...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

2014 numerológico: 7, encontrando seu Sábio Interior

2014, Ano Universal Numerológico 7 : O Caminho do Raciocínio
Tempo de Silêncio
Encontrando do Sábio interior
(veja seu Ano Pessoal Numerológico no texto Ano Pessoal Numerológico

2014 é um Ano Universal 7, O Caminho do Raciocínio, em busca da Sabedoria.

Vem com ele uma tendência ao isolamento, e ao repouso.
É o melhor ano para fazer coisas abstratas, intelectuais ou espirituais.
Para estudar.
Para se auto examinar.

As cores para esse número divergem conforme o autor.
Podem ser: as do arco-íris misturadas, preto, violeta, translúcidas e mescladas, com nuances de cores pálidas.

Esse ano favorece as pesquisas de todos os tipos, o trabalhos minunciosos e solitários, que exijam concentração, solidão, silêncio e mente alerta.

Os acontecimentos são obscuros e nebulosos, pois a atividade aqui é mais interna do que externa.
A energia do 7 flui para dentro.

Estimular a viajar, ler e estudar.

Mas não favorece os negócios, a especulação, nem a vida social e pública, a não ser em Universidades, Centros de Pesquisa ou a arte erudita.

É um tempo de buscar a verdade por trás das aparências, aprofundar o pensamento, descobrir segredos, descobrir a causa verdadeira de algum problema, observar, analisar e testar, fazer experiências, aprimorar-se, ser mais eficiente.

Afetivamente, é um ano de muita sensibilidade, mas com pouca demonstração dos sentimentos.
Desfavorece as aventuras.
Favorece os relacionamentos baseados em afinidade mental, espiritual ou cultural, os amigos íntimos e antigos, as pessoas já conhecidas, os relacionamentos de alma.
A tendência é de solidão para quem não está comprometido, e reforço dos vínculos para quem está.

Socialmente, o 7 é tímido, não gosta de multidões, prefere encontros domésticos ou em locais discretos com 1 ou 2 pessoas com as quais tenha interesses mentais em comum.
Mesmo que faça sucesso, o 7 gosta de ser reconhecido impessoalmente, detesta ir receber algum prêmio em algum evento.

A Ciência, Pesquisa e a Filosofia estão em alta.

Há no 7 uma busca por conhecimento e transcendência.

Também estão estimuladas as religiões, o esoterismo, espiritualidade, a magia, o ocultismo.

Ensino e Saúde devem ser temas importantes nesse ano.

Um dos grandes problemas do 7 é a insegurança.
É um bom ano para trabalhar em si a autoconfiança.

Além do Ensino e da Saúde, o assunto Segurança Pública também deve aparecer bastante na mídia.

A energia do 7, por ser tão sensível e insegura, deve cuidar para não se isolar do mundo.

Quando negativo, 7 entra em delírios, utopias e sonhos, e pode se perder entre mágoas passadas e sonhos dourados para o futuro, sem fazer nada de concreto a respeito de sua vida.

Não tem muita energia física.
O corpo e os nervos se desgastam facilmente, e as emoções têm tendência à depressão.

Grandes esforços físicos não são bons aqui, e como essa é uma energia muito intelectual, abstrata e sensível, geralmente se descuida da do corpo físico e das coisas materiais.

Por isso, recomendo exercícios leves (caminhadas tranquilas, ioga, tai chi, passeios ao ar livre,etc), e contato com ambientes abertos, sol, um pouco de vento, água e terra.

Porque se não tiver alguma disciplina nesse sentido, a energia do 7 sobrecarrega a mente (onde brilha muito), enquanto perde energias físicas.

Sempre que possível, é bom o contato com a natureza e os 4 elementos, e atividades físicas leves - isso faz lembrar que temos um corpo físico, que ele precisa estar em ordem para que a mente funcione bem, e nos leva de volta à conexão com o planeta, de onde recebemos energias, e também enviamos.

Quando o 7 se afasta muito do mundo material, sua saúde logo se ressente, e é comum cair em vícios.

Álcool, drogas, comida, compras compulsivas, cigarro, são os mais conhecidos, mas qualquer vício está associado ao 7, bem como os transtornos mentais e as doenças que enfraquecem o corpo, tipo anemia, aids, etc.

A energia desse ano pede um tipo de organização disciplinada para o dia a dia fluir bem, mas que seja flexível, pois o 7 necessita de muito espaço, e tempo para refletir ou simplesmente não fazer nada, descansar.

Financeiramente, a energia desse ano é boa para fazer poupança.

Essa energia não tem muita afinidade material, isso inclui o dinheiro.
Para economia e finanças, pode ser péssimo se não se tomar certos cuidados: não é bom para aventuras financeiras, para nada financeiro que exija risco, nem para se desligar de sua contabilidade pessoal e ir gastando conforme se sente. Isso é mais para o 8, próximo ano.

Em 2014, as finanças ficam instáveis e sensíveis, por isso recomendo colocar suas dívidas e rendas na ponta do lápis (ou no excel), observar bem, planejar calmamente uma melhora financeira e seguir direitinho o que lhe for recomendado, ou o que você perceber que precisa fazer.

Esse é o número daqueles que precisam controlar cada centavo. Os Contadores devem se dar bem nesse ano.

Financeiramente o 7 não é muito previsível, tem muitos altos e baixos, e precisa de algo seguro para recorrer quando precisar. Também, nas épocas de maré cheia, deve guardar, e não gastar se não for mesmo necessário.

As pessoas que correm atrás do lucro simplesmente para aumentar o rendimento não se dão bem nos períodos 7.
Porque o 7 é misterioso e oculto, o 7 é o primeiro vislumbre do mundo espiritual, ele flutua entre os dois mundos (material e espiritual), sem pertencer à um ou ao outro inteiramente.

Então, quando pessoas 7, ou pessoas que estão vivendo um Período 7, correm atrás da sua vocação, daquilo que profissionalmente lhes dá satisfação, prazer e sentimento de ser produtivo e importante, o dinheiro é que corre atrás deles.

No ano 7, o melhor é regular as contas, viver com simplicidade, evitar dívidas, pagar todas as que puder e não fazer novas, e trabalhar com coisas que lhe tragam a sensação de estar no seu caminho pessoal certo.

Quando se corre atrás do dinheiro, com a energia 7, o dinheiro foge, escapa pelos dedos.
Mas quando se vai atrás da vocação, o dinheiro lhe segue, gruda em você.

Além disso, 7 como energia oculta e misteriosa, favorece mentiras, transações ilegais, golpes, corrupção, desvios - mas ao mesmo tempo em que favorece as sacanagens ocultas, também, por ser instável e pouco material, encaminha essas coisas para a falência e a humilhação pública.

Fuja do negativo do 7 (intrigas, falsidades, mentiras, complôs, ilegalidade, falta de ética, vícios, depressão, isolamento, preguiça, desleixo com a saúde).

Mantenha-se na sua melhor forma de manifestação (planejamento, cuidado, paciência, simplicidade, honestidade, vocação, poucas e verdadeiras palavras, vida espiritual, vida interior, autoconhecimento, uso da mente, uso da intuição).

É um ano maravilhoso para explorar o desconhecido, mas não de maneira emocional.
Para estudar, para planejar uma mudança de vida, para investir na sua vida espiritual, para fazer pesquisas ou investigações, para cuidar da saúde.

Profissões e atividades que esse ano estimula: professores, bibliotecários, escritores, tudo o que se relaciona com laboratórios, informática, detetives, serviço secreto, químicos, médicos, cirurgiões, criminalistas, gráficos, estatísticas, livros, engenharia, rádio, TV, internet, cinema, bancários, naturalistas, ecologia, sacerdotes religiosos, religiões formais e religiões "alternativas", cientistas, inventores, médiuns e todos os que sejam especialistas e precisem de muita concentração, atenção a detalhes e raciocínio.

Esses assuntos estarão mesclados no dia a dia de 2014, aparecendo na mídia e no cotidiano das pessoas em geral.

- A primeira parte do ano (janeiro, fevereiro e março) são mentais, o desafio é ter autoconfiança, ser independente, respeitar hierarquias mas sem ser submisso, ousar e ser autêntico sem desrespeitar os outros.
A vida social está favorecida, os amigos, os estudos e as viagens para locais próximos da residência.
É importante ser flexível. Ter o cuidado com os extremos de submissão e autoritarismo.
(energia 3 com desafio 1)

- A segunda parte do ano (abril, maio e junho) é um período muito agitado e cheio de imprevistos.
É preciso ser flexível e estar aberto à mudanças de última hora.
As coisas não saem como planejados, por isso é bom ter um plano "B".
Os estudos estão favorecidos, mas há perigo de sobrecarga mental, stress e impaciência.
A pressa é o maior perigo.
O excesso de crítica pode gerar brigas ridículas e fúteis.
Cuidado com a fofoca.
Evite a pressa, pode ter mais acidentes.
(energia 5, com desafio 3)

- A terceira parte do ano (julho, agosto e setembro) pode ser boa financeiramente, se controlar a impulsividade, e ao mesmo tempo em que pula em cima da oportunidade também consegue se manter calmo.
A falta de diálogo e entendimento com as pessoas pode gerar brigas intermináveis como um círculo vicioso.
Há possibilidade de transformações positivas, cura e um progresso muito grande, mas se a paz for mantida.
(energia 8, com desafio 2)

- A quarta parte do ano (outubro, novembro e dezembro) favorece o "assumir" relacionamentos e situações. Teremos que fazer escolhas importantes. Muitos casamentos e separações nesse período.
Tudo o que estiver relacionado com beleza, estética, aparência e família está estimulado.
Tendência a ficar sobrecarregado de tarefas e atividades.
A paz ainda é condição essencial para o sucesso.
Pela força, autoritarismo ou tirania o sucesso será aparente e não durará.
(energia 6, desafio 2)


O bom uso dessa energia faz emergir e nascer nossos mais adormecidos e profundos talentos e dons.

Os algarismos que compõe 2014 se referem a:

"Se você viver em cooperação com as pessoas (2), vibrar positivamente (0), ser independente e usar a mente (1), e manter uma boa disciplina (4), você alcançará o máximo de suas capacidades (7). "

O algarismo 0 é complicado para explicar, mas vou tentar: Zero é tudo E nada, é um potencial ainda não organizado, como um feto em formação, como um feijão que você está começando a preparar no fogão.
Com essa energia temos todos os defeitos e qualidades com força total, mas desorganizados.
Conforme estivermos vibrando, estimulamos qualquer um deles desse caldo potencial.
Por isso, durante um período Zero, se coneguir manter-se em astral positivo e der o melhor de si, não terá desafios. Do contrário, terá todos eles.

" Útil(2), positivo(0), usando a mente 1) e organizado(4), você conseguirá ser muito eficiente(7) "

Namastê.

Nenhum comentário: