...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

terça-feira, 14 de junho de 2016

solstício de Inverno, junho 2016


Em 20/06/2016, segunda-feira, 19:34 h acontece o solstício de Inverno para o hemisfério Sul (de Verão para o hemisfério Norte) com a entrada do Sol no signo de Câncer (desde as 17:01 h o Sol está na sua máxima declinação ao Norte).

Os meses de inverno estão com a mesma regência do ano: Saturno.
Está retrógrado, mostrando que muitas coisas estão pendentes, e não há avanço enquanto essas coisas pendentes não forem resolvidas.

Tendência de inverno desafiador, com frio e bastante vento.
Pouca umidade, pouca chuva, mas possibilidade de tempestades ocasionais, embora na maioria das vezes seja chuva fina e gelada.

A carta astral é difícil, instável e cheia de obstáculos.
Teremos que ser muito persistentes, insistentes e incansáveis nos nossos objetivos, principalmente materiais.
Além disso, nunca ficar satisfeitos com o que "parece ser", pois há muita ilusão e engano que podem atrasar nossos caminhos.

E mais: em tempos de crise os relacionamentos ficam frios como a Lua capricorniana - ela tem fama de insensível, mas é apenas prática, está mais preocupada em proteger quem ama e garantir a sobrevivência do que demonstrar afeto.
É importante não cair em mais essa ilusão, pois o afeto precisa ser cultivado, demonstrado, como uma plantinha frágil que seca sem água.
Nada melhor do que Vênus em Câncer para nos lembrar disso.

Em tempo de solstício de Inverno, a Natureza nos convida a viajar para as raízes, seguir o caminho para dentro e para baixo.

Aqui no blog sugiro os textos "Mês de Câncer" e o "Trabalho de Hércules - Câncer" para trabalhar essas energias, lembrando que o pensamento semente de Câncer é "EU CONSTRUO UMA CASA ILUMINADA E LÁ HABITO", o inferior é "que o isolamento seja a regra, embora exista a multidão", e o Trabalho de Hércules relativo ao signo de Câncer é "A captura da Corça" - objetivo de ensinar a paciência, persistência, gentileza e desapego.

Na Tradição Nórdica, yule é o início do Ano, (diferente da Celta, que é em Samhain), uma grande festa de muitas noites, iniciando com a Noite da Mãe, passando pela Caça Selvagem de Odin, agradecendo aos espíritos protetores femininos, confraternizando com a família e pessoas íntimas compartilhando presentes e alimentação e olhando para o futuro. É uma festa muito feminina, com os deuses masculinos também presentes, e a homenagem a Baldur, o Sol. (eu sigo a roda do Sul)

As runas dessa data são Isa (os gigantes do gelo), Eihwaz (a árvore do mundo), Jera (a colheita e o ponto de mudança) e Sowilo (Baldur).
Para eles havia 3 estações, e não 4.

Para os cristãos, é festa de São João - estranho para nós que moramos no hemisfério Sul, mas na realidade yule cristão é o Natal.

Para os romanos pagãos, festa da Saturnália, quando um escravo toma o lugar do Rei por uma semana e no final é sacrificado.
Nesses dias o Rei fica recolhido dentro do palácio e o povo festeja todo o tempo, não trabalha, enquanto o escravo dá as ordens. No final, homenagens a Apolo também.

Para os egípcios, renascimento de Rá (Sol) e a criação do mundo.

Para os celtas, o começo da metade clara do ano, quando a deusa Anciã sai do submundo para se transformar na Mãe.

Para os druidas, o Rei do Carvalho vence o Rei do Azevinho.

Para os xamãs, tempo de purificação, meditação e mexer nas suas sacolas de Poder, a Lua do Ganso das Neves (que trabalha com os mistérios), do clã da Tartaruga, o Pai Sol retorna de sua jornada para aquecer a Mãe Terra e suas crianças.
É a direção Norte, dos Ancestrais, representada pelo branco da neve e pelo silêncio das montanhas. Por isso, bom tempo para escutá-los e pedir conselhos - tanto os anciãos quanto os ancestrais que já partiram para a estrada azul.
Os animais sagrados são o búfalo (abundância), coruja (sabedoria) e borboleta (renascimento). Há uma crença que se você ver uma borboleta nesse dia, terá um ciclo de muita sorte.

Entre diferentes tradições, uma coisa em comum: tempo de renovação.

O mapa do céu já informa que teremos muitos obstáculos para transpor.

Mais do que nunca precisamos de forças internas e forças espirituais.

Urano, no Fundo do Céu espera a nossa chegada para iluminar a mente com novas ideias, criatividade e novas direções.
E o Nodo Norte aponta para a casa 8, a casa do mergulho e da transformação interior, da luta interna.

As quadraturas são muitas, mas podemos encarar o Grande Quadrado Mutável como um obstáculo intransponível, ou como mais um desafio.

As casas de Água ocupadas favorecem todas as atividades espirituais.

Os imensos problemas materiais que precisam de solução exigem nosso empenho, esforço e trabalho constante, mas é fundamental renovar as forças fazendo o mergulho interior, seja qual for sua crença espiritual.

Alguns minutos de pausa fazem milagres.
Namastê.