...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

terça-feira, 30 de agosto de 2011

setembro 2011, numerológico 4

Setembro de 2011 é um Mês Universal 4, de um Ano Universal 4.
Pede trabalho, organização, disciplina.
Favorece todo o esforço concentrado e a persistência.

Não é bom para tentar novidades, pois o astral está conservador e cético.
Mas é ótimo para firmar os alicerces de um futuro mais sólido e estável.

Os hábitos e a rotina serão fundamentais para o sucesso. Será exigido ter persistência e paciência.

Após o instável mês anterior, setembro chega para pôr ordem na casa. Favorece a reorganização, os consertos, dar andamento a tudo o que estava atrasado. Maravilhoso para fazer um balanço.

É importante também cuidar da saúde. Cuidado para não se sobrecarregar de tarefas e atividades. Fuja do stress, sempre que puder. Se não puder, compense com alguma atividade relaxante. Não deixe de comer ou dormir direitinho em função do trabalho. O corpo físico é nosso carro-chefe para um bom desempenho, em tudo, nesse planeta.

O dinheiro vem aos poucos, economizar, poupar e quitar dívidas seria uma ótima escolha nesse momento. O mês é de restrições e despesas.

O sucesso depende da persistência, da rotina, deveres cumpridos, da capacidade de resistir.
Combata o desânimo, a falta de entusiasmo e a preguiça.

A soma 8 sugere um potencial transformador, capaz de fazer dos obstáculos os degraus para sua subida.

Essas previsões são gerais, não pessoais.
Verifique, no blog, seu Ano Pessoal e seu Mês Pessoal.

Namastê.

Nenhum comentário: