...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

2016 astrológico: ano de Saturno, cabalístico do Sol

" O Homem Superior contempla, respeitosamente, a seca e a cheia." 
(I Ching)

1) O Ano Astrológico de 2016 inicia em 20 de março/2016, domingo, 1:30h, é regido por Saturno - estão fortes no mapa Plutão (conj. casa1), Urano (casa 4) e Marte (casa 11), mais um ano tumultuado. Manter os chacras em ordem será fundamental.

2) A regência cabalística é do Sol.

3) Durante o ano,
- estarão brigando: Urano e Plutão, Saturno e Netuno, Júpter e Saturno, Júpter e Netuno.
- estarão se entendendo: Júpter e Plutão, Saturno e Urano, Júpter e Saturno (no final do ano).
A partir de novembro as tensões diminuem.
Abril e maio meses mais tensos.
- Movimento de Marte: trígono com Netuno (janeiro) sextil Plutão e quincuce com Urano (1ª quinz fevereiro), sextil com Júpter (metade de fevereiro), quadrado com Netuno (abril), quincuce com Urano (junho e julho), conjunção com Saturno (final de agosto), trígono com Urano (setembro), quadrado com Júpter, sextil com Netuno e conjunção com Plutão (outubro), trígono com Júpter, sextil com Saturno e sextil com Urano (dezembro).

Esses post está dividido em 3 partes:
1ª) a regência astrológica
2ª) a regência cabalística
3ª) movimentos dos planetas lentos no céu durante os meses (trânsitos).

1 - 2016, ANO DE SATURNO
20 de março/2016, domingo, 1:30h, inicia mais um Ano Astrológico: dia de Saturno (porque antes do sol nascer) e hora de Vênus, o Ascendente é Capricórnio e o Meio do Céu é Libra.
O regente é Saturno, em Sagitário e na casa 12.
Plutão está na casa 12 em conjunção com o Ascendente, em Capricórnio.
Urano está na casa 4, em Áries.
A Lua está em Leão, na casa 8.
Temos Grande Trígono (Lua, Saturno e Urano) e Quadratura em T (Júpter, Saturno e Netuno).
Não temos a presença do elemento Ar, predomina o elemento Fogo e qualidade Mutável.

Saturno como regente traz mais disciplina, torna a vida mais lenta, cheia de regras, aumenta o trabalho, cobra dívidas, prepara bases para o futuro e, em Sagitário na casa 11, continuarão na pauta os assuntos referentes a leis, tolerância (ou intolerância) religiosa, imigração/emigração, transporte, viagens, política, universidades, questionamento da autoridade e hierarquias, necessidade de aprofundar o pensamento.

Saturno participa tanto do Grande Trígono como do Quadrado em T.

Na parte positiva, Saturno estimula a ser simples, honesto, dizer a verdade, buscar justiça e equilíbrio, aperfeiçoar-se nos estudos, aprofundar o pensamento, compartilhar conhecimento, ser seu próprio Mestre, buscar respostas dentro de si mesmo, selecionar o que deixamos entrar na mente, viver sua verdade pessoal e não aceitar condicionamentos passivamente sem questionar.

Na parte negativa, Saturno pode deixar as pessoas mais desafiadoras, buscando impor sua opinião e deixando pouco espaço para posturas diferentes da sua. A quadratura com Júpter aumenta a intolerância religiosa e os preconceitos de todos os tipos, desconfiando do que é diferente ou que ainda não conhece bem, e com Vênus traz frieza, repressão emocional, dificuldade em se entregar ao amor.
Além disso, por seu aspecto e regência de casas, Saturno traz corte nos gastos, problemas financeiros e necessidade de ser muito disciplinado com seu dinheiro durante o ano todo.

Apesar de ser um ano um pouco difícil e desafiador, o Grande Trígono em Fogo com a Lua em Leão melhora bastante o humor, embora contribua com um pouco mais de intransigência quanto às opiniões, posições políticas, filosóficas ou religiosas.

Oscilam períodos de desesperança e de certeza de um futuro melhor, de falta de fé e de busca de nobres ideais.

O pensamento, a filosofia, as crenças religiosas, o ateísmo e as posições políticas serão muito questionados e debatidos, rendendo muito assunto, polêmica, mídia, confusão e comportamentos radicais.

Saturno é rabugento mas é um Mestre, e as Iniciações não acontecem se não passarem por ele, nenhuma delas, seja espiritual ou material.

A segurança é algo muito importante, e estará em debate o ano todo.
A quadratura com Netuno desestabiliza tanto o espiritual como o material.

A Lua em bom aspecto é muito bom para o astral e o ambiente.
Na casa 8, reafirma a necessidade de segurança financeira e emocional, e o bom aspecto traz esperança de pelo menos chegar perto disso.

Lua na casa 8 também estimula a busca interior, a reconstrução após perdas, a descoberta de talentos adormecidos, a psicologia, o exame criterioso de si mesmo, a Magia, ocultismo e o início de jornadas espirituais.

Os ângulos Cardinais mostram que teremos mudanças, novos caminhos, e que as principais mudanças virão de dentro para fora, e na vida prática de baixo para cima: Urano na casa 4 explode a partir de dentro, como um vulcão - isso é reforçado pela quadratura com Plutão.
Traduzindo, as mudanças que acontecerem serão exigências e necessidades vindas do povo pressionando o governo. Apesar da grande briga política ainda continuar forte em 2016, a população não estará aceitando tranquilamente atitudes autoritárias, impositivas e mais restritivas. Viveremos muitas situações-limite.
Sinceramente, desejo errar essa parte da previsão e, se acertar, desejo que a estejamos sempre tranquilos e serenos.
Lembro também que esse ano teremos eleições municipais e as tensões podem ser bem grandes por aí.

As casas de Água estão ocupadas com planetas que estimulam bastante a espiritualidade nesse ano.
Parece que aparências não serão suficientes, estaremos querendo o conteúdo, a essência, aquilo que não aparece.

O Meio do Céu em Libra, regido por Vênus em Peixes na casa 3 (conj. Netuno) indica que questões legais estarão bastante na mídia, no bom e no mau sentido. A oposição com Júpter vinda da 9ª casa traz muitas dúvidas, questionamentos e disputas judiciais.
Problemas de intolerância, preconceitos e intransigência também são reforçados por esse aspecto. Enfim, precisaremos ter bastante paciência e calma.

Nenhum planeta ocupa o elemento Ar, e isso dificulta o pensamento lógico, a racionalidade, o bom senso e a organização. De alguma forma isso é compensado pelo Meio do Céu em Libra (mas o regente está em Água, quase "afogado").

O maior desafio desse ano está no campo das ideias e dos pensamentos diferentes. Conciliar, chegar a acordos, conviver com diferenças deve ser a lição maior a ser aprendida durante esse período.
Cuidado com fanatismos, compulsões, visão estreita, esnobismo e tirania mental.

Use os insights que virão das casas de Água para tornar a vida mais leve.
Podemos não concordar com muita coisa sem perder a elegância e, pior ainda, a educação e o bom nível de convivência.

No I Ching há um conselho para nunca aceitar uma luta na casa do adversário: a melhor maneira de combater o mal é fazer o bem (hexagrama 43, O Lago sobre o Céu). Não é possível um compromisso com o mal, mas a luta não deve ser feita com violência. Se lhe fizermos o favor de retribuir golpe por golpe, além de perder a batalha, ainda seremos envolvidos por ódio e paixão.
Isso deve ser importante de lembrar durante o ano todo, pois há uma grande possibilidade de muita provocação para baixar o nível e partir prá ignorância.

Urano no Fundo do Céu e Plutão próximo do Ascendente prometem muita reviravolta durante o ano, com disputas muito fortes pendendo para um lado e para o outro alternadamente.

Sol na casa 3 indica que a mídia continuará fervendo praticamente todos o dias, e faturando bastante também.
Os escândalos continuam pipocando e chocando as pessoas com o envolvimento de pessoas poderosas e muito dinheiro.

Aumento de acidentes de trânsito envolvendo automóveis e também veículos pesados tipo ônibus e caminhões.

As comunicações estão confusas, emocionais e com cortes. Deve haver mais notícias de espionagem e escutas telefônicas.
A carência do elemento Ar prejudica as comunicações individuais também. Com Mercúrio em Peixes e o peso do elemento Fogo no mapa as pessoas estarão muito impulsivas com as palavras. Se você não conseguir usar o bom senso, tente usar o coração para não se arrepender depois - geralmente nossos instintos e sentimentos mais autênticos e profundos, quando escutados, nos levam para caminhos melhores do que as paixões e raivas de momentos que também passam.

Teremos um eclipse total do Sol 11 dias antes do Ano Astrológico (dia 08 de março às 22:57h, a 18° Peixes, não será visível no Brasil) e outro da Lua, penumbral (dia 23 de março às 8:47h, a 3° Libra, apenas uma parte visível por aqui, bem no início, em Cuiabá, Manaus, Rio Branco, Porto Velho e Boa Vista, a Norte e Oeste do Brasil).

No mapa do dia 02/09:
- No eclipse total do Sol 08/03, 18° Peixes, o Sol será oculto na casa 4, próximo da Lua, em oposição a Mercúrio natal na casa 10.
- No eclipse da Lua 23/03, 3° Libra, a Lua será ocultada na casa 11 natal, enquanto o Sol estará em conjunção com Plutão natal na casa 4 conj. 5.

No mapa do dia 07/09:
- No eclipse total do Sol 08/03, 18° Peixes, o Sol será oculto na casa 1, em oposição ao Sol natal.
- No eclipse da Lua 23/03, 3° Libra, Sol e Mercúrio estarão em conjunção com Plutão natal na casa 2, ocultando a Lua no céu na casa 8.

Serão analisados em texto separado, mais adiante.
É importante lembrar que os eclipses tem mais força nos locais onde são mais visíveis. Onde eles não são visíveis podem ter efeito também caso façam aspecto importante no mapa natal.

Note que nos dois mapas, um dos eclipses faz contato com o regente do governo.
Sem aprofundar, é mais um fator de perturbação para esse ano.

Bem menos que o anterior, é verdade - em 2015 tivemos um eclipse total do Sol bem no dia do equinócio, início do Ano Astrológico. Não fez conjunção exata com nenhum dos dois mapas que estou comparando, mas no do dia 02 afetou a estabilidade acontecendo na casa 4 e no do dia 07 afetou as finanças acontecendo na casa 2. Tá difícil escolher um dois dois mapa, sigo observando e estudando, por enquanto uso os dois.

Voltando a 2016, acredito que mesmo não sendo visíveis, esses eclipses causarão alguma perturbação também, por fazerem contato com planetas importantes, embora a intensidade possa ser menor, justamente por causa da visibilidade. Aguardemos e observemos, aprendendo sempre mais um pouco de Astrologia.

2 - 2016, regência cabalística do SOL
Sol: Espírito, Consciência, Vontade, Iluminação. O Rei, Pai, Herói, Líder, Ator, Maestro, Artista.

De acordo com a astrologia cabalística, 2016 é o 36° ano do Grande Ciclo do Sol, regido pelo Sol (a partir de 2017, o Grande Ciclo passa a ser de Saturno, por 36 anos).

Saindo do sub ciclo de Marte, O Guerreiro, chegamos ao sub ciclo do Sol, O Rei.

O ano de 2016 inicia em uma sexta-feira, dia de Vênus.
Então temos:
SOL - Grande Ciclo
SOL - Ciclo do Ano (sub Ciclo)
VÊNUS - dia da semana
SOL - hora (no nascer do Sol)

Para quem considera o Ano Cabalístico a partir do Ano Astrológico (em 20/03/2016), o dia da semana é de Saturno (pois o dia astrológico inicia no nascer do sol; nesse caso, domingo a 1:30h ainda é regido por Saturno) e a hora é de Vênus - 7ª noturna.

Regências do SOL
Características: Fogo, Calor, Luz, metais nobres (ouro), afeto
Natureza: brilhante, acentuando o poder e a honra
Qualidades: generosidade, coragem, lealdade, dignidade, honra, liderança, proteção, afeto
Defeitos: megalomania, orgulho, exibicionismo, ostentação, arrogância, egocentrismo
Cor: Amarelo, dourado e púrpura
Metal: Ouro
Pedra: Citrino
Plantas: Alecrim, açafrão, calêndula, canela, laranjeira, cravo da India, lótus, lavanda, louro, manjerona, sálvia, trigo, cevada, tomilho, palmito, camomila
Árvore: Carvalho
Flor: Girassol
Perfume: Sândalo, âmbar
Animais: Leão, águia, falcão e galo
Dia da semana: Domingo
Partes no corpo humano: Coração, coluna dorsal, artérias e olho direito
Domicílio: Leão
Exaltação: Áries
Exílio: Aquário
Queda: Libra
Palavra chave: Vitalidade
Deuses: Apolo, Baldur, Sunna, Oxalá, Mitra, Rá, Hórus, Adonis, Helios, Guaracy

2016 encerra o Grande Ciclo de 36 anos regido pelo Sol.
Em 2017 iniciamos novo Grande Ciclo de 36 anos, regido por Saturno.

Bem, esse ano temos regência dupla do Sol: no Grande Ciclo e no ano, que reforça ainda mais as características positivas e negativas.

O Sol traz boa disposição, afeto, calor, mais energia física e mental, espiritualidade, clareza, generosidade, sensualidade, nobreza, força de vontade, constância, heroísmo, proteção, amor pelas crianças e pelos jovens, amor pela vida, alegria, otimismo, capacidade de motivar e liderar, autoconfiança, independência, ambição, criatividade, charme, personalidade carismática e marcante.

No negativo, é centralizador, traz arrogância, teimosia, necessidade de aplauso, excesso de vaidade e super importância da aparência, dependência da opinião alheia, autoritarismo, megalomania, egoísmo, exageros, extremismos, futilidade, bajulação, personalidade fraca, dificuldade para desenvolver sua própria essência, muita pompa, ostentação, sempre querendo um palco.

De acordo com essa regência, os assuntos em destaque durante o ano serão os assuntos públicos, a política, o governo, as pessoas famosas, as artes todas, a beleza, o ensino e os professores, os assuntos relacionados com crianças, os executivos, as empresas e suas administrações, o ouro, jóias, riquezas, as festas, shows e eventos públicos que atraem muitas pessoas, a clareza, a verdade, as ações generosas, os investimentos, a bolsa de valores, a cotação do dinheiro, o mercado de capitais, os jogos, os esportes, a imagem, força e identidade do país, a espiritualidade (diferente de religião).

A meta do Sol é ser o que é.
Em outras palavras: integrar a personalidade, centralizando no espírito e na vontade.
O mais interessante disso é que quanto mais simplicidade e autenticidade, mais o seu brilho é forte.

Em 2016 o Sol influencia, nos signos:
(observe principalmente o seu signo Ascendente)

ÁRIES: a casa 5: Vocação, talentos naturais, expressão pessoal. Criatividade. Hobbies. Jogos e apostas. Especulações financeiras. Aventuras. Amores. Sexualidade. Beleza. Filhos. Crianças. Diversões e festas. Sua criança interior. Bom ano para fazer o que gosta e para mostrar seus talentos ao público.

TOURO: a casa 4: Vida em família. O lar, a casa. Imóveis. Relacionamentos íntimos, com pais e com filhos, com amigos antigos. Suas origens, raízes. Formação ou dissolução da família. Energia voltada para dentro de si, para dentro e para o passado, buscando as causas de situações atuais. Formação de bases internas. O sono, os sonhos, pressentimentos, intuição, comunicações telepáticas. Propriedades. Preocupações com segurança, futuro e velhice. Ano de buscar segurança.

GÊMEOS: a casa 3: Maneira de pensar e raciocinar. Capacidade de aprender. Informações novas. Relacionamento com pessoas próximas de você, vizinhos, irmãos, primos, parentes, colegas. Ensino básico e cursos técnicos. Pequenas viagens, por perto de onde você mora. Comunicações. Trânsito. Carro, ônibus, telefone, internet. Ano movimentado, com muita atividade próxima a você, e sua capacidade de se comunicar e dialogar será importante. Novas pessoas e conhecimentos.

CÂNCER: a casa 2: O dinheiro. A maneira como você usa suas posses e talentos. Como ganha seu dinheiro e como o gasta. Saúde. Valores (materiais, éticos e morais). Sobrevivência. Segurança. Ano de crescer financeiramente, organizar suas finanças, cuidar do corpo. Ano de definir o que é mais importante em sua vida.

LEÃO: a casa 1: Corpo físico. Vitalidade. Aparência. Personalidade. Imagem de si mesmo. Imagem que projeta. Coisas novas na vida. Mudanças na aparência. Importância de ter uma boa saúde. Novos objetivos. Decisões importantes. Independência. Ousadia.

VIRGEM: a casa 12: Provações, grandes obstáculos, isolamento. Espiritualidade. Saúde psíquica. Atrasos. Hospitais. Caridade. Transcendência. Afastamento do mundo prático e contato com o mundo psíquico e astral. Sono, sonhos, visões, intuição, insights. Capacidade de compreender o que os outros não percebem. Difícil para a vida material, é necessário ter bastante disciplina nesse ano com sua saúde, situação financeira e obrigações. As tarefas normais do cotidiano lhe parecem mais pesadas do que de costume. Relacionamento com pessoas diferentes e marginalizadas. Sensibilidade para as artes, a música, a beleza. A solidão produtiva leva você a se despedir daquilo que não é essencial em sua vida e ficar com aquilo que é mais importante. Ano de despedidas e decisões.

LIBRA: a casa 11: Atuação em grupos, comunidades, partidos políticos, igrejas, clubes. Participação social mais ativa. Mais proximidade dos amigos. Protetores ou padrinhos. Você conseguirá mais atuando em conjunto do que por iniciativas independentes.

ESCORPIÃO: a casa 10: posição social, vocação, nova direção na vida, conquistas, profissão, vida social. Relacionamentos com Pais, chefes e autoridades. Você estará mais autoritário do que de costume, questionando as regras e ordens, e liderando. Favorece as mudanças importantes na vida.

SAGITÁRIO: a casa 9: Contatos com estrangeiros e tudo o que foge à rotina, tipo pessoas diferentes ou distantes, viagens, intercâmbio. Filosofia de vida, crenças pessoais, religião, ideais e objetivos de vida, ambição. Qualquer tipo de estudo e busca pela sua vocação. Vontade de expandir sua vida.

CAPRICÓRNIO: a casa 8: Partilhas. Sociedades comerciais, financeiras e lucrativas. Aplicação e organização do dinheiro. Impostos e taxas, pensões, direitos autorais, heranças. Sexualidade. Crises. Ocultismo. Cirurgias. O sono. A morte. Ano de profundas transformações a nível pessoal.

AQUÁRIO: a casa 7: Casamento. Divórcio. Sociedades, lucrativas ou com outro objetivo. Associações, duplas. Atuação na vida social. Relacionamentos íntimos, amizades e amores. Oficialização de situações. Reconciliações e separações. Contratos e documentos escritos. Processos na justiça. Inimigos assumidos. Necessidade de dialogar e negociar.

PEIXES: a casa 6: o cotidiano, a rotina, o trabalho do dia a dia. Produtividade, ritmo pessoal. Saúde. Doenças adquiridas pelo trabalho ou descuido. Higiente, hábitos, cuidados com o corpo físico. Relacionamento com colegas de trabalho, chefes e subordinados. Cursos técnicos e de nível médio. Cursos de aperfeiçoamento. Precisará de paciência para lidar com assuntos, pessoas ou situações que lhe limitam ou subordinam. É um ano de preparo e de testes. Relação com animais de estimação.

3 - TRÂNSITOS: os movimentos dos planetas no céu
Os trânsitos estão bastante desafiadores nesse ano.
É preciso manter a confiança em si mesmo e lutar contra o pessimismo.
As lutas de poder continuam fortes, esses movimentos dos astros afetam todo o planeta, não apenas o nosso país.
É bem possível que continuemos a conviver com noticiários pesados, dentro e fora do Brasil, com guerras, conflitos, disputas muito fortes, problemas no clima e catástrofes na natureza.
Paralelo a isso, algumas lunações serão mais fáceis, outras mais difíceis, os planetas pessoais formarão aspectos harmônicos durante o ano, mas isso será postado nos textos dos meses.
Além disso, muitas vezes algum planeta que está brigando no céu poderá estar fazendo ótimos aspectos no seu mapa natal, então essas previsões não são individuais, são impessoais e mostram o astral geral mundial.
A situação financeira deve estar muito instável. A crise política e a insegurança continuam fortes enquanto os políticos continuam brigando.
Os desafios de Saturno sempre trazem lições. Essas lições podem ser amargas se formos fechados, inflexíveis e intransigentes, ou, ao contrário, quem conseguir manter uma espécie de neutralidade sem passividade adquire experiência, amadurece e fica mais forte.

Os planetas acima de Saturno (Urano, Netuno e Plutão) mesmo quando desafiam ainda abrem portas para dimensões diferentes e quebram padrões. Trazem descobertas científicas e conhecimentos importantes também sobre espiritualidade.

JANEIRO: Iniciamos 2016 com Urano e Plutão ainda disputando o poder. Embora os aspectos exatos já tenham passado, esse ciclo ainda está bem forte. Urano em Áries e na fase crescente indica novos caminhos a nível mundial. O desafio a Plutão em Capricórnio quebra estruturas de poder antigas e consolidadas, mostrando publicamente os seus problemas e podres e o descontentamento. Plutão mesmo sem ser desafiado já faz uma faxina por onde passa; com o desafio de Urano isso traz guerra e destruição. A parte crítica já está passando, mas ainda está forte até abril.
Marte em trígono com Netuno na segunda quinzena acalma um pouco o astral de pé de guerra e leva as atenções para a espiritualidade, os relacionamentos afetivos, o romance e os ideais.

FEVEREIRO: Apesar de Urano e Plutão estarem em disputas acirradas de poder, o trígono entre Saturno e Urano indica harmonia social. Destaque para as ciências exatas, metafísica, novidades ou descobertas científicas interessantes.
Marte e Plutão em sêxtil desde o final de janeiro direcionam a energia de uma maneira mais tranquila na realização dos objetivos.
Marte também faz sextil com Júpter no meio do mês trazendo otimismo, produtividade, eficiência e progresso, em pleno mês do Carnaval.
Os quincuces de Urano com Marte e Júpter indicam insatisfação com os serviços públicos, principalmente a Saúde e a parte técnica da engrenagem governamental. Essa insatisfação deve se manifestar de alguma forma pedindo mudanças e melhorias.

MARÇO: Urano e Plutão continuam firmes na briga dos deuses, enquanto Júpter e Saturno também entram em pé de guerra. Resultado: além da luta pelo poder, temos instabilidade social.
Felizmente Saturno em trígono com Urano e Júpter em trígono com Plutão acalmam os ânimos: alguém do governo deve fazer lindas promessas. A sociedade está cansada e ficará mais feliz com soluções técnicas. Júpter em trígono com Plutão é uma boa possibilidade de melhorias técnicas, soluções para problemas de energia, etc O quincuce de Júpter com Urano continua ativo e reforçando a necessidade de melhorar o funcionamento dos serviços públicos, no sentido de torna-lo eficiente e mais técnico.

ABRIL: esse é um mês bastante tenso e cheio de conflitos. Urano e Plutão ainda ativos, Júpter e Saturno em quadratura, Netuno se opondo a Marte e Júpter.
Muitos conflitos sociais, instabilidade e brigas com os políticos e o governo.
É possível que as finanças fiquem um pouco piores nesse momento.
Além disso as oposições de Netuno tornam o astral inseguro e sem direção.
Nesse período devemos buscar soluções para os problemas e trabalhar em dobro, mas mais do que nunca necessitamos de relaxamento e paciência, buscando momentos de descontração e tranquilidade sempre que possível.

MAIO: Júpter e Saturno em quadratura, e Netuno desafiando os dois.
Outro mês muito tenso, com muita instabilidade, insegurança e sensação de estar sem direção.
É preciso cuidado extra nesses períodos.
Além de paciência, é necessário manter a concentração naquilo que realmente importa, não deixando que uma mente agitada lhe atrase a vida.
É melhor fazer poucas coisas e bem feitas do que se entupir de tarefas que não consegue terminar ou realizar com eficiência.
Respeite seus limites e descanse o máximo que puder.
Evite cobranças e pressões. Relaxe. Tudo passa.

JUNHO: Júpter e Saturno ainda em quadratura desafiados por Netuno, como no mês anterior. Mas agora Plutão entra em trígono com Júpter e Urano faz quincuce com Marte.
A instabilidade continua forte, mas o bom relacionamento com o deus do Céu e o deus do Submundo acessam forças antigas do subconsciente, contribuindo com uma grande capacidade de recuperação, conseguindo transformar obstáculos em degraus para o sucesso. Mercúrio entra no baile e forma um Grande Trígono com Júpter e Plutão, oferecendo uma bela oportunidade de sair dos problemas bem melhores do que entramos.

JULHO: Felizmente um pouco mais tranquilo do que os meses anteriores, embora Netuno continue quadrando Saturno com sua insegurança, desânimo, instabilidade e falta de direção. Júpter e Plutão ainda em trígono estimulam a busca de soluções práticas, novas maneiras de fazer as coisas, maior eficiência e persistência.

AGOSTO: Netuno continua quadrando Saturno e agora Marte novamente também, a instabilidade continua. É preciso aprender a "impermanência", "a segurança dentro da insegurança", fluir com a Natureza. Urano e Júpter em quincuce exigindo melhores serviços públicos, desde a Saúde até a Justiça. No final do mês Marte entra em conjunção com Saturno. Faça atividade física, descarregue energia, busque alegrias na rotina. Marte com Saturno pode trazer muita raiva e agressividade em sua forma negativa; na positiva, uma grande capacidade de realizar, gerenciar e administrar, força de conquista.

SETEMBRO: A maioria das tensões dá uma folga por aqui, e só precisamos lidar com o desafio de Netuno a Saturno, gerador de muita insegurança e instabilidade. Normal, a essa altura já acostumamos. Saturno está minguando em relação a Netuno dentro desse ciclo, simbolizando que muitas lições serão aprendidas a respeito de segurança, tolerância religiosa, convivência com opiniões e costumes diferentes, leis que devem ser modificadas, hierarquias que fazem ou não fazem sentido. É preciso ter a mente aberta e os limites claros. É necessário cultivar uma disciplina saudável com tempo para o esforço e tempo para o descanso. Muitas lições aprendidas.

OUTUBRO: Netuno distensionando Saturno é um alívio! Parece que as brumas se abrem. Mas o ano continua tenso: Marte/Júpter em quadratura no início, e Marte/Plutão em conjunção no meio do mês. No meio do mês Urano quadrando Marte é uma energia agressiva e explosiva que pede cuidados extras e paciência infinita. Cuidado com exageros, excessos de qualquer tipo. Compulsão e agressividade, autoritarismo. Essas tensões geram muita energia que, se bem direcionadas nos levam a trabalhar mais e conquistar nossas metas. Além disso o sextil de Marte com Netuno no meio do mês acrescenta um tom espiritual meio xamânico permitindo o acesso a dimensões incomuns, respostas e/ou revelações importantes.

NOVEMBRO: Plutão quadrando Júpter estimula o questionamento de autoridades e leis. É possível que alguma grande transgressão seja muito questionada, possivelmente algo ligado a abuso de poder, charlatanismo ou a descoberta de traições ou mentiras difíceis de perdoar. Júpter e Saturno entrando em sextil trazem um pouco de harmonia social e esperança no futuro, um desejo e confiança de que o próximo ano será melhor.

DEZEMBRO: Júpter se opondo a Plutão e quadrando Urano alimenta um pouco mais as lutas de poder, questionando leis, autoridades e regras. Saturno em trígono com Urano e sextil com Júpter melhora bastante o astral desse mês, estimulando harmonia social e aumentando a esperança de termos aprendido lições importantes, saindo mais fortes e maduros para o próximo ano que se aproxima. Marte em trígono com Júpter e sextil com Saturno e Urano mostra a possibilidade de acordos, harmonia e bem estar.

Não deve ser um ano fácil. Mas 2015 também não foi.
Nada é por acaso.
Se estamos no planeta nesse momento tenso é porque temos coisas importantes para aprender e para realizar.
As crises nos fazem sofrer, mas também aprendemos com elas a selecionar o que é realmente importante na nossa vida, descartar o que é fútil e valorizar o que realmente tem valor.

astrometeorologia: outono quente e úmido. Mudanças bruscas, chuvas repentinas. Possibilidade de tempestades com raios e granizo, no meio de noite e pela manhã, mais ao Norte e Leste. Choques de calor e frio.

Namastê.

2 comentários:

Anônimo disse...

muito obrigado por sua dedicaçao e esforzo ao escribir.atte Sergio

Anônimo disse...

Muito obrigada, gostei muito deste estudo.
Premal