...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

terça-feira, 8 de setembro de 2015

eclipse parcial do Sol 13/09/2015

Em 13 de setembro/15, domingo, teremos um eclipse parcial do Sol por ocasião da Lua Nova. A Lua Nova acontece às 3:41h.
O eclipse inicia a 1:42h (horário do Brasil) e termina às 6:06h, com seu máximo previsto para 3:54h.
Não será visível no Brasil, mas ao Sul da África, sul de Madagascar, sul do Oceano Indico e na Antártida.
No eclipse do Sol, ele é coberto (eclipsado) pela Lua.
Conforme já expliquei em outro texto ("Eclipse, o que é isso?" republicado para facilitar explicações), com o Sol oculto, a força maior será da Lua, emocional, instintiva subconsciente.
Os efeitos desse eclipse serão de 4 meses e meio, principalmente nos locais onde ele for visível (ao Sul: sul da África, sul de Madagascar, Oceano Indico e Antártida), mas também nos mapas das pessoas ou países em que o eclipse formar conjunção ou oposição.

O grau é 20° Virgem.
Observe no seu mapa se tem planetas pessoais ou fortes nesse grau ou próximo dele (numa orbe de no máximo 5 graus para mais ou para menos).
Observe também a casa do mapa onde o eclipse se situa, no seu mapa natal, será uma casa importante, e terá reflexos na casa oposta também.
Observe também o grau 20 de Peixes (com orbe de 5 graus para mais ou para menos), já que a oposição também funciona com força.

Já comentei a Lua Nova de 13/09 no post do mês de setembro, e o simbolismo é o mesmo, acrescentando a força do eclipse. Se quiser aprofundar, junte os dois significados.

Bem, é um eclipse parcial, está no Nodo Norte, em oposição próxima de Kíron e quincuce com Urano.

A primeira coisa a observar é que estará forte a energia emocional e subconsciente: tendência a agir e reagir de maneira automática, instintiva, emocional e buscando segurança.

A Lua, forte no Nodo Norte, e regendo o Ascendente, estará levando as atenções para o passado.
Em Virgem, a tendência será cobrar o passado, esmiuçar em detalhes, tentar consertar o passado.
Racionalmente, sabemos que não é possível modificar o que já aconteceu.
Podemos, sim RE SIGNIFICAR o acontecimento para nós: no caso da Lua em Virgem, purificar e organizar a experiência dentro de nós mesmos.

Não caia na armadilha de se mudar para o passado e tentar viver por lá.

Outro simbolismo desse fenômeno é que as emoções ficam mais fortes e buscaremos compreender e analisar o que sentimos.
De alguma forma será mais tranquilo lidar com as emoções devido ao apoio, mesmo distante, recebido de Saturno (que tende a estabilizar e colocar o pé no chão), através de um sêxtil um pouco distante (9 graus), mas aplicativo.

Esse apoio de Saturno pode se manifestar em buscar apoio no outro, já que Saturno está ainda em Escorpião. Nos seus graus finais, é como se buscássemos o apoio para transpor alguma fronteira ou nova etapa em nossas vidas.
Mas a lição principal de Saturno é contar conosco mesmos, antes de contar com o outro.
Mesmo recebendo apoio, só estaremos realmente bem se estivermos contando em primeiro lugar conosco mesmos.

A oposição com Kíron força a dar atenção às feridas emocionais e psicológicas (Kíron está em Peixes) que ainda precisamos curar.
Se suas fraquezas lhe saltam aos olhos, está na hora de lhes dar atenção, tratar e fortalecer isso.
Cuidado para não cair numa poça de lágrimas e aí ficar.
Quando algo volta para nós carregado de emoção, não é para que nós revivamos a experiência, mas sim um sinal de que isso não foi bem resolvido dentro de nós mesmos, e também que é o momento de lidar com o assunto.

O quincuce com Urano demonstra instabilidade, sentimento de estar despreparado para mudanças (Urano está em Áries, é portador de mudanças, e a Lua em Virgem sente necessidade emocional de se preparar bem para elas).
É bom desenvolver ou usar bastante a capacidade de cada um para se adaptar e continuar fluindo em clima de incerteza, já que Urano, o Despertador, seguirá abrindo portas e caminhos diferentes.

Por último, um trígono separativo e um pouco distante (7 graus) formado com Plutão mostrando muita força disponível, vinda de lições aprendidas no passado (Plutão está retrógrado em Capricórnio).

Eu costumo colocar os mapas das lunações e outros acontecimentos para as coordenadas de Porto Alegre, local onde eu moro.
Mas observando com as coordenadas de Brasília, capital de nosso país, esse eclipse acontece com o Ascendente em Leão, indicando que o momento não é de coisas novas por aqui, mas de continuidade e coisas que vão até o final, enfim, prosseguimento do que já vem acontecendo, e do que já plantamos.

Na casa 2, os assuntos financeiros continuam importantíssimos. A oposição formada com a casa 8 também indica necessidade de acordo e muitas negociações difíceis a respeito de tributos, taxas e dívidas.

Os eclipses do Sol, a nível mundial, são mais fortes para os governos, já que o Sol representa o Rei, Chefe, Presidente, Primeiro Ministro, etc
Por isso, quando em aspectos tensos, podem coincidir com muita instabilidade e mudanças importantes, mesmo se o eclipse não for visível naquele local. Mas se for visível e ainda formar aspectos importantes (fáceis ou difíceis) então a força é ainda maior.

Para nós, brasileiros, a questão financeira se mostra importante, já que no mapa do eclipse, para Brasília, ele acontece na casa 2, que se refere ao dinheiro, Ministério da Fazenda, Bancos, PIB, Produção, Comércio, capital das empresas, investidores, lucros, riqueza, lucros ou perdas, capacidade econômica, poupança, orçamento, estoques, pensões e aposentadoria, perspectiva financeira do país e da população, capacidade de ganhar e gastar dinheiro, pobreza ou riqueza.

A perspectiva é de acontecimentos importantes repercutindo no nosso poder aquisitivo e na capacidade econômica do país.
O Sol, regente do Ascendente, será ocultado pela Lua, regente da casa 12, simbolizando dissoluções, falta de direção ou de controle, dificuldades grandes, sacrifícios, acontecimentos com repercussão internacional, drogas, criminalidade, prisões, conspirações, perseguições, retiros, ocultação, segredos, poder oculto, busca por espiritualidade, dificuldade de ações práticas, mudança brusca de planos e objetivos por força maior.

Bem, pelo menos não é visível por aqui, o que de alguma forma atenua e suaviza um pouco isso tudo.

Tenho observado 2 mapas do Brasil, relacionados com a Independência: o do dia 02/09/1822, 11:40h, São Paulo, quando foi oficialmente assinada a nossa independência, pela Imperatriz D. Leopoldina, e o do dia 07/09/1822, 16:20h, São Paulo, quando D. Pedro deu o famoso "grito do Ipiranga".
Ainda não me decidi por um dos dois, pois até o momento, para mim, os dois parecem funcionar. Não consegui ainda observar suficientemente o passado para me decidir, mas o mapa do dia 02 me surpreendeu em termos de acertos até o momento. Mas o mapa do dia 07, como falei, também acerta bastante, e eu necessito estudar mais para decidir entre um ou outro. Por enquanto, vou observando os dois. Vamos ver, continuo estudando sempre que dá.

Para quem quiser estudar:
(observando os mapas do Brasil)

No mapa do dia 02: 
Eclipse cai na casa 10, o que significa ser muito importante, pois influencia o governo diretamente.
O único aspecto do eclipse é com a Lua natal, que representa o povo. Em oposição, está simbolizando confrontos, insatisfação, faltas, necessidade urgente de negociar para entrar em acordo.
Está em quadratura com o Ascendente, mostrando muito desacordo, tensão, reforçando conflitos.
A casa 10 se refere ao Poder Executivo, Presidente, Governo, Líder, Partido do Poder, reputação, honra, estabilidade do país, Ministérios, Alto Comando do Exército, Classes dominantes, pessoas famosas, chefes partidários, todas as autoridades, apresentações públicas, crédito pessoal, imagem social, protetores, recompensas, responsabilidades, superiores hierárquicos, prédios altos, locais cercados, prédios públicos, favelas, polícia, coisas velhas, frio.

Nesse mapa, a Lua rege a 8ª casa e oculta o Sol que rege a 9ª, os dois situados na 10ª casa.
Entre várias coisas, encontro o seguinte:
- os servidores públicos (Lua) pressionam o governo (Sol) de maneira muito forte, por questões financeiras (casa 8) e legais (casa 9)
- a dívida nacional (casa 8) está sendo cobrada e ficará muito pesada (casa 9), sendo necessário rever metas fiscais. Pode ser que seja anulado algum regulamento, decreto, norma, etc.
- o eclipse na casa 10 afeta a estabilidade do país, bem como a credibilidade, a reputação e o destino, além de simbolizar escândalos também, pois afeta justamente aquilo que lhe dá prestígio.

No mapa do dia 07:
O eclipse acontece na casa 8, levando o significado maior para as finanças, taxas, impostos e assuntos secretos que podem vir à público (aí se incluem delações premiadas e espionagens também).
A casa 8 é uma casa de crises, reconstrução e renascimento, além de mostrar subsídios e suporte financeiro.
Se refere às dívidas nacionais, à repercussão financeira de assuntos internacionais (para o bem ou para o mal), fundos de investimento, seguro desemprego, previdência privada, impostos, pesquisas, subornos, taxa de mortalidade, fome, acidentes, indústria de armas, lixo, poluição, petróleo, produtos da terra, projetos de financiamento, cirurgias, remédios, farmácias, indústria farmacêutica, inundações, contaminações.

Nesse mapa, a Lua rege a casa 6 e boa parte da casa 5, enquanto o Sol rege a casa 7 e boa parte da 6, os dois situados na casa 8.
Sol e Lua em conjunção com Mercúrio natal, sêxtil com o Meio do Céu, quincuce com o Ascendente.
Traz para as atenções principais a eficiência dos Serviços Públicos em geral, disputas entre trabalhadores, desemprego, aumento de trabalho, anúncios importantes, negociações intensas, pequenas mudanças no país. Apesar da má fama dos eclipses, nesse mapa, do dia 07/09, o eclipse parece favorecer o governo, com uma boa oportunidade de se reconstruir, encontrando saídas para a grande crise que estamos vivendo.

Individualmente para nós, pobres mortais, pode ser um momento de transcendência, insights, compreensões superiores, principalmente se esse momento for utilizado para fortalecer nossa conexão com a divindade.

Namastê.

2 comentários:

Maria Christina Senna disse...

Nossa! Como vc escreve e explica bem!! Adorei!! O solar agora do dia 13 cai na minha casa 9, juntinho ao meu Júpiter!! O que vc diria a respeito???

Vou deixar meu email caso queira me escrever: mcsenna@gmail.com

Obrigada!!

Susana disse...

obrigada!