...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Plutão retrógrado Capricórnio, abril 2018

"O Poder que obtemos na Terra nos é dado com um propósito específico,
e nos é retirado quando esse propósito se cumpre".
(Pauline Stone)

Plutão entra em movimento retrógrado em 22/04/2018 12:25h a 21°17' Capricórnio.
Pré retrógrado: 31/12/2017
Retrógrado: 22/04/2018
Direto: 30/09/2018
Sai da sombra (pós retrógrado): 21/01/2019
(estará novamente retrógrado em 24/04/2019 até 03/10/019 a 20° Capricórnio)


Plutão continua fazendo a sua faxina no Poder, nas organizações políticas, hierarquias e no nosso atual sistema de vida e civilização, desde que ingressou em Capricórnio em 26/01/2008 00:37 horário de verão, Brasilia.

Na parte final (último decanato) do signo de Capricórnio, os resultados das experiências passadas estão chegando mais próximos da nossa vida prática, traduzindo-se em mudanças importantes na organização prática de nosso atual sistema de vida, a nível mundial.

No decanato de Mercúrio, Plutão traz a experiência para as rotinas, os trabalhadores, os serviços públicos, o funcionamento da vida, mostrando os defeitos não apenas para serem criticados, mas principalmente melhorados e consertados, ou descartados e reciclados.

As lutas de poder se intensificaram nos últimos anos, quando cada vez mais claro fica para a maioria das pessoas que o atual sistema de vida e de governo necessita limpar, purificar ou reciclar as tantas sujeiras encontradas (e já antes reconhecidas por todos) e publicamente demonstradas através de vários canais – porque o signo que ele passeia é Capricórnio, um signo público, relacionado à política, hierarquias, governo e sistemas de organização das civilizações, tradições, histórias passadas.

Tem sido um período riquíssimo em termos de conhecimentos do passado da humanidade através de encontros de fósseis, registros históricos, e descobertas científicas importantes, que ajudam a contar nossa história, para quem estiver interessado nisso.

Quando Plutão remexe o lixo, encontra porcarias e tesouros de grande importância, e cabe às pessoas interessadas decidirem o que farão com essas descobertas e acontecimentos.

Da mesma maneira na vida individual de cada pessoa, Plutão vai remexendo seu lixo e seus tesouros, conforme os planetas pessoais que toca no seu mapa de nascimento, ou por trânsitos, ou ainda por progressões (Sol, Lua, Ascendente, Meio do Céu, Mercúrio, Vênus e Marte).
No caso de Plutão tocar Júpter ou Saturno, as consequências são mais sociais do que individuais.

Capricórnio é sempre o alto da montanha, em qualquer mapa astral, bem como a Casa 10, e Saturno representa o máximo em termos materiais que uma pessoa conquista durante a experiência daquele mapa.

O trânsito de Plutão por Capricórnio abre a oportunidade de elevadíssimas conquistas e realizações relacionadas com o simbolismo plutônico durante todo esse período, como se Plutão subisse a montanha.

No seu período retrógrado, temos a oportunidade de individualmente observar com mais calma e tranquilidade esse caminho, e revisar ou consertar aquilo que pensamos que seja necessário, ou aproveitar para assimilar melhor os acontecimentos desde o período de pré retrógrado de Plutão.

Como o planeta de caminho de trânsito mais lento (com exceção dos períodos que Netuno cruza com a órbita de Plutão, e passa a ser mais lento do que ele), as experiências de Plutão por Capricórnio são assimiladas lentamente.

Conforme os planetas que toca e os aspectos que faz no mapa individual, e as casas que percorre, haverá maior ou menor dificuldade.

Assuntos como mortes, sexualidade, uso do poder pessoal, dinheiro, terapias, doença/saúde, subconsciente, magia, ocultismo, sonhos, ciências tais como química ou informática, trabalhos noturnos, ocultos, análises biológicas de laboratório, cirurgias, partos, testamentos, partilhas, heranças, aplicações financeiras, etc também podem passar por revisões nesse período, bem como os assuntos plutônicos negativos tais como criminalidade, espionagem, sistema carcerário, subornos, corrupção, etc

Esses assuntos são plutônicos mas não exclusivos de Plutão, sendo necessário observar outros planetas em conjunto (conforme o assunto).

Para nós, pobres mortais, provavelmente é um período de revisão no emprego, trabalho, vocação, caminho de vida, obrigações sociais, assuntos de família, relacionamento com os pais, mortes, etc com possibilidade de acontecer alguma mudança importante aí ou simplesmente assimilação de experiências dos últimos meses.

Plutão retrógrado em Capricórnio é uma ótima oportunidade para olhar para o passado e perdoar o que lhe for possível.

No mapa de Plutão retrógrado temos o Ascendente em Câncer e a Lua também nesse signo (domiciliada) regendo o mapa, na fase Crescente.
Isso mostra a grande importância de estar forte emocionalmente para enfrentar os obstáculos do período.

Temos alguns obstáculos ou imprevistos financeiros, e alguns na área dos relacionamentos e negociações.

Com Virgem e Peixes interceptados nas casas 2 e 8 é preciso algum cuidado a mais com as finanças e os gastos impulsivos.

Na parte dos relacionamentos, a oposição Lua e Plutão nas casas 1 e 7 mostra a necessidade de dialogar bastante com tranquilidade, evitando o sentimento de posse, dominação ou ciúme, respeitando sempre os limites emocionais e da sensibilidade da(s) pessoa (s) com quem estivermos dialogando ou negociando alguma coisa.

Nodo Norte em Leão na casa 1 também mostra que o ego tenta se sobrepor às necessidades do Outro, e nesse sentido também devemos observar limites saudáveis.

Plutão está regendo a Casa 4 do mapa, com Júpter aí, em sêxtil com Plutão na casa 6 conj 7, ou seja: as experiências desse período devem ser muito bem assimiladas, interiorizadas e aproveitadas.

A falta do elemento Ar no mapa é algo a ser compensado por Saturno, Urano, Mercúrio e Vênus, e a presença de Marte/Plutão na casa 7 e Vênus na casa 11 e o Sol aí por conjunção, ou seja: invista na sua capacidade de comunicação e diálogo, busque conselho e apoio das pessoas de sua confiança ou experientes no assunto que você está trabalhando, participe de grupos se for o caso, e prefira atuar em conjunto do que de maneira independente.

O movimento retrógrado vai do decanato de Mercúrio ao decanato de Vênus e volta ao decanato de Mercúrio: as experiências a acontecimentos do período tendem a se concentrar na nossa vida prática em meio às rotinas do cotidiano, na vida financeira e nos relacionamentos.
Possibilidade de inovações no cotidiano e mais contatos sociais e com os amigos.

Embora as experiências coletivas sejam muito importantes nesse período, os insights individuais trarão grande crescimento espiritual ou interno.

Na época de retorno ao movimento direto de Plutão, por volta de 30/09, principalmente após 21/01/2019 quando sai da sombra, é o momento de compartilhamento das experiências desse período. Se for possível e eu tiver tempo disponível, comentarei esse assunto na época.


Namastê.

Nenhum comentário: