...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Resgatando o feminino selvagem




















Tudo o que as mulheres foram perdendo pelos séculos afora pode ser encontrado de novo se seguirmos sua pista nas sombras. 

E, acendamos uma vela para a Deusa, pois esses tesouros perdidos e roubados ainda lançam sombras nos nossos sonhos noturnos, nos sonhos diurnos da nossa imaginação, em histórias muito antigas, na poesia e em qualquer momento de inspiração.

As mulheres de todo o mundo - sua mãe, a minha, você e eu, sua irmã, sua amiga, nossas filhas, todas as tribos de mulheres ainda desconhecidas - todas nós sonhamos com o que está perdido, com o que em seguida irá surgir do inconsciente. Todas sonhamos os mesmos sonhos no mundo inteiro. 
Nunca ficamos sem o mapa.

Recuperar o instinto ferido, eliminar a ingenuidade e, com o tempo, aprender os aspectos mais profundos da psique e da alma, guardar o que tivermos aprendido, não voltar as costas, defender aquilo que representamos.. tudo isso exige uma resistência mística e infinita.

Quando emergimos de volta do outro mundo depois de uma de nossas incursões por lá, por fora pode parecer que não mudamos, mas por dentro reconquistamos um vasto território feminino e selvagem.

Na superfície ainda somos simpáticas, mas debaixo da pele decididamente não somos mais mansas.

(fonte: Clarissa Pinkola Estés, Mulheres que correm com os lobos)

Namastê.

Nenhum comentário: