...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

2014 no tarô: Arcano 7 - O Carro

2014 no Tarô : Arcano 7, O Carro
Milênio da Sacerdotisa (2)
Século do Louco (0)
Década da Roda da Fortuna (10)
Sequência do Imperador (4)

Soma 7 : A Vitória do Guerreiro

Os Arcanos do ano são: 7, 34, 14 e 48.

7: 2 + 0 + 1 + 4 = 7
34: número do atual Ciclo Solar (que iniciou em 1981, veja no texto do "Ano de Júpter na regência cabalística")
14: número da década e do ano dentro da década
48: soma 34 + 14 = 48

A SACERDOTISA (2), está presente durante todo o milênio, como um pano de fundo, misturando-se no dia a dia, às vezes quase imperceptível, mas ativo.
Esse é o milênio feminino, da energia yin, da energia da Mulher, onde a tolerância é melhor do que a liderança, a compreensão e a sabedoria são mais importantes do que a aparência, o conhecimento e a sabedoria valem mais do que a intelectualidade, a doçura vence a força.
O interior das pessoas, a vida em família, a sensibilidade, a tolerância são o caminho que precisamos percorrer.
A Sacerdotisa exije tolerância, perdão, disciplina, reflexão, calma, conhecimento verdadeiro, espiritualidade, poder sobre si mesmo, uso inteligente de sua energia pessoal.
Quem já tem isso, ótimo. Quem não tem, vai aprender.
Problemas: insegurança, dificuldade de fazer acordos, isolamento,frieza.
Doenças: ginecológicas e relacionadas com as mulheres, infertilidade, obesidade, dores de coluna, depressão e problemas psíquicos.

O LOUCO (0), exije ousadia de seguir sua intuição, seu coração, a coragem de seguir seu Mestre interno mesmo desafiando aparências, convenções sociais e circustâncias contrárias, mas sem fazer oposição a nada, simplesmente fluir. Está presente durante todo o século.
Problemas: dificuldade de organizar, excesso de confiança, descuido, falta de objetividade.
Doenças: febres, inflamações, contaminações, desleixo e descaso com a saúde, problemas mentais.

A RODA DA FORTUNA (10) está presente durante a década. Mostra um ritmo acelerado e instável, onde se ganham ou perdem grandes fortunas. O mundo material está no auge, e no máximo do seu apelo, enquanto se manifesta, AO MESMO TEMPO a possibilidade de transcendência espiritual. Exige concentração, discernimento, senso crítico, calma, conhecimento.
É a Roda da Vida girando a todo o vapor, criando e recriando sem parar.
Oportuniddes maravilhosas surgem do nada, como uma miragem e também se vão da mesma maneira.
A chave não é subir nem descer, mas se manter no centro, em atitude alerta.
Uma renovação constante, a sensação de pouco descanso.
Problemas: pressa, descuido, automação (viver como um robô), estagnação, grandes perdas, acidentes, ritmo acelerado demais.
Doenças: doenças perigosas e rápidas, contaminações, vírus, bactérias, infecções, dores, febres, falta de constância nos tratamentos, ansiedade, stress.

ANÁLISE SEPARADA DOS ARCANOS

34 corresponde, no Tarô, ao Arcano Menor 8 de Paus.

Essa carta traz a mensagem de pressa. São 2 vezes os 4 elementos, atuando no elemento Fogo.
Os acontecimentos são rápidos, inesperados e bruscos, tanto positivos como negativos.
Situações estão sempre mudando.
Coisas aparentemente perdidas retornam, ou são conquistadas.
Os sentimentos são instáveis, os relacionamentos não são firmes, pois estão sempre mudando.
Os esforços no trabalho são muito bem recompensados, mas o risco aqui é trabalhar demais, até a exaustão.
Notícias vem e vão, voando, as palavras e conversas são rápidas e o risco é perder a essência, o conteúdo principal.
Na saúde, os problemas são depressão e fadiga.
Imprevistos financeiros podem levar à falência e miséria.
Imprevistos e catástrofes climáticas.
A vida em transformação rápida e constante.
Não dá prá acompanhar esse ritmo, é preciso selecionar o que se quer e largar o resto.
Favorece os estudos, e todas as atividades mentais.
Integra o que está em cima com o que está em baixo.
Ajuda cósmica.

14 corresponde, no Tarô, ao Arcano Maior 14, - A Temperança.

A Temperança é uma carta de muito esforço, trabalho e paciência.
A Temperança é símbolo de "uma transformação bem sucedida".
Mas até ser bem sucedida exige o máximo de paciência e esforço concentrado.
Sua principal palavra é MODERAÇÃO.
Favorece as amizades sinceras e os relacionamentos puros e honestos.
Profissionalmente, os relacionamentos são muito importantes, pois abrem ou fecham as portas (mas não se referem à "alianças políticas" e sim relacionamentos baseados em afinidades mentais, culturais ou profissionais, as finanças são consequência aqui).
É uma carta relacionada com a cura, a espiritualidade e a amizade.
O dinheiro e o progresso são consequências da disciplina, persistência, paciência, pequenos detalhes, bons relacionamentos, temperamento pacífico e moderado.
Acalma, protege e traz paz.
Mas primeiro tempera a alma, como o fogo tempera o aço.
Alcançamos o equilíbrio e a moderação após termos caído nos extremos e aprendido duras lições.
Com essa carta, aprendemos a lidar com irritações, frustrações e impedimentos.
Somos provados e testados.
Aprendemos a manejar nossas energias, principalmente a kundalini.

48 corresponde, no Tarô, ao Arcano 8 de Copas.

8 de Copas fala de transformações afetivas. São 2 vezes os 4 elementos no elemento Água.
Essa carta complica as emoções e sentimentos.
Há um desequilíbrio causado por transformações violentas ou muito rápidas.
Decepção, rompimento, abandono, tristeza, solidão.
Ao mesmo tempo, 8 como símbolo do infinito (a lemniscata) traz em si uma transmutação, uma possibilidade de renascer mais forte após caírem ilusões.
É uma carta de pressões e contrariedades.
É o aprender a lidar com a frustração.
Tem os extremos de tristeza e solidão e sensualidade indiscriminada e impulsiva, paixões.
A instabilidade e o medo atrapalham os negócios e os trabalhos.
É uma carta de despedidas, quando se sai de um ambiente familiar e conhecido (estávamos acomodados) e precisa-se lidar com o desconhecido, o novo, e não sabemos para onde o novo caminho nos levará.
Percepções dolorosas.
A consciência e os 5 sentidos estão sob controle, mas o ser deixa tudo para trás e parte em direção à subida da montanha, pois é lá que encontrará a paz e a sabedoria que procura.

finalmente,
7 corresponde, no Tarô, ao Arcano Maior 7 - O Carro.

A carta O Carro significa vitória, embora se passe por obstáculos.
O condutor do Carro é sereno e confiante, dirige tranquilamente os 2 cavalos que representam a obediência e a transgressão, a agressividade e a passividade, a paixão e os sentimentos tranquilos.

A energia espiritual comanda a energia animal, e as duas saem vitoriosas.

O condutor está vestindo uma armadura, portanto pronto para combater.
A armadura foi sendo contruída aos poucos, com práticas, teorias, experiência.
E lhe dá uma grande proteção.

Enquanto atua no mundo material e conquista seu sucesso, o condutor do Carro está aberto à intuição e mensagens do mundo invisível.

É uma carta de grande energia física e sexual.
Quando negativo, o carro cai, e o condutor fica ferido, porque não controlou a agressividade ou deixou os impulsos sexuais lhe dirigirem a vida.

Essa carta favorece e estimula todos os relacionamentos.
Os íntimos, os sociais, as aventuras, os compromissos, as amizades, os amores, os espirituais, o amor pelos animais e pela natureza.

Durante o ano, são estimuladas e favorecidas todas as atividades mentais e espirituais.

O sucesso é consequência da persistência e do direito ao sucesso.

É um ano desafiador e movimentado.

Todos os planos estão muito ativos (físico, emocional, mental, espiritual).

No ano anterior, 2013, O Enamorado, fizemos nossas escolhas.
Em 2014, O Carro, tomamos a direção.

A vida pública está agitadíssima.
A política, as ruas, as Tvs, muita coisa pública em ação ao mesmo tempo.

A energia animal é grande, e isso favorece a realização e o sucesso, já que o animal ajuda o homem a produzir e trabalhar.

Estão em destaque os animais e o nosso relacionamento com eles.
Também a nossa energia animal.

As situações de excessos relacionadas com prazeres e com ambições causam o acidente da carta O Carro.
Por isso é fundamental curtir, mas dominar os instintos e os impulsos.
Podem ser nossos amigos, ou inimigos.

Os meios de transporte e de comunicação também estão em alta.
Acidentes podem aumentar.
Mentiras, fofocas, notícias falsas também.

Mas no positivo, aprendemos a transitar, fluir.
Nos movemos e nos comunicamos pela vida, entre vários mundos ao mesmo tempo, voltamos cheios de aprendizados novos, e mais conectados ainda conosco mesmos e com o planeta.

Podem acontecer guerras, mas as conquistas mais fortes e duradouras se darão pela paz, pela força mental e pela tranquilidade.
O esclarecimento, o estudo, a mente limpa e aberta a novos conhecimentos, unida à capacidade de escutar o outro, perceber a situação, sentir o momento - tudo isso leva à vitória que realmente dura mais tempo.

Quando essa carta sai em um jogo, indica que tomamos a melhor direção, aquela que nos leva ao sucesso.

O Carro é uma carta muito dinâmica.
Uma carta de muito movimento.
Enquanto as rodas giram rapidamente, os cavalos correm, o condutor segura as rédeas sem machucar os animais e comanda a direção e as eventuais paradas (são poucas).

O Carro é a carta do guerreiro que volta vitorioso e é aplaudido pela multidão.
Os aplausos e o sucesso não conseguem fazem com que desvie seu pensamento de seus objetivos. Ele gosta de ser aplaudido e reconhecido, mas não se esquece de quem é e nem de tudo o que passou para chegar onde chegou.

O prazer está muito presente nessa carta, mas não comanda o condutor.
Ele apenas aproveita, como uma recompensa merecida, mas não se descompensa.

É o poder da direção bem planejada.

Em um jogo, o Carro fala de sucesso, vitória certa.
Fala de magnetismo pessoal, ótima saúde, força física, força mental, mediunidade e discernimento.

Ele mais escuta do que fala.
Recebe os aplausos e sorri em silêncio.

" Lembra-te, filho da Terra, que o império do mundo pertence àqueles que possuem soberania do Espírito, isto é, a luz que ilumina os mistérios da vida.
Vencendo os obstáculos, esmagarás teus inimigos, e todas as tuas esperanças serão realizadas, se penetrares no futuro com uma audácia armada pela consciência do teu direito."

Namastê.


Nenhum comentário: