...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

2016 no Tarô: O Eremita

"Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro acorda."
(Carl G. Jung)

Milênio da Sacerdotisa (2)
Século do Louco (0)
Década do Mago (1) e da Roda da Fortuna (10)
etapa da Torre (16)
sequência do Enamorado (6)
soma/essência: (9) O Eremita

Os Arcanos do ano são 2, 0, 1, 10, 16, 6, 36 (número atual do Grande Ciclo do Sol), 52 (soma 36 + 16) e 9 (soma do ano).

Principais: 
9-O Eremita, 6-O Enamorado, 10 Paus, 16-A Torre, Rainha de Espadas

Partindo do Eremita, que é a soma, portanto a essência do ano, temos muitas experiências de aprendizado em 2016. Conforme os outros Arcanos, temos um ano bastante tumultuado, mas O Enamorado ainda nos dá liberdade para decidir e escolher e A Rainha de Espadas contribui com muita clareza de pensamento.
9 - O EREMITA

Um ano mais para a reflexão, isolamento, de passo mais lento e cheio de segredos.
O passo do Eremita é lento, mas seguro, ele sempre chega onde quer chegar.

O sucesso e a vitória desse Arcano nem sempre é visível externamente.

Esse Arcano simboliza a dedicação, a busca (e o encontro) de conhecimentos, a prudência, a solidão, experiência adquirida, praticidade, visão abrangente, baixa energia física, cargas pesadas nas costas, persistência, terapias com plantas.
É uma carta voltada para o futuro mas com o peso do passado, e tem os pés no chão.

De acordo com o Eremita, o ano de 2016 é lento e arrastado, exigindo bastante paciência, prudência, cuidado, planejamento.

Esse Arcano aconselha a se distanciar um pouco e ter cuidado com as palavras.

Nos relacionamentos é valorizada a lealdade, o passado, as afinidades culturais, mentais e espirituais, a discrição, a ética e a verdade.

Essa carta, cheia de segredos, vai se revelando aos poucos, e conforme a capacidade de assimilação da pessoa.
Portanto, temos em 2016 um ano de aprendizado também.

A idade do Eremita simboliza todos os conhecimentos que já adquirimos pela experiência própria (e não através dos outros), e que precisaremos utilizar. Esses conhecimentos não são encontrados em livros, mas estão gravados dentro de nós mesmos.

O Eremita é também um Iniciador.
Suas Iniciações são feitas em silêncio e segredo.
Portanto, novos caminhos se abrindo, mas ainda não na prática: ideias para o futuro, insights que nos levam a alguma nova direção.

O Eremita é um Guia que carrega a luz na sua frente. Seu caminho é lento, mas seguro, porque ele segue com a luz. Não é isento de perigos e problemas, pede bastante cuidado e prudência, mas alerta que é possível passar pelos obstáculos se formos cuidadosos.

Conhecido por alguns como o Arcano da Luz Oculta, O Eremita representa o Mestre, o Guru, os Protetores, as Iniciações, a descoberta de sua própria luz, ser seu próprio Mestre.

A espiritualidade e as religiões também tem força aqui.
No positivo: crescimento interior e abertura da mente. Sua meta é a pureza.
No negativo: preconceitos e círculos fechados que não admitem nada diferente ou novo, nem sequer novos conhecimentos, intransigência.

As ciências e pesquisas também aparecem.

No negativo, frieza nas relações humanas, dissimulação, hipocrisia, intenções não declaradas, espionagem, abandono, egoísmo.

No positivo, simplicidade, sabedoria, honestidade, segurança interior, consciência dos obstáculos e suas possibilidades pessoais para superar, concentração total nos seus objetivos, persistência e vitória.

Financeiramente é um ano de economia e cuidado também. O Eremita não prevê miséria, mas também não prevê riqueza.
Sua mensagem é de viver sem excessos e supérfluos, dispondo daquilo que é essencial para a sobrevivência e valorizando conquistas espirituais, afetivas e culturais, ao invés de materiais.

A tendência é de uma sociedade mais conservadora, buscando segurança naquilo que já conhece e testou, mas com a mente aberta e curiosa para aprender mais.

O Eremita é lento, mas viaja.
Temos para o ano muitos assuntos internacionais na pauta, e assuntos do passado sendo remexidos.

O Eremita também é uma carta de colheita daquilo que plantamos nos 9 anos anteriores e das lições cármicas do ano anterior.
Com essa colheita nos ombros, seguimos lentamente até 2017, quando a Roda da Fortuna vai girar.

Outros Arcanos específicos para 2016

6 (a etapa, dentro da década) corresponde ao
Arcano Maior 6-O Enamorado

O Enamorado, por alguns chamado de A Decisão, representa um momento de total liberdade, porque é anterior a uma decisão. Após a decisão, não temos mais liberdade total, porque teremos que lidar com suas consequências no Arcano 8-A Justiça.
Então, é tempo de decidir com sabedoria.

Esse Arcano também representa a autoconsciência junto com a consciência daquilo que nos cerca.
E é por isso que ele hesita antes de decidir, porque há muitas possibilidades.

Quem ouve seu coração, sua voz interior, não hesita.
Só hesita quem não está conectado consigo mesmo e com a Natureza, quem não conhece seu ritmo interno nem o da Natureza, e vive uma vida falsa de aparências apenas.

No Arcano do Enamorado, somos chamados em várias direções diferentes.
Algumas por dever, outras por chantagem emocional, outras por tentações, outras por orgulho, outras por conveniência, dificuldade de assumir a responsabilidade de uma decisão tomada, necessidade de agradar a todos, medo da opinião alheia, falta de fé naquilo que diz acreditar, enfim, mais mil razões além dessas.
O importante, nesse momento de liberdade, é decidir com certeza, sem hesitar.
E, para decidir com certeza, precisamos ouvir a razão e o coração. A razão para saber se é possível colocar algo em prática e o coração para saber o que realmente queremos a partir disso.

Quando surge essa carta em uma leitura, estamos pressionados (ou nos sentindo assim), estressados, com pouca energia física, desgastados, e sonhando com alguém, alguma situação ou algum lugar que magicamente resolva nossos problemas.

Mas esse Arcano se apresenta como uma liberdade para decidir seu caminho. Deve ser muito bem aproveitado, pois essa liberdade não acontece com todas as outras 77 cartas.

Também conhecida por alguns como Os Amantes, esse Arcano também representa o casamento sagrado, e contém atributos de sedução, amor, atração, paixão, êxtase e união, que levam a felicidade. Em nível mais profundo, o início da criação do Universo.

Outra característica desse Arcano é o contato com vários mundos, pessoas e seres, contribuindo com curiosidade, vontade de aprender, divulgação, diálogo, e também indica mediunidade.

Há aqui bastante sociabilidade, comunicação e informações.

Muitas coisas são duplas, o que prevê várias fontes de renda, mais de um emprego, mais de um casamento, etc.
Há dualidade e precisamos ser flexíveis para nos adaptar e ficar aí, ou passar por ela e seguir adiante.

Na saúde esse Arcano indica stress e fraqueza física, anemia, descuido com alimentação e hábitos desorganizados.

Há muito movimento, a vida é dinâmica, e sua mensagem mais profunda é que "assim como é em cima, é embaixo".

A mensagem desse Arcano é que "é mais difícil quebrar uma cadeia de flores do que uma cadeia de espinhos".

O fator determinante que leva a pessoa às decisões acertadas é a harmonia da alma (G.O.Mebes).

O Enamorado não nega felicidade nem progresso material, apenas alerta para tomar decisões acertadas e diz que o futuro ainda está em aberto, dependendo das escolhas que forem feitas.

36 (o atual Grande Ciclo) corresponde ao
Arcano Menor 10 de Paus
É principalmente um Arcano de sobrecarga.
Como se, após uma árdua luta, estivéssemos chegando solitários ao alto da montanha, mas os passos que faltam até o topo ainda são decisivos, estamos no máximo do potencial e precisamos manter a força até o final.

Indica fardos para carregar e a tentação aqui é o desânimo e a falta de confiança.

Há grande força nessa carta, e necessita de concentração e mente forte para chegar ao sucesso, que já está bem próximo.
Recompensas por mérito, viagens, bons negócios.
Mas também cansaço, excesso de trabalho, situações-limite.

A visão é ampla e abrangente e, para quem não desanima, otimista também.

Como se trata de uma carta de final de ciclo, podem acontecer separações e rompimentos também. As perdas e separações que acontecem aqui não começaram aqui, mas se mostram incapazes de nos acompanhar daqui prá frente, pois já cumpriram seu papel conosco e nós com elas.

É necessário unir forças, tanto internamente mantendo-se centrado, como externamente mantendo a proximidade com as pessoas importantes de sua vida.

Como todo o final de ciclo, há destruição da forma de algo que estava oprimindo ou incomodando.

A percepção dos seus próprios limites.

Simboliza o "estar só", os soldados, militares, lutadores.

Esse Arcano pede ousadia, coragem e jogar fora sua cruz.

Lucra, mesmo nas crises e obstáculos. Recupera ou conquista o que é seu, por direito.

Mas pede cuidado com imprudência, desânimo, impaciência, falta de fé.

Seu outro nome é "Silêncio", e corresponde ao Reino de Hades.
O silêncio aqui não é o silêncio na vida física, mas representa a passagem pelo 3° Portal, já no mundo espiritual.
Não é necessário passar pelos 3 Portais, cada pessoa passa pelo que tiver mais afinidade e sintonia.
No 3° Portal não há mais necessidade de movimento e nem se está escravo do tempo, nem subordinado a "começo, meio e fim", por isso o "Silêncio".

16 (a década, etapa do ciclo) corresponde ao
Arcano Maior 16, A TORRE

O Arcano da Torre simboliza a destruição de padrões, perdas, instabilidade, acidentes, catástrofes, crises, desilusões.

O que considerávamos seguro, cai.

É fundamental, nesse Arcano, a humildade e a capacidade de reconstrução.

No positivo, renovação, libertação, mudança total saindo da ilusão para a verdade.

Momentos críticos, perda de controle, acontecimentos chocantes e abaladores.

Questões a respeito de hospitais, prisões, prédios públicos e mercado imobiliário.

Excesso de intelectualidade, esnobismo, necessidade de libertar a parte animal e instintiva.
Importante retomar o ritmo na Natureza, reconectar sua divindade, "religar".

Indica um tempo de muita pressão, excessos, sobrecarga, desafios, pressão, desordem, explosões, incêndios, catástrofes naturais e provocadas, agressividade, guerras.
Queda de governos, falência de sistemas, falência de bancos ou grandes empresas, quebra financeira, insegurança.
Quanto mais rígida for a pessoa ou situação, maior será a quebra.
Quanto mais flexível, simples e humilde, menor o dano e maior a sensação de estar se libertando.

A Torre, o Arcano 16, é a queda do materialismo. O 4 é o número do materialismo, da estabilidade. Quando temos 4 x 4 chegamos ao limite da matéria, onde não é mais possível crescer materialmente, então ficamos prisioneiros dela, mesmo das coisas boas da matéria, ficamos presos por apego, ganância, ilusão de que o mundo é unicamente material. Matéria é uma das dimensões. Não é bom ficar preso em nenhuma delas, mas viver em harmonia, desfrutando e aprendendo sobre todas elas.

Nem sempre a destruição é ruim. Para um alimento ser digerido, por exemplo, eles antes é destruído; só então poderá ser assimilado pelo organismo.

Portanto, conforme as decisões da humanidade, 2016 poderá trazer a quebra de padrões que estavam oprimindo, atrasando, iludindo, escravizando, vampirizando, e a quebra do ego doentio.

Podemos ter descobertas chocantes, tanto a nível de mais escândalos como também descobertas científicas que mudem a nossa atual visão da vida e do mundo que vivemos.

A necessidade da Torre é reconsiderar seu estilo de vida, as prioridades, os condicionamentos, o orgulho e se libertar disso tudo, mudando nossa vida para melhor a partir daquilo que ainda estiver de pé.

52 (soma do Grande Ciclo e da década) corresponde ao
Arcano Menor A Rainha de Espadas

A espada separa o que é verdadeiro do que é falso.
A Rainha de Espadas é o feminino temperado com o Ar. O feminino pode ficar um tanto reprimido aqui, pois a energia feminina pura é feita de sensibilidade, fertilidade e criatividade, e com a espada do AR precisa fazer escolhas baseadas na razão e na lógica, atributos mais masculinos e yang.

Isso pode ser infeliz, ou não.
Depende se você estiver iludido, nesse caso o significado é a DES ilusão, então há sofrimento.
Mas se não for esse o seu caso, a Rainha de Espadas se refere à mulher que já tem experiência de vida e bastante conhecimento, podendo ser representada pelas mulheres executivas ocupando cargos importantes, ou ainda pelas avós que alcançaram a sabedoria.

Essa Rainha representa a Água do Ar. No mundo, representa as nuvens (podem ser branquinhas ou de tempestades). É a mente liberta de crenças falsas.

Simboliza mudanças na maneira de pensar. A mente quase que invadida por informações, doutrinas e conceitos diferentes, estrangeiros ou chocantes descobertas científicas.
Há muita emoção contraditória, e o questionamento de crenças e conceitos básicos, arraigados, tradicionais.
Está bastante presente a luta contra o machismo e o autoritarismo.

Relacionada com a Medicina, Enfermagem, Freiras, Sacerdotisas, Bruxas, autoridades femininas, Justiça.

É um Arcano de austeridade e disciplina.

Não favorece os relacionamentos afetivos, traz frieza e coloca interesses práticos na frente de sua vida pessoal, as vezes também traz rompimentos.

Sua mensagem é de cumprir a lei, fazer o que é certo, pagar suas dívidas, receber aquilo que tem direito, ter independência em todos os sentidos. É o momento de seguir sua voz interior, seus desejos próprios e lutar por aquilo que você mesmo acredita.

No negativo prevê discórdia e comportamento duro de mulheres, disputas femininas e disputas entre mulheres e homens, dificuldades com gravidez, falsidade, fofoca, indiferença, interesse unicamente material, busca de poder.

É um Arcano de libertação mental, pensamento claro e objetivo e participação intensa nas decisões de grupos, da família e/ou da sociedade.

Arcano do Milênio: 2-A SACERDOTISA
A SACERDOTISA (2): (o milênio)
Arcano do milênio, não é facilmente percebido na vida prática. Funciona como uma energia sutil, pano de fundo, misturando-se do dia a dia sem aparecer muito.
É um dos Arcanos de Proteção.
Esse é o milênio feminino, da energia yin, da energia da Mulher, onde a tolerância é melhor do que a liderança, a compreensão e a sabedoria são mais importantes do que a aparência, o conhecimento e a sabedoria valem mais do que a intelectualidade, a doçura vence a força, e o Espírito e a Ciência se aproximam.
A força desse Arcano está na sua capacidade de resistência, e na sua capacidade de perceber o invisível.
A vida interior, a vida em família, a sensibilidade, a tolerância são o caminho que precisamos percorrer.
A Sacerdotisa exige tolerância, perdão, disciplina, reflexão, calma, estudo, dedicação, sinceridade, silêncio, conhecimento verdadeiro, espiritualidade, poder sobre si mesmo, uso inteligente de sua energia pessoal.
Vamos aprendendo as lições da Sacerdotisa de maneira bem lenta (temos 1000 anos para isso..) porque seu ritmo é lento.
É no silêncio e no íntimo a Sacerdotisa se manifesta. Nos sonhos, nos momentos de calma, nos insights, porque ela simboliza a manifestação do Espírito na Matéria.
Como reflexo do Espírito, ela não age, mas reage.
Representada por uma mulher em atitude passiva, cheia de símbolos, com pouca coisa à mostra, apenas o seu rosto, que não demonstra sentimentos, nem de amor, nem de ódio, apenas uma serenidade imperturbável.
Por fora parece passiva, mas seu interior é muito ativo, é onde está acontecendo o sexo ou a gravidez.
A Sacerdotisa representa A Porta do Santuário, e só entramos quando estivermos prontos. É a Sacerdotisa quem nos diz sim ou não quando queremos passar.
A primeira dificuldade para passar por sua Porta é a Dualidade: não pode haver extremismo nem radicalidade, só passamos por essa Porta pelo Caminho do Meio.
Como reação ela também representa tudo o que for oposição, porque no nosso plano só conseguimos produzir algo, manifestar o espírito ou a ideia se existir oposição - isso é que gera o movimento de manifestação.
Exemplo: qual a utilidade de pregar a caridade em um ambiente extremamente virtuoso? e qual seria a sua sensação de segurança, ou qual seria a utilidade de se apoiar em algo que não apresenta resistência e cede ao menor contato?
Como ação e reação, a Sacerdotisa introduz o conceito de justiça, embora não esteja representando a Justiça: porque ela reagirá de maneira a sempre manter o equilíbrio entre a dualidade, manifestando o Espírito na Matéria (assim como é em cima, é embaixo).
O astral lhe pertence, e ela gera no astral o que se manifestará no físico.
Os elementais e a magia lhe acompanham, e só acontecem e se manifestam quando são provocados , ou chamados por alguém.
A Sacerdotisa olha para a frente, para o momento presente.
Ela funciona no presente, não adianta procura-la no passado ou no futuro, pois ela não será encontrada ali. O passado todo está em sua memória e ela sabe o futuro, mas seu momento de ação é no presente, sempre.
Problemas: insegurança, dificuldade de fazer acordos, isolamento,frieza, falsidade, medo de se expressar.
Doenças do milênio: ginecológicas e relacionadas com as mulheres, infertilidade, obesidade, dores de coluna, depressão e problemas psíquicos.

Arcano do Século: 0-O LOUCO
O LOUCO (0) : (o século)
Exige ousadia de seguir sua intuição, seu coração, a coragem de seguir seu Mestre interno mesmo desafiando aparências, convenções sociais e circunstâncias contrárias, mas sem fazer oposição a nada, simplesmente fluir.
Está presente durante todo o século.
No tempo em que estiverem presentes O Louco e a Sacerdotisa, formam o 20, de O Julgamento, simbolizando que o período é cheio de revelações importantes, novos conhecimentos, e que precisamos jogar o orgulho fora, pois muitas das revelações feitas nos deixam nus, surpreendidos, chocados, e alguns ficam felizes, outros não.
O Louco é um personagem que se apresenta com um comportamento estranho, incompreensível à primeira vista, mas foi assim colocado porque representa o maior dos mistérios e a maior força dos Arcanos: ele substitui qualquer um deles, portanto tem os atributos de todos, e os defeitos de todos também. Funciona como o curinga nos baralhos de jogos comuns.
Provavelmente por seu simbolismo ser tão forte, foi representado no seu sentido negativo, indicando tudo o que não devemos fazer.
Nesse Arcano, temos liberdade total, e podemos ter sucesso total, e fracasso total também.
É preciso um pouco de cuidado, mas sem perder a pureza da criança, um dos seus simbolismos.
Sua força é enorme, seu uso errado pode atrasar a evolução do planeta inteiro.
Seu uso correto nos leva anos-luz para a frente.
Durante todo o tempo em que O Louco estiver atuando, a tendência da Sacerdotisa é ficar no astral, a nível coletivo, mas não para as pessoas que estejam trilhando um caminho nesse sentido.
Problemas: dificuldade de organizar, excesso de confiança, descuido, falta de objetividade.
Doenças: febres, inflamações, contaminações, desleixo e descaso com a saúde, problemas mentais.

Arcano da Década: 10-A RODA DA FORTUNA
A RODA DA FORTUNA (10) : (a década)
Está presente durante a década.
Mostra um ritmo acelerado e instável, onde se ganham ou perdem grandes fortunas.
O mundo material está no auge, e no máximo do seu apelo, enquanto se manifesta, AO MESMO TEMPO a possibilidade de transcendência espiritual.
Exige concentração, discernimento, senso crítico, calma, conhecimento.
É a Roda da Vida girando a todo o vapor, criando e recriando sem parar.
Oportunidades maravilhosas surgem do nada, como uma miragem e também se vão da mesma maneira.
A chave não é subir nem descer, mas se manter no centro, em atitude alerta.
Uma renovação constante, a sensação é de pouco descanso.
A Roda da Fortuna contém os ensinamentos do astral no seu centro.
Mas na periferia da roda ela é material, e se refere aos altos e baixos e ilusões de nossas vidas, à fortuna (dinheiro, sorte, etc) que rapidamente muda de dono.
Esse Arcano, caso você fique na periferia, leva a correr cada vez mais atrás de dinheiro e prestígio, deixando tudo o que for abstrato, espiritual, astral ou sutil para trás: nos tornamos escravos do poder e das coisas lindas do mundo, e ao invés de usar, somos usados.
A mensagem desse Arcano é aproveitar as coisas boas e materiais da vida, mas sem depender delas, mantendo-se no centro da Roda e lembrando sempre de quem você, de sua essência.
O ritmo aqui é muito rápido, quase não temos tempo para fazer aquela reflexão básica, por isso é importante estar alerta, mas tranquilo.
Problemas: pressa, descuido, automação (viver como um robô), estagnação, grandes perdas, acidentes, ritmo acelerado demais.
Doenças: doenças perigosas e rápidas, contaminações, vírus, bactérias, infecções, dores, febres, falta de constância nos tratamentos, ansiedade, stress.

A essência da década é 1-O MAGO 


que visa a integração das forças contraditórias e dos elementos da natureza. Quem alcança o nível do Mago não oscila na Roda da Fortuna, se mantém no centro dela e observa o mundo girando.


Namastê.

Nenhum comentário: