênus e Marte nos signos de Gêmeos, Virgem, Sagitário e Peixes é um tempo de desafio e superação, mais do que para quem não os tem no seu mapa.
Signos Mutáveis devem usar o que melhor sabem fazer para passar esse desafio: se adaptar, ser flexível.
Para esses principalmente, pode acontecer aquela vontade de chutar o balde e desistir de algumas coisas, pode acontecer desconcentração e desperdício de energias e dinheiro.
É fundamental usar suas técnicas pessoais contra o stress, tentar não acumular-se de muito trabalho, manter-se organizado, tranquilo e concentrado, não se acomodar com o que está ruim. Tudo passa. "

Para o Brasil, conforme os 2 mapas que venho observando:

Como esse é um eclipse de pouca importância astronômica, acredito que o previsto possa ficar apenas no potencial, não se realizando no material.
Mas, se algo se manifestar, sua duração é pouca, de aproximadamente 20 dias.
Mundialmente, não só no Brasil, estamos na turbulência de uma grande crise política e econômica, e os planetas transitando no céu também mostram isso.
Há outros desafios vindos desses trânsitos, mas se algo se manifestar vindo do eclipse, o efeito é de no máximo 20 dias.

mapa do dia 02/09 - Sol e Lua não fazem aspectos - o eclipse acontece na casa 3, com Sol na casa 9, é irrelevante.

Os aspectos tensos do mapa não se referem ao eclipse, mas aos trânsitos - coisa que não vou analisar aqui.
Os dois mapas estão com trânsitos muito desafiadores, e isso é assunto para um post separado, se eu tiver tempo e paciência.



no mapa do dia 07/09, o eclipse acontece na casa 1 (Ascendente), com o Sol na casa 7, lunação formando quadratura com o Meio do Céu.


Eclipse no Ascendente afeta a nação como um todo, sua imagem no mundo, marca novos caminhos.
A quadratura com o Meio do Céu mostra problemas e disputa com o partido que está no poder, com o governo e a administração do país, e ainda problemas de brigas internas para o partido do poder.
Problemas a Leste ou Oeste vindo pelo Norte, de Brasília.
Aviões, trens ou metrôs, oficinas mecânicas ou locais com muitas máquinas ou automóveis, aeroporto, estrada de ferro, clubes, fábricas, locais de armários ou cofres, locais de entulhos, locais descampados, entrada, portas ou fachada, terreno irregular, vales ou baixadas - esses são os locais mais sensíveis.
Acidente, catástrofe ecológica, explosões, incêndios, problemas elétricos.
Ruptura de alianças.
Rebeliões.
Disputas, brigas ou guerras.
Nesse mapa (do dia 07/09) estão envolvidas as casas 5, 6 e 7: as disputas que podem acontecer se dão principalmente entre o governo e a classe trabalhadora.



Na Cartografia, nenhuma das linhas cruza na área geográfica do Brasil.
Mas Marte e Saturno cruzam com Lua e Mercúrio próximos da costa marítima do Rio de Janeiro.
Marte e Saturno na linha do Fundo do Céu passam pelo país do Rio de Janeiro a Fortaleza (Marte) e próximo de Belo Horizonte e Salvador (Saturno).
Próximo de Belém do Pará, Brasília, Rio de Janeiro e Curitiba passa a linha descendente da Lua, e a linha Ascendente do Sol.
Esses são os locais de maior potencial.


No mapa para Greenwich, 

mostra um momento de mudanças mundiais importantes, dificuldade de diálogo entre alguns governos e suas oposições, principalmente porque ambos (muitos governos e muitas oposições) estão fortemente influenciados pela quadratura Saturno/Netuno, que deixa as coisas um tanto desorientadas.
É preciso ser prático, embora no momento isso seja um dos grandes desafios.
Deve ser uma semana de muitos protestos e manifestações mundiais importantes.
Os maiores potenciais desafiantes estão a Norte e Leste de Greenwich.


Repetindo, em visibilidade e em duração, esse eclipse é de pouca importância, tão pouca que em muitos locais ele nem consta como eclipse.

Esse texto tem a pretensão de servir como observação de estudo, mais do que previsão.
Sinceramente, desejo que não aconteça mais nada ruim, já estou cansada de ler notícias ruins.

A minha pretensão é verificar (e compartilho isso) até que ponto um eclipse quase imperceptível tem força para se manifestar, e essas observações valem pelo período de no máximo 20 dias.

Temos 2 eclipses ainda em 2016, no dia 01/09 anular do Sol e no dia 16/09 penumbral da Lua.

Namastê.

3 comentários:

João Inácio disse...

Oi Susana
Já escrevi trocentas vezes como eu gosto das tuas análises.
Buenas, ao ler este texto tive uma certa intuição...
Pois é, vc fez um estudo astrológico, chamou a atenção para o fato de o eclipse ser fraco, que talvez os efeitos não sejam lá muito sentidos.
Só que fui lendo e fui tendo sensações....
E se vc se deu ao trabalho de escrever sobre um pretenso eclipse fraco é porque tb deve ter tido alguma "intuição" (é o que eu acho)
O período de influência de eclipses é mais ou menos seis meses, certo?
Vc disse que este deve ser, no máximo, uns 20 dias,
Talvez sejam 20 dias BEM intensos.
Vai se saber
Estamos num período mundial de grandes mudanças e muitas dessas mudanças se dão por meio de dor.
Olha, posso estar enganado, mas acho que vem coisa grande por aí.
Abraços

Susana disse...

oi João! Verdade, as coisas estão tão tensas que penso que mínimas alterações causam grandes ondas. Espero que não, né, publiquei mais para estudo, vamos observar. Obrigada. Namastê.

Susana disse...

oi João, quanto à maneira de contar o tempo da validade dos eclipses, há mais de uma maneira de fazer isso:
1) 6 meses é um tempo médio, arredondado para facilitar, usado pela maioria
2) outros contam a validade de um eclipse até o próximo
3) eu conto baseada no tempo do eclipse, transformando os minutos em dias, semanas ou meses, conforme seja do Sol (1 minuto = 1 mês) ou da Lua (1 minuto = 1 dia).
Namastê.